ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Elizabeth Gomes é ouro e bate recorde mundial no lançamento de disco

Elizabeth Gomes é ouro e bate recorde mundial no lançamento de disco

access_time30/08/2021 10:45

O Brasil conquistou o segundo ouro no lançamento de disco na manhã desta segunda-feira (30), na Para

Justiça declara ilegalidade da greve dos profissionais da Educação de MT e determina volta às aulas em 72h

Justiça declara ilegalidade da greve dos profissionais da Educação de MT e determina volta às aulas em 72h

access_time31/07/2019 07:38

A desembargadora Maria Erotides Kneip, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, declarou a ilegalidade

Com taxa de ocupação em cerca de 50%, SES notifica municípios sobre leitos de UTI Covid-19

Com taxa de ocupação em cerca de 50%, SES notifica municípios sobre leitos de UTI Covid-19

access_time16/09/2021 07:20

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou cinco municípios de Mato Grosso sobre o bloqueio e

Mato Grosso

MATUPÁ! MULHER MORRE EM ACIDENTE ENTRE MOTO E CAMINHÃO PIPA

MATUPÁ! MULHER MORRE EM ACIDENTE ENTRE MOTO E CAMINHÃO PIPA

access_time18/05/2022 20:55

Luzanira Macedo da Silva, de 39 anos, morreu no início da tarde desta quarta-feira(18) em um acidente envolvendo a moto CG/Honda que ela pilotava e um caminhão pipa da Secretaria de Obras do município...

TCE nega recurso da prefeitura e mantém licitação do BRT em Cuiabá

TCE nega recurso da prefeitura e mantém licitação do BRT em Cuiabá

access_time18/05/2022 09:29

O Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT) negou o pedido da Prefeitura de Cuiabá para suspender a licitação do Ônibus de Trânsito Rápido (BRT). A decisão do pleno da Corte de Contas foi n...

Homem foragido da Justiça de Sinop tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Matupá

Homem foragido da Justiça de Sinop tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Matupá

access_time18/05/2022 08:57

Um homem procurado pela Justiça foi preso pela Polícia Civil, na manhã da terça-feira (17.02), no município de Matupá, em cumprimento de mandado de prisão. O suspeito de 33 anos estava com a ordem ...

Brasil

Impenhorabilidade salarial pode ser quebrada quando há ilícito contratual

Impenhorabilidade salarial pode ser quebrada quando há ilícito contratual

access_time18/05/2022 09:57

Com o objetivo de preservar a dignidade da pessoa humana, o Código Civil só permite a penhora de salário para pagamento de pensão alimentícia, ou se os ganhos do devedor superarem o valor de 50 salários mínimos mensais. Mas existe outra situação em que também é possível quebrar a proteção das verbas salariais: quando há prejuízo resultante de ilícito contratual causado pelo devedor. O entendimento é da desembargadora Diva Lucy de Faria Pereira, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF), que determinou a penhora mensal de 10% dos rendimentos líquidos de uma funcionária pública inadimplente até o pagamento integral de sua dívida. Ainda cabe recurso da decisão. A sentença, assinada no último dia 10, mudou decisão da 5ª Vara Cível de Brasília que havia impedido o confisco salarial da devedora. Entenda o caso A funcionária pública é cobrada por uma dívida decorrente de locação no valor de R$ 4.674, valor que chegou a R$ 9.520,09 após correção devido ao inadimplemento. Embora ela não possuísse nenhum bem em seu nome, dados obtidos por meio do Portal da Transparência revelaram que a mulher recebe mensalmente R$ 39.293,32. O dinheiro recebido por um devedor a título de salário ou remuneração não pode ser confiscado para pagamento de sua dívida, conforme prevê o artigo 833, inciso IV, do CPC, já que essa verba é destinada à sua subsistência e à de sua família.  Segundo a relatora do caso, no entanto, a proteção da impenhorabilidade da natureza salarial não é absoluta. Ela lembrou que a própria legislação (artigo 1º, III, da CF/88) abre duas exceções nesses casos — quando o devedor precisa pagar pensão alimentícia ou ganha mais de 50 salários mínimos por mês. "Penso ser possível também relativizar a proteção da impenhorabilidade das verbas salariais em caso de prejuízo resultante de ilícito contratual causado pelo devedor, como concretamente, em que os agravados não cumpriram com a obrigação assumida contratualmente, ao deixarem de preservar o bem dado em locação, e nenhuma iniciativa esboçam para pagar a dívida existente", defendeu a desembargadora. A desembargadora também afirmou que "não é de hoje que as partes devem ser comportar, no processo e nas relações negociais em conformidade com os ditames da boa-fé, nos termos dos vigentes art. 5º do CPC e art. 113 do CC", já que "o Direito jamais deu guarida a comportamentos ardilosos, maliciosos ou lesivos ao próprio ordenamento jurídico". Em sua decisão, ela ressaltou que o valor da penhora requerida (R$ 3 mil) equivale a pouco mais de 11% da remuneração líquida mensal da funcionária pública. Também foi constatado que a devedora recebe "diversas gratificações, que chegam até mais de R$ 20 mil", segundo consta nos autos. "Nessa análise, não verifico a possibilidade de abalo no atendimento das necessidades essenciais à sobrevivência da devedora". Para a desembargadora, embora "extremo e excepcional", o confisco de parte do salário da funcionária "prestigia a segurança jurídica e a confiança na relação negocial estabelecida entre as partes", além de evitar o enriquecimento sem causa do devedor. Em "situações nas quais foram infrutíferas todas as medidas adotadas pelo credor para localização de outros bens do devedor passíveis de penhora, como neste caso", é possível relativizar a impenhorabilidade do salário em conta bancária, concluiu a relatora. Clique aqui para ler a decisão 0714161-36.2022.8.07.0000

Classificados

Mundo

Atlético-GO vence na Sul-Americana com gol de Jorginho

Atlético-GO vence na Sul-Americana com gol de Jorginho

access_time18/05/2022 09:18

O Atlético-GO derrotou o Antofagasta (Chile) por 1 a 0, na noite desta terça-feira (17) no estádio Antônio Accioly, e manteve a liderança do Grupo F da Copa Sul-Americana. O triunfo em casa deixou o Dragão na primeira posição da classificação da chave com 12 pontos, três a mais do que a LDU (Equador), que mede forças com o Defensa y Justicia (Argentina) na próxima quarta (18). O gol da vitória do Atlético-GO foi marcado pelo camisa 10 Jorginho aos 11 minutos de partida, quando o meio-campista recebeu de Hayner, dominou no peito e finalizou de esquerda. O Dragão volta a entrar em campo pelo Brasileiro, competição na qual pega o Coritiba no sábado (21). Na Sul-Americana, a equipe de Goiás visita a LDU no último compromisso pela fase de grupos.

Spigreen