Spigreen
Notícias recentes
França vence, elimina a seleção peruana e se classifica para as oitavas da Copa

França vence, elimina a seleção peruana e se classifica para as oitavas da Copa

access_time21/06/2018 13:02

VITÓRIA, VAGA E RECORDE O futebol ainda não foi de uma favorita ao título, mas a França está nas oi

LDO será votada em agosto na Comissão Mista de Orçamento

LDO será votada em agosto na Comissão Mista de Orçamento

access_time16/07/2019 08:11

O relatório do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020 deve ser votado no início

Homem morre eletrocutado ao tentar podar árvore em União do Norte

Homem morre eletrocutado ao tentar podar árvore em União do Norte

access_time03/09/2018 07:19

Homem morreu eletrocutado na tarde de domingo (02), no travessão III São José União. Abedão Antunes

Mato Grosso

Idosos: requerimento de isenção do IPTU 2021 é até 26 de fevereiro

Idosos: requerimento de isenção do IPTU 2021 é até 26 de fevereiro

access_time19/01/2021 09:34

A Prefeitura Municipal de Peixoto de Azevedo faz um chamado aos idosos com idade mínima de 65 anos, que tenham um único imóvel em seu nome como contribuinte e que seus rendimentos não ultrapassem a um...

Mato Grosso inicia vacinação contra a Covid-19 e imuniza 10 trabalhadores da Saúde

Mato Grosso inicia vacinação contra a Covid-19 e imuniza 10 trabalhadores da Saúde

access_time19/01/2021 09:28

Mato Grosso deu início, na noite desta segunda-feira (18.01), ao Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a Covid-19. Em ato simbólico, no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, dez profissionais ...

Segunda-feira (18): Mato Grosso registra 200.134 casos e 4.815 óbitos por Covid-19

Segunda-feira (18): Mato Grosso registra 200.134 casos e 4.815 óbitos por Covid-19

access_time19/01/2021 09:24

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (18.01), 200.134 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.815 óbitos em decorrência do coro...

Brasil

Projeto da UFF fortalece produção agroecológica durante pandemia

Projeto da UFF fortalece produção agroecológica durante pandemia

access_time19/01/2021 08:51

O projeto Alimentação e Solidariedade na Rede de Agroecologia, da Universidade Federal Fluminense (UFF), tem sido uma resposta de professores e alunos para diminuir o impacto da pandemia do novo coronavírus na sociedade. O projeto procura ampliar e fortalecer os circuitos de produção e consumo de alimentos agroecológicos existentes nos seis diferentes campi da universidade (Niterói, Macaé, Angra dos Reis, Santo Antônio de Pádua, Rio das Ostras e Campos dos Goytacazes). Ele é apoiado pelo Edital de Projetos de Pesquisa, Ensino e Extensão voltados para o enfrentamento da pandemia da covid-19, do governo federal, com execução por meio de arranjos locais nessas seis diferentes unidades da UFF. A coordenadora do projeto, professora Ana Maria Motta Ribeiro, do Departamento de Sociologia e Metodologia das Ciências Sociais e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito (PPGSD/UFF), disse que esse é um projeto de pesquisa e extensão, que levanta informações em alguns setores da produção agrícola orgânica ou agroecológica no estado do Rio, situados no entorno de alguns campi da UFF. “Cada unidade dessas tem um grupo de professores com projeto de extensão e pesquisa sobre a organização do segmento dos trabalhadores rurais que produzem na base familiar, com qualidade, sem veneno, diferentemente das oligarquias do país”, informou Ana Maria. “São populações mais vulneráveis”, acrescentou. Juntos, professores e alunos das seis unidades da UFF desenvolveram a Rede de Agroecologia, que está viabilizando a realização do projeto em diferentes regiões fluminenses. O “Alimentação e Solidariedade” está também articulado a um mapeamento colaborativo de âmbito nacional, que é a Ação Coletiva Comida de Verdade, iniciativa desenvolvida por organizações da sociedade civil ligadas à agroecologia, para o acompanhamento das estratégias e respostas que estão sendo organizadas para lidar com o contexto da pandemia. Cadastro O projeto procura levantar e cadastrar esses trabalhadores rurais e suas produções. Em Niterói, por exemplo, alunos e professores da UFF buscaram conhecer os armazéns de distribuição e circulação dos produtos agroecológicos que pertencem aos movimentos organizados do campo. “Agora, a gente está mapeando e desenhando o fluxo dessa distribuição. Isso ajuda no sentido que a gente pode dar suporte a esse segmento de trabalhadores rurais que produzem sem veneno e ajudarmos a construir formas de distribuição que facilitem a chegada dos produtos ao consumidor, que a gente chama de “alimentos de verdade”. Essa é a ideia geral do projeto”, disse Ana Maria. O projeto está mapeando também como os trabalhadores rurais familiares organizados estão desenvolvendo e conseguindo fazer a distribuição durante a pandemia, como os alimentos saudáveis têm chegado ao Rio de Janeiro a partir desses grupos. A ideia é preparar esse material e oferecer depois aos agricultores familiares para que tenha utilidade na distribuição da produção agroecológica. Como o trabalho é feito como atividade acadêmica dos alunos, a organização solicitou ao governo federal a extensão do projeto por mais três meses, até março próximo, visando a devolver o mapeamento com qualidade para as famílias de agricultores. O edital concede bolsas para somente três alunos. O projeto articula os núcleos e coletivos de Pesquisa e Extensão em Agroecologia da UFF com movimentos e organizações da agricultura familiar, com o objetivo de fortalecer iniciativas de comercialização e abastecimento desses alimentos, a exemplo de feiras, programas de venda de cestas, armazéns e lojas, assim como ações organizadas em parceria com grupos de consumo.

Classificados

Mundo

Alemanha deve ampliar lockdown até meados de fevereiro

Alemanha deve ampliar lockdown até meados de fevereiro

access_time19/01/2021 09:17

A chanceler alemã, Angela Merkel, deve acertar com líderes regionais do país a ampliação do lockdown para a maioria das lojas e das escolas até meados de fevereiro como parte de um pacote de medidas para tentar conter o novo coronavírus. As conversas estão marcadas para esta terça-feira (19). As novas infecções têm caído nos últimos dias, e a pressão sobre as unidades de terapia intensiva (UTIs) diminuiu, mas virologistas estão preocupados com a disseminação de uma variante mais transmissível do vírus. De acordo com reportagem do jornal Bild, é provável uma prorrogação por duas semanas". O lockdown atual vai até 31 de janeiro. O governo federal propôs que as pessoas sejam obrigadas a usar máscaras nas lojas e nos transportes públicos e que a ajuda para empresas deve ser melhorada por causa da ampliação, conforme esboço das medidas que serão discutidas. De acordo com o esboço, o governo federal também criará guia para uma estratégia de reabertura justa e segura. "Os números das infecções estão caindo por várias semanas ou estagnando, e isso é bom. Agora estamos enfrentando uma mutação muito agressiva à qual temos que responder", disse o prefeito de Berlim, Michael Mueller, à TV alemã. *Com informações da Reuters