Por: Lislaine dos Anjos      19/04/2017 às 20:38      Fonte:Do G1 MT     (168) Vizualizações
Funcionário de loja é preso suspeito de matar gerente após desentendimento no trabalho
Fonte:
-A  +/- +A

Segundo a esposa da vítima, suspeito esfaqueou gerente por não gostar de ter a atenção chamada pelo chefe. Ao ser preso pela PM, funcionário confessou o crime


O gerente de uma loja de forros foi assassinado a golpes de faca dentro da casa dele, na terça-feira (18), em Nova Xavantina, a 651 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, a vítima foi identificada como Felipe Artur Coelho da Silva, de 23 anos. O suspeito de cometer o crime é um funcionário do estabelecimento comercial, André Vidal da Luz, de 19 anos, que foi preso pela PM na manhã desta quarta-feira (19).


Segundo a PM, ao ser preso, o rapaz confessou ter cometido o crime e ainda mostrou aos policiais onde havia jogado a faca que usou para matar o gerente. A arma foi apreendida pela polícia. O suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Nova Xavantina, onde deve prestar depoimento e, posteriormente, ficar à disposição da Justiça.


Conforme consta no boletim de ocorrência, a PM foi acionada pela esposa da vítima. Ela informou aos policiais que o funcionário não teria gostado da forma como o chefe teria falado com ele mais cedo, quando teria cobrado mais atenção do rapaz ao trabalho sob risco de demiti-lo.


Quando chegavam à residência, que fica no mesmo estabelecimento comercial onde o gerente trabalhava, os policiais relataram que foram abordados por um amigo do casal, de 22 anos, que afirmou que o suspeito havia fugido a pé, levando a faca que usou para matar o gerente, após ameaçar matá-lo também.


Na casa, a polícia se deparou com o corpo do gerente caído no corredor, em frente ao quarto da vítima. Segundo os policiais, foi possível identificar um corte no ombro direito, mas outros ferimentos apenas poderiam ser identificados pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). A Polícia Civil foi acionada e isolou a cena do crime. O homicídio está sendo investigado.


Disparos na rua
O amigo do casal relatou à polícia ter visto o funcionário entrar na casa para matar o gerente. Quando tentou fugir, foi abordado pela testemunha, que usou uma arma do gerente, de calibre 22, para atirar três vezes contra o suspeito, mas sem acertá-lo. A arma de fogo foi apreendida e o amigo do casal acabou sendo detido pela PM por disparar arma de fogo em via pública.

Noticias
Entretenimento
Esporte
Geral
Serviços
Logotipo Agência Super
Website Security Test