Banner Outras
Notícias recentes
Mulher é presa acusada de vender drogas próximo de escola em Peixoto de Azevedo

Mulher é presa acusada de vender drogas próximo de escola em Peixoto de Azevedo

access_time21/05/2019 09:11

Uma mulher foi presa pela Polícia Militar acusada de tráfico de drogas nas proximidades de uma escol

Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB, é preso novamente

Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB, é preso novamente

access_time30/05/2018 07:52

O ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB, foi novamente preso pr

Prefeita de Sinop afirma que compra de fazendas de Peixoto por R$ 36 milhões foi

Prefeita de Sinop afirma que compra de fazendas de Peixoto por R$ 36 milhões foi "bom negócio"

access_time11/11/2019 18:40

A empresa Selo Verde Empreendimentos Imobiliários e Participações, que pertence à família da prefeit

Mato Grosso

Atendimentos presenciais no Detran-MT são suspensos por mais 14 dias

Atendimentos presenciais no Detran-MT são suspensos por mais 14 dias

access_time04/07/2020 08:21

Os atendimentos de forma presencial no Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) serão suspensos por mais 14 dias a partir da próxima segunda-feira (6). Serão 56 cidades com suspens...

Governo de MT contrata 530 profissionais de saúde para atuar no combate à Covid-19

Governo de MT contrata 530 profissionais de saúde para atuar no combate à Covid-19

access_time01/07/2020 22:01

O governo estadual, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), continua com processo seletivo aberto para o preenchimento de 530 vagas de profissionais de saúde, que atuarão no tratamento de p...

Polícia Federal, IBAMA e Exército fazem operação contra extração ilegal de ouro no Nortão

Polícia Federal, IBAMA e Exército fazem operação contra extração ilegal de ouro no Nortão

access_time01/07/2020 13:11

Os agentes da Polícia Federal de Sinop em parceria com fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e apoio aéreo do Exército Brasileiro deflagrou, ontem...

Brasil

Governador do Amazonas, Wilson Lima, é alvo de operação da PF

Governador do Amazonas, Wilson Lima, é alvo de operação da PF

access_time30/06/2020 08:13

Uma operação do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (30) oito mandados de prisão temporária, além de pedidos de buscas e apreensão em 14 endereços de pessoas ligadas ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC). As medidas, que fazem parte da Operação Sangria, foram determinadas pelo ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), e incluem o bloqueio de bens no valor R$ 2,976 milhões, de 13 pessoas físicas e jurídicas. A investigação apura a atuação de uma organização criminosa instalada no governo do Amazonas com o objetivo de desviar recursos públicos destinados ao combate à pandemia de covid-19. Foram identificadas compras superfaturadas de respiradores, direcionamento na contratação de empresa, lavagem de dinheiro e montagem de processos para encobrir os crimes praticados. Todas as operações teriam a participação direta do governador Wilson Lima. A subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo sustenta que as investigações permitiram "evidenciar que se está diante da atuação de uma verdadeira organização criminosa que, instalada nas estruturas estatais do governo do estado do Amazonas, serve-se da situação de calamidade provocada pela pandemia de covid-19 para obter ganhos financeiros ilícitos, em prejuízo do erário e do atendimento adequado à saúde da população". Em um dos contratos investigados foi encontrada suspeita de superfaturamento de, pelo menos, R$ 496 mil. Os respiradores foram adquiridos por valor superior ao maior preço praticado no país durante a pandemia, com diferença de 133%. No esquema identificado pelo MPF e pela Polícia Federal, o governo do estado comprou, com dispensa de licitação, 28 respiradores de uma importadora de vinhos. “Os fatos ilícitos investigados têm sido praticados sob o comando e orientação do governador do estado do Amazonas, Wilson Lima, o qual detém o domínio completo e final não apenas dos atos relativos à aquisição de respiradores para enfrentamento da pandemia, mas também de todas as demais ações governamentais relacionadas à questão, no bojo das quais atos ilícitos têm sido praticados", destaca Lindôra Araújo. Estão sendo apuradas suspeitas da prática de peculato, delitos da lei de licitações, organização criminosamente, lavagem de dinheiro, e crimes contra o sistema financeiro.

Classificados

Mundo

Policial que assassinou homem negro em Atlanta é demitido

Policial que assassinou homem negro em Atlanta é demitido

access_time15/06/2020 09:41

Um policial de Atlanta, nos Estados Unidos, apontado como o responsável pelo assassinato de Rayshard Brooks durante abordagem na última sexta-feira (12), no estacionamento de um restaurante, foi demitido neste domingo (14). Outro agente também envolvido no episódio foi transferido para serviços administrativos. Identificado como Garret Rolfe, ele integrava a corporação desde 2013. Devin Brosnan, contratado em 2018, seguirá prestando trabalhos internos à corporação. As informações foram divulgadas em comunicado pelo sargento John Chafee. A nova morte de um homem negro após ação policial motivou nova onda de protestos em Atlanta e outras regiões dos EUA. O novo crime de racismo também provocou a saída da chefe de polícia local, Erika Shields, que renunciou ao cargo. Entenda o caso Rayshard Brooks, de 27 anos, foi alvejado pelas costas durante tentativa de detenção em um estacionamento de um restaurante em Atlanta. Ele dormia dentro de seu carro quando foi autuado por policiais, sob a justificativa de estar atrapalhando a entada do drive-thru. A abordagem, que durou cerca de 40 minutos, foi filmada por câmeras de segurança do estabelecimento. Pelo circuito, é possível ver que Brooks resiste ao momento em que vai ser algemado. Além disso, segundo informações de um escritório de investigação da Geoórgia, durante a abordagem Brooks conseguiu roubar uma arma de choques dos policiais e foi baleado quando a apontou para um dos oficiais. Em entrevista à imprensa local, o advogado da família da vítima L. Chris Stewart questionou o uso da força desproporcional do agente. “Na Geórgia, um Taser não é uma arma mortal – essa é a lei”. “Acho que o apoio chegou em dois minutos. Ele teria sido preso e preso. Por que você teve que matá-lo?” Efeito Floyd Em meio à onda de protestos que se espalharam pelos EUA, e depois em todo o mundo, contra o assassinato de George Floyd, neste sábado manifestantes incendiaram a lanchonete onde Brooks foi baleado. Uma rodovia também teve o tráfego bloqueado durante a ação. O restaurante começou a pegar fogo por volta das 23h30 do sábado e vídeos das emissoras locais mostravam que o estabelecimento estava em chamas até ao menos às 4 da manhã do domingo.

anuncie aqui