anuncie aqui
Notícias recentes
Ministro da Fazenda descarta agora subir impostos para compensar diesel mais barato

Ministro da Fazenda descarta agora subir impostos para compensar diesel mais barato

access_time29/05/2018 11:00

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta terça-feira (29) que o governo não considera m

Juliana Paes posa ao lado do astro hollywoodiano George Clooney

Juliana Paes posa ao lado do astro hollywoodiano George Clooney

access_time08/06/2018 11:52

Juliana Paes está com tudo! Ela publicou no seu perfil no Instagram nesta sexta-feira (8) uma foto e

José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

access_time18/05/2018 07:34

Morando em Brasília desde maio de 2017, o ex-ministro José Dirceu deve se entregar até as 17h de hoj

POLÍCIA

Dominicano e boliviano são presos com 340 kg de cocaína em MT após avião fazer pouso forçado

access_time17/07/2018 16:40

Um dominicano e um boliviano foram presos com 340 kg de droga depois fazerem um pouso forçado na zona rural de Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, na segunda-feira (16). De acordo com a Polícia Civil, a droga avaliada em R$ 5 milhões era trazida da Bolívia. Avelino Astácio Santana, de 59 anos, nacional da República Dominicana, e o boliviano José Arias Aguirre, de 47 anos, devem responder por tráfico internacional de drogas e associação criminosa. O G1 não conseguiu contato com a defesa deles. As diligências em busca da aeronave começaram após boatos da suposta queda do avião a cerca de 60 km da zona urbana do município. Os policiais foram até o local indicado e encontraram a aeronave de pequeno porte abandonada. O avião tinha a bandeira da Bolívia pintada. Sete sacos com cocaína, foram encontrados. Durante diligências, os dois estrangeiros foram presos caminhando por uma estrada. Um deles estava com o aparelho do GPS do avião na mão. Durante depoimento em inglês, eles confirmaram que transportavam 340 kg da droga no avião. Os policiais, então, voltaram ao local do pouso forçado e passaram a entrevistar as pessoas da região para tentar localizar a droga restante. Dois rapazes que estavam nas proximidades, ficaram nervosos e confessaram que, após o pouso forçado, foram até o local e furtaram sete pacotes de cocaína de dentro do avião. Luziel Cabral Pereira, 39 de anos, e Paulo Roberto Verdego de Sá, de 29 anos, são trabalhadores de uma propriedade agrícola e foram autuados em flagrante por furto qualificado, tráfico de drogas.

Motociclista morre atropelado por caminhão e motorista é preso embriagado em MT

access_time16/07/2018 09:54

Um homem de 31 anos morreu atropelado por um caminhão na noite desse sábado (14) na Rua São Francisco de Assis, entre os Bairros Novos Campos e Vila Bela, em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. Segundo testemunhas, Tiago Magalhães Lima pilotava uma motocicleta e passava pela Rua Alencar Bortolanza, Ele seguia no sentido ao Bairro Nova Aliança quando invadiu a preferencial e foi atropelado pelo caminhão. Tiago chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital Regional. Ele deu entrada na unidade em parada cardiorrespiratória, a equipe médica tentou reanimá-lo, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu. O motorista do caminhão, Eloi Luiz Peters, de 60 anos, foi preso logo depois. Além de não prestar socorrido à vítima, pois saiu do local do acidente após o atropelamento, Peters estava dirigindo embriagado. O teste do bafômetro apontou 0,77 miligramas de álcool por litro de ar expelido, quantidade que já é considerada crime. Ainda conforme testemunhas, o piloto da moto também aparentava estar embriagado. Testemunhas disseram à polícia que antes do acidente Tiago pilotava a moto em zigue-zague. A mulher e amigos até tentaram evitar que ele saísse de moto. O motorista do caminhão estacionou o veículo próximo ao local do acidente, em frente à Praça da Integração, onde foi preso. Conforme o boletim de ocorrência, testemunhas disseram a polícia que o condutor do veículo de cargas teria passado a tarde ingerindo bebida alcoólica com os amigos. Peters foi preso em flagrante pelo crime de embriagues ao volante e homicídio culposo – quando não há a intenção de matar. Ele está preso no Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS). O corpo do motociclista será transladado para a cidade de Açailândia, no Maranhão.

Bebê indígena que sobreviveu após ficar enterrada por 6 horas em MT espera decisão judicial em abrigo

access_time16/07/2018 09:52

A bebê indígena que sobreviveu após ficar enterrada por seis horas em Canarana, a 838 km de Cuiabá, deixou o hospital nessa semana aguarda por decisão judicial em um abrigo naquele município. A menina ficou mais de um mês internada na Santa Casa de Misericórdia em Cuiabá e teve alta na última segunda-feira (9). Em entrevista ao Fantástico, os médicos que atenderam a bebê firmaram que o caso é inédito e gravíssimo. Como foi a recuperação A criança chegou ao hospital de Canarana na noite do dia 5 de junho e recebeu os primeiros atendimentos em uma maca. Ela respirava com muita dificuldade, por isso, o primeiro passo foi desobstruir as vias aéreas. O nariz e a boca ainda estavam com muita terra e foi preciso fazer a higienização com água morna. Em seguida, a criança foi levada para uma incubadora. Aquecida e com suporte de oxigênio, a recém-nascida foi transferida para a UTI neonatal da Santa casa de Cuiabá. Seis horas enterrada Segundo a polícia, a criança foi enterrada por volta do meio-dia e a uma denúncia foi feita no início da tarde. A menina só foi resgatada no período da noite. Os policiais não imaginavam que ela estivesse viva. Para a surpresa deles, ouviu-se um pequeno choro embaixo da terra.  A bisavó assumiu que enterrou a criança e foi presa. Três dias depois, a avó também foi detida como suspeita de participação no crime. Ambas alegam que acreditavam que a bebê tinha nascido morta. A mãe – uma adolescente de quinze anos – disse que não sabia que a filha estava viva quando foi enterrada. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. “Nós apuramos que a mãe e a avó da adolescente planejaram todo o evento. Elas trouxeram outras parentes da reserva indígena e elas providenciaram o parto da adolescente em casa e depois enterraram a criança viva”, afirmou o delegado Deuel Paixão Santana. Para o delegado, não há motivação cultural. A família não aceitava a criança porque a filha é solteira. Mais de um mês na UTI A recém-nascida apresentou um sangramento gastrointestinal – região mais afetada pela falta de oxigenação durante o tempo em que ela ficou embaixo da terra. Ela chegou a sofrer uma parada cardiorrespiratória e as funções renais também ficaram comprometidas, além de ter uma infecção generalizada. A menina ficou 16 dias entubada, mas aos poucos foi reagindo de maneira surpreendente. Foram 36 dias na UTI Neonatal, onde a menina recebeu atendimento de uma equipe multidisciplinar. Foi um novo desafio a cada dia na batalha pela vida. Os médicos tentam entender como uma recém-nascida que ficou seis horas embaixo da terra conseguiu sobreviver sem nenhuma sequela aparente. “Dentro da barriga da mãe, dentro do período fetal, o recém-nascido tem baixas taxas de oxigênio. A placenta que dava oxigênio para ele. Quando o bebê nasce, ele começa a respirar, mas essa transição é feita de forma lenta, gradativa e provavelmente por isso esse recém-nascido teve esse sucesso de conseguir se manter com baixas taxas de oxigênio”, explicou a médica neonatologista, Juliana Del Bigio. Uma semana antes da alta, o pai da criança, que alegou não ter sido informado da gravidez, registrou a bebê e demonstrou interesse em assumir a guarda da filha. Em nota, a Funai disse que está acompanhando o caso para garantir que os direitos dos indígenas envolvidos sejam respeitados. A menina aguarda a decisão da Justiça no abrigo da cidade, ganhando peso e cuidados.

Bebê morre atropelado na BR-163 após cair de cadeirinha levada pela mãe em motocicleta

access_time14/07/2018 11:58

Um bebê de 4 meses de idade morreu após ser atropelado por um veículo de carga na BR-163, em Sorriso, na madrugada deste sábado (14). Ele estava em uma motocicleta na companhia dos pais e de uma criança de 3 anos. O bebê era transportado em uma cadeirinha que era levada pela mãe, apoiada na perna, quando caiu na rodovia, sendo atropelado em seguida, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O acidente ocorreu por volta das 5h [horário de Mato Grosso], no km 749, saída de Sorriso para Lucas do Rio Verde, a 360 km da capital. Os nomes dos pais não foram informados pela PRF. Conforme a concessionária que administra a rodovia, não foi possível identificar o veículo que causou o atropelamento porque o motorista não parou no local. Bebê caiu de cadeirinha em rodovia e foi atropelado em seguida, segundo a PRF (Foto: Eduardo Barbosa/Arquivo pessoal) O pai relatou à polícia que trabalha como caminhoneiro e seguia para uma transportadora, onde iria pegar um caminhão e seguir viagem com a família. Segundo a PRF, pelas marcas deixadas na pista, a suspeita é de que um veículo de carga tenha atropelado o bebê e, conforme a polícia, é possível que o motorista que causou o atropelamento nem mesmo tenha percebido o acidente. A concessionária afirmou que, quando a equipe de resgate chegou ao local do acidente, não encontrou a motocicleta e tampouco a mãe do bebê. Metade da pista foi interditada para atendimento da ocorrência, sendo liberada às 8h [horário de Mato Grosso].

PF e Ibama desativam garimpos ilegais em reservas indígenas de RO e MT

access_time14/07/2018 11:55

A Polícia Federal (PF) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) desativaram, neste mês de julho, vários garimpos ilegais funcionando em três reservas indígenas de Rondônia e Mato Grosso. Dois helicópteros foram usados para sobrevoarem e transportarem os policiais até as terras indígena Sete de Setembro, Parque do Aripuanã e Terra Indígena Roosevelt. Segundo o Departamento da Polícia Federal (DPF) de Ji-Paraná (RO), que conduziu as investigações, 16 policiais federais, oito soldados da Força Nacional e oito agentes do Ibama percorreram as reservas na divisa entre os dois estados em busca de garimpos clandestinos. Dezenas de maquinários foram encontrados extraindo minérios nas áreas de reservas. Após o flagrante de extração ilegal, os agentes incendiaram pás-carregadeiras e dragas, além de inúmeros acampamentos montados na floresta, às margens das áreas de garimpo. Segundo a DPF, estes pontos serviam como base paras as atividades ilegais. Ninguém foi preso pela garimpagem. Ainda conforme a PF, o número e o valor dos materiais destruídos ainda estão sendo contabilizados. Na operação, o Ibama lavrou Termos de Apreensão e de Destruição/Inutilização dos materiais achados nos garimpos e a PF instaurou inquérito para apurar a autoria da atividade criminosa. Ninguém foi preso pelos garimpos ilegais nas reservas.

Meninos resgatados de caverna na Tailândia agradecem em vídeo

access_time14/07/2018 11:51

Os doze adolescentes e o treinador que foram resgatados do interior de uma caverna no norte da Tailândia onde permaneceram presos por mais de duas semanas, deixarão o hospital na próxima quinta-feira, informaram neste sábado as autoridades locais. O ministro da Saúde da Tailândia, Piyasakol Sakolsatayadorn, disse aos jornalistas que todos, os doze rapazes entre 11 e 16 anos e o treinador, de 25, sairão do hospital de Chiang Rai no mesmo dia. Os médicos que estão atendendo o grupo disseram anteriormente que os quatro primeiros resgatados poderiam deixar o hospital amanhã. O anúncio de quando receberão alta acontece no mesmo dia em que foram divulgados dois novos vídeos onde cada um dos resgatados agradece o resgate. Todos fazem a típica saudação tailandesa, com as mãos juntas, e a maior parte deles fala na língua nativa. Adul, o garoto que se comunicou em inglês com os primeiros mergulhadores a encontrar o grupo, fez o agradecimento também em inglês. Os doze dizem que estão bem, agradecem os envolvidos no resgate e alguns falam até do que gostariam de comer. Os meninos aparecem sentados em sua cama de hospital e cobrem suas bocas e narizes com máscaras brancas; na parede da cabeceira há um número que os identifica. O caso Na terça-feira, os últimos integrantes do time de futebol juvenil, que haviam desaparecido no mês passado, foram retirados do complexo de cavernas Tham Luang, na Tailândia. Até que todos os 12 meninos e o técnico fossem resgatados, 17 dias se passaram. Antes de serem encontrados por dois mergulhadores ingleses, no dia 3 de julho, o grupo sobreviveu nove dias no escuro sem saber se conseguiriam deixar a caverna. A sobrevivência do grupo neste período foi assegurada por lanches de aniversário, gotas d’água e meditação.

14ª Subseção da OAB/MT intensifica combate a captação ilícita de clientes

access_time13/07/2018 09:35

Presidente da 14ª Subseção da OAB/MT, Marcus Augusto Giraldi Macedo, esteve reunido na data de ontem (12) com o Juiz diretor do foro da Comarca de Peixoto de Azevedo, Evandro Juarez Rodrigues, para tratar sobre as ações massivas provenientes de captação ilícita de clientes, em que se oferece a exclusão do nome do Serasa com o recebimento de indenização. Foi traçada estratégia para a identificação, ainda na audiência de conciliação de tais processos, estratégia esta que foi implantada a partir desta data na Comarca de Peixoto de Azevedo. Através do novo procedimento, apenas na tarde de quinta-feira (12), foram identificadas 09 ações que tramitam no Juizado Especial de Peixoto de Azevedo e que foram fruto de captação ilícita de clientes, todas propostas por advogados com escritórios profissionais na cidade de Sinop/MT. Em todas as 09 ações, os requerentes afirmaram que não conheciam o advogado que propôs as demandas, e ainda que pessoas foram até suas residências oferecer os serviços de limpeza de nome, ou ainda fizeram contato via telefone. De acordo com o inciso III do artigo 34 da Lei 8.906/94, valer-se de agenciador de causas, mediante participação nos honorários, constitui infração disciplinar. Já o artigo 7º do Código de Ética e Disciplina da OAB é taxativo ao destacar que é vedado o oferecimento de serviços profissionais que implique, direta ou indiretamente, angariar ou captar clientela. Na maioria das ações, os requerentes confessaram ainda que possuem o débito, mesmo os advogados tendo proposto ações que negavam a existência de qualquer débito. Para o presidente da 14ª Subseção da OAB/MT, Marcus Macedo, a situação é de extrema gravidade: “verdadeiras organizações criminosas tem atuado em todo o Estado de Mato Grosso, oferecendo serviços jurídicos para a obtenção de vantagem ilícita através do judiciário, e as pessoas que acabam outorgando procuração para a realização de tal serviço, apesar de serem vitimas, acabam se tornando coautoras dos crimes praticados pela organização criminosa. Nestes casos, além do crime de organização criminosa, o crime de estelionato está caracterizado, pois as pessoas declaram que devem para as empresas, mas outorgam poderes para o advogado propor a ação dizendo não terem nenhum débito, em nítida tentativa de obtenção de vantagem ilícita através da indenização por supostos danos morais”. Segundo o presidente, as pessoas que ingressam com tais ações estão sujeitas ainda a condenação por litigância de má-fé: “recentemente em Colider, a pessoa além de permanecer com a restrição e com a dívida, foi condenada ao pagamento da importância de R$ 1.000,00 pela litigância de ma-fé.” O presidente ainda falou sobre as providências a serem adotadas: “como houve a identificação precisa dos advogados envolvidos, encaminharemos representação disciplinar ao Tribunal de Ética e Disciplina da OAB, com o requerimento ainda de suspensão preventiva de tais profissionais, ante a gravidade dos fatos constatados, e oficiaremos ao Ministério Público Estadual para a abertura dos procedimentos criminais pertinentes. O que posso dizer a todos é que aqui não admitiremos este tipo de conduta, que acabam por manchar a reputação de advogados sérios que atuam nesta subseção, e a combateremos de todas as formas, como no caso da recente prisão de captadores realizada pelas autoridades policiais de Peixoto de Azevedo, após denuncia desta subseção.” Caso você receba a visita de pessoas em sua residência oferecendo tais serviços, ligue 190, denuncie. Outro caso Após denúncia da subseção de Peixoto de Azevedo da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), dois homens que estavam praticando captação ilícita de clientes foram presos em flagrante pela Polícia Militar no município no dia 15/06/2018, utilizando uma credencial identificada como “Defesa do Consumidor – Consultor Autorizado Serasa e SPC”, os homens estavam abordando os moradores de Peixoto de Azevedo em postos de combustíveis, solicitando o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para consultar possíveis irregularidades. Na ocasião, também eram distribuídos panfletos oferecendo a “limpar o nome” junto aos serviços de proteção de crédito e consultas gratuitas aos cadastros. A ocorrência foi registrada pelo advogado Arlon Souza Porto, a pedido do presidente da OAB Peixoto de Azevedo, Marcus Augusto Giraldi Macedo, no 22º Batalhão da Polícia Militar. Foram apreendidos com os captadores, além da credencial e panfletos, procuração para atuarem em nome de advogados. No momento da abordagem policial, eles teriam relatado que estariam fazendo propaganda e procurando clientes para os advogados que residem em Cuiabá.

Polícia faz operação para prender quadrilha que traficava droga de MS para MT

access_time13/07/2018 09:18

A Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de Mato Grosso realiza nesta sexta-feira (13) a Operação 'Spot'. No total são 37 mandados, entre eles 13 de prisão contra uma organização criminosa responsável por transportar droga de Mato Grosso do Sul para Mato Grosso e também distribuir o entorpecente pra bocas de fumo. Foram três meses de investigações que identificaram dois núcleos operacionais: um era responsável por organizar o transporte da droga e contratar veículos e caminhões. O outro núcleo era responsável pela redistribuição da droga pra bocas de fumo e usuários. Três integrantes da quadrilha já estão presos e ordenavam os crimes de dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá. Ao longo das investigações foram apreendidas quase duas toneladas de maconha, que seriam distribuídas por essa quadrilha. Spot Na logística, as negociações de pagamento de frete normalmente são realizadas por meio de contratos em longo prazo com um ou mais fornecedores de transporte. Contudo, existe outra modalidade que também pode ser explorada pelos embarcadores, conhecida como logística Spot, que refere-se a ‘local’, outras vezes a ‘imediato’, em tradução livre do inglês para o português. Está relacionado a uma situação de mercado que envolve o pagamento à vista, com entrega imediata do produto ou serviço. Por isso, quando se fala em Spot para logística, entende-se que é preciso envolver outra transportadora no serviço de entrega rápida para atender a demanda.

Motorista de caminhão é preso em MT com 170 kg de droga que seriam levados para o PR

access_time13/07/2018 09:09

Um motorista foi preso na noite dessa quinta-feira (12) com uma carga de 170 kg de pasta base de cocaína na BR-364, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a droga tinha como destino final o estado do Paraná. A droga estava escondida no caminhão que ele dirigia. O veículo foi abordado por volta de 20h10, no km 211 da BR-364, em Rondonópolis. Os policiais deram ordem de parada ao veículo, que tinha placas de Bauru (SP). O motorista, um homem de 26 anos, mostrou nervosismo com a ação policial e confusão para explicar-se dos motivos da viagem. Os policiais, suspeitando de estarem diante do cometimento de algum crime, descobriram o transporte da droga. Todo o entorpecente, embalados em forma de tabletes e dentro sacos, estava na carroceria do veículo encoberto apenas por uma lona. Foram apreendidos 170 Kg de pasta base de cocaína. De acordo com o motorista, ele pegou a droga na cidade de Comodoro, a 677 km de Cuiabá e entregaria todo o material em Curitiba (PR). O motorista recebeu voz de prisão e, junto com a droga, foi encaminhado para a delegacia da Polícia Federal de Rondonópolis.

Homem é preso em MT com droga e quase R$ 10 mil escondidos em almofada

access_time11/07/2018 10:41

Um homem foi preso nessa terça-feira (10) com porções de droga e quase R$ 10 mil escondidos em uma casa em Nova Olímpia, a 209 km de Cuiabá. Os policiais militares chegaram até o local indicado por meio de uma denúncia e abordaram o homem que estava na casa, que demonstrou nervosismo. Com ele foi encontrado numa carteira de cigarros cinco porções do que seria pasta base de cocaína. Também foram encontrados R$ 350 em dinheiro dentro de um caderno que demonstraria a movimentação da semana de venda de drogas. Ao revistar a casa acabou sendo encontrado mais dinheiro. Pouco mais de R$ 9 mil estavam debaixo de uma almofada escondida debaixo do sofá. No terreno da casa estavam enterradas 17 porções de pasta base de cocaína, que foram divididas em três buracos. Os policiais também apreenderam outros objetos. O homem foi encaminhado pra delegacia e pode responder pelos crimes tráfico e associação ao tráfico de drogas.

Servidores penitenciários de MT fazem paralisação de 48 horas por falta de efetivo e superlotação

access_time11/07/2018 10:09

Os servidores do sistema penitenciário de Mato Grosso fazem uma paralisação de 48 horas a partir desta quarta-feira (11) em todas as unidades do estado. De acordo com o Sindicato dos Servidores Penitenciários (Sindspen-MT), a principal reivindicação é a falta de servidores e a superlotação no sistema penitenciário. A categoria pede a convocação dos aprovados no último concurso público. Os servidores alegam que trabalham com o mesmo número de pessoas desde 2010. Outro ponto reivindicado é a atualização do adicional de insalubridade. Segundo o sindicato, o governo havia estabelecido prazo de 15 dias para apresentar um cálculo e uma proposta de aumento, porém, o tempo expirou. Mato Grosso tem mais de 11 mil presos no sistema prisional em 55 cadeias, penitenciárias e unidades prisionais. Durante a paralisação, não deve haver: atendimento aos advogados; atendimento aos oficiais de Justiça (salvo alvará e mando de prisão de réu preso); visitas; assistências penais (educacionais, laborativas e religiosas); atendimento de saúde (exceto urgência emergência); recebimento de presos. O protesto da categoria está previsto para ser encerrado na quinta-feira (12). A decisão foi tomada em assembleia geral do sindicato no dia 5 de julho. Outro lado Em nota, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Mato Grosso (Sejudh-MT) informou que durante a paralisação dos agentes penitenciários serão garantidos os funcionamentos de todos os serviços essenciais. Os serviços incluem a ronda, guarita e vigilância, cumprimento de alvará de soltura; entrega de alimentação e medicamentos (sob prescrição médica); saídas para audiência admonitória e emergências médicas, banho de sol, recebimento de presos de outros estados e também aqueles advindos de audiências de custódia. Em relação à convocação de aprovados no concurso, a Sejudh esclareceu que o chamamento dos integrantes do cadastro de reserva deve ser realizado respeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e, para tanto, a Procuradoria-Geral do Estado está concretizando um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) junto ao Ministério Público Estadual que permita ao estado convocar a primeira turma dos aprovados ainda neste ano.

Jovem desenha pênis em capô de viatura em pátio de delegacia e é detido em MT

access_time11/07/2018 10:04

Um jovem foi detido na noite dessa terça-feira (10) depois de ser flagrado desenhando um pênis no capô de uma viatura na delegacia da Polícia Civil em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, o rapaz, de 18 anos, aproveitou a poeira que estava sobre o automóvel para fazer o desenho. Ângelo Gabriel Cagnan foi detido por dano contra o patrimônio público. A polícia não divulgou se ele confessou ou não ter feito o desenho na viatura. A situação ocorreu às 19h no Bairro Setor Industrial, em Sorriso. Um policial saía da delegacia e viu o rapaz desenhando um pênis no capô da viatura, que estava estacionada na unidade. Ele acabou detido e levado para a delegacia onde foi autuado. A Polícia Civil de Sorriso afirma que vários veículos da delegacia, tanto de uso policial quanto uso particular, são alvos de vândalos nos últimos meses. Os suspeitos arranham as viaturas e desenham siglas de facções criminosas. A unidade conta com câmeras de monitoramento no pátio.

Homem procurado por estupro é preso em MT com 115 pedras de diamante escondidas no tênis

access_time10/07/2018 08:40

Um homem foi preso nessa segunda-feira (9) com mais de 100 pedras de diamante, na BR-364, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem tem 53 anos e era procurado pelo crime de estupro de vulnerável. O nome dele não foi divulgado. Os policiais vistoriavam veículos pela rodovia e abordaram um ônibus de viagem. O veículo fazia a linha Porto Velho (RO) para São Paulo. O homem foi revistado e os policiais descobriram que havia um mandado de prisão contra ele pelo crime de estupro de vulnerável. Dentro de um dos tênis que ele usava, a PRF localizou 115 pedras preciosas. Ao ser interrogado, o passageiro disse que eram diamantes que ele comprou na cidade de Cacoal (RO). Também disse que pagou R$ 18 mil pelas pedras e que as venderia por um preço maior. O passageiro e as pedras foram encaminhados para a Polícia Federal de Rondonópolis. Ainda conforme a PRF, ele vai responder pelo crime de usurpação de matéria prima ou bem da União. Os diamantes foram apreendidos porque o passageiro não tinha nenhum nota ou guia de trânsito, que é necessário para transportar pedras preciosas de um estado para outro.

Presos fogem da Central de Recaptura de Condenados em Belém

access_time10/07/2018 08:37

Vinte e cinco presos fugiram na madrugada desta terça-feira (10) da Central de Recaptura de Condenados (CRCO), no bairro de São Brás, em Belém. De acordo com a Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe), 8 foram recapturados pela Polícia Militar e 17 seguem foragidos. A fuga aconteceu por volta de 1h30. Os detentos cavaram um túnel na cela 5, que dava acesso a um terreno baldio atrás da unidade prisional. Uma revista geral e recontagem de presos foi realizada na Central de Recaptura de Condenados e a segurança do local foi reforçada. A cela onde a escavação foi feita está interditada para reparos. A CRCO custodia 208 presos recapturados. A capacidade é para 120. Um inquérito policial foi aberto para apurar o caso. A Corregedoria Geral Penitenciária da Susipe também irá abrir uma sindicância administrativa para investigar a fuga. Mais fugas Na noite de domingo (8), um grupo de presos fugiu do Presídio Estadual Metropolitano de Marituba (PEM I), na região metropolitana de Belém. De acordo com a Susipe, os detentos fugiram por volta de 21h por um túnel em uma das celas. O número de fugitivos ainda não foi divulgado. A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) registrou também a fuga de 46 presos do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I), no Complexo de Santa Izabel do Pará, na região metropolitana de Belém, na madrugada do dia 24 de junho. Durante a fuga, dois detentos foram recapturados e 44 seguem foragidos. De acordo com a Susipe, policiais militares faziam ronda durante a madrugada quando identificaram uma movimentação suspeita em uma área de mata perto do presídio e perceberam que se tratava de mais uma fuga. Os detentos conseguiram fugir por um túnel que interligava uma cela do pavilhão 3, na ala B, até o muro de segurança que dava acesso à área de mata. Dois dias depois, no dia 26 de junho, presos fugiram do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (Crama), em Marabá, sudeste do estado. A fuga ocorreu com apoio externo de um grupo armado. A ação ocorreu por volta das 17h, durante o procedimento de tranca dos detentos. Um grupo de presos armados rendeu dois agentes prisionais que foram obrigados a abrir várias celas do pavilhão carcerário. Houve troca tiros com policiais militares que faziam a segurança da unidade prisional. Atualmente, o Crama custodia 629 presos e a capacidade é para 180. No dia 10 de abril, uma tentativa de fuga em massa de presos terminou com 22 pessoas mortas no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará III (CRPP III), no Complexo Prisional de Santa Izabel. Um grupo armado tentou invadir o local para dar cobertura à ação. A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) divulgou que das 22 mortes do confronto, 21 são de detentos, sendo cinco deles custodiados da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI), que faz parte do mesmo complexo. Eles participaram da ação que ajudaria a dar fuga aos detentos. Um agente prisional morreu na ação. Quem tiver qualquer informação sobre os foragidos pode ajudar a polícia através do Disque Denuncia, no telefone 181.

Vai a 141 o nº de mortos por chuvas e deslizamentos de terra no Japão

access_time10/07/2018 08:30

Ao menos 141 pessoas morreram em consequência das fortes chuvas na região oeste do Japão, anunciaram as autoridades, que prosseguem com a busca por desaparecidos em bairros completamente cobertos de lama e entre os escombros de imóveis. As operações de busca continuavam no oeste do arquipélago, onde pelo menos 10 pessoas continuam desaparecidas, segundo o porta-voz Yoshihide Suga. Por isso, as autoridades temem o aumento do balanço de mortos com o avanço dos trabalhos de busca. Com a gravidade da situação, o primeiro-ministro Shinzo Abe cancelou uma viagem que o levaria a Bélgica, França, Arábia Saudita e Egito, informou a imprensa. Na cidade de Kumano, a lama destruiu várias casas, que viraram pilhas de madeira. O sol começa a secar as áreas inundadas. As equipes de emergência procuravam os vestígios de muitos desaparecidos. "Estamos retirando os escombros onde podemos. Também retiramos casas destruídas. Se não fizermos isto é impossível chegar até os possíveis sobreviventes presos nos escombros", afirmou uma fonte militar. Ao retornar para suas casas destruídas com a redução da chuva, os moradores começaram a perceber a amplitude da tragédia. Bairros inteiros estão inundados, veículos foram parar em crateras abertas em estradas devastadas, pontes foram destruídas e a lama domina o cenário. Na cidade de Kurashiki, na província de Okayama, "parece que não há mais ninguém pedindo ajuda nos telhados das casas", afirmou um socorrista. "Os socorristas se deslocavam ontem (domingo) em barcos pela amplitude das inundações, mas a água está escoando progressivamente e, se o nível registrar uma redução suficiente, poderão chegar a zonas muito afetadas por estrada ou a pé", disse a porta-voz da agência de gestão de catástrofes do município de Okayama. "Hoje não chove, mas temos que permanecer alertas com a lama", insistiu. Esta é uma das piores catástrofes do tipo nos últimos anos no Japão, com um número de vítimas que supera o registrado nos deslizamentos de terra de 2014 em Hiroshima, com 74 mortos. As passagens de dois tufões em agosto e setembro de 2011 deixaram mais de 100 mortos. No domingo, o governo retirou o estado de alerta máximo. Situação meteorológica anormal "As operações de resgate prosseguem as 24 horas do dia", afirmou no domingo Yoshihide Fujitani, diretor da agência de gestão de catástrofes de Hiroshima. "Também ajudamos as pessoas retiradas de suas casas e tentamos recuperar as infraestruturas vitais como a rede de água e gás", disse Fujitani. "É uma situação anormal diante de um risco iminente, não se aproximem das zonas de risco, mantenham-se em alerta", insistiu um funcionário da agência meteorológica, Yasushi Kajiwara. As chuvas entre sexta-feira e domingo atingiram níveis recordes em 93 pontos de observação de 14 municípios. Cinquenta e quatro mil integrantes dos corpos de bombeiro, da polícia e das Forças de Autodefesa (nome do Exército japonês) foram mobilizados para as áreas afetadas, "fazendo o máximo para salvar vidas", destacou o primeiro-ministro Abe. Quase cinco milhões de pessoas receberam a recomendação de deixar suas casas. Algumas fábricas (Panasonic, Mitsubishi Motors, Mazda) foram obrigadas a paralisar suas cadeias de produção na região, assim como empresas de serviços como Amazon. O Japão costuma ser afetado por fortes frentes de chuva, além de tufões, muitas vezes mortais, que alcançam o arquipélago no verão.

Piloto de MT que está desaparecido há 15 dias foi contratado para levar avião para o Tocantins, diz família

access_time09/07/2018 19:40

Desaparecido há 15 dias, o piloto Felipe Meirelles Zamberlan, de 22 anos, foi contratado para levar um avião de Goiânia (GO) até Palmas (TO), segundo da família dele. O último contato dele com a família foi feito no dia 24 de junho. Numa ligação para a namorada, o jovem contou que estava no Pará. Segundo a família, Felipe saiu de Sapezal, a 473 km de Cuiabá, no dia 20 de junho com destino à capital onde pegaria um voo até Goiânia (GO). Os familiares, no entanto, não têm informações sobre o susposto contrante. No último contato, o piloto teria dito que estava em uma cidade do Pará e que, na segunda-feira (25), voltaria para Mato Grosso. Após a divulgação do desaparecimento nas redes sociais, o antigo professor de Felipe entrou em contato com os familiares. Segundo o professor, o piloto teria ligado para ele no dia 23 de junho dizendo que estava passando de carro por Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Com a informação, a família registrou um boletim de ocorrência. Depois disso, a polícia entrou com contato com policiais dos estados onde Felipe disse que estaria e uma ação conjunta está sendo realizada em busca de pistas que possam levar ao paradeiro do jovem. A polícia também fez contato com órgãos responsáveis pela aviação civil para saber se houve alguma queda de avião ou há informações de sequestro de aeronave. Por enquanto, porém, não nenhum registros, segundo a família.

Marido põe fogo na casa da mulher por raiva dela e é preso em MT, diz polícia

access_time09/07/2018 19:28

Um homem de 41 anos foi preso depos de colocaor fogo na casa da mulher dele, no sábado (7), em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, ele disse ter feito isso porque estava com raiva dela. Samuel de Oliveira Gomes foi levado para a delegacia. O G1 não consegiu localizar a defesa dele. A mulher não teve ferimentos. A dona da casa não estava no local quando a residência pegou fogo e, apesar dos bombeiros conseguirem controlar o incêndio, muitos pertences dela foram destruídos. Mais agressões Duas mulheres foram agredidas por companheiros em Primavera. Também no sábado, uma mulher, de 39 anos, levou vários socos durante uma discussão com o marido. Junior Szulwski, de 32 anos, foi preso. Já no domingo (8), uma mulher, de 48 anos, foi agredida a pauladas, pelo companheiro. A vítima foi socorrida por policiais e levada ao Pronto Atendimento Municipal (PAM). Com um corte profundo na cabela, ela precisou de pontos e curativo. A mulher ficou internada em observação e o marido, Dirceu Monteiro, de 36 anos, foi preso.

Tailândia: garotos resgatados hoje estão mais saudáveis do que os de ontem

access_time09/07/2018 19:11

Os quatro meninos que foram resgatados nesta segunda-feira (9) da caverna de Tham Luang, no norte da Tailândia, estavam em melhores condições de saúde que os outros quatro que conseguiram sair no domingo (8), disse Narongsak Osotthanakorn, comandante da missão de resgate à imprensa. Osotthanakorn não quis entrar em detalhes, mas disse que todos os oito garotos resgatados estão em boas condições, informou a emissora americana CNN. As afirmações elevam as expectativas de que os próximos a deixar a caverna estejam ainda mais saudáveis, aumentando as chances de mais uma fase bem-sucedida nas operações de resgate. Ele acrescentou que os socorristas precisarão de ao menos vinte horas para se preparar para a próxima operação. Mas alterações no clima e nos níveis de água podem adiantar ou atrasar os planos. Todos os trabalhadores de resgate e mergulhadores estão descansando em preparação para a operação de amanhã (noite de hoje no Brasil). O clima entre os membros da equipe e os familiares dos garotos é de maior descontração depois do sucesso das primeiras operações. Apesar de ainda restarem outros quatro garotos dentro da caverna, além do técnico do time de futebol, a maioria das pessoas que acompanha as operações de perto está aliviada e esperançosa. Todos os meninos foram encaminhados para um hospital na cidade próxima de Chiang Rai e devem permanecer em quarentena até ser superado o risco de contraírem infecções. O único jovem que estava em estado grave já apresentou melhora, e seu quadro agora é estável, segundo a imprensa tailandesa. Os médicos estão considerando permitir as visitas de parentes dos garotos, que já estão no hospital e podem vê-los por uma parede de vidro, para evitar qualquer tipo de contaminação por contato físico ou pelo ar. As autoridades se reunirão ainda hoje para discutir os planos para esta terça-feira. Entenda o caso Após uma forte tempestade, doze garotos, entre 11 e 16 anos, membros de um time de futebol tailandês ficaram presos na caverna de Tham Luang junto com seu treinador, de 25 anos, em 23 de junho. No dia 2 de julho, nove dias depois do desaparecimento dos jovens, mergulhadores britânicos os localizaram e, desde então, trabalham em forte operação de resgate. De acordo com autoridades locais, três opções de salvamento foram cogitadas: mergulhar, tentar o resgate através de túnel perfurado na rocha — mais de 100 locais foram perfurados sem sucesso — ou esperar a água baixar o suficiente para que a travessia fosse realizada andando. A primeira opção foi considerada a mais segura, avaliando as condições de saúde, os recursos disponíveis e o tempo necessário. Ao todo, noventa mergulhadores foram mobilizados para realizar o resgate, quarenta deles tailandeses e os outros cinquenta de países como Austrália, Reino Unido e China. Além deles, 36 militares americanos do Comando do Pacífico foram acionados para ajudar na operação, que foi considerada um dos resgates mais complicados que os melhores mergulhadores de cavernas do mundo já viram. A temporada de monções no sul da Ásia, que provoca chuvas extremamente fortes e persistentes, e o fato de que o percurso deveria ser feito completamente no escuro com crianças inexperientes são fatores que dificultam ainda mais o trajeto, que já é perigoso até para profissionais. Na sexta-feira, 6, um ex-mergulhador da Marinha tailandesa morreu enquanto espalhava tanques de oxigênio por uma possível rota de escape. Os socorristas estão em uma corrida contra o tempo para resgatar as crianças e seu técnico. Há previsão de retorno das fortes chuvas de monções nos próximos dias. Quando isso acontecer, a caverna será efetivamente fechada até outubro.

Prazo para resgate de time na Tailândia aperta: entre três e quatro dias

access_time07/07/2018 11:24

O prazo para resgatar os adolescentes presos em uma caverna na Tailândia fica cada vez mais apertado. Autoridades locais afirmam que o ideal seria libertar o grupo dentro de três a quatro dias, pela diminuição do nível de oxigênio, aumento de dióxido de carbono e previsão de novas chuvas. Segundo informações do jornal The Guardian, Narongsak Osatanakorn, governador de Chiang Rai, disse neste sábado que a operação para drenar água tem sido um sucesso. Contudo, a previsão de novas chuvas preocupa. “Os próximos três a quatro dias serão o período mais favorável para a operação de resgate, usando um dos nossos planos. Se esperarmos muito, não sabemos o quanto vai chover”, disse em coletiva de imprensa. Segundo o governador, um alto índice de chuva teria o efeito de um “tsunami” dentro da caverna. Dois outros fatores determinam a pressa da ação. O primeiro é a qualidade do ar onde os doze garotos e o treinador de 25 anos estão, que caiu para 15%, sendo que índices saudáveis ficam acima de 21%. “Se o oxigênio cair abaixo de 12%, vai afetar o cérebro. Eles podem entrar em choque.” Piora a situação o aumento do dióxido de carbono na caverna, exalado pelo próprio time de resgate. “Não importa qual o nível de oxigênio, não sobrevivemos com muito dióxido de carbono, pois nosso sangue fica tóxico”, diz. “A princípio, pensávamos que as crianças poderiam ficar durante muito tempo. Mas a situação mudou, e agora nos resta um tempo limitado”, declarou o comandante da Marinha, Apakorn Yookongkaew, um dos coordenadores da célula de crise. Horas de mergulho No momento, um mergulhador experiente precisa de 11 horas para fazer uma viagem de ida e volta até o local em que estão os jovens: seis de ida e cinco para volta, graças à ajuda da corrente. O trajeto tem vários quilômetros e inclui passagens estreitas e trechos sob a água. Mas os socorristas evitam se pronunciar a favor de um resgate dos meninos através do mergulho. No momento, os socorristas dizem que preferem esperar a água baixar e manter o grupo na caverna até que possa ser retirado caminhando, com uma parte mínima de trechos submersos, que seriam percorridos com máscaras. Esta é a opção privilegiada pelas autoridades, que instalaram um amplo sistema de bombeamento da água, com a ajuda de engenheiros japoneses, e já retiraram da caverna um volume equivalente a mais de 50 piscinas olímpicas. As tempestades de monção provocaram o bloqueio dos meninos na caverna no dia 23 de junho, quando o grupo decidiu, por um motivo que ainda não está claro, entrar no local depois do treino de futebol. Ao mesmo tempo, a equipe de resgate procura uma via de entrada a partir do topo da montanha que esteja conectada, ou que seja fácil de conectar com um trabalho de perfuração à parte da caverna em que estão as crianças.

Motorista é preso por tráfico ao transportar mais de 300 tabletes de maconha de MS para MT

access_time06/07/2018 09:52

Um motorista foi preso na manhã desta sexta-feira (6) com 332 tabletes de maconha dentro de um carro, que foi abordado por policiais civis na BR-163, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na entrada de Cuiabá. O carro era conduzido pelo suspeito Diego Henrique Aragão, de 30 anos. Segundo Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), os 332 tabletes de droga vieram de Mato Grosso do Sul e abasteceriam pontos de drogas da região metropolitana de Cuiabá. Durante a investigação foi apreendida ainda grande quantidade de munições: 150 cartuchos de munição calibre 22, além de um veículo Sandero. O automóvel tem queixa de roubo na cidade de São José, Santa Catarina. Encaminhado à delegacia, o investigado foi autuado pelos crimes de tráfico de drogas, posse irregular de munições e receptação.

Polícia Militar de Peixoto de Azevedo prende casal por tráfico de drogas

access_time04/07/2018 09:40

Após denúncia anônima informando que um homem e mulher estariam comercializando entorpecente em um hotel, os policiais militares se deslocaram até o local e constataram a veracidade das informações. No local foram presos homem e mulher e com eles certa quantia de drogas e dinheiro foram apreendidos. Soldado Eveston esteve a frente da ocorrência policial. Após prisão a dupla foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil onde ficaram a disposição da autoridade policial competente. Homem acusado já tem passagem pela polícia por roubo e tráfico, sua companheira também já foi presa sob acusação de tráfico de drogas no município.

Caminhões com 70 toneladas de madeira ilegal que saíram do Pará são apreendidos em Matupá

access_time04/07/2018 09:37

Dois caminhões com 70 toneladas de madeira ilegal que saíram do Pará foram apreendidos nessa segunda-feira (02) na BR-163 em Matupá, a 696 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Mato Grosso, a apreensão ocorreu na Operação Égide, divisa norte de Mato Grosso, durante a abordagem a dois caminhões na BR-163. Após fiscalização inicial, os motoristas informaram que não tinham guias florestais e notas fiscais das cargas. Foi informado pelos condutores que a madeira foi retirada do Pará. Com um dos condutores foi encontrado ainda uma cartela com 10 comprimidos de rebite. O rebite é uma anfetamina, substância que existe em alguns remédios, como os inibidores de apetite, por exemplo. Age no sistema nervoso central e é um estimulante que faz o cérebro trabalhar mais rápido, causando a sensação de falta de sono. Os caminhões e os condutores foram encaminhados para a delegacia da Polícia Civil de Matupá. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) foi informado das apreensões.

PM prende homem acusado de furtar restos mortais de cemitério em Peixoto de Azevedo

access_time04/07/2018 09:32

Policiais militares de Peixoto de Azevedo realizaram na tarde da terça-feira (03), a prisão de um homem de 24 anos acusado de furtar um crânio e outros ossos no cemitério do município. Segundo informações, populares avistaram o suspeito andando pelo local e depois saindo com os restos mortais em uma sacola. Polícia Militar foi acionada onde conseguiu abordar o acusado nas proximidades, questionado sobre o que iria fazer com os ossos o mesmo não respondeu. O homem foi detido e encaminhado à delegacia de Polícia Civil onde deve responder por vilipêndio a cadáver, que é quando você viola um túmulo.

Pneu de viatura estoura, veículo capota e 2 policiais e um preso ficam feridos em MT

access_time04/07/2018 09:19

Dois policiais civis e um preso ficaram feridos depois de sofrerem um acidente na tarde dessa terça-feira (3) na BR-158, em Vila Rica, a 1.276 km de Cuiabá. De acordo com a assessoria da Polícia Civil, os policiais faziam a transferência de um preso,João Pedro da Silva Dias. Ele era levado de Vila Rica para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, a 1.143 km de Cuiabá. No trajeto, houve o acidente a aproximadamente 35 km da cidade de Vila Rica, em um trecho de reta na rodovia. Os policiais disseram que ouviram um forte barulho na traseira do veículo e perceberam que um dos pneus estourou. A banda de rodagem do pneu traseiro esquerdo foi encontrada sob a pista. O motorista perdeu o controle do veículo e capotou na rodovia. Ainda segundo a Polícia Civil, os policiais sofreram pequenos ferimentos e torções e foram encaminhados para atendimento médico. O preso também teve ferimentos e foi socorrido. Conforme a polícia, o veículo estava com mais 78 mil km rodados e havia apresentado defeitos elétricos recentemente. O problema já havia sido informado para a empresa que presta serviço de manutenção das viaturas.

Nova fase da Lava Jato investiga fraudes em licitação na área de saúde

access_time04/07/2018 08:53

A Polícia Federal deflagrou hoje (4) a Operação Ressonância com o objetivo desarticular organização criminosa acusada de formar cartéis na área de saúde. Segundo a PF, as empresas fraudavam licitações no fornecimento de equipamentos médicos e materiais hospitalares para a Secretaria Estadual de Saúde Do Rio de Janeiro e para o Instituto Nacional de Traumatologia (Into). São investigadas 37 empresas e a possibilidade de envolvimento delas em crimes de formação de cartel, corrupção, fraude em licitações, organização criminosa e lavagem de dinheiro. A ação de hoje, cujas investigações se desenvolvem conjuntamente com o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF), ocorre a partir de elementos colhidos na Operação Fatura Exposta, deflagrada pela força-tarefa da Lava Jato no Rio em abril do ano passado. A operação conta com a participação de cerca de 180 agentes federais, que cumprem 13 mandados de prisão preventiva; nove mandados de prisão temporária e 43 mandados de busca e apreensão em cinco unidades da Federação: Rio de Janeiro, São Paulo, Paraíba, Minas Gerais e Distrito Federal. O apartamento do ex-secretário de Saúde do Rio Sérgio Côrtes, na Lagoa (zona sul da cidade), é alvo de um dos mandados de busca e apreensão, expedidos pela 7° Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. Operação Fatura Exposta A Fatura Exposta identidicou um grande esquema de corrupção na área da saúde pública do Rio. Na ocasião, a operação levou à prisão além de Côrtes, os empresários Miguel Iskin, presidente da Oscar Iskin, e seu sócio Gustavo Estellita Cavalcanti Pessoa – e que também seriam alvos da operação de hoje. Também subsidiam a operação de hoje informações e material colhidos em inquéritos anteriormente instaurados pela Polícia Federal sobre o assunto, bem como elementos colhidos em processos administrativos do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e que aponta, segundo a nota divulgada pela PF, “para o envolvimento de uma grande empresa do ramo de fornecimento de materiais e equipamentos médicos no sentido de manter sob influência a diretoria do Into”. “O objetivo dessa atuação seria o de direcionar os vencedores e os valores a serem pagos nos contratos de fornecimento de material e equipamentos junto ao Instituto”, informa a PF. “Outras empresas interessadas em participar das licitações precisavam passar a integrar o cartel coordenado por essa grande empresa do ramo [cujo nome não foi revelado pela Polícia Federal] para ampliar as chances de sucesso", acrescenta a nota.

Irmãos que faziam parte de projeto dos bombeiros em MT morrem afogados

access_time03/07/2018 07:44

Os irmãos Guilherme Matheus Nascimento Aguiar, de 14 anos, e Pedro Paulo do Nascimento Aguiar, de 11, morreram, vítimas de afogamento, neste segunda-feira (2), em Jaciara, a 143 km de Cuiabá. De acordo com o Corpo de Bombeiros, os adolescentes estavam tomando banho no rio junto com outros meninos, quando um deles começou a se afogar. Na tentativa de ajudar, o irmão pulou na água para salvá-lo, mas também se afogou. Para que os soldados conseguissem localizar um dos corpos, foi utilizado auxílio de uma cadela treinada para resgates, que farejou e apontou o local onde a vítima poderia estar. Os corpos estava submerso. Os meninos faziam parte do projeto social Bombeiros do Futuro, embora, na ocasião do afogamento, estivessem em atividade de lazer.

Caminhoneiro morre após ser arremessado para fora do veículo durante acidente na BR-163

access_time02/07/2018 16:36

Caminhoneiro identificado como Mario Sergio Pereira, 48 anos, morreu na madrugada do último sábado (30), em um acidente na serra do Cachimbo na BR-163 próximo do município de Guarantã do Norte. Segundo informações, o motorista perdeu o controle da direção e colidiu contra algumas pedras que ficam nas laterais da BR. Com o impacto a cabine da carreta veio a se desprender do chassi e o motorista foi arremessado para fora, seu corpo ficou no meio da pista da rodovia.

Caminhonete cai em lago após motorista perder controle da direção

access_time02/07/2018 16:33

Acidente foi registrado na tarde do domingo (01), na Rua Tapirapés, em Colíder. Segundo informações, um jovem identidade não revelada acabou caindo dentro de um lago após ter perdido o controle da direção de uma caminhonete S-10 preta. A vítima relatou que trafegava pelo Jardim América quando perdeu o controle do veículo, na estrada de terra. A caminhonete saiu da pista, desceu um barranco e caiu na valeta do lago, ficando com a parte da frente parcialmente submersa no córrego e a traseira levantada. O condutor do veículo não ficou ferido. Um guincho foi usado para retirar a caminhonete do local.

Desaparecidos há 9 dias são encontrados vivos em caverna na Tailândia

access_time02/07/2018 16:08

Desaparecidos há nove dias, 12 adolescentes e um técnico de futebol foram encontrados com vida no interior de uma caverna, na Tailândia. O local tem 10 quilômetros de extensão e tem várias subdivisões. A região é sujeita a imundações. Os trabalhos de busca na caverna, que fica no parque natural Tham Luang-Khun Nam Nang Noon, contaram com a participação de 1.300 pessoas e incluiu o exército tailandês e especialistas de Estados Unidos, Japão, China e Austrália. O governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osottanakorn, afirmou que os jovens, de 11 a 16 anos, que são de um time de futebol, e o treinador, de 26, estavam em uma área que não havia sido alagada no interior da caverna. Dificuldades De acordo com relatos, a maior dificuldade nas buscas foram as estreitas passagens que estavam imundadas ao longo da caverna, que é a quarta mais extensa da Tailândia. As equipes de resgate utilizaram 20 bombas de extração para reduzir o nível da água nas partes mais inundadas, mas o trabalho foi dificultado pelas fortes chuvas na região, além de problemas mecânicos nos próprios aparelhos. Os jovens e o técnico entraram na caverna no dia 23 de junho após um treino, e pouco depois começou um temporal que inundou o trecho inicial, o que impediu que eles conseguissem sair.

PM prende suspeito de estuprar adolescente de 13 anos dentro de rio em Cáceres

access_time02/07/2018 08:32

Um homem de 43 anos foi preso pela Polícia Militar nesse sábado (30), em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, suspeito de estuprar uma adolescente de 13 anos dentro do Rio Paraguai. Eles estavam acompanhados pela irmã da vítima, de 11 anos, que teria presenciado o crime. Segundo a polícia, no momento da abordagem, a adolescente estava nua e vestiu as roupas quando os policiais ordenaram a eles que saíssem do rio. Preso, o homem foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil. O G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito. À polícia, a vítima confirmou que o suspeito havia tirado as roupas dela e estava passando a mão nas suas partes íntimas. Ela confirmou que o homem também a havia beijado. Segundo a PM, a mãe das vítimas compareceu à delegacia e afirmou à polícia que já havia sido registrado um boletim de ocorrência contra o suspeito no ano passado, na Delegacia da Mulher daquele município, pelo mesmo crime contra a filha dela, que à época tinha 12 anos. A polícia foi acionada por uma pessoa que passava pela Praia do Daveron, na região central do município, e avistou o suspeito acompanhado das duas meninas menores de idade, inclusive beijando uma delas na boca. Ao chegar ao local, os policiais encontraram o suspeito junto com as duas menores dentro do rio. Ao pedir para que ele saísse da água, ele teria ordenado à adolescente para que vestisse as roupas dela e o acompanhasse para fora do rio, mas que não falasse aos policias o que estavam fazendo. Os policiais relataram no boletim de ocorrência que precisaram insistir para que o suspeito obedecesse às ordens e saísse da água, mas que as duas irmãs se recusaram a atender ao pedido, momento em que os PMs perceberam que a vítima vestia a bermuda dela e entregava suas roupas íntimas para a irmã, que deixou cair dentro do rio. No caminho para a delegacia, foi acionado o Conselho Tutelar e, na presença de uma conselheira, a adolescente contou que o homem havia marcado o encontro com ela por celular e que eles constantemente trocavam mensagens. A irmã da vítima, de 11 anos, afirmou que já havia alertado a mãe de que o suspeito estaria tentando ficar com a irmã dela. A mãe, porém, não teria acreditado nela. Ela afirmou, ainda, que já havia presenciado o homem beijando a irmã dela, bem como o ato sexual.

Jovem de 20 anos é presa pela 2ª vez em menos de dois meses com quase mil pinos de cocaína

access_time01/07/2018 12:30

Quase mil pinos de substância análoga à cocaína foram apreendidos pela Polícia Militar na rodoviária de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, na noite de sábado (30). A droga foi encontrada com Kassyele Bianca Lopes dos Santos, de 20 anos. Segundo a PM, a prisão e apreensão ocorreu após uma denúncia anônima sobre uma jovem que supostamente transportava entorpecente dentro de um ônibus que havia saído de Cuiabá. À polícia, a jovem disse que seguia para Sinop, a 503 km da capital, o que levou a polícia a suspeitar que ela comercializada a droga nos dois municípios. Segundo o tenente PM Ítalo Portes, Kassyele foi revistada assim que desembarcou do ônibus carregando a sua bagagem. “Dentro da bolsa de mão dela havia uma sacola plástica com três invólucros, sendo um deles de um tablete de substância análoga de cocaína e os outros dois com pinos de substância análoga à cocaína. Então, ela foi conduzida por tráfico de drogas”, disse. Segundo a PM, foram feitas buscas na residência da suspeita, em Sorriso, onde foram encontrados mais uma pedra de pasta base de cocaína, bem como outros pinos de cocaína e recipientes para embalar cocaína para o comércio. Essa foi a maior apreensão de cocaína no ano em Sorriso. “Contamos 990 pinos cheios com a droga e mais oito, dentro da casa dela, fora mais de mil pinos sem nada dentro”, disse o tenente. Kassyele foi levada a delegacia e está presa, à disposição da Justiça. EM maio deste ano, ela já havia sido detida por porte ilegal de arma de fogo. Na época, a polícia descobriu que a jovem estava guardando a arma na casa dela e que iria entregá-la para uma dupla de criminosos que planejava cometer homicídios em Sorriso a pedido de uma facção criminosa.

Homem é preso após matar a ex-namorada a facadas e ferir a irmã dela por não aceitar o fim do relacionamento em MT, diz PM

access_time01/07/2018 12:25

Uma mulher de 37 anos foi assassinada a facadas na noite desse sábado (30), em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. A vítima foi identificada como Luciana Santos Zenke e o crime foi cometido dentro da casa dela e testemunhado pela irmã dela, Kátia Santos Zenke, de 39 anos, que ficou ferida. O suspeito de cometer o crime é o ex-namorado dela, Jair Geraldi, de 47 anos. Ele foi encontrado pela Polícia MIlitar em um bar no Bairro Jardim Europa, próximo à casa dele, e preso. Na delegacia, ele confessou ter cometido o crime e não demonstrou arrependimento, segundo a polícia. Conforme a PM, a irmã da vítima ficou ferida ao tentar defender Luciana. Ela foi socorrida e encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, com ferimentos no rosto. De acordo com o tenente PM Gabriel Foletto, que participou da prisão, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento e teria invadido a casa da ex-namorada para cometer o crime. "Ele disse que a mulher havia largado dele há alguns dias e que hoje, quando tentou falar com ela, a vítima não estava lhe dando atenção e, por isso, ele foi até à casa dela para matá-la", afirmou. Minutos após cometer o crime, Jair foi encontrado pela polícia sentado em um bar, com o corpo coberto de sangue. "Ele estava transtornado, todo ensanguetado e eu achei estranho a população ter visto ele naquele estado e não ter acionado a polícia", afirmou. De acordo com o PM, a faca usada por Jair para cometer o crime foi encontrada na casa da vítima e apreendida. No momento da prisão, ele teria dito aos policiais que ia se entregar à polícia. "Ele disse que não estava arrependido e que havia ido para a casa dela para cometer o crime", disse o tenente. Conforme o policial, o suspeito faz uso de remédio controlado e disse que não tinha ingerido bebida alcoólica. Após a prisão, ele foi transferido para o Centro de Detenção Provisória, onde permanece à disposição da Justiça.

Mulheres são presas após deixarem celulares e dinheiro em banheiro de cadeia em MT

access_time30/06/2018 21:06

Duas jovens foram presas após deixaram dinheiro e aparelhos de celular no banheiro de visita da Penitenciária Major Eldo Dá Côrrea, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. As prisões ocorreram na sexta-feira (29). Núbia da Silva Alves, de 20 anos, e Tatiele Dias da Silva, de 18 anos, tentaram fugir, mas foram nas proximidades da penitenciária. Elas chegaram a andar 800 metros depois de deixarem os objetos. Elas foram abordadas depois que os agentes perceberam a atitude suspeita das duas. Depois que elas saíram do banheiro, eles encontraram os objetos. Foram apreendidos: quatro celulares, carregadores, fones de ouvido e R$ 1,2 mil em espécie. Núbia e Tatiele foram encaminhadas à delegacia da Polícia Civil para as providências cabíveis.

Mulher é morta asfixiada após olhar celular do namorado, diz delegado na PB

access_time30/06/2018 20:59

Um vendedor de 26 anos foi preso suspeito de ter matado asfixiada a namorada dele de 31 anos e enterrado o corpo dela na cidade de Patos, no Sertão paraibano. O crime aconteceu na última terça-feira (26), mas só foi descoberto nesta sexta-feira (29). Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu durante uma briga, depois que a vítima teria visto contatos de mulheres numa rede social do suspeito. O caso está sendo tratado como feminicídio. A Polícia Civil divulgou os detalhes da investigação neste sábado (30). Segundo o delegado da Polícia Civil, Ronis Feitosa, o suspeito Kelvy Ubiraci Gomes de Vasconcelos assumiu a autoria do crime enquanto estava sendo interrogado. Ele foi preso na sexta-feira, por força de um mandado de prisão preventiva expedido pela comarca de Patos. Além do namorado da vítima, um tio dele, Alan Gomes Alves, 24 anos, também foi preso suspeito de ajudar Kelvy a ocultar o cadáver da namorada. Desaparecimento A família de Valéria havia feito um boletim de ocorrência, depois de perceber o desaparecimento dela na quarta-feira (27). O corpo da mulher estava enterrado no leito de um rio seco, no sítio Martins, que fica na zona rural de Patos, a cerca de 12 quilômetros da área urbana. De acordo com a investigação da Polícia Civil, na segunda-feira (25) a noite, Valéria saiu com vizinhos para o culto religioso e depois voltou para casa. Na terça-feira (26) pela manhã, por volta das 7h ela teve uma discussão com o namorado, dentro do apartamento onde eles estavam morando, no bairro Juá Doce, em Patos. “No início da investigação, o namorado havia dito que ela saiu de casa na terça-feira de manhã. Mas, os agentes de investigação perceberam uma divergência na versão que ele havia relatado a família da vítima. Depois ele acabou confessando o crime”, disse o delegado Ronis Feitosa. A briga Segundo o delegado, o suspeito contou que a briga começou na cozinha, depois que a namorada teria visto contatos de mulheres numa rede social dele. O casal tem uma filha de 5 anos de idade, que estava dormindo no quarto, no momento do crime. O casal é de Campina Grande e se mudou para Patos neste mês de junho, depois que Kelvy foi transferido na empresa onde trabalha. Valéria também havia conseguido um emprego em um restaurante da cidade. “Ele disse que eles começaram a discutir depois que ela viu o celular dela e que Valéria teria dito que iria sair de casa com a filha e iria para a casa da sogra, na zona rural de Patos. Nesse momento eles começaram a brigar e quando a mulher caiu no chão, Kelvy disse que deu um “mata-leão” - golpe de jiu-jitsu – nela, matando a namorada asfixiada. Ocultação O crime ocorreu por volta das 7h da terça-feira e ainda na mesma manhã o corpo foi ocultado. Kelvy teria contado com a ajuda de um tio para levar o corpo até o local onde foi enterrado. Segundo o delegado, os dois suspeitos colocaram o corpo da vítima dentro de um tonel de plástico, usado para armazenar lavagem para porcos. Eles usaram uma carroça de tração animal para levar o corpo dentro do tonel até o sítio Martins. Depois eles tiraram o corpo do tonel e enterraram no leito do rio. “O próprio Kelvy indicou o local onde o corpo estava. Quando o corpo foi encontrado, ele disse que teria feito tudo sozinho, mas o local era de difícil acesso e ao ser questionado, ele acabou confessando que o tio teria ajudado ele a enterrar a namorada”, disse o delegado. Prisões Kelvy foi preso nesta sexta-feira quando estava trabalhando, no bairro Novo Horizonte. O tio dele também foi preso. Os dois estão no presídio Romero Nóbrega, na cidade de Patos. O pedido de prisão na justiça foi feito depois que a Polícia Civil realizou uma perícia no apartamento do casal entre a noite da quinta-feira e madrugada da sexta-feira, onde foram encontrados vestígios de sangue. “Ele havia dito que não houve luta corporal, mas quando colocamos uma substância, os vestígios de sangue apareceram. Ele já havia lavado o apartamento”, disse o delegado. Depois que o corpo da vítima foi encontrado, ele foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos e depois transferido para o Numol de Campina Grande, para realização de exames e confrontos de DNA. Feminicídio O delegado explica que o suspeito foi indiciado pelo crime de femínicídio, tendo em vista que foi motivado por motivo fútil, se enquadrando a lei. Segundo o artigo 121 do Código Penal, feminicídio se aplica quando o crime é praticado “contra a mulher por razões da condição de sexo feminino, considera-se que há razões de condição de sexo feminino quando o crime envolve: violência doméstica e familiar ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher”. Filha fica com avó A filha do casal, que tem 5 anos de idade, foi encaminhada para a casa da avó materna, por meio do Conselho Tutelar. A avó paterna também havia informado interesse de ficar com a criança. Segunda-feira (25): Valéria foi vista pela última vez pelos vizinhos, depois de ter ido para um culto religioso a noite. Terça-feira (26): Por volta das 7h o casal teve uma briga, depois que Valéria viu contados de mulheres no celular de Kelvy. Ele teria matado ela asfixiada com um golpe de jiu-jitsu. Ainda pela manhã, Kelvy pediu ajuda do tio e colocou o corpo da namorada em um tonel de plástico e levou para enterrar na zona rural. Eles usaram um carroça para o transporte do corpo. Quarta-feira (27): Família percebeu o desaparecimento de Valéria e entrou em contato com Kalvy. Durante a tarde, a família procurou a Polícia Civil em Campina Grande para fazer um boletim de ocorrência pelo desaparecimento. Quinta-feira (28): A família da vítima foi até a cidade de Patos prestar depoimento na delegacia. Kelvy foi intimado e compareceu a delegacia na presença de um advogado. Depois das divergências, a Polícia Civil fez uma perícia no apartamento e descobriu sangue. Sexta-feira (29): Ainda na madrugada as equipes continuavam no apartamento. Pela manhã a Polícia Civil pediu a prisão de Kelvy na justiça. O suspeito e o tio foram presos e levados para o presídio Romero Nóbrega.

Avião que saiu de MT faz pouso forçado em rio do Pará

access_time29/06/2018 19:48

Um piloto disse à Polícia Civil do Pará ter pousado um avião de pequeno porte em um rio depois de testemunhar um assassinato a bordo -- e de ter ele próprio matado o assassino. A polícia apura se a história é verdadeira. A aeronave, de prefixo PT-IIU, saiu de Guarantã do Norte, em Mato Grosso, com destino ao Apuí, no Amazonas. Em nota, a Polícia Civil disse que informações preliminares da Polícia Militar apontam que o avião buscaria drogas. O homem, identificado como Sergio Vanderlei Becker, foi preso, acusado de porte ilegal de armas e de munição. Ele não foi acusado de homicídio porque os corpos ainda não foram encontrados. O pouso se deu no rio Jamanxim, em Itaituba, no sudoeste do Pará, por volta das 17h de quinta-feira (28). Em depoimento na delegacia de Itaituba, o piloto afirmou que estava com dois passageiros a bordo -- e estes começaram a discutir, de acordo com o escrivão Paulo Farias. Um dos passageiros, então, matou o outro a tiros, ainda segundo o depoimento do piloto. Na sequência, relatou o piloto à polícia, o atirador tentou jogar o corpo da vítima pela porta do avião em voo. O piloto reagiu, conseguiu desarmar o assassino e atirou no criminoso, que morreu. O piloto disse à polícia, de acordo com o escrivão, que matou o homem por medo de ser morto. Em seguida, pousou no distrito de Crepurizão, em uma área de garimpo. O prefixo do avião não estava aparente, razão pela qual não foi possível, até a publicação desta reportagem, checar a situação da aeronave na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A aeronave tinha vestígios de sangue e pedaços do que a polícia suspeita ser massa encefálica; o material foi enviado ao Instituto Médico Legal (IML) para testes de DNA. Também havia munição a bordo, mas não foi encontrada nenhuma arma até o momento. Avião estava com inspeção vencida De acordo com o controle de Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), disponível no site da ANAC, a aeronave de prefixo PT-IIU, está com a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) vendida desde o dia 30 de maio de 2018. O avião Piper Aircraft, fabricado em 1972, consta como de propriedade de Marcelo Oliveira Silva. Região é conhecida por ocorrências aéreas Outros incidentes envolvendo aeronaves já foram registrados nos últimos meses no mesmo local onde ocorreu o pouso forçado do avião esta semana. Em fevereiro deste ano, um avião caiu no Crepurizão e explodiu. Três pessoas morreram. Em outubro de 2017, um avião monomotor com duas pessoas caiu na região de garimpo matando o piloto. O passageiro foi resgatado com vida e levado ao hospital. Também no mês de outubro do ano passado, mas no município de Itaituba, um avião monomotor caiu na região urbana da cidade e matou cinco pessoas. Outros incidentes envolvendo aeronaves já foram registrados nos últimos meses no mesmo local onde ocorreu o pouso forçado do avião esta semana. Em fevereiro deste ano, um avião caiu no Crepurizão e explodiu. Três pessoas morreram. Em outubro de 2017, um avião monomotor com duas pessoas caiu na região de garimpo matando o piloto. O passageiro foi resgatado com vida e levado ao hospital. Também no mês de outubro do ano passado, mas no município de Itaituba, um avião monomotor caiu na região urbana da cidade e matou cinco pessoas. Veja a nota da Polícia Civil do Pará ITAITUBA - Possíveis Homicídios em aeronave - Apresentação pela PM de um piloto de um avião que fez um pouso forçado no Rio Jamanxim, às proximidades do Distrito de Jardim do Ouro, região garimpeira de Itaituba. Segundo informações a aeronave fez o pouso forçado, no Rio Jamanxim, município de Itaituba, sudoeste do estado.Levantamentos preliminares da PM de Moraes e de Jardim do Ouro, dão conta que o avião saiu de Guarantã Mato Grosso com destino ao Apuí no Amazonas para buscar droga. No avião estariam três pessoas, o piloto e dois passageiros, que teriam tido uma intensa discussão, um deles que estava de posse de uma arma atirou em outro, após o disparo o mesmo abriu a porta do avião para jogar o corpo em voo, foi quando o piloto pegou a arma e também atirou no outro passageiro, momento em que perdeu o controle do avião, e foi obrigado a pousar na água, pela versão inicial do piloto. Policiais Militares da região foram acionados e foram ao local, e prenderam o piloto e conduziram o mesmo para Itaituba, onde foi apresentado na 19ª Seccional Urbana de Policia Civil.O piloto foi ouvido e autuado por porte ilegal de munição, pois não houve certeza de que essa história das mortes é verídica, tendo em vista que não foi localizado qualquer corpo até o momento, existindo apenas vestígios de sangue na aeronave, porém, não se sabe de quem. Nem arma de fogo foi localizada também, apenas munição.

Alexandre de Moraes nega pedido de liberdade de Lula

access_time29/06/2018 19:41

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu há pouco negar pedido de liberdade feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro também rejeitou outro pedido para que o recurso seja julgado pela Segunda Turma da Corte, e não pelo plenário. A defesa de Lula recorreu da decisão do relator do pedido de liberdade, ministro Edson Fachin, que, na sexta-feira (22), enviou pedido de liberdade ou prisão domiciliar do ex-presidente para julgamento pelo plenário, e não na turma, como queria a defesa. No colegiado, há maioria de três votos a favor de mudar o entendimento que autoriza prisão após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça. A turma é formada pelos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, além de Fachin e Celso de Mello. Ao justificar o envio, Fachin disse que a questão deve ser tratada pela Corte por exigir análise do trecho da Lei da Ficha Limpa que prevê a suspensão da inelegibilidade “sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal”. Ontem (28), a defesa de Lula, em novo recurso ao próprio Fachin, afirmou que análise da questão não foi solicitada, e Fachin deve rever sua justificativa. Lula foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP) e teve a pena executada pelo juiz federal Sergio Moro após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça, conforme definiu o STF. Com a confirmação da condenação na Operação Lava Jato, o ex-presidente foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura de condenados pelos órgãos colegiados da Justiça. No entanto, Lula ainda pode ser beneficiado por uma liminar e disputar as eleições.

Carga de madeira irregular que saiu do Pará é apreendida pela PRF em MT

access_time29/06/2018 12:03

Um caminhão com madeira irregular foi apreendido na noite dessa quinta-feira (28) na BR-163 em Guarantã do Norte, a 721 km de Cuiabá. A carga saiu do Pará e iria para a capital mato-grossense. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a apreensão ocorreu às 21h15 por uma equipe policial que fazia fiscalização do transporte rodoviário de cargas no km 1.068 da BR-163. O caminhão era conduzido por um homem que transportava madeira serrada e vigas, num volume total de 34.9m³ de madeira. A nota fiscal apresentada era de um produto para móveis, no entanto, a carga era destinada à construção civil. O transporte da madeira requer a emissão de documentação florestal. Dessa forma, para a PRF, houve o crime fiscal por incompatibilidade do produto declarado com o transportado e crime ambiental. O condutor do veículo declarou que o carregamento do caminhão ocorreu em Cachoeira da Serra (PA) e a carga seria entregue em Cuiabá, na Avenida Beira Rio, em uma empresa de material de construção. A madeira foi encaminhada à delegacia da Polícia Civil de Guarantã do Norte. Carga de madeira irregular que saiu do Pará foi apreendido pela PRF na BR-163 (Foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Mato Grosso/Assessoria)

Centros comerciais são esvaziados em Samara, na Rússia, após ameaça de bomba, diz imprensa local

access_time28/06/2018 15:08

Três centros comerciais em Samara, uma das cidades-sede da Copa do Mundo da Rússia, foram esvaziados nesta quinta-feira (28), depois que foi feita uma ameaça de bomba, informou a imprensa local. Serviços de emergência chegaram aos shoppings com cães farejadores. A polícia russa inspecionou um dos shoppings e não encontrou nada que apresentasse perigo. O Ministério de Situações de Emergência não estava imediatamente disponível para comentar a respeito, informa a agência Reuters.

Motorista flagrado bêbado e com drogas e cervejas em carro foge da delegacia após prisão em MT, diz PM

access_time28/06/2018 12:12

Um motorista de 24 anos fugiu da delegacia de Juscimeira, a 164 km de Cuiabá, depois de ser preso junto com um amigo dele, de 25, por dirigir embriagado, na noite dessa quarta-feira (27). Eles foram flagrados bêbados e com bebidas alcoólicas e drogas dentro do carro. O G1 não localizou a defesa dos presos. De acordo com a Polícia Militar, eles foram abordados no Bairro Cajus II quando retornaram da zona rural do município. Os policiais notaram que o motorista Kaique Miguel Araújo estava com cheiro forte de álcool e olhos avermelhados. Ao ser questionado se havia ingerido bebida alcoólica, o motorista confirmou que sim, mas se recusou a fazer o teste de bafômetro. A polícia então revistou o veículo e uma lata de cerveja aberta perto da alavanca do câmbio. Com o passageiro, Ewerton Pereira Martins estava com uma porção de cocaína. Na lateral da porta do motorista, também foram encontrados 57 pinos usados para armazenar cocaína, além de dichavador de maconha - instrumento usado para o preparo da droga - e um pedaço de cigarro de maconha. Além disso, eles transportavam 36 latas de cerveja, sendo que seis delas vazias, em uma caixa términa que estava na carroceria do veículo utilitário. Os dois rapazes foram conduzidos à delegacia do município, de onde Kaique conseguiu fugir. O carro foi entregue ao pai dele.

Mulher morre ferida com taça durante comemoração após jogo do Brasil

access_time28/06/2018 11:39

Uma mulher, de 30 anos, morreu ao sofrer uma queda e cortar o pescoço com estilhaços de uma taça de vidro, na tarde de quarta-feira (27), no bairro Recanto do Parque, em Itatiba (SP). De acordo com o boletim de ocorrência, testemunhas contaram que a vítima comemorava a vitória do Brasil sobre a Sérvia pela Copa do Mundo com outras pessoas quando se desequilibrou ao levantar de uma cadeira e sofreu o grave ferimento. Amigos da vítima tentaram conter o sangramento enquanto acionaram o resgate. No entanto, ela não resistiu e morreu no local. “Ela estava com a taça na mão e mais um celular na outra. Em seguida, ela escorregou, foi se apoiar na mesa e a taça atingiu no pescoço. A investigação continua, mas tudo indica que realmente foi acidente”, explica o delegado Luciano Carneiro de Paiva, que registrou a ocorrência. Peritos estiveram no imóvel e o corpo de Tamara Maiochi foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí. De acordo com um conhecido, ela era de Conchal (SP) e morava sozinha em Itatiba. O caso foi registrado na delegacia da cidade como morte suspeita.

Três são detidos por captação ilícita de clientes a mando de advogados

access_time26/06/2018 19:30

Tês homens foram presos em Cuiabá, na segunda-feira (25), suspeitos de participarem de um esquema de captação ilícita de clientes a mando de advogados. O esquema foi denunciado por uma advogada que teve um cliente abordado pelos detidos. Sandro Brides da Silva, Natanael Manoel de Oliveira e Rafael Xavier de Moraes devem responder por tentativa de extorsão, corrupção ativa e formação de quadrilha. A reportagem não conseguiu localizar a defesa deles. A ação da polícia foi acompanha por membros do Tribunal de Defesa das Prerrogativas (TDP) e pela Procuradoria da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT). Segundo a denúncia, os três abordavam as partes que receberiam valores depositados judicialmente e pediam metade em troca. Num dos casos, eles ameaçaram o cliente da advogada que denunciou a prática. Para obter acesso as informações, os três teriam tido acesso ao sistema do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) com a senha disponibilizado por algum advogado. A OAB-MT ainda deve tentar descobrir quem são os advogados agindo por tás dos captadores.

Mulher é agredida pelo namorado com golpes de machado na cabeça enquanto dormia

access_time26/06/2018 07:44

Uma mulher foi agredida com golpes de machado na cabeça enquanto dormia, no sábado (23), na casa da mãe dela, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. A vítima, de 39 anos, foi atingida por dois golpes na cabeça e sobreviveu. Ela se recupera da agressão em casa. A mulher, que não quer se identificar, viveu um relacionamento onde o medo era constante.   “Foram 7 meses de muita ameaça”, afirmou. Ela morava com o namorado em uma fazenda que fica no limite entre Primavera do Leste e Poxoréu, sudeste do estado. Na madrugada do último sábado, enquanto estava dormindo, foi agredida por ele com dois golpes de machado. Ele invadiu a casa da mãe dela e entrou no quarto onde elas dormiam. “Ele veio e me golpeou com o machado. Eu pensei que eu ia morrer, que hoje eu não estaria aqui. Foi Deus que colocou a mão sobre mim”, declarou. De sábado até esta segunda-feira (25) a PM da cidade atendeu 5 casos de mulheres que estavam sendo ameaçadas ou agredidas pelos companheiros. Dessas situações, em 4 os suspeitos foram detidos e levados para a delegacia A Polícia Civil já identificou o suspeito de agredir a mulher com golpes de machado, mas ele não foi preso. Dados Em cinco meses, 38 mulheres foram assassinadas em Mato Grosso. A maioria por crime passional. Dentre os homicídios registrados, 60% teve motivação passional, 10% por envolvimento com drogas, 3% por vingança, 3% por rixa e 8% por outros movitos. O restante dos casos, segundo os dados, ainda estão sendo apurados.

Homem com mandado de prisão por homicídio é preso em Peixoto de Azevedo

access_time25/06/2018 10:14

Homem com mandado de prisão em aberto por homicídio foi preso no último sábado (23), em Peixoto de Azevedo.  Polícia Militar realizava rondas pela cidade, quando próximo ao um bar, avistou o suspeito Leonardo Felisberto de Oliveira. Foi feito a abordagem do mesmo e ao checar a ficha dele, foi constatado que havia um mandado de prisão por homicídio ocorrido em 2017. Além do homicídio, Leonardo possui várias passagens por assalto a mão armada. Diante do fato, foi dado voz de prisão para o suspeito e o encaminharam para a delegacia de Polícia Civil, para as providências que requer o caso.

Caminhoneiro é encontrado morto dentro de caminhão

access_time25/06/2018 10:09

O corpo de um caminhoneiro foi encontrado no último domingo (24), no interior do caminhão em que ele trabalhava. O veículo estava estacionado na Perimetral Sudeste, próximo a hidráulica Pedrinho, em Sorriso. O corpo foi localizado pelos policiais civis após o sistema de gerenciamento de frota da empresa no qual ele trabalhava, informar que o caminhoneiro não teria mais contatado a família, nem a empresa. No local os policiais encontraram o veículo trancado, com as cortinas fechadas. Um chaveiro foi acionado e o caminhoneiro foi encontrado deitado na cama, em óbito, sem sinal de qualquer violência. Segundo informações, a vítima tem 53 anos e residia em Rondonópolis. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Dois homens são assassinados a tiros e a facadas em Sinop

access_time25/06/2018 10:08

Dois homens foram assassinados no final de semana em Sinop, a 503 km de Cuiabá. Um deles, no sábado (23), ocorreu no Centro de Sinop. Nenhuma pessoa foi presa nos dois casos e não há informações sobre a motivação dos crimes. O corpo de Dulcimar Souza Barbosa, 29 anos, foi encontrado na Praça da Bíblia, no Centro de Sinop. A perícia informou que ele foi atingido por um golpe de faca na altura do peito. A outra vítima de homicídio é Niley Gomes dos Reis, 26 anos. Ele foi assassinado a tiros na madrugada de domingo (24), no Bairro São Cristóvão. Uma mulher que estava com ele também foi atingida por um tiro de raspão e encaminhada ao Hospital Regional. Ainda não há informações sobre quem teria atirado contra as vítimas. A Polícia Civil também investiga o caso.

Cacerense é preso pela PM em Cuiabá após roubo de hilux com placas de Matupá

access_time23/06/2018 12:30

Na madruga de hoje, 23/06 (sábado), por volta das 4h30, a Polícia Militar realizando rondas ostensivas (caçando a gatunada), pelo Bairro Jardim Marajoara, avistou camionete, cor prata, e ao se aproximar com o giroflex ligado, o condutor fugiu em disparada, seguindo pela Rua dos Professores, adentrando a Avenida Talhamares, em alta velocidade, quando começou o pega num pega (conhecido como acompanhamento tático) e como o veículo não parava foi necessário efetuar disparo de arma de fogo em direção aos pneus, em seguida a camionete parou e nessa hora o passageiro saiu do interior e fugiu, pulando o muro da escola Dom Máximo, não sendo possível fazer a sua detenção. Já o condutor foi detido e algemado, sendo ele de iniciais E. A. C. S. de 28 anos, morador do Bairro da Cohab Nova, peguntado sobre a origem da camionete, o mesmo não soube explicar, dizendo apenas que era de amigo desconhecido, após a primeira checagem, pela placa NUF-0177, constou uma Hilux, de cor prata, de Matupá-MT, porém os últimos números do chassi encontrado no vidro não corresponde com a placa do veículo, mas em checagem minuciosa junto ao chassi original NPL-4088, constou ser produto de roubo, conforme boletim de ocorrência e entrando em contato com a vítima (proprietário do veículo), o mesmo relatou que no dia 18/06 (segunda feira), 03 indivíduos armados de revólver se aproximou de sua residência, no Bairro CPA, em Cuiabá e roubaram sua camionete. Os policiais disseram ainda que foi enviada foto do suspeito (via whatsapp) e a filha da vítima reconheceu na hora o suspeito como sendo um dos que praticaram o roubo.

Defesa de Lula quer que STF conceda prisão domiciliar se pedido de liberdade do ex-presidente for rejeitado

access_time21/06/2018 19:46

A defesa de Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta quinta-feira (21) ao Supremo Tribunal Federal (STF) para concender prisão domiciliar ao ex-presidente se o pedido de liberdadedele for rejeitado pela Segunda Turma da Corte. Condenado em um processo relacionado à Operação Lava Jato, Lula está preso desde 7 abril, quando se entregou à Polícia Federal. Na próxima terça (26), a Segunda Turma do STF julgará um pedido de liberdade apresentado pelos advogados de Lula. Condenação Lula foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4) a 12 anos e 1 mês, em regime inicialmente fechado. O TRF-4 é responsável pelos processos da Lava Jato em segunda instância. O ex-presidente foi condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Isso porque, no entendimento do tribunal, recebeu da OAS um triplex em Guarujá (SP) como retribuição a contratos firmados pela construtora com a Petrobras. Desde que as investigações começaram, Lula tem dito que é inocente e que o apartamento não é dele. A defesa do ex-presidente também tem reafirmado que a acusação do Ministério Público não produziu provascontra Lula. Pedido ao STF A defesa de Lula apresentou inicialmente ao STF um pedido de efeito suspensivo da execução da pena. O objetivo dos advogados é fazer com que o ex-presidente aguarde em liberdade o julgamento do pedido de liberdade pelas instâncias superiores da Justiça. A defesa também quer que seja suspensa a inelegibilidade de Lula gerada a partir da condenação em segunda instância, conforme prevê a Lei da Ficha Limpa. Nesta quinta, os advogados de Lula apresentaram um outro pedido ao STF, para que o ex-presidente possa cumprir a pena em prisão domiciliar se o pedido de liberdade for rejeitado. Dessa forma, Lula poderia sair da cadeia, mas continuaria inelegível. Outra possibilidade é a aplicação de medidas cautelares diversas, como uso de tornozeleira eletrônica. Argumentos Ao Supremo, a defesa de Lula reiterou argumentos já apresentados ao TRF-4 que apontam supostas irregularidades no processo: Incompetência do juiz Sérgio Moro para analisar o caso em 1ª instância; Falta de parcialidade no julgamento; Falta de isenção por parte dos procuradores do Ministério Público. Os advogados de Lula alegam, ainda, que a soltura do ex-presidente "não causará nenhum dano à Justiça Pública ou à sociedade", acrescentando que a manutenção dele na cadeia causa "lesão grave de difícil reparação".

Forças de segurança cercam comunidades do Leme, na Zona Sul do Rio

access_time21/06/2018 07:50

As forças de segurança do Gabinete de Intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro realizam, na manhã desta quinta (21), operação em duas comunidades da Zona Sul do Rio. Os militares estão nas favelas da Babilônia e Chapéu Mangueira. Quase dois mil homens participam da operação, sendo 1,8 mil militares das Forças Armadas, 50 policiais militares e duas equipes do Corpo de Bombeiros com cães. A ação também conta com o apoio de equipamento de engenharia para a retirada de barricadas, veículos blindados e aeronaves. De acordo com o Comando Conjunto, as ações envolvem cerco e estabilização da área. Serão feitas ainda revistas de pessoas e de veículos, além de checagem de antecedentes criminais. Policiais revistam moradores na saída de comunidade na Zona Sul (Foto: Andressa Gonçalves/ G1) A Marinha faz bloqueios no mar, e a Aeronáutica coordena a segurança de voos que passam pela região. A Aeronáutica coordena e atua com as aeronaves, além de intensificar a segurança dos voos cujas rotas estão na área de operações. Militares na entrada de comunidade do Chapéu Mangueira na manhã desta quinta-feira (21) (Foto: Andressa Gonçalves/ G1) Semanas tensas na região O mês de junho tem sido de confrontos na região. No dia 5, uma sexta-feira, operação policial teve intensa troca de tiros que chegou a fechar o bondinho do Pão de Açúcar. No fim de semana da investida, sete corpos surgiram na Praia Vermelha, vizinha aos morros do Leme. No dia 12, três homens foram presos tentando recuperar fuzis deixados para trás na guerra. Eles saíram da Maré, de lancha, e percorreram 15 km pela Baía de Guanabara até a Praia Vermelha, de onde pegaram trilha para a região de mata vizinha às comunidades. Soldado na entrada de comunidade no Leme, na Zona Sul do Rio (Foto: Andressa Gonçalves/ G1)

Dois são presos em Peixoto por promessa de "limpar nome" de clientes

access_time21/06/2018 00:07

Dois homens foram detidos por abordarem pessoas em Peixoto de Azevedo sob a promessa de que “limpariam” o nome delas em serviços de proteção ao crédito, como o SPC e Serasa. Eles foram presos na sexta-feira (15) após denúncia do presidente da OAB do município, Marcus Macedo. Os suspeitos estariam trabalhando em nome de um advogado do município. Na ação para captar clientes, eles espalhavam panfletos com a promessa de tirar o nome dos consumidores de listas de restrição. Para dar veracidade ao caso, eles ainda usavam identificações falsas de consultores do SPC e Serasa. Os homens foram presos em flagrante por falsidade ideológica e liberados mediante pagamento de fiança de R$ 1,2 mil cada um. De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a ação fere o Código de Ética Profissional, que limita a publicidade de serviços advocatícios. Será instaurado processo ético disciplinar para apurar a conduta do advogado. Juntamente com o material apreendido durante o flagrante, constava procuração em nome do profissional. Como funciona A captação funciona da seguinte forma: os agentes procuram consumidores e oferecem o serviço: limpar o nome. Há ainda os que prometem arrecadar algum tipo de fundo com isso. Para isso, eles entram com uma ação contra a empresa com a qual o cliente tem débitos, alegando cobrança indevida.  Nesse processo, o juiz normalmente determina a retirada do nome da pessoa do SPC e Serasa, enquanto a ação acontece. A prática não é nova no mercado. Há sete anos, em Cáceres, um casal foi preso por usar um carro de som para promover ações de aposentadorias rurais.

PF localiza fábrica de dinheiro falso em Cuiabá; um é preso

access_time21/06/2018 00:05

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (20) um homem com 71 notas falsas de R$ 20 em uma residência no bairro Osmar Cabral, periferia de Cuiabá. No local, a polícia também encontrou vários apetrechos para falsificação, entre eles, papéis especiais, impressoras e outros materiais que simulam elementos de segurança de cédulas verdadeiras. A polícia iniciou investigações a partir do Centro de Distribuição dos Correios, onde foi rastreada uma caixa contendo notas falsas, tendo  o suspeito como destinatário.  Notícias também davam conta de que estaria ocorrendo derramamento de notas falsas na região. Diante dos indícios, a 5ª Vara da Justiça Federal de Mato Grosso emitiu um mandado de busca e apreensão para cumprimento na residência suspeita, o qual foi cumprido na data de hoje, tendo sido realizado o flagrante. O preso e o material apreendido foram encaminhados para a sede da Polícia Federal em Cuiabá. O conduzido foi indiciado por falsificar papel-moeda, além de possuir ou guardar maquinismo, aparelho, instrumento ou qualquer objeto especialmente destinado à falsificação de moeda.

Três homens são presos com 92 tabletes de droga, armas e munições após capotarem carro

access_time20/06/2018 09:25

Três homens foram presos nessa terça-feira (19) com 92 tabletes de maconha, pistolas e munições em Santa Rita do Trivelato, a 445 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, a droga saiu de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, em um veículo clonado e seria entregue no distrito de Boa Esperança do Norte, no município de Sorriso, a 420 km da capital. Foram presos Peterson Rios Pereira, de 24 anos, Wilson Campos da Silva, de 54, e Bruno da Silva Albuquerque Neto, de 30 anos. A abordagem dos dois primeiros suspeitos ocorreu em um posto de combustível da área central de Santa Rita do Trivelato. Peterson e Wilson estavam em veículo. Os policiais descobriram que horas antes a dupla havia sido vista em outro carro que capotou na estrada de acesso a Salto Magessi, região turística, perto de uma fazenda, e que os dois foram até a cidade atrás de guincho para rebocar o carro. A PM foi até o local do capotamento e descobriu que o veículo estava cheio de droga e que o suspeito, Peterson, era o condutor no momento do acidente. Bruno, que mora em Cuiabá e seguia viagem com a dupla, estava no local do capotamento. Peterson confessou que mora em Várzea Grande, onde havia sido contratado por Wilson para levar a droga e que pelo transporte receberia R$ 3 mil. E que o próprio que Wilson acompanhou de perto a camuflagem da droga no carro. PM também descobriu que o Palio passou pelo processo de clonagem em Várzea Grande. A PM entregou os presos, a droga, o armamento e demais produtos na Delegacia de Nova Mutum, a 269 km de Cuiabá.

Quase 100 kg de pescado irregular são apreendidos em ação de fiscalização

access_time20/06/2018 09:19

Quase 100 kg de pescado irregular foram apreendidos no Rio Culuene em Canarana, a 838 km de Cuiabá, na sexta-feira (15). De acordo com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema-MT), os animais estavam fora da medida permitida. Ao todo, foram apreendidos 91 kg de pescado. Entre as espécies foram encontradas: cacharas, corvinas, matrinchãs, pacus e cachorras. Além dos peixes, foram apreendidos uma arma, uma rede, uma tarrafa e um freezer. As apreensões ocorreram durante ações da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema-MT) em parceria com o Batalhão Ambiental da PM e a Delegacia Especializada do Meio Ambiente. Na quinta-feira (14), em outra ação 60 exemplares de peixes foram apreendidos no Lago de Manso, em Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá. Na ocasião, foram encontradas piraputanga, curimbatás e jaús, que estavam abaixo da medida permitida, e que foram soltos novamente na água. Durante essa ação, o proprietário dos peixes foi levado para a delegacia. As duas ocorrências, segundo a Sema, geraram multa de R$ 11,5 mil.

Justiça emite ordem de despejo de 96 famílias que disputam área da União com fazendeiro

access_time20/06/2018 09:04

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região emitiu ordem de despejo para 96 famílias que disputam uma área da União com um fazendeiro em Novo Mundo, a 791 km de Cuiabá. As informações são da Comissão Pastoral da Terra (CPT) que emitiu uma nota de repúdio contra a decisão judicial. De acordo com a instituição, a área é objeto de disputa há cerca de 15 anos. À época, a Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com uma ação contra um fazendeiro, a mulher dele e uma empresa agropecuária para a retomada da área. Em março de 2017, a Justiça reconheceu a propriedade da área como sendo da União e antecipou a Tutela de 2 mil hectares para a criação de um Projeto de Desenvolvimento Sustentável para as 96 famílias. No processo, a AGU apontou documentos que comprovam que os réus não fazem jus à regularização fundiária. Segundo a CPT, os fazendeiros não atendem aos requisitos exigidos pelo ordenamento jurídico, uma vez que eles "possuem diversos imóveis rurais, não residirem no imóvel e a fazenda possuir um elevado passivo ambiental”. Já em abril deste ano, a Justiça de Mato Grosso em acordo com a União demarcou a área e sorteou os lotes para as famílias que usam a terra para sobreviver. Apesar disso, a Justiça aceitou um recurso do fazendeiro e ordenou a retirada das famílias. “Não queremos acreditar que, após estarem vivendo a felicidade da terra conquistada, essas famílias retornarão para barracos na beira das estradas. Não queremos acreditar que o judiciário, responsável por fazer valer o direito e a justiça aos cidadãos e cidadãs, seja o defensor de alguns fazendeiros grileiros de terras da União que, de acordo a nossa Constituição, devem ser destinadas à Reforma Agrária”, diz trecho da nota da CPT.

Homem morre após ter 90% do corpo queimado por ex-companheiro de amigo

access_time19/06/2018 06:56

O promotor de eventos, Gilson Oliveira, de 42 anos morreu no sábado (16), no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Pronto Socorro de Cuiabá. Ele teve 90% do corpo queimado, após Wanderson Luiz Vieira jogar álcool e atear fogo nele, na quarta-feira (13), em Figueirópolis d'Oeste, a 402 km da capital. Gilson estava visitando o servidor público, Augusto César Barbosa, de quem era amigo há muitos anos, quando Wanderson, que é ex-companheiro de Augusto, chegou ao local. De acordo uma amiga das vítimas, que não quis se identificar, Wanderson teria ficado com ciúmes ao ver Gilson na casa de Augusto e começou a ameaçar os dois com uma faca. Em determinado momento, Wanderson teria jogado álcool em Gilson e ateado fogo. Na tentativa de ajudar o amigo, Augusto também se feriu. O fogo se espalhou pelos móveis e atingiu parte da casa. Os dois foram socorridos e levados para o hospital de Jauru, a 463 km de Cuiabá e 22 km de Figueirópolis, respectivamente. Augusto teve queimaduras no braço e nas mãos, foi atendido e liberado no mesmo dia. Gilson, porém, teve queimaduras graves e foi encaminhado para o Hospital Regional de Cáceres, a 220 Km de Cuiabá, onde ficou internado por dois dias. De lá, ele foi transferido para o CTQ, na capital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo de Gilson foi velado e enterrado em São José dos Quatro Marcos, a 343 km da capital, onde mora a família dele. A polícia busca o suspeito, que continua foragido.

Criança de 4 anos morre afogada em buraco aberto para exploração de garimpo

access_time19/06/2018 06:45

Um menino de 4 anos de idade morreu após se afogar em buraco com água, aberto para exploração de garimpo, em fazenda localizada em Peixoto de Azevedo, nesse domingo (17). A identidade da vítima não foi informada. Segundo a Polícia Civil, o buraco fica a cerca de 150 metros da casa onde a família da vítima mora. Conforme a polícia, o menino brincava na região acompanhado do pai e de outra criança, quando acabou se afogando. O pai relatou que tentou, mas não conseguiu salvar o filho. A Polícia Militar foi acionada e o corpo do menino foi encontrado cerca de meia hora após o desaparecimento. As pessoas que estavam no local tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso. A Polícia Civil, então, foi acionada e esteve no local, acompanhada de uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Drone deve ser usado pela PM durante operações da Lei Seca

access_time18/06/2018 10:21

Polícia Militar deve usar drone durante as blitze da Lei Seca em Mato Grosso, a fim de aplicar o campo de visão durante as operações e, dessa forma, coibir fugas e flagrar condutores que tentam driblar, de alguma forma, a fiscalização. O equipamento, que ainda não tem prazo para começar a ser utilizado, faz parte do investimento em tecnologia por parte da Segurança Pública, como já ocorreu com a adoção de câmeras GoPro, segundo a PM, e também deve ser utilizado durante grandes eventos no estado. Segundo o tenente Alcides Dutra, do Batalhão de Trânsito da PM, 10 profissionais das forças de segurança foram capacitados para operar o drone, dentre eles, oito policiais militares. "Hoje usamos as câmeras, que registram as imagens durante as operações, para evitar que os condutores afirmem que estavam com um comportamento diferente do que realmente estavam", afirmou. De acordo com a pm, em uma fila extensa de veículos parados, poderão ser flagrados, por exemplo, motoristas que dirigem embriagados e trocam com o passageiro na direção no momento da abordagem ou pessoas que jogam bebidas, armas e drogas pelas janelas antes de serem parados pela polícia. As imagens do drone poderão ser usadas como provas, segundo o tenente da PM e, além disso, podem auxiliar no planejamento da polícia para verificar os locais em que há uma concentração maior de veículos. "Também ajuda a resguardar a ação policial, para que o policial tenha respaldo e ninguém diga algo que realmente não tenha acontecido", disse.

Tiroteio em Nova Jersey deixa um morto e 20 feridos

access_time17/06/2018 09:53

Uma troca de tiros durante um festival de música e arte em Nova Jersey, nos Estados Unidos, deixou ao menos 20 pessoas feridas e uma pessoa morta neste domingo (17). Testemunhas disseram que os disparos foram feitos após uma briga. Segundo a rede de TV Fox News, o procurador Angelo J. Onofri afirmou que o número de feridos chega a duas dezenas, 17 das quais atingidas pelos disparos. Há um menino de 13 anos entre as vítimas. Ele e outras três pessoas estão em situação “extremamente crítica”, diz Onofri. O atirador morreu e outros dois suspeitos foram presos pela polícia. “É uma cena massiva de crime”, afirmou Onofri. O festival acontece anualmente em Trenton, capital de Nova Jersey. Reúne música, arte e comidas da região. Chamado de Art All Night, o evento começa no sábado e se estende pelo domingo para exibir 1,5 mil peças de arte, 60 shows de música em três palcos e pintura de murais. Segundo os organizadores, cerca de 1 mil pessoas estavam no local no momento do tiroteio. "Nós estamos chocados e profundamente tristes", informou os responsáveis do Art All Night. Veja onde ocorreu o tiroteio em Nova Jersey. (Foto: Rodrigo Cunha/G1) Tiros na madrugada Segundo a polícia, os tiros ocorreram pouco antes das 3h deste domingo e foram disparados por mais de uma pessoa. Ainda não se sabe ao certo o que motivou a confusão. Testemunhas disseram ao jornal “The Trentonian” que uma briga foi o estopim. “Eu vi dois socos e depois ouvi vários tiros”, afirmou Franco Roberts, que estava no festival. As autoridades iniciaram uma investigação para identificar se há outros envolvidos e se há outras vítimas. Até agora, três envolvidos foram identificados. Um deles, de 33 anos, morreu na troca de tiros com a polícia. Outros dois foram presos.

Marido é morto em casa e mulher é achada morta em pasto de sítio a 150 metros da residência em MT

access_time16/06/2018 12:00

Um casal foi encontrado morto na noite dessa sexta-feira (15) em um sítio na zona rural de Carlinda, 245 km de Peixoto de Azevedo. Segundo a Polícia Militar, as vítimas foram identificadas como Maria José Lessa Cerqueira, de 55 anos, e Neuzael Caldeira Cerqueira, de 64 anos. Os dois tinham marcas de tiro pelo corpo. Até a manhã deste sábado (16) nenhuma pessoa havia sido presa ou a motivação esclarecida pela polícia. O crime foi descoberto depois que um dos filhos das vítimas estranhou o sumiço do casal. O filho, que mora em Lucas do Rio Verde, a 345 km de Peixoto de Azevedo, ligou para um vizinho dizendo que não conseguia contato com os pais desde quinta-feira (14). Essa pessoa, então, foi até a propriedade do casal. As porteiras estavam abertas e as luzes da casa apagadas, também com a porta aberta. O corpo de Neuzael estava na área externa da casa com marcas de tiro. A testemunha chamou a Polícia Militar, que começou a procurar pela segunda vítima. No entanto, naquele momento, ela não foi encontrada. Os policiais civis e peritos da cidade também foram comunicados do crime e foram até a propriedade. Algumas cápsulas foram localizadas no sítio. Depois de algumas horas moradores informaram que encontraram a segunda vítima, também morta a tiros. Maria José estava a 150 metros da casa em uma área de pastagem. Os vizinhos disseram que ouviram disparos, mas não viram nenhum suspeito. Outro filho do casal procurou a polícia e disse que foram levados alguns pertences da residência, como uma espingarda do pai e uma bolsa da mãe dele.

Detida no Irã célebre advogada dos direitos humanos, denuncia marido

access_time13/06/2018 13:24

A advogada iraniana dos direitos humanos Nasrin Sotoudeh, premiada no exterior por sua luta, foi detida nesta quarta-feira (13) - denunciou seu marido no Facebook. "Nasrin foi detida em casa há algumas horas e transferida para Evin", escreve seu marido, Reza Khandan, referindo-se à conhecida prisão de Teerã, onde são mantidos vários presos políticos. A advogada, de 55 anos, um símbolo do ativismo em favor dos direitos humanos no Irã, defendeu recentemente várias mulheres detidas por terem tirado do véu em público, em protesto contra a obrigação de usá-lo desde a Revolução Islâmica de 1979. Sotoudeh defendeu jornalistas e ativistas, como a advogada e Prêmio Nobel da Paz Shirin Ebadi, assim como opositores detidos durante as grandes manifestações de 2009 contra a reeleição do presidente ultraconservador Mahmud Ahmadinejad. Em 2012, Nasrin Sotoudeh conquistou o Prêmio Sakharov concedido pelo Parlamento europeu. Três anos presa Ela passou três anos presa entre 2010 e 2013 por ter agido, segundo as autoridades, "contra a segurança nacional" e por ter disseminado "propaganda antirregime". Durante sua detenção, fez duas greves de fome para protestar contra as condições de detenção na prisão de Evin e contra a proibição de ver seus filhos. Foi solta em setembro de 2013, pouco antes de o presidente moderado, então recém-eleito, Hassan Rohani, assistir à Assembleia Geral da ONU. Em troca, foi proibida de exercer sua profissão em casos políticos, assim como de deixar o país até até 2022.

PF e PRF fazem operação para liberar rodovia em MT e prender 15 índios por cobrança de pedágio e extorsão

access_time12/06/2018 12:00

Uma operação foi deflagrada pela Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal nesta terça-feira (12), para cumprir 15 mandados de prisão contra indígenas da etnia Nambikwara e liberar trecho da BR-364, em Comodoro, a 677 km de Cuiabá. Os indígenas estão bloqueando trecho da rodovia para cobrar pedágio dos motoristas há mais de 40 dias. Parte dos mandados já foi cumprida, segundo a PRF. Cerca de 120 policiais federais e rodoviários federais, incluindo a tropa de choque da PRF, foram mobilizados para a operação, batizada de Via Líbero. Além disso, a atuação contou com o apoio do helicóptero da PRF e de ambulâncias para atender eventuais feridos. Operação cumpre mandados contra índios em MT (Foto: Reprodução) Os mandados foram expedidos pela 1º Vara da Justiça Federal de Cáceres, a 220 km de Cuiabá. Além dos mandados de prisão, a Justriça determinou buscas e apreensões e a remoção de todo material utilizado exclusivamente para cobrança ilegal do pedágio. A PRF informou que a operação foi necessária em razão da ocorrência de diversos crimes decorrentes da cobrança de ilegal do pedágio, entre eles extorsão. Os presos estão sendo encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Cáceres, que investiga o caso. Em maio, a 2ª Vara Federal de Cáceres já tinha determinado a desobstrução da via. À época, os índios foram retirados pela PRF, mas acabaram voltando para a rodovia e cobrando pedágio ilegalmente. Os índios da etnia Nhambikwara cobram entre R$ 10 e R$ 50 de cada motorista, que pretende passar pelo trecho do km 1243 da rodovia. Os índios cobram, entre outras coisas, melhorias no atendimento de saúde e nas estradas das aldeias.

Aluna de 13 anos tem pé esmagado por ônibus escolar em Sorriso

access_time12/06/2018 10:01

Uma estudante de 13 anos teve o pé esmagado pelo pneu de ônibus escolar nessa segunda-feira (11) em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. A menina está internada no Hospital Regional de Sorriso após o acidente. A estudante, que ainda estava de uniforme, andava de bicicleta na rua São José Rio Claro, sentido a Rua São Francisco de Assis, na Zona Leste, quando o freio da bicicleta apresentou defeito e ela não conseguiu parar. Ela foi em direção ao ônibus quando o pneu do veículo passou por cima do pé da menina. A estudante foi socorrida e levada ao Hospital Regional. Ainda na segunda-feira ela passou por cirurgia. A estudante continua internada nesta terça-feira (12) na ala ortopédica e o estado de saúde dela é considerada estável. Uma estudante de 13 anos teve o pé esmagado pelo pneu de um ônibus nessa segunda-feira (11) em Sorriso (Foto: Rafael Souza/Portal Sorriso)

Menina de 11 anos e irmão de 17 são apreendidos vendendo droga em MT

access_time12/06/2018 07:28

Uma menina de 11 anos e o irmão dela, de 17 anos, foram apreendidos na noite dessa segunda-feira (11) suspeitos de venderem droga em Sorriso. Segundo a polícia, eles estavam com porções de maconha e pasta base de cocaína. A apreensão foi feita após denúncia anônima de moradores do Bairro Mário Raiter. Com eles foram encontradas cinco trouxinhas de maconha e pasta base de cocaína e ainda cerca de R$ 300 em dinheiro trocado. Para a polícia, o irmão mais velho disse que estava vendendo cada trouxinha por R$ 10. Os dois irmãos e droga foram conduzidos para a delegacia da Polícia Civil.

Ladrão tenta furtar carro de vereador em MT, desiste, é atingido por ônibus na fuga e é preso

access_time11/06/2018 18:31

Um homem foi preso ao tentar roubar o carro de um vereador, nesta segunda-feira (11), na Avenida Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá. Na fuga, ele foi atropelado por um ônibus, mas conseguiu fugir. Foi preso minutos depois, no Bairro Dom Aquino. O caso foi registrado pela Delegacia de Roubos e Furtos (Derf). De acordo com o boletim de ocorrência, o vereador de Nova Guarita, a 667 km da capital, Isidoro Celso dos Santos Júnior (PSDB), que está em Cuiabá para resolver questões particulares, trafegava pela avenida, quando o carro dele teve um problema. Ele chamou o mecânico para averiguar o que havia ocorrido. O profissional disse que o carro precisaria ser levado para a oficina por um guincho. Os dois chamaram o reboque e ficaram esperando em uma revenda de veículos que fica próximo ao local onde o carro do vereador quebrou. Depois de algum tempo, avistaram uma pessoa mexendo no Azera, que pertece ao parlamentar. Imaginando ser o responsável pelo guincho, ele e o mecânico se aproximaram do carro. Só então perceberam que era uma tentativa de furto. Ao vê-los, o suspeito tentou fugir em uma moto, mas foi atropelado por um ônibus. Sem ferimentos, o criminoso se levantou e correu para o Bairro Areão. Isidoro chamou a Polícia Militar, que acionou outras unidades e recapturou o suspeito, no Bairro Dom Aquino, cerca de 40 minutos depois da ocorrência. O criminoso, que não teve o nome divulgado, foi encaminhado para a Derf.

Adolescentes são detidas em ônibus com porções de cocaína na MT-120

access_time10/06/2018 19:05

Duas adolescentes foram detidas dentro de ônibus na MT-120 em Marcelândia, com porções de cocaína. O entorpecente seria levado para o município de Sinop. Segundo a Polícia Militar, as meninas – ambas de 16 anos, já haviam feito o trajeto outras vezes. A detenção aconteceu na sexta-feira (8). A droga foi encontrada em duas mochilas que eram carregadas pelas adolescentes. Durante a revista, uma delas tentou atrapalhar a ação da polícia. Além do entorpecente, foram apreendidos celulares, R$ 120 em espécie e moedas. O Conselho Tutelar foi acionado e acompanha o caso. A polícia continua investigando o caso para identificar os traficantes que estariam usando as adolescentes para realizar o comércio de drogas.

Avó de índia recém-nascida enterrada viva deu chás abortivos para interromper gravidez da filha, diz polícia

access_time09/06/2018 18:33

A avó da índia recém-nascida – que foi resgatada depois de ser enterrada viva pela família dela, na terça-feira (5), em Canarana, a 838 km de Cuiabá – deu chás abortivos para a filha dela para tentar interromper a gravidez, segundo a Polícia Civil. Tapoalu Kamayura, de 33 anos, foi presa nessa sexta-feira (8), suspeita de premeditar o crime, para evitar que a filha se tornasse mãe solteira. A bisavó da bebê, Kutsamin Kamayura, de 57 anos, também foi detida e teve a prisão preventiva decretada após audiência de custódia. De acordo com a Polícia Civil, a avó da bebê tinha conhecimento da gravidez da filha de 15 anos e, em razão da adolescente ser solteira, ministrou chás abortivos para ela durante todo o período gestacional. A índia recém-nascida sobreviveu depois de ficar seis horas enterrada e foi resgatada por policiais, que registraram o resgate em vídeo (veja logo abaixo). Índia recém-nascida é resgatada após ser enterrada viva por família em MT A bisavó da menina disse à polícia que achou que a bebê bateu a cabeça no chão durante o parto, que ocorreu no banheiro da casa onde a família mora, e não chorou ou reagiu. Ela afirmou que, ao pensar que a bebê estava morta, decidiu enterrá-la no quintal da casa. A mãe da adolescente foi ouvida na delegacia e liberada. Estado de saúde A bebê está internada desde quarta-feira (6) em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá. Ela passou por uma cirurgia para passagem de catéter para fazer diálise peritonial, uma vez que apresenta quadro de insuficiência renal. Recém-nascida foi levada para o Hospital de Água Boa logo após ser resgatada (Foto: Polícia Militar de MT) Resgate A Polícia Civil estima que a criança ficou enterrada por seis horas – entre as 14h e 20h de terça-feira em uma cova de 50 centímetros de profundidade. A menina foi levada às pressas por uma ambulância para o hospital da cidade. Ela recebeu oxigenação e começou a ser atendida na unidade de saúde. Os médicos descobriram que a recém-nascida teve um afundamento no crânio. O bebê passou por um exame de raio-X que apontou duas fraturas na cabeça.

Avião que transportava droga da Bolívia é interceptado pela FAB e faz pouso forçado em MT

access_time09/06/2018 18:28

Uma aeronave que transportava cocaína proveniente da Bolívia foi interceptada por pilotos da Força Aérea Brasileira (FAB) neste sábado (9), na região da Serra Tapirapuã, próximo a Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. O piloto fez um pouso forçado em uma área rural de Salto do Céu, a 383 km de Cuiabá. Ele e co-piloto tentaram fugir, mas foram capturados e presos em flagrante. Ao perceber o tráfego do monomotor de prefixo PT-IDV, através do sistema de segurança aérea, a FAB deu voz de comando para que o piloto aterrizasse em Tangará da Serra, mas ele desobedeceu a ordem. Políca estima que o avião transportava cerca de 250 kg de cocaína (Foto: PF/Divulgação) A polícia estima que a aeronave estivesse transportando cerca de 250 kg de cocaína, mas a confirmação será feita após pesagem do produto que será feita em Cuiabá. A interceptação faz parte da operação Ostium para combater crimes na região de fronteira e integra uma ação conjunta entre Força Aérea Brasileira (FAB), Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). Duas aeronaves de defesa aérea e um avião radar foram utilizados para interceptar os criminosos. Outro caso Em março, outra aeronave foi interceptada pela FAB no Distrito de Nova Fernandinópolis, no município de Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá. Na ocasião, o avião transportava 500 kg de cocaína da Bolívia.

Adolescente de 15 anos morre baleado ao 'brincar' de roleta-russa em fazenda em MT

access_time08/06/2018 11:49

Um adolescente morreu no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC) depois que foi baleado na cabeça ao brincar de ‘roleta-russa’, em uma fazenda em Santo Antônio do Leverger, a 35 km da capital mato-grossense. Segundo a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o menino, de 15 anos, foi baleado no dia 3 de junho e morreu na noite de quarta-feira (6). Um boletim de ocorrência foi registrado na quinta-feira (7). Familiares disseram aos policiais que o garoto estava em uma fazenda, com outras pessoas, e que havia um rapaz com uma arma no local, na companhia da vítima. O adolescente brincava de roleta-russa com a arma desse colega e acabou baleado na cabeça. A prática consiste em deixar uma bala no tambor do revólver, fazê-lo girar e apontar o cano da arma para si ou para outra pessoa. Os policiais foram informados pelos médicos do PSMC que o menino morreu após lesões causadas pelo disparo na cabeça. Ele estava em tratamento intensivo, mas não foi possível fazer nenhuma cirurgia, já que a área atingida era sensível, além da gravidade dos ferimentos. O rapaz que estava com a arma foi identificado, mas não foi localizado até o momento.

Mulher é presa na rodoviária após esfaquear homem em bar

access_time08/06/2018 10:34

Uma mulher de 44 anos, identificada pelas iniciais S.L.S., foi presa na noite de quinta-feira (07) após esfaquear um homem em um bar no município de Colíder (a 105 km de Peixoto de Azevedo). Relatos de testemunhas dão conta de que a vítima, de 27 anos, estava em um bar denominado “Bar da Cida”, localizado na Rua Ipiranga, quando a suspeita chegou em uma motocicleta com um homem. A mulher chamou a vítima pelo nome e quando K.V.S. se virou para ver quem era, foi atingido pela facada na região do pescoço. O crime ocorreu por volta das 20h55. Pessoas que estavam no local acionaram a Polícia Militar. Uma equipe do Corpo de Bombeiros também foi chamada para prestar socorro a vítima. No entanto, segundo o site Colíder News, a vítima foi encontrada a caminho do Hospital Regional a pé. ele se negou a ser socorrido pelos bombeiros, que acabaram o acompanhando até a unidade. Ainda conforme o site, já no hospital, o homem estava muito alterado e a equipe médica teria solicitado a ajuda dos militares para contê-lo e possibilitar que ele seja medicado. Momentos mais tarde, uma denúncia anônima levou a PM a localizar a suspeita do crime, que portava o canivete possivelmente usado na ação A vítima reconheceu a autora da tentativa de homicídio por meio de uma foto apresentada a ele pelos militares. A suspeita foi encaminhada à Delegacia da Polícia Civil da cidade, que investiga o caso.

Dupla assalta posto de combustível em Matupá

access_time07/06/2018 14:47

Dois suspeitos usando jaquetas pretas chegaram em motocicleta Honda Brós e anunciaram o assalto no Auto Posto Cidade, localizado na Rua Luis Mena, Centro de Matupá. Segundo funcionários, os larápios vieram antes para observar e por volta de 18h de quarta-feira (06-06) retornaram, renderam o funcionário, foram até o caixa e roubaram o dinheiro. A ocorrência foi registrada, mas até o momento ninguém foi preso.

Promotor de Justiça que ameaçou PMs após ser flagrado dirigindo bêbado é denunciado por 10 crimes

access_time07/06/2018 11:11

O promotor de Justiça substituto Fábio Camilo da Silva foi denunciado à Justiça nessa quarta-feira (6) pelo Ministério Público Estadual (MPE) por 10 crimes. Ele foi afastado do cargo em julho de 2017, depois de ter sido flagrado dirigindo bêbado e ameaçar os policiais militares que o abordaram, e exonerado em abril deste ano, após julgamento de procedimento administrativo. O G1 não localizou a defesa do promotor. Imagens que mostram o promotor ameaçando os policiais, em Terra Nova do Norte, a 648 km de Cuiabá, e depredando uma emissora de TV, em Guarantã do Norte, a 771 km da capital, geraram polêmica à época. No carro dele, os policiais encontram latas de cerveja e uma garrafa de uísque. O promotor foi denunciado pelo MPE por falsidade ideológica, tentativa de estupro, injúria racial, ameaça, dano ao patrimônio, abuso de autoridade, apropriação indébita, condução de veículo automotor com capacidade psicomotora alterada, ato obsceno e contravenção penal de vias de fato. De acordo com o Ministério Público, o promotor inseriu informação falsa em correspondência eletrônica com o propósito de justificar a ausência de manifestação em um auto de prisão em flagrante. Ele também é acusado de dirigir embriagado e atropelar um morador da cidade que é deficiente físico e de se apropriar de uma mochila contendo vários pertences de um rapaz que o acompanhava quando estavam ingerindo bebida alcoólica. Além do abuso de autoridade contra um policial Militar, o promotor foi denunciado por depredação da sede de uma emissora de televisão e ameaças contra o funcionário de um hotel. A ameaça aos hóspedes de um hotel e a destruição da porta de uma emissora de TV, em Guarantã do Norte, aconteceram no dia seguinte à ameaça aos policiais. À época, Fábio foi encaminhado para o Hospital Regional de Sinop, a 503 km de Cuiabá, onde foi sedado e ficou internado na ala psiquiátrica. O MP também pede, na ação, a reparação dos danos causados, a perda do cargo público eventualmente ocupado e a instauração de incidente mental, tendo em vista os laudos periciais apresentados no decorrer da investigação.

Ladrões batem de frente com carro da PM ao tentarem fugir após roubo e são presos em MT

access_time06/06/2018 11:49

Dois assaltantes foram presos na noite dessa terça-feira (5), em Sinop, a 503 km de Cuiabá, depois de assaltarem uma distribuidora de bebidas. Depois do crime, eles tentaram fugir em uma motocicleta e foram presos. Quando estavam sendo perseguidos, eles entraram na contramão e bateram de frente com uma viatura da Polícia Militar, que passava pelo local, no cruzamento da Rua das Samambaias com a Avenida dos Flamboyants. O carro não era o que os que estava perseguindo os criminosos. Nisso, os policiais que vinham logo atrás prenderam os assaltantes. Uma câmera do sistema de segurança de uma empresa que fica perto do local gravou a cena. Durante a revista aos suspeitos, os policiais encontraram dois revólveres, um com calibre 32 e outro 38 milímetros, além de 12 munições e R$ 386 que havia sido levado do estabelecimento. Os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Sinop. Duas armas de fogo foram apreendidas com os suspeitos (Foto: PM-MT/ Divulgação)

Mulher luta com bandidos durante assalto a pizzaria em Cuiabá

access_time05/06/2018 21:53

Vários vídeos que circulam nas redes sociais registram o momento em que uma mulher reage a assalto em pizzaria de Cuiabá, na noite de segunda-feira (04). Nas imagens, é possível ver que os criminosos agridem a mulher com socos e coronhadas, mas, mesmo assim, ela resiste até a dupla fugir sem levar o veículo. O caso ocorreu em um estabelecimento nas imediações da Arena Pantanal, no bairro Verdão. No vídeo, é possível ver o momento em que a mulher entra no estabelecimento e, em seguida, entram dois homens. Eles imediatamente anunciam o assalto e tentam tomar os pertences da mulher – ainda não identificada. A vítima se nega a entregar os percentes e chega a lutar com os assaltantes. Uma atendente da loja vê a situação corre para uma sala da pizzaria. Um dos vídeos, com duração de 51 segundos, registra toda a ação da dupla, que agride a mulher com socos e coronhadas. Minutos depois das agressões, os homens conseguem pegar a chave do veículo e os pertences da mulher e saem. No entanto, a vítima segue os criminosos e continua tentando impedir que eles levem seus pertences. Em outro vídeo, que mostra a frente do estabelecimento, a mulher novamente luta com um dos assaltantes. O motorista de um veículo que passava pela frente da pizzaria percebeu a ação e estacionou o carro na frente do veículo da vítima. Com isso, um dos assaltantes foge, o segundo ainda tenta sair com o veículo, mas também desiste. A reportagem entrou em contato com a pizzaria, as nossas ligações não foram atendidas. A assessoria da Polícia Militar não informou se as vítimas acionaram a polícia. Veja Vídeos:     

Após término, homem pega carro da ex escondido e capota o veículo em MT

access_time05/06/2018 21:50

Um homem, de 37 anos, capotou o carro, nesta terça-feira (5), na rodovia MT-358, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, após término de relacionamento. Ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com suspeita de fratura na coluna. De acordo o depoimento de um familiar à Polícia Militar, André Antonello teve uma briga com a mulher e, por não aceitar o fim do relacionamento, teria pegado o carro escondido. Pelas marcas de pneu que ficaram no asfalto, a polícia suspeita que André estivesse dirigindo em alta velocidade. Porém, não foi feito teste de bafômetro. Ele estava consciente quando o Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU) chegou ao local do acidente. A vítima foi imobilizada por suspeita de fratura na coluna e levada para a UPA.

PF diz que amigo de Temer enviou dinheiro ao exterior ilegalmente

access_time05/06/2018 12:09

Documentos apreendidos pela Polícia Federal dentro da investigação sobre o decreto dos portos aprofunda mais uma linha de investigação sobre suspeitas envolvendo o presidente Michel Temer: a de que o amigo dele e dono da Argeplan, coronel João Baptista Lima Filho, recebeu R$ 1 milhão ao subcontratar a Engevix para realização de obras da Eletronuclear, estatal que, segundo investigações da Lava Jato, teria desviado recursos para políticos do MDB. Os investigadores também apuram parceria da Argeplan, em 2014, com a Engevix em contrato da Secretaria de Aviação Civil, então gerida por Moreira Franco, um dos principais aliados de Temer. Outra linha de investigação, iniciada a partir da Operação Patmos, deflagrada no ano passado após as delações da J&F, se volta para outras duas empresas de coronel Lima: a PDA Administração e a PDA Projeto e Direção Arquitetônica, que teriam disponibilidade financeira de R$ 23.667.507,95. Para a PF, segundo documentos entregues ao Supremo Tribunal Federal (STF), apreensões realizadas mostram “envio, à margem do sistema financeiro oficial, de recursos ao exterior por João Baptista Lima Filho”. No documento em que aponta a necessidade da realização da Operação Skala, deflagrada no último dia 29 de março, a procurador-geral da República, Raquel Dodge, apresentou essas três linhas de investigação. Dodge diz que, em depoimento, o executivo da Engevix José Antunes Sobrinho afirmou que “a Argeplan só conseguiu contrato [na Eletronuclear] por ser ligada a Temer, e precisou subcontratar a Engevix porque não tinha capacidade para o serviço”. Sobrinho, que já negociou delação premiada no começo da Lava Jato, faz atualmente novas tratativas. Raquel Dodge também cita um relatório feito este ano pela Polícia Federal, que apontou crescimento da Argeplan em 20 anos, inclusive no setor nuclear, depois que a AF Consult, da qual Lima era acionista, fechou contrato de R$ 160 milhões com a Eletronuclear nas obras de Angra e subcontratou a Engevix. As buscas realizadas no fim de março serviram para coletar documentos para embasar essas linhas de investigação, sobre suspeita de corrupção envolvendo a Engevix e sobre remessas ilegais ao exterior. Na sede da PDA Projeto, que pertence ao coronel Lima, agentes localizaram diversos documentos sobre Engevix e Eletronuclear. A PF relatou que no imóvel da PDA em São Paulo havia no subsolo um cômodo com uma sala trancada com duas portas. Antonio Carlos, funcionário da Argeplan, disse que empregado Onofre teria a chave, mas este disse que era a única chave que não tinha. A PF acionou chaveiro e na sala tinha quatro cofres. Nos cofres, documentos sobre Eletrobras, Eletronuclear, Engevix e AF Consult, ligadas ao contrato de Angra 3. No gabinete de Coronel Lima, foi localizado um email, enviado por pessoa de nome André Costa, para o advogado Roberto Gerosa com assunto "TCU adiantamento", que "contém indicativos de risco de suspensão do contrato das empresas averiguadas e AF Consult noticiando que o ministro vincularia sua decisão a um tratamento idêntico caso o pedido fosse feito pela Engevix ou Eletronuclear". Agora, a Polícia Federal analisa toda a documentação apreendida sobre a Eletronuclear e cruza as informações com dados da Operação Patmos, além de averiguar as quebra de sigilo autorizadas contra os investigados. O relator da investigação no STF, ministro Luís Roberto Barroso, deu prazo até início de julho para a PF concluir a análise do material apreendido.

Mãe denuncia enteado de 19 anos por suposto estupro da filha de 13 anos

access_time05/06/2018 09:16

Uma adolescente de 13 anos teria mantido relação sexual com o enteado da mãe, um jovem de 19 anos. De acordo com a mãe da menina, ela acordou com alguns barulhos no quarto da filha e quando tentou entrar a porta estava trancada. Depois de bater várias vezes, a porta foi aberta por outro filho, que estava dormindo no mesmo quarto. A mulher contou aos policiais que encontrou o enteado dentro do quarto escondido atrás da porta do guarda-roupas e o mesmo teria admitido que teve relação sexual com a menina. Em seguida, ele foragiu antes da chegada da Polícia Militar. A menina confirmou aos policiais que realmente aconteceu o fato, mas quando indagada se foi forçada, ela permaneceu em silêncio. Até o fechamento desta matéria, o jovem ainda não havia sido localizado.

Ibama aplica multa de R$ 24 milhões por desmate ilegal de árvores ameaçadas de extinção em MT

access_time05/06/2018 07:53

Ações de combate ao desmatamento ilegal resultaram na aplicação de R$ 24 milhões em multas em fazendas e propriedades em três cidades de Mato Grosso. A operação foi feita pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e divulgada nessa segunda-feira (4). De acordo com o Ibama, as ações ocorreram nos municípios de Cláudia, Marcelândia e União do Sul, e resultaram no embargo de 3.625 hectares e na aplicação de 27 autos de infração, que totalizam R$ 24 milhões em multa. Os infratores foram autuados por desmatar 2 mil hectares de áreas de reserva legal e florestas em estágio avançado de regeneração, além de impedir a regeneração de vegetação nativa, descumprir embargos e realizar o corte de árvores especialmente protegidas e ameaçadas de extinção, como a castanheira, entre outros motivos. Em duas fazendas inspecionadas em Cláudia foi constatado o desmate de 2 mil hectares. Em uma das propriedades foram apreendidos 670 metros cúbicos de castanheira. A árvore está na lista de espécies ameaçadas do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e seu corte é proibido por lei. A Lei n° 12.651/2012 (Código Florestal) define como Reserva Legal a área localizada no interior de uma propriedade ou posse rural que tem a função de assegurar o uso econômico sustentável dos recursos naturais, auxiliar a conservação e a reabilitação dos processos ecológicos e promover a conservação da biodiversidade. Os imóveis localizados na Amazônia Legal devem manter pelo menos 80% da cobertura florestal nativa. Máquinas e acampamentos desativados em Terras Indígenas em Mato Grosso (Foto: Ibama) Terras Indígenas A operação de combate ao desmatamento também atuou em Terras Indígenas (TIs) e Unidades de Conservação (UCs) vizinhas, que resultou na destruição de dois tratores, um caminhão e quatro acampamentos de suporte na Terra Indígena Arara do Rio Branco, em Aripuanã. Os agentes do Ibama também vistoriaram as TIs Menkü, Manoki, Apiaká Kayaby, Kawahiva do Rio Pardo e Piripikura, além da Estação Ecológica e da Reserva Extrativista Guariba Roosevelt. Áreas particulares em que foram identificados focos de desmatamento são alvo de análise para quantificação dos danos ambientais. Os responsáveis serão intimados a responder civil e criminalmente pelos impactos causados.

Vídeo mostra ação de bandidos durante assalto à Vivara; veja

access_time04/06/2018 23:22

Imagens do assalto ocorrido no início da tarde desta segunda-feira (04), na joalheria Vivara do Goiabeiras Shopping, em Cuiabá, mostram detalhes da ação dos bandidos. Nas imagens é possível ver que um dos assaltantes fica em frente à loja, na frente de um pilar, monitorando a ação. Enquanto isso, outros dois criminosos, após renderam os funcionários, recolhem as joias no local. Aparentemente nervoso, o assaltante se movimenta a todo momento de um lado para outro, e chega, por um momento, a sair do foco da câmera de segurança do shopping. Em seguida, ele volta apontando a arma para um dos lados, entra na loja e sai levando uma das funcionárias como refém. Neste momento, um dos seus comparsas segura uma sacola plástica nas mãos onde provavelmente estão as joias. Logo após sair com a funcionária como refém, o criminoso retorna para a loja. Neste momento, acaba a gravação.   O crime Cinco bandidos armados invadiram a loja de joias Vivara. Policiais Militares do 10º Batalhão prenderam dois deles, um de 21 e outro de 19 anos. Outro, de 19 anos, morreu  morreu após trocar tiros com a polícia. Dois tiros foram disparados dentro do estabelecimento. Ainda não se tem informação se os suspeitos presos faziam parte de alguma organização criminosa ou se já possuíam passagens criminais. Veja o vídeo:

Universitário é preso ao tentar levar anabolizantes e celulares do Paraguai para o Pará

access_time04/06/2018 23:18

Um homem, de 33 anos, foi preso pelo Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta segunda-feira (4), na BR-163, no município de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, transportando anabolizantes e equipamentos eletrônicos, que viriam do Paraguai, sem nota fiscal. De acordo com a PRF, os policiais abordaram um ônibus que fazia o trajeto de Porto Alegre (RS) a Santarém (PA). Ao fiscalizar as bagagens, os produtos foram encontrados. O homem, que seria responsável pela carga e não teve a identidade divulgada, informou aos policiais que estava fazendo o transporte por encomenda e ganharia cerca de R$ 20 mil para levar a mercadoria de Foz do Iguaçu (PR) a Itaituba (PA). O preso estava carregando centenas de comprimidos, ampolas, frascos e caixa de medicamentos, entre abortivos e anabolizantes. Produtos estavam sendo levados para o Pará, segundo PRF (Foto: PRF/Divulgação) Na mala dele a polícia também encontrou dez celulares, um tablet e três receptores de TV sem notas fiscais. Segundo à polícia, em depoimento, o homem disse que estuda medicina no Paraguai. Ele alegou ainda que usaria o dinheiro ganho com o transporte dos produtos para pagar a faculdade e bancar as férias. O homem e a mercadoria foram encaminhados para a delegacia federal de Sinop, a 503 km de Cuiabá. Ele pode responder por descaminho e falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.

Polícia investiga homem que apresentou diploma falso ao tentar fazer registro de médico em MT

access_time04/06/2018 23:12

Um homem de 32 ano, foi conduzido à delegacia da Polícia Federal nesta segunda-feira (4), após apresentar diploma falso, ao tentar fazer registro no Conselho Regional de Medicina (CRM-MT), em Cuiabá. A PF abriu inquérito e o suspeito pode responder por uso de documento falso. Bruno César Olímpio de Oliveira entrou com pedido em março deste ano. Ao verificar a veracidade da documentação e contatar a faculdade que teria emitido o diploma, o conselho detectou que o documento apresentado era falso. A reportagem não consegiu localizar a defesa de Bruno. A universidade especificada no diploma informou que o documento não corresponde aos modelos oficiais expedidos pela instituição, sendo caracterizado como não autentico e inidôneo. A instituição afirmou ainda que o susposto médico nunca havia sido matriculado, tão pouco concluído o curso de medicina. Diante do fato, o CRM-MT chamou a polícia. Quando Bruno voltou à órgão para buscar a carteira profisisonal, foi surpreendido pelos policiais e conduzido à delegacia para prestar depoimento. Durante o interrogatório, o falso médico não soube responder perguntas básicas como conteúdo das disciplinas, nomes dos professores e data da formatura. "Ser honesto", diz texto de Bruno em redes sociais (Foto: Facebook/Reprodução) A PF abriu inquérito para investigar a origem da documentação. Nas fotos postadas no Facebook, Bruno se veste como médico, de jaleco branco, com um estetoscópio pendurado no pescoço. A presidente do CRM-MT, Maria de Fátima de Carvalho Ferreira, disse que esse não é o primeiro caso de tentativa de registro com apresentação de certificado falso. “Este é décimo terceiro caso que o CRM registra, em três anos”, disse. Ela explicou ainda que todos os pedidos são averiguados detalhadamente e assim que o diploma é apresentado, uma consulta é feita à universidade emissora do documento para verificar a veracidade.

Corpo de suposto morador de Peixoto está no IML de Cuiabá

access_time04/06/2018 15:02

Sebastião Ferreira de Sousa faleceu na manhã de sábado (02) e seu corpo está no IML de Cuiabá. O senhor era caminhoneiro, e trabalhava com frete na feira municipal da capital. Segundo testemunhas ele dizia que tinha filhos, esposa e era da cidade de Peixoto de Azevedo.

Avô que matou neta atropelada ao dar ré em caminhonete vai responder em liberdade

access_time04/06/2018 10:45

O avô que é suspeito de matar a própria neta de 1 ano atropelada, ao dar ré na caminhonete que ele dirigia, em Guarantã do Norte, vai responder pelo crime em liberdade. A menina de 1 ano morreu no sábado (2) ao ser atropelada pela caminhonete dirigida pelo avô dela. O avô, de 33 anos, não teria visto a menina atrás do automóvel e a atingiu quando se preparava para ir trabalhar. De acordo com a Polícia Civil, o avô, que trabalha como pedreiro, foi autuado no mesmo dia pelo crime de homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo e colocado em liberdade. Ele vai responder pela investigação, inicialmente, em liberdade. O acidente O acidente ocorreu em uma casa no Bairro Santa Marta. Os policiais militares foram, inicialmente, até o Hospital Municipal de Guarantã do Norte, onde foram comunicados pela médica plantonista que a criança já chegou morta na unidade de saúde. A médica afirmou que tentou reanimar a menina, mas os ferimentos eram muito graves. A PM foi até a casa da vítima e encontrou o avô no local. Ele contou que estava saindo de casa para trabalhar e deu ré na caminhonete, que estava estacionada na parte exterior da residência. O tio da criança socorreu a vítima até o hospital, onde os médicos contataram a morte da menina. O avô foi detido e levado para a delegacia da Polícia Civil, onde foi liberado depois de ser autuado.

Brasil teve mais de 11,5 mil pessoas assassinadas no 1º trimestre do ano

access_time04/06/2018 10:33

Ao menos 11.578 pessoas foram assassinadas nos três primeiros meses deste ano no Brasil. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, uma ferramenta que permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. O número de vítimas é ainda maior que esse – isso porque a estatística não comporta os dados de cinco estados, que não divulgam todos os números. Dois deles não informam os números de nenhum dos três meses. O número consolidado até agora contabiliza todos os homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais. Foram 3.716 casos apenas em março. O mapa faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Desde o início do ano, jornalistas do G1 espalhados pelo país solicitam os dados via Lei de Acesso à Informação, seguindo o padrão metodológico utilizado pelo Fórum no Anuário Brasileiro de Segurança Pública. O objetivo é, além de antecipar os dados e possibilitar um diagnóstico em tempo real da violência, cobrar transparência por parte dos governos. Cinco estados, por exemplo, ainda não possuem todos os dados referentes a março – no caso do Mato Grosso do Sul, só parte da estatística é informada. Mais que isso, dois deles (Bahia e Paraná) também não informam os números de janeiro e fevereiro, mesmo vários meses depois. Veja a justificativa de cada um deles: Bahia: a secretaria não detalha a quantidade de crimes mês a mês nem a tipologia mensal das ocorrências (quantos são homicídios dolosos, latrocínios ou lesões seguidas de morte). O órgão diz que o setor que trabalha com o fechamento dos dados não determina um prazo para a conclusão e que, quando as informações forem liberadas, serão divulgadas. A pasta afirma apenas que ocorreram, ao todo, 1.993 mortes violentas no estado no período. Já a Ouvidoria diz que "os dados solicitados ainda estão sendo auditados para não correr riscos de erro". Maranhão: a secretaria não informa os dados de março. “O período obedece ao prazo de três meses legalmente estabelecido pelo Ministério da Justiça, o qual considera as condições de registro de ocorrências disponíveis nas unidades federativas do país, como as dimensões territoriais e oferta de serviço de internet disponíveis nos estados.” Mato Grosso do Sul: a secretaria diz que só pode fornecer os dados que estão no site oficial – ou seja, apenas os números de homicídio doloso. Por isso, não foram informados os dados de latrocínio e lesão corporal seguida de morte de fevereiro e de março Paraná: a secretaria diz que ainda não possui a informação sobre todos os meses. “As estatísticas referentes a homicídios, antes da divulgação, passam por quatro ciclos de controle de qualidade. Durante a realização da validação foram encontradas distorções que estão sendo homologadas para, então, ocorrer a divulgação." Segundo o governo, o relatório estatístico referente ao primeiro trimestre deste ano deve ser publicado no site nas próximas semanas Tocantins: a secretaria diz que as delegacias levam um tempo para informar os números e, por isso, os dados de fevereiro e março ainda não foram consolidados Página especial Na página especial, é possível navegar por cada um dos estados e encontrar dois vídeos: um com uma análise de um especialista indicado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e outro com um diagnóstico de um representante do governo. Ambos respondem a duas perguntas: Quem são os grupos/pessoas que mais matam no estado, por que eles matam e como isso mudou ao longo da última década? O que fazer para mudar esse cenário? Apenas 3 dos 27 governos estaduais não enviaram respostas às questões em vídeo: Bahia, Ceará e Rio de Janeiro. Juntos, eles respondem por mais de 1/4 das mortes violentas no ano passado.

Menina de 1 ano morre atropelada pelo avô que dava ré em caminhonete para sair de casa em Guarantã

access_time04/06/2018 08:11

Uma criança de 1 ano morreu nesse sábado (2) ao ser atropelada pela caminhonete dirigida pelo avô dela, em Guarantã do Norte, a 38 km de Peixoto de Azevedo. Segundo a Polícia Civil, o avô, de 33 anos, atropelou a neta ao dar a ré no veículo enquanto saía de casa. Ele não teria visto a menina atrás do automóvel. O acidente ocorreu em uma casa no Bairro Santa Marta. Os policiais militares foram, inicialmente, até o Hospital Municipal de Guarantã do Norte, onde foram comunicados pela médica plantonista que a criança já chegou morta na unidade de saúde. A médica afirmou que tentou reanimar a menina, mas os ferimentos eram muito graves. A PM foi até a casa da vítima e encontrou o avô no local. Ele contou que estava saindo de casa para trabalhar e deu ré na caminhonete, que estava estacionada na parte exterior da residência. A mulher dele ainda perguntou se ele sabia onde estava a neta deles. O avô acreditava que a menina estava dentro de casa. Foi nesse momento que o avô relatou que percebeu que havia atropelado a menina. O tio da criança socorreu a vítima até o hospital, onde os médicos contataram a morte da menina. O avô foi detido e levado para a delegacia da Polícia Civil. Um boletim de ocorrência por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo foi registrado na unidade.

Homem morre ao ser espancado com pedras e tijolos em Sorriso (MT)

access_time01/06/2018 10:45

Um homem morreu ao ser espancado com pedras, pedaços de madeira e tijolos nessa quinta-feira (31), em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. A vítima foi identificada como Tayrone Taffarel Santos Barbosa, de 30 anos. Ele é filho de um policial militar aposentado. O crime ocorreu no Bairro Mário Raiter, em Sorriso. Não se sabe ao certo quantas pessoas teriam cometido o crime, nem o a motivação do assassinato. Quando os policiais militares e o Corpo de Bombeiros chegaram ao local, Tayrone estava caído no chão todo ensanguentado. Perto dele foram encontradas várias pedras, tijolos e pedaços de madeira. Os socorristas levaram a vítima até o Hospital Regional de Sorriso, mas ele chegou na unidade sem vida. Grande parte dos ferimentos foi na cabeça da vítima, o que provocou traumatismo craniano grave. Até o momento ninguém foi preso ou identificado. A polícia investiga a autoria e as causas dessa morte por espancamentos.

Último ponto de manifestação na BR-163 foi desfeito em Matupá

access_time31/05/2018 07:53

o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso, Aristóteles Cadidé da Silva, declarou nesta quinta-feira (31) que não há mais nenhum local com manifestação ou aglomeração de caminhoneiros nas rodovias federais do estado. O protesto de caminhoneiros no estado durou 10 dias no estado e ainda na quarta-feira (30) eram registrados protestos em trechos da BR-163 e BR-364. “Nós constatamos nessa manhã a liberação total das rodovias em Mato Grosso, fato que ocorreu desde as duas da madrugada”, declarou Cadidé. Policiais rodoviários fizeram liberação dos locais de manifestação de caminhoneiros em Mato Grosso (Foto: TV Centro América) O protesto, em todo o país, teve início no dia 21 de maio contra o reajuste no preço do combustível anunciado pela Petrobrás. “Nossas equipes, com apoio das forças do Exército e Polícia Militar, garantimos essa circulação [dos caminhoneiros]. Nas primeiras horas, o último ponto foi desobstruído em Matupá [a 696 km de Cuiabá]. Não há nenhum ponto em rodovia federal com manifestação ou restrição ou bloqueio”, afirmou o superintendente. A PRF suspendeu qualquer tipo de restrição de tráfico de caminhões no feriado desta quinta-feira. A medida, conforme o superintendente, é feita para garantir o carregamento e abastecimento das cidades que foram afetadas pelas manifestações. Combustível Aos poucos, o abastecimento nos postos de combustível de Mato Grosso começa a ser normalizado, nesta quarta-feira (30), após nove dias de bloqueios nas rodovias estaduais e federais por caminhoneiros. Em Cuiabá, tem postos que ainda estão fechados por falta de combustível. O etanol, principalmente, ainda está em falta em muitos postos. Saúde A campanha de vacinação contra gripe, que terminaria na sexta-feira (1º), foi prorrogada por recomendação do Ministério da Saúde em Mato Grosso e em todo o país. Na nota divulgada à imprensa, o Ministério da Saúde explicou que a prorrogação foi adotada em decorrência dos possíveis impactos da paralisação dos caminhoneiros no transporte público e nos atendimentos em serviços de saúde. Transporte coletivo Em Cuiabá e Várzea Grande, na região metropolitana da capital, afrota de ônibus do transporte coletivo operava em 80% nesta quarta-feira (30). O número de veículos estava reduzido desde quinta-feira (24) por conta da greve dos caminhoneiros no estado.

Silval e Nadaf prestam depoimento à CGE sobre suposta fraude

access_time30/05/2018 09:05

O ex-governador Silval Barbosa e o ex-chefe da Casa Civil, Pedro Nadaf, prestaram depoimento na tarde desta terça-feira (29) à Controladoria Geral do Estado (CGE) em um procedimento administrativo que apura a conduta de três servidores em uma aquisição milionária e supostamente fraudulenta de softwares para escolas estaduais em 2014. A suspeita, reforçada pelo resultado de uma auditoria, é que a empresa contratada, a Avançar Tecnologia em Software Ltda, com sede em Goiás, tenha recebido R$ 5 milhões em troca de pacotes de aulas interativas com conteúdo defasado, inadequado à faixa etária dos alunos ou até mesmo em branco. De acordo com o relatório da CGE, a empresa vendeu licenças de softwares que, embora desenvolvidos por meio de uma plataforma livre, eram maquiados para remeterem ao sistema operacional Windows 7 Professional, da Microsoft. "Tal situação colocou o Estado de Mato Grosso em situação de risco com relação à violação de direitos autorais, configurando prática de pirataria de software", apontou a CGE. O Processo Administrativo Disciplinar (PAD), em andamento desde 2015 na controladoria, foi aberto contra o ex-secretário adjunto de Administração Sistêmica da Seduc, Francisvaldo Pereira de Assunção, o então fiscal do contrato, Edevamilton de Lima Oliveira, e o diretor de Gestão de Tecnologia de Informação do antigo Cepromat (hoje MTI), Djalma Souza Soares. Silval, Nadaf e também o ex-presidente do Cepromat, Wilson Teixeira, o Dentinho, foram convocados e prestaram depoimento como testemunhas. Não foi divulgado o teor das declarações. Contratos O primeiro dos contratos que motivou o PAD — nº013/2014/Cepromat — foi firmado em fevereiro de 2014 para a aquisição de 250 mil licenças de uso de software educacionais, destinados a aulas interativas no ensino fundamental e no ensino de jovens e adultos em 30 escolas de Cuiabá, Várzea Grande e outros 11 municípios. Encerrada em fevereiro de 2015, a negociação foi inteiramente liquidada e paga no valor de R$ 5,0 milhões, embora os serviços tenham sido apenas "parcialmente executados", segundo a auditoria da CGE. Uma das irregularidades foi a entrega de aulas interativas em quantitativo inferior ao estabelecido no contrato. "Dos 815 títulos de aulas interativas fornecidos, 101 não possuíam nenhum conteúdo (em branco) e 38 tinham a inserção de uma figura com status 'carregando'. Assim, a empresa entregou efetivamente 676 títulos, ao passo que o contrato previa o fornecimento de 900", diz a CGE. Uma inspeção nas escolas que supostamente receberam os softwares revelou que, em 60% delas, nada havia sido instalado e, no restante, as instalações eram irregulares. "Para a instalação do software educacional foi utilizado um software emulador que 'virtualizou' o sistema operacional Windows 7 Professional dentro Linux Educacional, sendo que o Windows 7  Professional é um software Copyright, ou seja, é utilizado apenas com a permissão do autor, que nesse caso é utilizado um código denominado licença na qual é adquirido através de uma compra ou cessão", aponta a controladoria. O segundo contrato — nº 040/2014/Cepromat — foi firmado em dezembro de 2014, prevendo gastos de R$ 4,99 milhões para aquisição de 188.400 licenças de uso de softwares educacionais a serem instalados em 157 salas de aulas de 30 escolas de Mato Grosso (educação básica). A auditoria revelou que, nas inspeções em nove das 30 escolas previstas, nenhum software havia sido instalado.  "Todos os entrevistados, entre diretores de escolas e servidores, foram unânimes em dizer que não receberam a capacitação nos softwares e seus conteúdos educacionais nas quais seriam ministrados nas suas próprias escolas, de acordo com as cláusulas contratuais. Mesmo nas escolas com softwares instalados, os responsáveis das escolas não receberam o treinamento", aponta a CGE. Neste caso, a CGE conseguiu suspender os pagamentos à empresa, quando já havia cerca de R$ 3 milhões a pagar. Em 2016, a controladoria abriu um Processo Administrativo de Responsabilização para apurar a conduta da empresa contratada.

Mulher e sobrinho de 15 anos são assassinados a tiros após saírem de audiência em fórum em MT

access_time30/05/2018 08:21

Uma mulher e um adolescente foram assassinados a tiros nessa terça-feira (29) no Centro de Poconé, a 104 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, Luzia Marisangela da Silva, de 28 anos, e o sobrinho dela, de 15 anos, estavam em uma motocicleta e foram baleados por um homem em um carro. Câmeras de segurança flagraram veículo usado por suspeitos que mataram 2 pessoas em Poconé A Polícia Civil informou que o crime ocorreu logo depois que tia e sobrinho deixaram o fórum de Poconé. Eles tinham participado de uma audiência no local. No entanto, os policiais não souberam explicar o assunto dessa audiência. Luzia morreu no local e o sobrinho foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG). Armas e munições foram apreendidas com suspeitos de duplo homicídio em Poconé (Foto: Polícia Militar de MT) Logo após o duplo homicídio, policiais militares, civis e do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) começaram as buscas pelos suspeitos. Quatro pessoas foram presas: Ronecleyton máximo Pereira, de 26 anos, Fabien Douglas da Silva, de 21, Eduardo Javan Santos Costa, de 22 anos, Wanderley Marcelo de Almeida, de 43. Eles ainda devem prestar depoimento na delegacia da Polícia Civil de Poconé.

Jovem é preso com imagens de pornografia infantil no celular em Sorriso (MT)

access_time30/05/2018 08:19

Um jovem suspeito de baixar e armazenar imagens de pornografia infantil foi preso pela Polícia Civil nessa terça-feira (29) na cidade de Sorriso, a 420 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, houve um cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar contra ele. A ação está inserida na operação nacional de combate a pedofilia, denominada Luz na Infância 2, deflagrada no dia 17 de maio, em 24 estados da federação e no Distrito Federal. No endereço do suspeito, no bairro Jardim Itália, em Sorriso, os policiais civis encontraram um telefone celular com imagem de uma criança de 4 anos, usada como plano de fundo na tela, além de outras imagens pornográficas. No notebook usado pelo suspeito também foram localizados vídeos com imagens de crianças fazendo sexo. O suspeito, que tem 24 anos e trabalha como guincheiro de pedágio, foi autuado em flagrante pelo crime previsto no artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente). Os aparelhos foram apreendidos e o jovem conduzido à delegacia de Sorriso, sendo interrogado pelo delegado de polícia Nilson André Farias de Oliveira, e posteriormente autuado em flagrante delito. Perguntado sobre a armazenação dos materiais pornográficos, o suspeito assumiu as acusações, revelando que havia baixado os vídeos há cerca de um ano. Ele contou que escolheu os vídeos armazenados, mas que assistiu e guardou os vídeos pornográficos com crianças. Sobre a criança no pano de tela, informou ser uma prima que mora em Sorocaba (SP).

Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB, é preso novamente

access_time30/05/2018 07:52

O ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB, foi novamente preso preventivamente em São Paulo nesta quarta-feira (30) após descumprir decisão judicial. Souza havia sido solto no último dia (11) após ter habeas corpus concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. No último dia 14, o Ministério Público Federal de São Paulo pediu uma nova prisão contra Paulo Vieira. Paulo Vieira de Souza é acusado de desvio de dinheiro público durante sucessivos governos do PSDB, em São Paulo, e também é investigado por movimentar cerca de R$ 113 milhões em contas na Suíça. No início de abril, foi preso preventivamente, depois que procuradores afirmaram que uma ex-funcionária da Dersa - que também é ré no mesmo processo que investiga os desvios nas obras do Rodoanel Sul, Jacu Pêssego e Nova Marginal Tietê - recebeu ameaças de morte. (relembre no vídeo abaixo). Suspeitas Paulo Vieira Souza ficou preso de 6 de abril a 11 de maio. Ele é suspeito de participar de desvio de recursos públicos durante obras do governo do PSDB no estado de São Paulo entre os anos de 2009 e 2011, durante os governos de José Serra, Alberto Goldman e Geraldo Alckmin. Após Paulo Vieira ser solto, o PSDB divulgou a seguinte nota: "O PSDB de São Paulo não tem qualquer relação com o investigado nem com os fatos a ele imputados. O partido reitera seu total apoio às investigações em curso." Quando a denúncia contra o ex-diretor da Dersa foi apresentada pelo MP, o então advogado de Souza, Daniel Bialski, disse que a denúncia vai "contra a investigação interna e auditoria feita pela própria Dersa, que inocentou Paulo de qualquer ato ilícito ou favorecimento a quem quer que seja”. Procurado na manhã desta quarta, o novo advogado de Paulo Vieira, Santoro, disse que ainda não tinha informações sobre a prisão. Na ocasião, a Dersa afirmou, em nota, que "em 2011 organizou seu Departamento de Auditoria Interna, instituiu um Código de Conduta Ética, cuja adesão é obrigatória para todos os funcionários e contratados, e também abriu canais para o recebimento de denúncias que garantem o completo anonimato da fonte".

Idoso com caminhão de combustível tenta passar por bloqueio, causa acidente e é agredido em MT

access_time29/05/2018 21:09

Um idoso de 62 anos foi agredido após tentar passar em um ponto de protesto na BR-364 entre Rondonópolis e Jaciara, a 218 km e 143 km de Cuiabá, respectivamente. O veículo estava sendo escoltado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Exército Brasileiro. A ocorrência foi registrada nesta terça-feira (29). Segundo o mototaxista Sivaldo Chaparral, que presenciou a confusão, o exército usou bombas de lacrimogênio para dispersar a população na estrada. “As pessoas ficaram revoltadas porque tinha crianças no local. O caminhão tentou passar, mas a população jogou pedras. O veículo foi na contramão e bateu em um carro de passeio, que ficou destruído”, contou. À Polícia Civil, João Batista Passarelle, de 62 anos, disse que Samuel Caye, de 37 anos, tentou impedir a passagem, atravessou a pista e bateu no caminhão. João relatou no boletim de ocorrência que, após bater no veículo, parou no acostamento e, ao descer do caminhão, foi agredido com um soco que o derrubou. No chão, foi agredido com pontapés e, ao tentar levantar, foi agredido novamente com um soco. Após ser impedido de passar, caminhão bateu em outros veículos (Foto: Arquivo Pessoal) De acordo com a polícia, João teve ferimentos na cabeça e no braço. O óculos de grau que ele usava também foi quebrado por causa das agressões. Os dois foram encaminhados para a delegacia de Jaciara e ambos registraram um boletim de ocorrência. A polícia informou que deve investigar o caso.

Palestinos fazem disparos; Israel contra-ataca

access_time29/05/2018 11:29

Militantes palestinos lançaram a partir da Faixa de Gaza cerca de 30 morteiros em direção ao sul do território de Israel nesta terça-feira. O exército israelense contra-atacou, atingindo infraestruturas do Hamas e da Jihad Islâmica na Faixa de Gaza. Um comunicado do exército israelense, divulgado pela France Presse, afirma que os projéteis foram disparados em direção a vários pontos do território de Israel, mas que muitos "foram interceptados pelo sistema antimísseis Cúpula de Ferro". Não houve registro de vítimas. Um dos projéteis, porém, explodiu no pátio de um jardim de infância, danificando suas paredes, cerca de uma hora antes do horário marcado para ser inaugurado, de acordo com a Reuters. O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, prometeu responder com força ao ataque palestino, considerado o maior desde a guerra de 2014 em Gaza, de acordo com a Reuters. "Israel leva muito a sério os ataques realizados pelo Hamas e a Jihad Islâmica a partir da Faixa de Gaza. As Forças Armadas responderão com força a estes ataques", afirmou o premiê. Nenhum grupo armado de Gaza reivindicou a ação, que acontece após a Jihad Islâmica ter prometido se vingar da morte de três de seus integrantes. Na segunda-feira, um disparo de tanque israelense matou um palestino que tentava se aproximar da fronteira da Faixa de Gaza com Israel. Os disparos desta terça-feira aconteceram poucas horas antes da saída de um barco da Faixa de Gaza com o objetivo, segundo os organizadores, de romper o bloqueio que Israel impõe ao território palestino há 10 anos. Pelo menos 121 palestinos morreram por disparos israelenses desde 30 de março, quando começou uma mobilização de várias semanas pelo direito de retorno às terras das quais foram expulsos em 1948, quando o Estado de Israel foi fundado. O dia mais violento dos protestos, com 61 mortos, foi 14 de maio, quando o governo dos Estados Unidos inaugurou sua embaixada em Jerusalém.

Fiscais flagram desmate no Pantanal e aplicam multa de mais de R$ 1 milhão em MT

access_time29/05/2018 07:45

Fiscais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema-MT) flagraram o início de um desmate de uma área de 185,2 hectares de vegetação nativa do Pantanal em Santo Antônio de Leverger, a 35 km de Cuiabá. A situação foi divulgada nessa segunda-feira (28) pela Sema. A fiscalização foi realizada em uma propriedade rural onde estava ocorrendo a derrubada das árvores. Na tentativa de legalizar a ação, o proprietário apresentou aos fiscais uma Declaração de Limpeza de Áreas em Imóveis Rurais (DLA). O documento, segundo a Sema, era fraudulento, uma vez que o referido documento só pode ser utilizado em áreas com vegetação rala e fina. No entanto, na área a vegetação não atendia essas características, já que as árvores eram de grande porte. Para a Sema, mesmo assim, este documento não é o correto, uma vez que o Pantanal é uma região de proteção especial e a autorização para limpeza de área somente poderá ser expedida mediante vistoria técnica realizada pela Sema. O proprietário da área foi autuado em R$ 926 mil e engenheiro responsável pela elaboração do laudo fraudulento foi multado em R$ 250 mil por apresentar informação falsa no âmbito do procedimento administrativo. A ação de fiscalização resultou na condução dos executores do desmate ilegal para a delegacia, apreensão de dois tratores esteira e 80 metros de correntão.

Atirador deixa três mortos em Liège, no leste da Bélgica

access_time29/05/2018 07:27

Um homem armado matou três pessoas e deixou duas pessoas feridas no centro da cidade de Liège, no leste da Bélgica, na manhã desta terça-feira (29). O suspeito foi morto após fazer uma mulher como refém. Autoridades trabalham com a suspeita de terrorismo. De acordo com jornal “Le Soir”, por volta de 10h30 (horário local), um homem foi abordado por policiais, aparentemente para um controle de rotina, na frente de uma escola, no Boulevard d'Avroy - uma das avenidas principais da cidade. Ele conseguiu desarmar um dos policiais e fez os disparos. Os dois policiais e a passageira de um veículo que passava pelo local morreram. Suspeita de terrorismo A imprensa local relata que o sequestrador teria gritado "Allahu Akbar" (Alá é grande) durante a ação. A Procuradoria Federal belga, responsável por casos de terrorismo, assumiu o comando da investigação, "pois existem elementos que vão na direção de um atentado terrorista", afirmou o porta-voz do entidade, Eric Van Der Sypt, segundo a France Presse. Vídeos divulgados nas redes sociais mostram as pessoas correndo pela avenida central, o deslocamento da polícia e a aproximação das ambulâncias. Os policiais e militares foram alvos de várias agressões desde 2016 na Bélgica, onde o grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou um atentado em março de 2016, que deixou 32 mortos no metrô e aeroporto de Bruxelas. O último ataque considerado "terrorista" no país aconteceu em 25 de agosto de 2017, quando um homem de 30 anos de origem somali atacou, com uma faca, dois soldados aos gritos de "Allahu Akbar" no centro de Bruxelas. Um soldado ficou levemente ferido e o autor do ataque foi morto. Liège é uma cidade industrial, de 200 mil habitantes, na região da Valônia, que fica próxima à fronteira alemã. Em 2011, a cidade também foi palco de um tiroteio que terminou com quatro mortos e mais de 100 feridos. Nesta ocasião, o atirador se matou em seguida, segundo a Reuters.

Dois homens morrem depois de ingerirem mistura de leite com etanol em MT, diz polícia

access_time29/05/2018 07:12

Dois homens morreram depois de ingerir etanol misturado com leite, em Nobres, a 552 km de Peixoto de Azevedo, segundo a Polícia Civil. A ingestão aconteceu na sexta-feira (25). Um deles morreu no mesmo dia, o outro foi levado para o hospital, onde faleceu nesse domingo (27). Testemunhas informaram à Polícia Civil que os homens que estavam prestando serviço em uma fazenda no município e resolveram fazer uma bebida caseira com etanol e leite. Rafael Duarte Chaider, de 33 anos, foi encontrado morto na sede da fazenda na sexta-feira. A segunda vítima é Wilson Correa Soares, de 34 anos. Segundo a mãe dele, ele voltou da fazenda, no sábado (26) e reclamando de dores do estômago. Ele chegou a ser levando para o Hospital Laura Vicuña, em Nobres, onde foi atendido, medicado e voltou para casa. Durante o atendimento, ele não teria contado aos médicos sobre a ingestão de etanol. Sem melhora, Wilson voltou ao hospital e, na segunda vez que buscou atendimento, teria contou sobre o consumo da bebida. Ele ficou internado por cerca de 24 horas. Segundo relato da polícia, a mãe disse que o quadro clínico dele piorou e houve tentativa de transferi-lo para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Cuiabá. Mas, ele não resistiu e morreu no domingo (27). A polícia vai continuar investigando o caso. Um exame de necropsia foi solicitado e deve apontar a causa das mortes.

Veículo roubado em Terra Nova do Norte é localizado pela PM em Nova Guarita

access_time28/05/2018 09:53

O veículo Toyota Corola, placas JZK 9551 de Terra Nova do Norte e cor prata, foi localizado sábado (26/05) escondido na comunidade Recanto Verde no interior do munícipio de Nova Guarita. Segundo informações do boletim de ocorrência, a guarnição da PM de Nova Guarita em rondas ostensivas no interior estranhou rastro de veículo em estrada tropeira e ao entrar na referida estrada avistou o capim amassado e posteriormente o veículo escondido no capim. Ao checar as informações foi descoberto que o veículo era produto de roubo a mão armada no dia 19/05 em Terra Nova do Norte. Segundo relatos do proprietário, ele estava saindo de sua residência por volta de 08h30 quando foi abordado por indivíduo que em posse de revólver calibre 38 anunciou o roubo e com fortes indícios de violência levou o veículo.

Mulher é encontrada morta sem a mão e marido morto sem o polegar em MT

access_time28/05/2018 08:53

Um casal foi encontrado morto na tarde desse domingo (27) em chácara na região de Poxoréu/MT. De acordo com a Polícia Civil, a mulher estava sem a mão direita e o marido dela teve o polegar direito arrancado. As vítimas foram identificadas como Dirson Francisco Rosa, de 80 anos, e Noemia de Lima da Silva, de 57. Segundo a Polícia Civil, o vizinho do casal encontrou os corpos em uma chácara, às 14h, no Bairro Jardim Tropical. O vizinho disse que não via os moradores há vários dias e decidiu ir até o local para encontrá-los. A mulher foi encontrada morta caída no pasto, sem a mão direita. O vizinho chamou a Polícia Militar e a Polícia Civil. Uma equipe da Perícia Técnica também foi chamada. As forças de segurança encontraram o corpo do marido dela em um terreno um pouco mais distante do primeiro corpo. Dirson estava sem o polegar da mão direita e foi encontrado coberto por um mato. A Polícia Civil não informou se alguma coisa ou bem material foram levados da propriedade rural das vítimas.

Gari morre em hospital após ser atropelado por caminhão de lixo enquanto trabalhava em MT

access_time28/05/2018 07:30

O gari que foi atropelado por caminhão de coleta de lixo enquanto ele trabalhava em Sorriso/MT, morreu na sexta-feira (25). Jacques Germinal, de 43 anos, é haitiano e foi atropelado durante o serviço na terça-feira (22). O gari estava internado no Hospital Regional de Sorriso desde então. Ele estava na parte traseira do caminhão que faz a coleta do lixo doméstico recolhendo os materiais no cruzamento das Ruas Adolfo Caminha e Euclides da Cunha. Em um determinado momento, quando o caminhão estava andando em marcha ré, o gari se desequilibrou, escorregou do caminhão e o veículo o atropelou. Em nota, a Prefeitura de Sorriso lamentou a morte do servidor. “Desde o início do ocorrido, a Prefeitura tem acompanhando de perto todas as ações de apoio à família e ao trabalhador, que estava internado no Hospital Regional de Sorriso”, declarou a prefeitura.

Homem morre soterrado por 150 toneladas de milho após desabamento de paredes de silo

access_time26/05/2018 19:51

Um homem, de 33 anos, morreu soterrado por 150 toneladas de milho, na sexta-feira (25), após desabamento de paredes de silo onde trabalhava, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, no momento do acidente, Adão de Souza dos Santos fazia manutenção nos equipamentos da moega do silo que armazenava os grãos. Os Bombeiros precisaram de mais de 12h de trabalho para retirar o corpo que foi soterrado por aproximadamente 150 toneladas de milho. O acidente ocorreu na fazenda Santa Fátima, a 58 km da cidade.

Empresário afirma ser dono dos R$ 51 milhões de apartamento em Salvador

access_time26/05/2018 19:34

Se até hoje, quase nove meses depois da apreensão pela Polícia Federal de mais de R$ 51 milhões em dinheiro em um apartamento em Salvador, os irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima não reivindicaram a propriedade nem deram explicações sobre a origem da fortuna, tem quem o faça. Diferentemente da Procuradoria-Geral da República, que afirma em denúncia que o dinheiro tem origem em propinas da construtora Odebrecht, o empresário baiano Carmerino Conceição de Souza acha que é dele. E diz mais: os R$ 51 milhões apreendidos no âmbito da operação Tesouro Perdido, em setembro, seriam parte de um montante de R$ 65 milhões que ele afirma ter repassado em dinheiro a um intermediário de Geddel – e do qual não recebeu a contrapartida acertada com o ex-ministro, uma carta-fiança da Caixa Econômica Federal para fundamentar um pedido de financiamento no valor de R$ 110 milhões junto ao BNDES. “Até hoje, não houve a aplicação”, disse. Segundo Carmerino, a negociação foi acertada pessoalmente com Geddel “no final de 2012 ou início de 2013”, quando o ex-ministro era vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa. Ele relata que o dinheiro foi entregue por um de seus sócios entre os meses de outubro e dezembro de 2015 na superintendência de Pessoa Jurídica na Bahia. À época, Geddel não estava mais na Caixa. Ele foi exonerado em dezembro de 2013. Segundo o empresário, foram “mais de dez” entregas. “No total, foram 225 envelopes cheios de notas de R$ 50 e R$ 100, guardados em 19 malotes”, disse, citando as mesmas características do dinheiro apreendido pela Polícia Federal. Carmerino afirma “acreditar” que tenha os recibos dessa transação. “De qualquer forma, deve ter imagem de câmeras de segurança mostrando as entregas dos malotes. Já pedi isso à Caixa, mas eles não me atendem. Quando chego lá, parece que sou um fantasma.” Ele nega que a transação com Geddel tenha sido pagamento de propina. “Não tem por que pagar propina. Dei o dinheiro para receber a aplicação”, disse. Afirmando conhecer Geddel há pelo menos 20 anos, Carmerino disse não acreditar que o ex-ministro tenha agido de má-fé. “Se ele guardou esse dinheiro, é porque não tinha nenhuma maldade”, afirmou. Segundo ele, os pagamentos “à Caixa” foram feitos em dinheiro porque é assim que suas empresas recebem da maioria de seus clientes. “Tratamos com muita gente ‘negativada’, que não podem usar a conta bancária. Por isso recebíamos muito em dinheiro. Mas estamos mudando isso”, disse. O empresário se apresenta como presidente do grupo Polocal, holding que reúne mais de 30 empresas em 19 Estados, com cerca de 300 funcionários. As atividades do grupo vão da manutenção predial à venda parcelada de veículos. O faturamento anual, segundo ele, é de cerca de R$ 300 milhões. Busca Carmerino disse que após a apreensão dos R$ 51 milhões e a posterior prisão de Geddel, iniciou uma verdadeira peregrinação atrás do dinheiro. Procurou a PF em Salvador e pediu para visitar o ex-ministro, que está preso desde setembro no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. A PF o orientou a procurar a defesa de Geddel, o que foi feito diversas vezes e insistentemente, segundo o advogado Gamil Foppel. Em petição enviada à PF, cujo conteúdo foi revelado pela coluna Satélite, do jornal Correio, de Salvador, Foppel informa que o empresário “tem insistido em buscar contato com este peticionário e demais advogados do escritório, passando a proferir expressas ameaças contra a defesa técnica”. “A insistência do referido senhor já tem causado estorvo ao normal funcionamento do escritório diante do número absolutamente elevado de ligações diárias (que superam o total de duas dezenas)”, escreveu o advogado. Em resposta, Foppel orientou o empresário a procurar a PF “para que, perante a autoridade policial, ele pudesse esclarecer os fatos que julgasse pertinentes, notadamente sobre a sua alegada propriedade”. Ao jornal O Estado de S. Paulo, o advogado disse que as alegações do empresário, “são absurdamente mentirosas”. Carmerino diz que também tem procurado o deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) e a Caixa, igualmente sem resposta. Sua intenção, diz, é apenas reaver o dinheiro ou receber a carta-fiança. “Só preciso que Geddel diga: ‘foi fulano de tal que pegou e, se esse dinheiro não aparecer na Caixa, esse cidadão vai ter de explicar o que fez com ele”. “Com relação à denúncia apresentada, a Caixa Econômica Federal esclarece que irá apurar internamente as declarações do empresário e, se necessário, acionará os órgãos competentes”, afirmou a Caixa em nota. Procurado pela reportagem, o deputado Lúcio Vieira Lima não retornou os contatos.

Vigilante que atirou 4 vezes e matou sargento diz que se assustou ao ser abordado

access_time25/05/2018 14:28

O vigilante Luiz Fernando Nunes de Souza, de 31 anos, que foi preso na madrugada desta sexta-feira (25) suspeito de ter atirado e matado um sargento da Polícia Militar, disse que se assustou ao ser abordado por ele, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Ilário Vilela Silva, de 42 anos, foi assassinado às 1h50 ao abordar o carro do vigilante, que dormia no interior do automóvel. O vigia contratado pelo proprietário do estabelecimento atirou quatro vezes contra o policial que morreu no local. A Polícia Civil investiga o caso. Na companhia do soldado Fábio Vicente da Silva, de 28 anos, o sargento fazia as rondas pela cidade. Eles viram um Gol branco suspeito no pátio de um mercado em construção. O veículo do vigilante tinha os vidros 100% fumê e estava estacionado em local separado dos demais, o que motivou a realização da abordagem. Com o giroflex ligado e utilizando a lanterna, a viatura se aproximou e o comandante chamou pelo motorista, mas não teve nenhuma resposta. O sargento Vilela se aproximou do veículo pela porta traseira direita para verificar o que poderia estar no veículo. Foi quando foi surpreendido por quatro disparos de arma, sendo que dois atingiram o sargento. O soldado Vicente que o acompanhava fez 9 disparos e pediu reforço. Após os disparos o suspeito fugiu para dentro da construção. Com o apoio das equipes policiais, entraram e o localizaram escondido atrás de prateleiras. Ele informou que foi contratado pelo proprietário do estabelecimento para trabalhar de segurança no local, e que teria recebido um revólver calibre 38. O vigilante disse que estava dormindo no veículo e se assustou com a abordagem, por isso atirou cinco vezes, quatro foram deflagradas e uma picotada. No entanto, ele se negou a apresentar a arma, que foi localizada pela Força Tática dentro de uma gaveta trancada. Ele não tinha registro da arma. O boletim foi registrado na 1º Delegacia de Polícia e a Polícia Civil investigará o caso.

Motociclista sem CNH morre após bater na traseira de carreta parada em bloqueio na BR-163 em MT

access_time25/05/2018 14:23

Um jovem de 22 anos morreu em um acidente de trânsito na madrugada desta sexta-feira (25) na BR-163, em Guarantã do Norte, a 721 km de Cuiabá. Ele estava em uma motocicleta quando bateu na traseira de uma carreta bitrem, que estava estacionada no bloqueio na rodovia, por causa da manifestação que começou na segunda-feira (21) e se estende até esta sexta-feira (25). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que foi até o local para registrar a ocorrência, o jovem não tinha carteira de habilitação e estava voltando do trabalho. Ele morreu ainda no local e não chegou a ser encaminhado para o hospital. A carreta bitrem estava estacionada parcialmente sobre a rodovia, no local onde havia outras carretas paradas, que foram impedidos de passar na manifestação. Caso semelhante Em outro ponto de bloqueio, houve uma morte semelhante, na quarta-feira (23). Um motociclista de 32 anos bateu na traseira de um caminhão que estava parado por causa de um ato dos caminhoneiros, na MT-130 em Paranatinga, a 411 km de Cuiabá, e também morreu.

Delegacia de Colíder e Garra de Alta Floresta prendem suspeitos com armas de fogo

access_time24/05/2018 11:13

A Delegacia de Colíder, em conjunto com o Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) de Alta Floresta, ambas unidades da Polícia Civil, deflagraram na manhã desta quarta-feira (23) operação policial com objetivo de combater violência doméstica e familiar contra a mulher e ainda disputa entre sitiantes (zona rural) da região com ameaças usando arma de fogo. Durante o cumprimento dos quatro mandados de busca e apreensão domiciliares (um em área urbana e três em zona rural) foram presas quatro pessoas em flagrante por estar em posse de arma de fogo e munições. Conduzidos à delegacia, os suspeitos vão passar por interrogatório. As armas de fogo e munições aprendidas serão encaminhadas para trabalho pericial junto à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de Colíder.  Maiores detalhes poderão ser repassados após a finalização dos flagrantes.

Investigação internacional mostra que míssil que derrubou voo na Ucrânia era russo

access_time24/05/2018 10:59

A equipe internacional que investiga a tragédia do voo MH17 da Malaysia Airlines de julho de 2014 na Ucrânia revelou pela 1ª vez nesta quinta-feira (24) que o míssil utilizado para derrubar o avião foi transportado por uma brigada militar russa. A Equipe de Investigação Conjunta "chegou à conclusão de que o BUK-TELAR que derrubou o voo MH17 veio da 53ª Brigada de Mísseis Antiaéreos com base em Kursk, Rússia", afirmou o investigador holandês Wilbert Paulissen, segundo a France Presse. "A 53ª Brigada integra as Forças Armadas da Rússia", delcarou em uma entrevista coletiva na Holanda. Após a divulgação da constatação da investigação, o Ministério de Defesa da Rússia voltou a negar envolvimento com a queda do avião, de acordo com a agência russa Tass. O avião, que tinha 298 pessoas a bordo, ia de Amsterdam (Holanda) para Kuala Lumpur (Malásia). Ele caiu quando passava pelo leste da Ucrânia, cenário do conflito entre o exército de Kiev e os rebeldes separatistas pró-russos. Desde o início a Ucrânia acusou os serviços secretos russos de planejar a queda do avião. A acusação era negada tanto pelos separatistas pró-russos como pelo governo russo, que acusavam Kiev de atacar a aeronave com um de seus caças.

Acidente entre dois carros mata 5 pessoas em Tangará da Serra

access_time24/05/2018 09:56

m acidente entre dois carros matou cinco pessoas na noite dessa quarta-feira (23) em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. De acordo com informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), quatro adultos morreram no local e uma criança morreu enquanto era socorrida. O acidente ocorreu às 23h15 (horário de Mato Grosso) no Distrito de Progresso, em Tangará da Serra. O local fica a 10 km da cidade, pouco antes da Serra Tapirapuã. Um dos veículos seguia para Tangará da Serra e o outro para o distrito. Segundo o Samu e o Corpo de Bombeiros, os veículos estavam superlotados. Contando os dois carros, 15 pessoas se envolveram no acidente. Dessas, quatro morreram no local e uma criança morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Quatro das vítimas ficaram presas às ferragens. O Corpo de Bombeiros retirou as vítimas e fez a limpeza da pista que foi atingida por óleo dos veículos.

Menina de 13 anos é agredida após pai descobrir relações sexuais e namorado é preso por estupro em Confresa

access_time24/05/2018 09:41

O pai e o namorado de uma adolescente, de 13 anos, foram presos pela Polícia Civil em Confresa, a 1.160 km de Cuiabá. As prisões ocorreram na terça-feira (22) e foram divulgadas nessa quarta-feira (23). Segundo a Polícia Civil, o namorado da vítima, de 19 anos, foi preso por estupro e o pai, de 43 anos, foi preso por maus-tratos ao ter agredido a menina quando descobriu que ela teve relações sexuais. O pai também responderá por estupro, já que sabia da situação. De acordo com a Polícia Civil, a investigação começou após o pai da vítima procurar a delegacia acompanhado da filha para registrar um boletim de ocorrência contra o namorado da menina por ter mantido relação sexual com ela. A adolescente confirmou a situação e os investigadores foram até a residência do jovem, em uma chácara na zona rural do município, onde ele foi detido. Porém, durante as investigações, foi constatado que o relacionamento amoroso entre a menina e o jovem começou há cerca de dez dias com o consentimento do pai. Com o namoro autorizado, o jovem aproveitou a oportunidade para manter relação sexual com a adolescente. A vítima foi encaminhada para exame de corpo de delito, o qual constatou o estupro. Durante o exame o médico legista percebeu alguns ferimentos no corpo da adolescente. Questionada, a menina revelou que o ferimento foi causado pelo pai depois de tomar conhecimento da relação sexual. Revoltado com a situação, o pai bateu na filha com um fio de energia resultado em vários hematomas pelo seu corpo, e ainda a expulsou de casa. Com receio de ser denunciado pelas agressões físicas causadas na filha, o pai decidiu registrar a ocorrência de estupro, com intuito de se eximir da culpa pelos hematomas causados na adolescente. Diante das evidências, o pai da menor foi preso em flagrante por maus tratos e também por estupro, em razão de ser o responsável pela melhor e ter autorizado o namoro da filha. Após os interrogatórios, os acusados foram transferidos para Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, ficando à disposição da Justiça.

Polícia Militar troca tiro com bandidos após assalto a mão armada em Guarantã do Norte

access_time24/05/2018 09:36

Uma mulher foi assaltada na noite desta quarta-feira (23/05), por volta das 20h15, na Rua dos Cedros, no centro de Guarantã do Norte.  Segundo a vítima, a mesma transitava pela referida rua, quando foi abordada por dois indivíduos em motocicleta Titan 150. Eles a renderam e em posse de arma de fogo anunciaram o assalto. Após a ação fugiram levando um celular. A Polícia Militar foi acionada e após colher informações saíram em diligências no intuito de localizar os suspeitos. Logo avistaram dois indivíduos em motocicleta com as mesmas características. Ao perceberem a aproximação da guarnição, os meliantes fizeram disparos de arma de fogo contra a viatura e depois embrenharam na mata a pé, deixando para trás duas espingardas, munições, quantia em dinheiro e a motocicleta.  A guarnição fez perseguição, porém não obteve êxito em prender os suspeitos. Ao fazer a checagem da motocicleta foi constatado que a mesma era produto de furto.  Os objetos foram apreendidos e encaminhados à delegacia.

Ex-governador de MG Eduardo Azeredo se entrega e é preso

access_time23/05/2018 16:38

O ex-senador e ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo(PSDB) se entregou às 14h45 desta quarta-feira (23) em uma delegacia de Belo Horizonte. Ele é o primeiro político a ser detido no mensalão tucano. Os cinco desembargadores da 5ª Câmara Criminal rejeitaram, nesta terça-feira (22), o recurso da defesa do ex-senador e ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) no processo do mensalão tucano e determinaram a execução imediatada da prisão. Azeredo foi condenado em segunda instância a 20 anos e um mês de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, no mensalão tucano, em agosto passado. A condenação em primeira instância foi em 2015. Na tarde desta quarta-feira (23), o ministro Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça, rejeitou pedido apresentado pela defesa do ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo, do PSDB, que tentava impedir a prisão dele após condenação confirmada em segunda instância. Eduardo Azeredo chegou à 1ª Delegacia de Polícia Civil Sul, no bairro Santo Antônio, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, acompanhado de um dos filhos e de um dos advogados. Eles entraram na delegacia em um carro seguido de uma viatura da Polícia Civil. Pouco mais de 90 minutos depois, ele deixou a delegacia e foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde foi submetido a exame de corpo delito antes de seguir para o quartel do Corpo de Bombeiros. Cumprida esta etapa, Azeredo chegou à Academia de Bombeiros Militar, no bairro Cruzeiro, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, por volta das 17h. De acordo com a Secretaria de Administração Prisional (Seap), a sala onde Azeredo vai cumprir a pena é uma sala de Estado Maior, uma vez que ele é ex-governador de Minas Gerais. O cômodo tem 27 metros quadrados, uma cama, uma mesa de apoio e um banheiro com chuveiro elétrico. Ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) na chegada ao IML, para exame de corpo delito após a prisão. (Foto: Maurício Vieira/Hoje em Dia/Estadão Conteúdo) Apesar de estar dentro de um batalhão do Corpo de Bombeiros, o político está sob custódia da Seap, com escolta de agentes penitenciários. Azeredo terá direito a quatro refeiçoes diárias - café da manhã, almoço, café da tarde e jantar. O cardápio é supervisionado por nutricionistas do sistema prisional, assim como as refeições dos demais presos no estado, segundo a secretaria. Eduardo Azeredo poderá receber visitas, desde que cadastradas pela Superintendência de Atendimento ao Indivíduo Privado de Liberdade da Seap, procedimento padrão adotado para todos os presos. Quartel do Corpo de Bombeiros O juiz da Vara de Execuções Penais de Belo Horizonte Luiz Carlos Rezende e Santos determinou, nesta quarta-feira (23), que Eduardo Azeredo (PSDB) fique em uma sala especial em um quartel do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte. O juiz, em sua decisão, disse que Azeredo pediu uma "segurança individualizada". O magistrado também afirmou que, por se tratar de um ex-governador, "tem prerrogativa de manter-se em unidade especial como a Sala de Estado Maior que deverá estar instalada no Comando de Batalhão Militar". Ainda no despacho, o juiz afirmou que a unidade preferencial para a detenção é um quartel do Corpo de Bombeiros por ter "fluxo menor de pessoas, o que notadamente permitirá maior segurança ao Sentenciado". Na mesma decisão, está ainda determinado que Azeredo não usará o uniforme de detentos da Secretaria de Administração Prisional porque o quartel não faz parte da rede administrada pela pasta. E ainda está dispensado do uso de algemas, com exceção de situações que estejam "devidamente justificadas". Parentes de Azeredo vão ser credenciados por equipe do sistema prisional para visitas ao tucano. O ex-governador de MG Eduardo Azeredo em imagem de dezembro de 2017 (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo) Mensalão tucano De acordo com a denúncia, o mensalão tucano teria desviado recursos para a campanha eleitoral de Azeredo, que concorria à reeleição ao governo do estado, em 1998. O esquema envolveria a Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig), a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e o Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge) e teria desviado ao menos R$ 3,5 milhões por meio de supostos patrocínios a três eventos esportivos: o Iron Biker, o Supercross e o Enduro da Independência. Todos os réus negam envolvimento nos crimes. Além de Azeredo, o ex-senador Clésio Andrade foi também condenadohá 5 anos de prisão por envolvimento no esquema. O político recorreu da decisão. Sua defesa sempre alegou que Clésio é inocente. “Confiamos na independência e na qualidade do Poder Judiciário mineiro. A douta juíza já demonstrou isso quando o absolveu do crime mais grave, após aprofundado exame da prova. A condenação pelo delito menos grave deveu-se a equívoco de interpretação, que temos certeza que será corrigido no Tribunal”, afirmou o defensor de Andrade por meio de nota no dia que apresentou o recurso. O jornalista Eduardo Guedes, que atuou como secretário adjunto de Comunicação Social na gestão de Azeredo, foi recentemente condenado por envolvimento no esquema. No início deste mês, a juíza Lucimeire Rocha, titular da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, determinou que ele cumpra 17 anos e cinco meses de prisão. O MPMG informou que a promotora Patrícia Varotto, da 17ª Promotoria de Justiça de Belo Horizonte, pediu o aumento da pena. O advogado Sânzio Baioneta, que defende Guedes, disse que recorreu da decisão. “Entrei com embargos declaratórios em decorrência das omissões da sentença, que não apreciou as teses de defesa”, afirmou. Os ex-diretores da Comig Renato Caporali e Lauro Wilson foram julgados em um mesmo processo. Em outubro do ano passado, Caporali foi condenado a 4 meses e 15 dias de detenção em regime aberto por desvio de dinheiro público. Na ocasião, o advogado Hermes Guerrero, que representa Caporali, negou que o seu cliente tenha desviado recursos públicos. Guerrero recorreu da sentença. Em relação a Lauro Wilson, a Justiça considerou extinta a punibilidade. O prazo prescreveu porque o réu completou 70 anos em 2017. As penas em relação a Cláudio Mourão e Walfrido dos Mares Guiatambém prescreveram ao completarem 70 anos. O réu Fernando Moreira Soares morreu em 2015. Outros quatro réus ainda respondem ao processo na Justiça de Minas Gerais.

Polícia Militar apreende arma de fogo em Peixoto de Azevedo

access_time23/05/2018 10:12

Na noite dessa terça-feira a Polícia Militar foi informada que estavam disparando arma de fogo no Centro Antigo. Os policiais foram até o referido bairro e conseguiram prender dois elementos com passagens na polícia por roubo e furto e apreender o revólver calibre 38.

Dono de joalheria reage a assalto e mata criminoso em Mato Grosso

access_time23/05/2018 07:18

Um dono de joalheria matou assaltante a tiros na tarde dessa terça-feira (22), em Nova Mutum (242 km de Cuiabá). De acordo com informações do site PowerMix, o suspeito estava armado com uma pistola 9 mm e tentou roubar a joalheria. O proprietário reagiu e atirou contra o criminoso, acertando-o no peito. O homem ainda tentou fugir, mas caiu poucos metros adiante. Ainda conforme o site, o comerciante possuía o registro da arma que utilizou para atirar no bandido. O suspeito chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O local foi isolado e a Polícia Civil passa a apurar o caso.

Matupaense bêbado bate carro e causa prejuízos em Guarantã do Norte

access_time22/05/2018 09:55

Segundo a Polícia Militar, condutor de Vectra, preto e placas de Matupá, perdeu controle da direção e bateu em poste e parede de salão de beleza na Avenida Dante Martins de Oliveira, Guarantã do Norte/MT. Os policiais compareceram no local e através do bafômetro constataram a embriaguês do motorista, que segundo informações estava em bar com mulheres antes do acidente. Duas mulheres que estavam no carro sofreram escoriações e foram encaminhadas ao hospital, já o motorista não identificado foi para delegacia de Polícia Civil.

Fiscais apreendem 186 kg de pescado irregular e aplicam multa de R$ 20 mil em MT

access_time21/05/2018 08:19

Fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) apreenderam 186 kg de pescado irregular, barcos, apetrechos proibidos de pesca e uma arma em dois municípios da região norte de Mato Grosso. A apreensão ocorreu durante os últimos dias e foi divulgada nesse domingo (20). De acordo com a Sema, a primeira apreensão foi feita na quarta-feira (16) em Paranaíta, a 849 km de Cuiabá, onde foram apreendidos 55,8 kg de peixes das espécies piau flamengo, piau três pintas, pacu prata, e pacu caranha. Além do pescado apreendido, os fiscais também confiscaram um barco, um motor rabeta e um freezer. Três pessoas foram pegas em flagrante e encaminhadas para a delegacia de Polícia Civil do município. Já a segunda ação ocorreu nessa sexta-feira (18), no Rio Teles Pires, próxima à barragem da usina hidrelétrica de Colíder, a 648 km de Cuiabá, onde foram apreendidos 131,17 kg de pescado das espécies: piraíba, cachorra, corvina, trairão e matrinchã. Também foram confiscados um motor de popa, um barco de alumínio, uma espingarda calibre 32, cinco cartuchos, 14 redes de pesca e vários espinheis. Os dois infratores foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Nova Canãa do Norte. A irregularidade nas duas apreensões se deu por conta do uso de materiais ilegais, pela falta de medida dos peixes, e pela pesca em área proibida. As duas apreensões resultaram em multa de aproximadamente R$ 20.737,00. Regras da pesca Embora esteja fora do período de defeso da piracema estadual, os pescadores profissionais e amadores precisam seguir algumas regras determinadas pela Lei Estadual nº 9.096/2009. Ela estabelece a proibição para uso de apetrechos de pesca como: tarrafa, rede, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garateia pelo processo de lambada, substâncias explosivas ou tóxicas, equipamento sonoro, elétrico ou luminoso.

Avião que levava o DJ Alok sai da pista durante decolagem em MG

access_time21/05/2018 07:26

O avião que fazia o transporte do DJ Alok e sua equipe saiu da pista no aeroporto da Serrinha, em Juiz de Fora (MG), no momento em que tentava decolar – o piloto acelera a aeronave, mas ela vai direto para fora da pista e para apenas em um terreno baldio. Na noite anterior, ele havia feito um show em Lavras, a cerca de 250 km. Ninguém ficou ferido, mas o músico, que tem carreira internacional, classificou o episódio como seu “segundo nascimento”. “Estamos todos bem. Só consigo agradecer. Obrigado, Deus. Nascemos de novo! 20 de maio, meu segundo nascimento”, escreveu o DJ em seu perfil no Instagram. Ele também publicou um vídeo no qual, bastante abalado, começa a falar sobre o episódio, mas não termina a frase. “Galera, fui decolar aqui, nosso avião…” Em nota, a Sedettur (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo) de Juiz de Fora informou que o incidente ocorreu no final da tarde. “A Sedettur informa que o incidente durante a decolagem da aeronave que fazia o transporte do DJ Alok e equipe, por volta das 16h30 no Aeroporto Municipal Francisco Álvares de Assis, não registrou vítimas. Imediatamente após a ocorrência, todos os procedimentos de segurança foram acionados pela empresa que opera o aeroporto, assim como os contatos com o Corpo de Bombeiros e os órgãos ligados à Aeronáutica. As causas do incidente serão agora investigadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).”

Quase todos os mortos em queda de avião eram cubanos, diz jornal oficial

access_time19/05/2018 07:07

Um Boeing 737-200 caiu logo após decolar do Aeroporto Internacional José Martí, em Havana, nesta sexta-feira (18). Bombeiros e resgatistas trabalham no local. A emissora estatal CubaTV diz que há mais de cem mortos. O presidente Miguel Díaz-Canel afirmou que havia 113 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulação. "Houve um acidente de aviação lamentável. De acordo com o pessoal da Cubana, há 104 passageiros e 9 tripulantes. As notícias não são muito promissoras, parece que há um grande número de vítimas", disse Díaz-Canel após chegar ao local do acidente. Três sobreviventes foram resgatadas em estado crítico e estão no Hospital General Universitario Calixto García. Segundo o site Cuba Debate, elas seriam uma jovem que tem entre 18 e 25 anos, outra de cerca de 30 anos e Emiley Sánchez de la O., de 39 anos. A CubaTV chegou a dizer que uma delas havia morrido em um hospital, mas depois negou a informação. De acordo com o jornal "Granma", o voo DMJ 0972, que ia para Holguín, no leste do país, era da companhia Cubana de Aviación, mas a aeronave era arrendada de outra empresa, a mexicana Global. Ela caiu entre a localidade de Boyeros e a cidade de Santiago de Las Vegas, em uma área rural localizada a cerca de 20 km ao sul da capital, Havana. O governo mexicano divulgou dados sobre o avião e a tripulação, composta por mexicanos. O avião era um Boeing B737-201 ADV, ano 1979, de matrícula XA-UHZ, da Aerolíneas Damojh (Global). O comandante era Jorge Luis Núñez Santos. Outros tripulantes eram Miguel Ángel Arreola Ramírez, María Daniela Ríos, Abigail Hernández García e Beatriz Limón. A rede americana CNN noticia que uma enorme bola de fogo foi vista depois que o avião caiu. Relatos citados pela emissora também indicam que há uma espessa nuvem de fumaça visível ao redor do aeroporto, o principal do país. A embaixada brasileira em Cuba informou que não há informações sobre brasileiros entre as vítimas. O Ministério das Relações Exteriores do Brasil enviou uma nota expressando sua solidariedade ao povo cubano e suas condolências às famílias das vítimas do acidente. O ministério das Relações Exteriores da Argentina informou que há dois argentinos entre os mortos, mas não divulgou seus nomes. A grande maioria das pessoas a bordo do avião era cubana. Segundo o "Granma", com exceção da tripulação e de uns cinco estrangeiros, todos os demais ocupantes da aeronave eram cidadãos cubanos. O ex-presidente cubano e primeiro secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, Raúl Castro, se recupera de uma cirurgia de hérnia, mas enviou uma mensagem de condolência aos familiares das vítimas e disse estar acompanhando as notícias sobre o acidente. O governo de Cuba decretou luto nacional até a noite de domingo. Mensagens de solidariedade e condolência foram enviadas pelo rei da Espanha, Felipe VI, e pelos governos da Venezuela, México, Colômbia, Bolívia, Guatemala, Nicarágua, Chile e Canadá.

Jovem que estava supostamente desaparecido de Peixoto de Azevedo é suspeito de envolvimento em roubo de veículo

access_time18/05/2018 14:13

Cinco pessoas foram presas suspeitas de cometerem roubo de um veículo, nesta quinta-feira (17), entre elas o jovem que estaria supostamente desaparecido desde a última segunda-feira (14), em Peixoto de Azevedo. Os cincos suspeitos estariam envolvidos no roubo de um veículo, ocorrido no mesmo dia do desaparecimento do jovem, onde na ocasião eles agrediram o proprietário do carro. Após a vítima simular um desmaio, os suspeitos fugiram com o veículo para o município de Sinop. Após chegar até o jovem que estava desparecido, a Polícia Militar obteve êxito em recuperar o veículo roubo e fazer apreensão de vários objetos. Na delegacia ele informou onde estaria os demais envolvidos no crime. A guarnição foi até uma residência indicada, onde foram localizadas drogas, munições, uma arma artesanal, e vários objetos com procedência duvidosa e um simulacro de pistola. Durante a confecção do Boletim de ocorrência, a policia foi informada que o veículo estaria em Sinop. A PM de Peixoto entrou em contato com a guarnição de Sinop, a qual obteve êxito em recuperar o veículo e prender dois homens em um local considerado como um desmanche de veículos. Todos os envolvidos foram detidos e encaminhados à delegacia de Policia Civil para maiores providências.

Cerca de 9,5 kg de ouro são achados em destroços de avião que caiu no AM

access_time18/05/2018 14:02

Aproximadamente 9,5 kg de ouro, avaliado em quase R$ 1,5 milhão, foram encontrados dentro do avião monomotor de matrícula PR-RCJ que caiu em uma área de floresta na comunidade São Francisco do Paí, na Zona Rural de Itacoatiara, a 270 km de Manaus, na quarta-feira (16). Corpos de duas vítimas também foram localizados. Uma equipe composta por policiais civis de Itacoatiara e do Corpo de Bombeiros acharam os destroços do avião no final da tarde quinta-feira (17). Os corpos chegaram ao Instituto Médico-Legal (IML), em Manaus, no início da manhã desta sexta-feira (18). Após encontrarem a aeronave, os policiais civis perceberam a atitude de um homem, que disse ter alugado a aeronave. Segundo a polícia, ele teria retirado dos escombros uma caixa de ferramentas. Os policiais o abordaram e acharam o ouro em pequenas barras dentro da caixa. O ouro foi apreendido e encaminhado para Delegacia de Itacoatiara e, depois, levado para Delegacia Geral da Polícia Civil na capital. A polícia investigará a origem do ouro. Acidente aéreo A aeronave decolou de Itaituba no Pará com destino a Manaus na quarta-feira e desapareceu. O monomotor modelo C210 com capacidade para transportar cinco pessoas caiu nas proximidades do Rio Arari, em Itacoatiara. Moradores da comunidade encontraram o avião e acionaram o Corpo de Bombeiros. O avião ficou totalmente destruído.

Ataque em escola no Texas deixa pelo menos dez mortos, diz polícia

access_time18/05/2018 13:52

Dois atiradores que abriram fogo nesta manhã dentro de uma escola secundária e mataram pelo menos dez pessoas em Santa Fé, cidade com 13 mil habitantes a 40 quilômetros de Houston, no Texas, confirmou a policial local à rede de televisão CNN. Pelo menos 12 pessoas foram feridas e estão em tratamento em hospitais da região. Este é o terceiro ataque em escolas dos Estados Unidos nos últimos sete dias e o 22º desde o começo deste ano. Dois atiradores que abriram fogo nesta manhã dentro de uma escola secundária e mataram pelo menos dez pessoas em Santa Fé, cidade com 13 mil habitantes a 40 quilômetros de Houston, no Texas, confirmou a policial local à rede de televisão CNN. Pelo menos 12 pessoas foram feridas e estão em tratamento em hospitais da região. Este é o terceiro ataque em escolas dos Estados Unidos nos últimos sete dias e o 22º desde o começo deste ano. O vice-diretor da escola, Cris Richardson, relatou à imprensa que “o atirador foi preso e está seguro”. Um possível cúmplice também foi detido, segundo o xerife do condado de Harris, Ed Gonzalez, postou no Twitter. A polícia encontrou na escola bombas caseiras feitas com tubos e panelas de pressão. O tiros começaram por volta das 8h (10h, no horário de Brasília). Vários estudantes conseguiram escapar e se refugiar em uma loja de veículos próxima da escola. A identidade dos atiradores ainda não foi confirmada. Tampouco há informações sobre o número exato de vítimas. A escola foi cercada pela polícia local, pela SWAT e por agentes do FBI e do Escritório de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos. Várias equipes médicas, com ambulâncias, foram chamadas para atendimento de emergência. As vítimas foram removidas para o hospital local. Em entrevista à CNN, a estudante Angelica Martinez, de 14 anos, relatou ter fugido do colégio, junto com colegas, no momento em que “parecia ocorrer uma chuva de tiros”. “Todo mundo começou a correr, enquanto os professores nos diziam para ficarmos parados. Mas nós estávamos tentando fugir”, declarou.

Avião cai logo após decolar do aeroporto de Havana, diz TV

access_time18/05/2018 13:46

Os veículos de imprensa cubanos CubaTV e Cubadebate informaram nesta sexta-feira (18) que houve um acidente com um Boeing 737 no Aeroporto Internacional José Martí, em Havana. As primeiras informações são que o avião caiu logo após decolar. Os bombeiros estão no local. Segundo a CubaTV, o voo, que ia para Holguín, no leste do país, era da companhia Cubana de Aviación, mas a aeronave era arrendada da empresa italiana Blue Panorama. A rede americana CNN afirma que uma enorme bola de fogo foi vista depois que o avião caiu. Relatos citados pela emissora também indicam que há uma espessa nuvem de fumaça visível ao redor do aeroporto, o principal do país.

José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

access_time18/05/2018 07:34

Morando em Brasília desde maio de 2017, o ex-ministro José Dirceu deve se entregar até as 17h de hoje (18) na sede da Polícia Federal (PF) na capital. A ordem é da  juíza substituta da 13ª Vara Federal Gabriela Hardt,  que substitui Sérgio Moro, titular, que está fora do país. A juíza determinou a execução provisória da condenação de Dirceu a 30 anos e nove meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa, no âmbito da Operação Lava Jato. José Dirceu mora no bairro do Sudoeste, de classe média alta em Brasília, e no ano passado foi alvo de vários protestos de moradores por sua presença no local. Na ocasião, o juiz Sérgio Moro determinou que o ex-ministro permanecesse em liberdade, com tornozeleira eletrônica, e que não poderia deixar o país. A determinação para Dirceu ficar em Brasília incluía ainda a proibição de deixar a cidade, não se comunicar, por qualquer meio ou por interpostas pessoas, com os coacusados ou testemunhas de três ações penais da Lava Jato e entregar em juízo de passaportes brasileiros e estrangeiros. Decisão A prisão do ex-ministro foi decidida após o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) rejeitar, no início da tarde dessa quinta-feira (17), o último recurso de Dirceu contra a condenação na segunda instância da Justiça. Ainda cabe recurso às instâncias superiores. Além de negar o recurso, a Quarta Seção do TRF4 determinou a imediata comunicação à 13ª Vara Federal para que fosse determinada a prisão, com base no entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) que autoriza a execução da pena após o fim dos recursos na segunda instância. Condenação Dirceu foi condenado por Moro a 20 anos e 10 meses de prisão em maio de 2016. Em setembro do ano passado, o TRF4 aumentou a pena para 30 anos e nove meses. A pena foi agravada devido ao fato de o ex-ministro já ter sido condenado por corrupção na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Dirceu teve participação em um esquema montado pela Engevix, uma das empreiteiras que formaram cartel para fraudar licitações da Petrobras a partir de 2005. De acordo com a acusação, a empresa pagou propina a agentes públicos para garantir contratos com a Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas e as refinarias Presidente Bernardes, Presidente Getúlio Vargas e Landulpho Alves. O TRF4 negou os últimos embargos e autorizou a prisão também de Gerson Almada, ex-vice-presidente da Engevix, e do lobista Fernando Moura, antigo aliado de Dirceu.

Doleiro investigado na Lava Jato fugiu para a Europa em cruzeiro de luxo, diz MPF

access_time18/05/2018 07:22

Foi da varanda da cabine 13045 do cruzeiro MSC Preziosa que René Maurício Loeb viu o Brasil pela última vez. Era 8 de abril, em Santos, no litoral de São Paulo. E o doleiro investigado pela Lava Jato, acusado de envolvimento na movimentação de cerca de R$ 1 bilhão no mercado negro do dólar, seguia para a Europa numa embarcação com escadas adornadas com cristais Swarovski e piscina com borda infinita. Para os procuradores do Ministério Público Federal (MPF), começava aí a fuga que fez Loeb se transformar em mais um foragido da Operação “Câmbio, Desligo”, fase da Lava Jato do Rio que desarticulou o esquema criminoso comandado por outro doleiro, Dario Messer, considerado o “doleiro dos doleiros” – e que também é um fugitivo. A defesa de Loeb nega que o cliente tenha tentado driblar a Justiça. Alegou que “a viagem por mar deveu-se ao precaríssimo estado de saúde” dele. E que o investigado foi procurar “tratamentos possíveis” no exterior para a fibrose pulmonar idiopática, “inconformado com a ideia de simplesmente aguardar a morte”. Atestados médicos anexados ao processo confirmam a enfermidade – e a contraindicação para viagens de avião. O MPF não acreditou. Achou curioso o fato de o doleiro ter escolhido a Alemanha, país em que é cidadão, para procurar ajuda. E que “nada foi localizado a respeito de tratamentos inovadores no sistema europeu de saúde que não sejam realizados no Brasil”. Defesa tenta reverter prisão Ao defender que a Justiça não revogue o mandado se prisão de Loeb, os procuradores afirmaram ainda que “não se concebe que um paciente em risco tão grave de vida consiga embarcar em um cruzeiro comercial, sem qualquer recurso médico específico ou cuidados diferenciados”. Os advogados do doleiro, por outro lado, pedem ao juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio, que a ordem de prisão seja cancelada. Alegam que no dia da viagem, 8 de abril, mais de 20 dias antes da operação, ninguém sabia da existência da investigação. Como já mostrou o G1, há consenso entre os membros da Lava Jato que a ação vazou semanas antes da deflagração. E que isso até era esperado, na medida que os principais delatores do esquema desvendado precisaram sair seguidamente da cadeia para depor – em movimentação que, assim que notada pelos demais detentos, começa a gerar hipóteses. Os dois delatores, Vinicius Claret e Claudio Barbosa, eram os principais administradores da rede de doleiros. Messer era o alvo óbvio de seus subordinados.

Funeral tem oração de presos, funk e promessa de vingança

access_time17/05/2018 12:11

Vídeos com detentos rezando dentro de um presídio e de um cortejo realizado com fogos e funk viralizam nas redes sociais, após a morte de um traficante em Rondonópolis (218 Km de Cuiabá). As homenagens gravadas são para o suposto líder de facção Edimilson Filho Alves da Silva, o "Pamonha", de 23 anos, morto na noite de segunda-feira (14). O crime ocorreu em uma Rua do Bairro Jardim Ipanema, quando Edmilson estava dentro de seu carro. Nas imagens gravadas por um participante do cortejo, é possível ouvir uma música cuja letra ressalta "traição" e “castigo” que um suposto traidor receberia de Deus. "O bonde todo revoltado mandou avisar que o que fizeram vai ter volta, pode acreditar. Quem traiu vai pagar, na fé de Deus", diz trecho de música. A música "Judaria" é de autoria do Mc Menor da Chapa, do Rio de Janeiro. Nas imagens ainda é possível perceber que centenas de motos e carros participaram da carreata, que tomou conta de duas avenidas na cidade. Faixas, buzinas e fogos ainda são utilizados pelos amigos e parente do suposto criminoso. As informações repassadas pela Polícia Civil dão conta que Edimilson tinha várias passagens por tráfico de drogas e roubo. Até o momento o suspeito do homicídio ainda não foi encontrado. Em outro vídeo - este gravado dentro de uma penitenciária do Estado - é possível ver vários detentos reunidos orando pelo homem. Aos gritos, eles mencionam o nome do homem e se despedem do amigo. “Vai com Deus, irmão”.  As informações são de que toda a organização do cortejo foi realizada por membros da facção à qual Edmilson fazia parte. Nas redes sociais, mensagens de vingança sobre a morte do homem são compartilhadas. Veja Vídeo:  

Polícia divulga foto de marido suspeito de matar mulher a facadas em MT

access_time17/05/2018 09:11

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou a foto do marido suspeito de ter matado a mulher dele, na madrugada dessa quarta-feira (16) no Bairro Jardim Ikaraí, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Segundo a DHPP, Amaro Leite da Silva, 60 anos, matou a mulher dele, Célia Regina Magalhães, de 50 anos, na quitinete onde eles moravam. O casal morava há 40 dias nesse imóvel, que era alugado. Testemunhas disseram que o crime foi cometido pelo marido da vítima, que discutia com ela momentos antes do crime. Os vizinhos e o proprietário do imóvel relataram que Regina e o marido discutiam com frequência e sempre brigavam no local. A última briga teria começado por volta de 19h de terça-feira (15) (horário de Mato Grosso). Uma pessoa chegou a ligar para o dono do imóvel e comentado que o casal estava discutindo. Depois de esfaquear a mulher, o suspeito fugiu do local.

Operação de combate à pornografia infantil cumpre 10 mandados de busca e apreensão em MT

access_time17/05/2018 08:51

Dez mandados de busca e apreensão devem ser cumpridos pela Polícia Civil de Mato Grosso nesta quinta-feira (17), dentro da Operação Luz na Infância 2, deflagrada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP). São cumpridos 578 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados. De acordo com a Polícia Civil, em Mato Grosso são cumpridos 10 mandados de busca e apreensão de suspeitas de armazenamento de conteúdo pornográfico infantil. As ordens judiciais são cumpridas nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Sorriso, Alto Garças e Barra do Garças. Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligencia da Secretaria Nacional de Segurança Pública e repassados à Diretoria da Polícia Civil, por meio da Gerência de Combate aos Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), que representou judicialmente pelos mandados, com base em elementos coletados em ambientes virtuais referentes a pornografia infantil. Os trabalhos são realizados em conjunto pela Gecat, Delegacia Especializada de Defesa da Criança e Adolescente de Cuiabá (Deddica), Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande, além de unidades dos municípios do interior.

Família do jogador Valdívia é mantida refém por 4 horas durante roubo a residência em MT

access_time16/05/2018 18:48

A família do jogador Valdívia, do São Paulo, foi mantida refém por quatro horas durante um assalto a uma residência na noite dessa terça-feira (15) em Jaciara, a 142 km de Cuiabá. Segundo a família do jogador, quatro assaltantes renderam os pais, a avó e o irmão de Valdívia. Eles ficaram trancados em um quarto da casa enquanto os assaltantes recolhiam objetos de valor. De acordo com a Polícia Civil, o assalto ocorreu no Bairro Nova Jaciara. Um boletim de ocorrência foi registrado na madrugada desta quarta-feira (16). As vítimas relataram à polícia que estavam em casa, às 22h, quando dois homens encapuzados e armados pularam o muro da casa e entraram no local. Eles anunciaram o roubo e outros dois assaltantes também entraram na casa. Eles levaram dois veículos, sendo uma BMW e uma caminhonete Land Rover. Os assaltantes roubaram joias, televisões, videogames, computadores e um notebook. Família Segundo relato do irmão de Valdívia, Adriano Ferreira, a ação foi feita por quatro homens encapuzados, que não machucaram ninguém e sabiam do parentesco com o jogador. Um dos suspeitos disse às vítimas: 'Vamos levar o carro porque o Valdívia tem condições de comprar outro'. Valdívia é nascido em Jaciara, interior de Mato Grosso. Destacou-se na Copa São Paulo de Futebol Jr de 2012 pelo Rondonópolis e foi negociado com o Internacional. O jogador atuou pelo Atlético-MG ano passado e atualmente defende o São Paulo.

Jovem Peixotense está desaparecido há dois dias

access_time15/05/2018 12:00

Ninguém vê Marcelo Santos Paulino, 18 anos, desde meia noite e meia dessa segunda-feira (14). Última vez que avistaram Marcelo foi depois que acabou a gincana e o show na Vila Olímpica de Peixoto de Azevedo. Familiares estão muito preocupados, se alguém souber sobre o paradeiro de Marcelo, entrar em contato com irmã dele, no cel 66 9 9996-2755.

Dono de pesqueiro é morto em MT após impedir suspeito de pescar no local, diz delegado

access_time15/05/2018 08:53

Um homem foi preso suspeito de ter matado o dono de um pesqueiro em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu no sábado (12) e o suspeito foi preso nessa segunda-feira (14). Pedro Júnior Costa da Silva, de 37 anos, confessou o crime. De acordo com o delegado Nilson Farias, homicídio ocorreu em um pesqueiro na região do Rio Verde. José Pereira Cabral, de 59 anos, foi morto a tiros. O G1 não localizou o advogado do suspeito. “A vítima tinha um pesqueiro e o suspeito possuía um desentendimento com ela, já que a vítima não queria que ele continuasse pescando ali, tendo em vista que ele não auxiliava na ceva e no trato dos peixes”, explicou o delegado. O suspeito foi preso em uma residência no bairro Jardim Tropical em Sorriso. Em depoimento, ele confessou o crime e indicou aos policiais onde escondeu a arma utilizada. “Eles tiveram esse desentendimento há mais de um ano e ficou uma rusga pendente. Pedro fez dois disparos de arma de fogo, e ele [José] tentou correr, e o suspeito efetuou mais um disparo de arma”, contou Farias. Pedro vai responder pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e mediante traição/emboscada.

Mulher morre depois de lipoaspiração e plástica nos seios em Cuiabá e polícia abre inquérito para investigar o caso

access_time15/05/2018 08:13

Uma mulher de 33 anos morreu nesse domingo (13) depois ter sido submetida a duas cirurgias plásticas, na sexta-feira (11), no Hospital Militar, em Cuiabá. Amiga e comadre de Edléia Daniele Ferreira Lira, Laíza Cardoso, disse que o corpo está no Instituto Médico Legal (IML), onde serão feitos exames que devem apontar as causas da morte. O hospital informou que alugou o centro cirúrgico para a equipe médica fazer cirurgia e que, mesmo não sendo de responsabilidade da unidade de saúde, foi dada a assistência necessária para a paciente, após complicações. A família registrou uma denúncia na Polícia Civil. Segundo a polícia, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar as circunstâncias da morte de Daniele, sob a responsabilidade da delegada Juliana Palhares. Conforme Laiza, Daniele, que era formada em gastronomia e estética, teve conhecimento do médico que fez a cirurgia plástica por meio de um grupo no Facebook, cuja proposta é oferecer cirurgias plásticas a preços bem abaixo dos praticados no mercado. O G1 entrou em contato com o contato com essa clínica, disponibilizado na página denominada "Plástica para Todos", a qual informou que se manifestará sobre o assunto após o laudo apontar as causas da morte. "O médico é de São Paulo, mas atende em vários estados, pelo que pesquisamos", disse. Daniele passou por cirurgias de lipoescultura e mamoplastia, na sexta-feira, pelo custo de R$ 6 mil. Depois dos procedimentos, quando já estava no quarto e consciente, segundo a amiga, ela começou a reclamar de dores e formigamentos nas pernas, ficou sonolenta e teve parada cardíaca. A companheira dela, que a acompanhava no pós-operatório, pediu socorro. "Houve demora na reanimação, porque lá (no hospital) não tem UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e ela teve de ser transferida para outro hospital, onde fizeram de um tudo para reanimá-la", contou Laíza. Conforme a amiga, poucas pessoas sabiam da cirurgia. "Ela não quis ficar comentando, possivelmente, porque temia que as pessoas a criticassem, mas estava feliz", disse. Nesse outro hospital, ela passou quase dois dias internada, na UTI. Depois, a paciente teve morte cerebral e morreu no domingo, conforme a amiga. Laíza afirmou que, pelo que ela tinha conhecimento, Daniele não sofria de nenhuma doença. Antes das cirurgias, ela passou por exames, de acordo com ela. Daniele deixou uma filha de quatro anos. "Queremos alertar outras pessoas para o risco de cirurgias dessa forma. Ela era muito feliz, cheia de vida", declarou a amiga. De acordo com a Polícia Civil, familiares relataram que após a cirurgia de mamoplastia redutora e lipoaspiração verificaram sangramentos nas costas da paciente e que os dedos estavam muito brancos. Após pedirem socorro, foram realizados diversos procedimentos de emergência por enfermeiros como uso de desfibrilador, bomba manual de oxigênio e adrenalina, e que o médico apareceu após uma hora da ocorrência de urgência. À polícia, a família informou que a paciente foi encaminhada para outra unidade médica, após pagamento de cheque calção no valor de R$ 17,5 mil.

Dia sangrento Palestinos enterram mortos por tropas de Israel em Gaza

access_time15/05/2018 07:22

Famílias palestinas enterram nesta terça-feira (15) os corpos de parentes que foram mortos nesta segunda em confrontos na fronteira da Faixa de Gaza com Israel, dia que é considerado o mais sangrento desde a última guerra entre Israel e o Hamas, em 2014. A segunda terminou com 58 palestinos mortos por tiros de soldados israelenses. Além disso, um bebê de 8 meses morreu após a inalação de gás lacrimogêneo durante os protestos. No total, mais de 2.700 pessoas ficaram feridas, por tiros de soldados israelenses ou por inalar gás. Entre elas, 1.360 foram por tiros. Segundo o Ministério da Saúde palestino, 130 feridos estão em condição séria. Grupos de palestinos tentaram avançar contra a barreira que fica na fronteira com Israel e lançaram pedras na direção dos soldados, que responderam com tiros e bombas de gás lacrimogêneo. Os confrontos de segunda coincidiram com a inauguração da nova embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém, a dezenas de quilômetros da fronteira entre o território palestino e Israel. A decisão de Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e de transferir a representação diplomática de Tel Aviv para essa cidade é considerada muito polêmica, porque rompe com o consenso internacional de não reconhecer a cidade como capital da Palestina ou de Israel até que um acordo de paz seja firmado entre as duas partes. Os moradores de Gaza pretendem protestar novamente nesta terça, dia de greve na região, diante da cerca de segurança que separa o território de Israel. Os palestinos da Faixa de Gaza e da Cisjordânia ocupada recordam a "Nakba", a "catástrofe", como definem a criação do Estado de Israel em 1948 e o êxodo de centenas de milhares de pessoas. As autoridades israelenses mobilizaram milhares de soldados ao redor da Faixa de Gaza e na Cisjordânia pelo receio de novos distúrbios. O Hamas, movimento islamita que governa a Faixa de Gaza e que enfrentou Israel em três guerras desde 2008, apoia a mobilização e afirma que esta é uma iniciativa civil, um movimento pacífico. Os milhares de combatentes do grupo não utilizaram suas armas até o momento, mas um dos líderes, Khalil Al-Hayya, deu a entender que isto pode mudar. O exército israelense acusa o Hamas de utilizar este movimento para misturar combatentes armados entre a multidão ou para colocar artefatos explosivos na fronteira. "Qualquer atividade terrorista terá uma resposta", advertiu o governo. Israel teme que os palestinos derrubem a cerca de segurança e entrem em seu território. O governo alertou que utilizará "todos os meios" para proteger a barreira, seus soldados e os civis. Ao mesmo tempo, o governo afirma que seus soldados só utilizam balas letais como último recurso. Também estão previstas manifestações na Cisjordânia, a dezenas de quilômetros da Faixa de Gaza. Os dois territórios estão separados pelo território israelense. ONU denuncia violência 'indiscriminada' Israel recebeu críticas da comunidade internacional pelo uso excessivo de força na segunda-feira. O Conselho de Segurança da ONU deve se reunir durante a tarde, a pedido do Kuwait. Nesta terça, o Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos denunciou que Israel mata de maneira que "parece indiscriminada" e lembrou que querer pular ou danificar uma cerca de fronteira (a Faixa de Gaza) não justifica o uso de munição letal. "Parece que qualquer pode ser assassinado ou ferido; mulheres, crianças, repórteres, trabalhadores da área da saúde, se eles se aproximarem mais de 700 metros da cerca. Eles atiraram em um amputado duplo. Qual é a ameaça de um amputado?", afirmou o porta-voz em Genebra do Escritório, Rupert Colville. "Parece bastante claro que está se matando de forma indiscriminada", afirmou Colville. "O uso de força letal deve ser o último recurso, não o primeiro, e deve responder a uma ameaça à vida. A tentativa de pular ou danificar uma cerca, ou lançar coquetéis molotov não é claramente uma ameaça de morte", ressaltou o porta-voz. Questão polêmica No conflito entre Israel e palestinos, o status diplomático de Jerusalém, cidade que abriga locais sagrados para judeus, cristãos e muçulmanos, é uma das questões mais polêmicas e ponto crucial nas negociações de paz. Israel considera Jerusalém sua capital eterna e indivisível. Mas os palestinos reivindicam parte da cidade (Jerusalém Oriental) como capital de seu futuro Estado. Apesar de apelos por parte de líderes árabes e europeus, e de advertências que a decisão poderia desencadear uma onda de protestos e violência, Trump resolveu adotar uma nova abordagem sobre o tema, considerando que mesmo com a postura anterior dos EUA, a paz na região até hoje não foi atingida. Atualmente, a maioria dos países mantém suas embaixadas em Tel Aviv, justamente pela falta de consenso na comunidade internacional sobre o status de Jerusalém. A posição da maior parte da comunidade internacional é a de que o status de Jerusalém deve ser decidido em negociações de paz.

Delator da Lava Jato é preso em ação contra lavagem e tráfico internacional

access_time15/05/2018 07:16

A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta terça-feira (15) Carlos Alexandre de Souza Rocha, conhecido como Ceará, delator da Lava Jato. Ele e outras sete pessoas foram presos em uma operação contra lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas. Ceará atuava na Lava Jato com o doleiro Alberto Youssef, e firmou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR). O acordo foi homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A PF disse que vai avisar as duas instituições para que avaliem a rescisão do acordo. Ceará foi preso preventivamente, ou seja, por tempo indeterminado, em João Pessoa (PB). Os políticos Fernando Collor de Mello, Aécio Neves, Renan Calheiros e Randolfe Rodrigues foram delatados por Ceará. Outros doleiros Além dele, outros dois operadores financeiros agem no esquema investigado pela Operação Efeito Dominó, deflagrada nesta terça. Um deles, Edmundo Gurgel Junior, foi investigado pela PF no caso Banestado, na Operação Farol da Colina, segundo a Polícia Federal. Ele também foi alvo de prisão preventiva, no Recife (PE). O outro doleiro preso é José Maria Gomes. A prisão dele é temporária e ocorreu no Rio de Janeiro (RJ). Todos os presos serão levados para a Superintendência da PF, em Curitiba. O G1 tenta localizar os advogados dos citados. Operação Efeito Dominó Batizada de Efeito Dominó, a ação é um desdobramento da Operação Spectrum, deflagrada em 2017. Na ocasião, Luiz Carlos da Rocha – o Cabeça Branca, um dos maiores traficantes da América do Sul, segundo a PF – foi preso em Sorriso (MT). De acordo com a PF, a investigação policial apontou uma "complexa e organizada estrutura" destinada à lavagem de recursos provenientes do tráfico internacional de entorpecentes. A estratégia da operação, conforme a PF, é baseda na ligação de interesses das atividades ilícitias dos "clientes dos doleiros" investigados. De um lado, havia a necessidade de disponibilidade de grande volume de reais em espécie para o pagamento de propinas, segundo a PF. Do outro, de acordo com a PF, traficantes internacionais como – Cabeça Branca – tinham disponibilidade de recursos em moeda nacional e necessitavam de dólares para fazer as transações internacionais com fornecedores de cocaína." Ao todo, são 26 mandados judiciais. Há 18 de busca e apreensão, cinco de prisão preventiva e três de prisão temporária. Os mandados são cumpridos no Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e em São Paulo. Crimes de lavagem de dinheiro, contra o Sistema Financeiro Nacional, organização criminosa e associação para o tráfico internacional de entorpecentes são apurados pela Operação Efeito Dominó. Ceará Ceará, preso na Operação Efeito Dominó, é um dos delatores da Operação Lava Jato. Ele trabalhava para o doleiro Alberto Youssef. Em 2014, Ceará disse, em depoimento, que foi à Maceió e levou R$ 300 mil para o ex-presidente da República Fernando Collor de Mello (PTB-AL) em pacotes de notas de R$ 100. O depoimento foi homologado em 2015. À época, Collor negou conhecer Ceará e questionou a credibilidade do seu depoimento. O delator também mencionou, em depoimento, que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu R$ 300 mil a mando de Youssef. Aécio negou a afirmação. Ceará ainda citou a entrega de dinheiro a outros políticos, entre eles, os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Os senadores também negaram.

Jovem é preso e dois menores apreendidos suspeitos de tráfico de drogas em Matupá

access_time14/05/2018 08:44

Na noite de sábado (12), a Polícia Militar de Matupá realizou a prisão de um jovem de 18 anos e a apreensão de dois menores (15 e 16 anos), por tráfico de drogas, corrupção de menores e uso ilícito de drogas. O fato aconteceu por volta das 21h16, após a guarnição ser acionada via 190, a denúncia informava que havia um indivíduo comercializando entorpecentes no interior do Ginásio Municipal, que o mesmo passava droga (maconha), para adolescentes menores de idade, os quais consumiam a referida substância publicamente sem qualquer constrangimento. A Polícia Militar conseguiu identificar os suspeitos, no momento da abordagem um deles dispensou duas porções consideráveis do entorpecente, enquanto seguia para adentrar em um veículo.  Diante dos fatos foi realizada a condução do maior juntamente com os menores para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil. Com eles foi apreendido 01 celular LG, 01 celular Motorola, R$ 50,00 reais em espécie e 02 porções de substância análoga a maconha.

Acidente deixa duas vítimas em estado grave

access_time14/05/2018 08:42

Na tarde deste domingo (13), dois homens ficaram gravemente feridos em um acidente de trânsito registrado no km 805 da BR-163 entre Sorriso e Sinop, nas proximidades do trevo de Vera. Segundo informações, a dupla seguia pela BR-163 quando o motorista perdeu o controle da direção, saiu da pista e capotou o veículo. Eles estavam em um carro GM Corsa de cor preta com placas de Sinop. Os dois homens, identificados como Adão Martins da Costa e o motorista Celestino Gonçalves foram socorridos em estado grave e levados para unidade hospitalar de Sinop. Ambos são moradores da cidade vizinha. A Polícia Rodoviária Federal esteve no local levantando as informações do acidente para confecção do Boletim de Acidente. Uma testemunha disse à polícia que no trajeto flagrou o veículo das vítimas seguindo em zigue-zague pela via. O motorista, segundo o inspetor Vinícius Pelizer, apresentava sinais de embriaguês.  O caso será apurado. 

Duas pessoas são detidas com quase 100 kg de peixe perto de barragem de usina em MT

access_time14/05/2018 08:39

Uma operação apreendeu quase 100 kg de pescado irregular no Rio Teles Pires, perto da barragem da usina hidrelétrica em Sinop, a 503 km de Cuiabá. A operação ocorreu no domingo (13) e foi feita pela Secretaria de Meio Ambiente (Sema), policiais civis e militares. Além do peixe, também foram apreendidas embarcações e apetrechos de pesca. Os pescadores, policiais e fiscais da Sema chegaram na cidade em comboio. Quatro barcos foram apreendidos. Aproximadamente 100 kg de peixe foram doados para o Lar dos Vicentinos, uma instituição filantrópica de Sinop. De acordo com a Sema, duas pessoas devem responder por crime ambiental. “Foram pegas pessoas com peixe fora da medida, sem carteirinha de pescador. Algumas pessoas serão encaminhadas para a Polícia Civil e vão responder por crime ambiental”, disse o diretor regional da Sema, Sandro Depiné.

Em dois anos, mais de 1,5 mil crianças foram vítimas de estupro em MT

access_time14/05/2018 08:33

Mais de 1,5 mil crianças de até 12 anos foram estupradas em Mato Grosso nos últimos dois anos, segundo dados da Polícia Civil. Em 2016, foram registrados 794 casos registrados, dos quais 636 tiveram meninas como vítimas. No ano seguinte, enquanto os casos envolvendo vítimas do sexo feminino apresentou queda, o mesmo não ocorreu com o sexo oposto. Se em 2016, foram 158 ocorrências de estupro envolvendo crianças do sexo masculino, em 2017, o número de meninos estuprados subiu para 167. Entre os casos que mais chamaram a atenção no ano passado está o de um idoso de 74 anos, preso em novembro, suspeito de ter estuprado oito meninas com idades entre 7 e 11 anos que estudavam em uma escola de Paranatinga, a 411 km de Cuiabá. O homem trabalhava como vigia na unidade e confessou que que estuprava as vítimas em uma sala usada como depósito de brinquedos, alegando à polícia que "as crianças o seduziam". Disque-100 Se levarmos em conta os casos denunciados à Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos (Disque 100), Mato Grosso registrou mais de três mil ocorrências de violência sexual infantil entre os anos de 2011 e 2016. O serviço funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive domingos e feriados. A ligação é gratuita e atende ligações de todo o território nacional. Após receber as denúncias, o departamento encaminha os casos para as autoridades. Dia Nacional O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes é lembrado no dia 18 de maio. A data foi instituída pela Lei Federal 9.970/00, o dia 18 de maio remete a mesma data no ano de 1973, quando a menina Araceli Crespo, de 8 anos, foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada em Vitória (ES). Apesar da natureza hedionda do crime, seus agressores nunca foram punidos. Por conta da grande repercussão do caso na época, a data de 18 de maio foi instituída como dia nacional de combate a esse tipo de crime e é considerada uma das conquistas do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), com o objetivo de mobilizar toda a sociedade.

Monitoramento por satélite evita derrubada de 2.744 ha de floresta

access_time12/05/2018 15:33

A Operação HotSpot (pontos quentes), que tem o objetivo de impedir a derrubada da floresta ou cerrado por meio de monitoramento de imagens de satélite, está sendo realizada mensalmente em todo o estado de Mato Grosso. A ação é desenvolvida pela fiscalização de flora da secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e todas as nove Unidades Desconcentradas do órgão. Devido ao uso de tecnologia em tempo real, as equipes de fiscalização chegaram à área quando se iniciou o desmatamento ilegal, impedindo a derrubada de 2.744 ha, além da autuação de 2.091 ha de área já desmatada. No inicio do mês de maio a operação foi realizada nos municípios de Marcelândia, Feliz Natal, Barra do Garças, Novo Mundo, Confresa, Campos de Júlio, Paranaíta, Pedra Preta, Comodoro, Juína e Cláudia. A tecnologia é utilizada em defesa do meio ambiente, atualmente com vários satélites em orbita e disponibilização das imagens registradas. “A fiscalização vem realizando monitoramento quase em tempo real, podendo assim rastrear as áreas com indicativo de desmate ou em realização. Desta forma, se evita o desmatamento e dá rapidez na responsabilização das infrações ambientais”, explica o coordenador de Fiscalização da Flora, Fabiano Bernini.  As áreas já fiscalizadas serão monitoradas diariamente. Caso o proprietário persista em desmatar ilegalmente, as equipes responsáveis retornarão imediatamente ao local,procedendo a apreensão de maquinário e condução dos responsáveis para a delegacia, além da responsabilização administrativa. 

Investigação aponta que policial também provocou confusão que deixou 4 baleados em Peixoto

access_time12/05/2018 12:02

As oitivas das testemunhas, dos dois policiais militares e de quatro que foram baleados em um bar, na região central de Peixoto de Azevedo, no dia 4 do mês passado, foram concluídas pelo comandante da Polícia Militar de Guarantã do Norte, major Benedito Martins de Carvalho Júnior. De acordo com o comandante regional da PM, coronel Gildazio Silva, foi constatado nas investigações que o soldado também foi responsável pela confusão e, por isso, o caso será encaminhado para corregedoria da PM para passar pelo processo disciplinar e que pode até culminar em demissão. “Estou encaminhando para corregedoria concordando com a apuração do major, que concluiu crime praticado pelo soldado. Ele sugeriu instauração de processo disciplinar de caráter demissório. Ele será submetido a esse processo. Houve elementos comprovatórios que ele também provocou a confusão no bar. Agora, será submetido ao processo demissório. Será apurado se ele tem condições de permanecer ou não nas fileiras da polícia. Estou homologando com essa concordância. Os demais policiais que registraram a ocorrência com informações errôneas também serão submetidos a uma investigação para apurar a conduta deles”, disse o coronel. As oitivas das testemunhas começaram no dia 13 de março. A abertura da sindicância administrativa foi determinada por Gildazio um dia após a confusão envolvendo os policiais. No registro boletim de ocorrência, foi apontando que dois homens, de 19 e 23 anos, tentaram roubar a pistola calibre 380 do soldado, em um bar. Houve confusão, dois acusados e duas pessoas que estavam no local foram baleados e encaminhados ao hospital. Já o policial foi atingido por coronhadas na cabeça e também precisou de atendimento médico. A versão contestada pelas testemunhas durante as investigações foi a que os policiais da Força Tática registraram no boletim de ocorrência. Constava que o soldado estava na conveniência com a esposa, um amigo e outro militar. Eles haviam marcado encontro no local para irem a uma confraternização. A confusão teria começado após dois rapazes se aproximarem do policial e um deles tentar atingi-lo com tapa no rosto. Ele teria conseguido desviar, mas foi surpreendido pelo segundo com uma ‘gravata’ no pescoço para tentar mobilizá-lo e retirar a sua arma. Com isso, ocorreu uma luta corporal entre eles e foram efetuados 4 disparos. O caso continua sendo investigado também pela Polícia Civil.

Polícia Civil prende foragido do Paraná em Colíder

access_time12/05/2018 10:21

Um homem foragido da Justiça do Estado do Paraná (PR) foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de quinta-feira (10), no município de Colíder. Ardi Mombelli dos Santos, 32 anos, estava com mandado de prisão pelo crime de roubo, decretado pela juíza de direito da 1ª e 2ª Vara de Execução e Medidas Alternativas e Cartas Precatórias Criminais, da Comarca de Curitiba (PR). O procurado foi preso pelos policiais civis de Colíder coordenados pelo delegado de polícia Ruy Guilherme Peral da Silva. Em seguida, Ardi foi recolhido e colocado à disposição da Justiça.

Casal menor de idade é apreendido suspeito de tráfico de drogas em Peixoto de Azevedo

access_time12/05/2018 10:14

Casal menor de idade foi apreendido suspeito de tráfico de drogas nesta sexta-feira (11), em uma residência no Bairro Nova Esperança em Peixoto de Azevedo.  A Polícia Militar recebeu uma denuncia informando que em uma residência no referido bairro, um casal menor de idade estariam fazendo a comercialização de entorpecentes e que os mesmos haviam retornado recentemente do município de Sinop com uma grande quantia de drogas.  Diante dessas informações a guarnição realizou rondas próximas à residência, em determinado momento foi visualizado o casal saindo da mesma, com algo de suspeito, logo foi feito a abordagem dos mesmos. Em revista nos suspeitos foram localizadas, uma porção de entorpecente e uma balança de precisão.  Foi feito uma busca no interior da residência, onde foi localizada metade de um tablete de maconha e R$ 845,00 (oitocentos e quarenta e cinco reais) em dinheiro trocado. Os dois foram detidos e encaminhados à delegacia de Polícia Civil, para as providências necessárias.

Algemadas, gêmeas e amiga posam para foto ao serem presas por tráfico de droga

access_time12/05/2018 10:12

Presas por suspeita de tráfico de drogas, três jovens posaram algemadas para foto ao serem detidas em Pedra Preta, a 243 km de Cuiabá, na quinta-feira (10). Segundo a Polícia Militar, as gêmeas Vânia Nogueira da Silva e Vanessa Nogueira da Silva, de 23 anos, e Lady Natiely Teixeira de Carvalho, de 19 anos, comandavam uma boca de fumo. No local, foram apreendidos papelotes de cocaína, uma quantia do entorpecente em pó e 48 gramas de pasta base de cocaína. As prisões ocorreram durante rondas perto da casa usada por elas. Segundo a polícia, denúncias já haviam apontado a existência do comércio de drogas no local. O flagrante ocorreu no momento em um usuário saía da casa com porções de drogas. Ao ser questionado, ele afirmou que comprou a droga com as três. Ao ser abordada, uma das donas da casa correu para o banheiro e tentou se livrar do entorpecente jogando a droga no vaso sanitário e dando descarga. Parte do material, entretanto, voltou e foi apreendido.

2ª vítima de desabamento de prédio em SP é identificada

access_time11/05/2018 18:09

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou na tarde desta sexta-feira (11), por meio de nota, que foi identificada uma segunda vítima do desabamento do edifício Wilton Paes de Leme, no Centro. Os remanescentes humanos de Francisco Lemos Dantas, de 56 anos, tinham sido achados na última quarta-feira (9). Os restos mortais achados nos escombros na quarta-feira eram de três pessoas, sendo um adulto e duas crianças, segundo informou a SSP naquele dia. Até então, o sexo e a estatura das vítimas não tinham sido identificados pelo Instituto Médico Legal (IML). Na segunda-feira (7), a ex-mulher de Francisco, a empregada doméstica Zenaide Melo Sousa, foi ao 3º DP registrar o desaparecimento de Francisco. “Ele estava lá com certeza”, disse. Um dos filhos de Francisco e Zenaide conversou com a reportagem e disse que tinha falado com o pai duas horas antes da tragédia. “Eu falei que queria me encontrar com ele lá no prédio, mas ele falou que já iria dormir”, disse o rapaz de 16 anos. Segundo a SSP, agora há seis pessoas desaparecidas. Pelas buscas dos bombeiros, no entanto, são cinco vítimas nos escombros. Desaparecidos procurados pelos Bombeiros: Selma Almeida da Silva, 40; Werner, 10, filho de Selma; Wendel, 10, filho de Selma; Eva Barbosa Lima, 42; Walmir Sousa Santos, 47. Na última sexta-feira (4), após exames nas digitais, ficou confirmado que o primeiro corpo achado nos escombros era de de Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro, de 39 anos. A vítima por pouco não foi retirado do prédio com vida. Bombeiros tinham acabado de colocar o cinto de segurança para puxá-lo para um prédio vizinho quando o edifício em chamas ruiu na madrugada de terça. Restos mortais achados nesta sexta Nesta sexta-feira, mais cedo, a equipe do Corpo de Bombeiros localizou novos restos mortais nos escombros. Não se sabe ainda se os restos de ossos eram de humanos. Veja a íntegra da nota da SSP: Os Núcleos de Antropologia do IML e de Biologia e Bioquímica do IC identificaram nesta sexta-feira (11), Francisco Lemos Dantas, de 56 anos, desaparecido no desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, dia 1º de Maio. Dantas estava entre os remanescentes humanos encontrados na última quarta-feira (09). Além dele, já foi reconhecido Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro. Seis pessoas ainda são consideradas desaparecidas.

Dono da Dolly, empresa de refrigerantes, é preso por fraude fiscal em SP

access_time10/05/2018 20:19

A Polícia Militar prendeu, na manhã desta quinta-feira (10), o dono da empresa de refrigerantes Dolly, Laerte Codonho, em sua casa na Granja Viana, em Cotia, na Grande São Paulo. As investigações apontam fraude fiscal estruturada, organização criminosa e lavagem de dinheiro. O dinheiro desviado com a fraude é estimado em R$ 4 bilhões. Codonho teve a prisão temporária decretada e foi levado ao 77º D.P. (Distrito Policial), onde chegou por volta do meio-dia, segurando um papel com os dizeres: "Preso pela Coca-Cola". Ao chegar na delegacia, Codonho afirmou que estaria sendo preso devido a uma perseguição da Coca-Cola e que a empresa que estariam investigando não pertence a ele. Além do dono da empresa, o ex-contador da Dolly, Rogério Raucci, e o ex-gerente financeiro da empresa, César Requena Mazzi, foram presos e levados ao DP. Informações preliminares apontam que a Justiça considerou que a empresa, comandada por Codonho, demitiu funcionários e os recontratou em outra companhia para fraudar o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). "Ressaltamos que há notícia de ações cautelares (...), no âmbito fiscal, a recuperação de ativos de bens do grupo econômico mencionado, responsável por débitos fiscais bilionários já constituídos", afirma o MP-SP, em nota sobre o caso. Dois helicópteros foram apreendidos em São Bernardo do Campo, e quatro carros de luxo, em Cotia. Os PMs também encontraram e apreenderam dinheiro em espécie, incluindo notas de real, dólar americano, euro e libra esterlina, na mansão de Codonho - o valor total não foi divulgado. A operação envolve o Gedec (grupo especial do Ministério Público paulista para combate à formação de cartel e lavagem de dinheiro), a Procuradoria-Geral do Estado e a Polícia Militar. A advogada que defende Codonho, Maria Elizabeth Queijo, afirmou que não iria se manifestar imediatamente pois não teve acesso aos autos. As defesas dos outros acusados também não quiseram se manifestar. Em nota, a Dolly classificou de "injusta" a prisão do empresário detentor da marca. "Laerte Codonho sempre colaborou com as autoridades, e tem certeza que provará sua inocência. A defesa recorrerá da decisão e confia na Justiça", diz o texto.

Primo de governador de MT era responsável por manter contrato em esquema e recebeu R$ 2,6 milhões em propina, diz decisão

access_time09/05/2018 22:38

O ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, que é primo do governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), era responsável por manter contrato em um esquema de fraudes no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT). Paulo Taques foi preso nesta quarta-feira (9), durante a Operação Bônus, que investiga o desvio. De acordo com a decisão do desembargador José Zuquim Nogueira, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que determinou a prisão do ex-secretário, ele teria recebido R$ 2,6 milhões em propina. Além de Paulo Taques, foram presos o irmão dele, Pedro Jorge Taques, o deputado Mauro Savi (PSB), e os empresários Roque Anildo Reinheimer, Claudemir Pereira dos Santos, vulgo 'Grilo', e José Kobori. Os irmãos Taques e o deputado passaram por audiência de custódia, tiveram as prisões mantidas e levados para o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC). Na decisão que manda prendê-los, o desembargador afirma que Paulo Taques mediou a manutenção do contrato entre a empresa usada na fraude e o governo. "Os primos do atual governador tomaram parte da organização e iniciaram a solicitação de recebimento de propina em razão do cargo público que futuramente Paulo Taques viria a ocupar", diz o magistrado. A operação é uma continuidade da Operação Bereré, que investiga suspeita de fraudes e desvio de verba do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), segundo o Ministério Público Estadual (MPE), em Cuiabá. Uma testemunha, ouvida durante o inquérito, afirmou que Paulo Taques recebeu R$ 2,6 milhões em duas parcelas, sendo uma de R$ 1,4 milhão e outra de R$ 1,6 milhão. Ainda segundo o desembargador, os irmãos Taques "valendo-se do conhecimento jurídico privilegiado que detêm, atuam na órganização criminosa criando engenhosas artimanhas para maquiar o recebimento de propina". Como justificativa para a prisão de Paulo e Pedro Jorge Taques, o desembargador apontou o foco deles em dificultar a produção de provas a respeito dos crimes por eles praticados.

Ossada humana é localizada em região de mata no Norte de Mato Grosso

access_time08/05/2018 16:31

A Polícia Civil de Nova Ubiratã encontrou, na noite desta segunda-feira (07), uma ossada humana em uma região de mata localizada há cerca de 100 km de Nova Ubiratã. Após algumas denúncias, os investigadores foram até o local, juntamente com a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Sorriso e fizeram a análise. Algumas roupas, como uma calça jeans e uma camiseta listrada estavam juntas aos restos mortais. A identificação da pessoa será feita através de exames laboratoriais. A família do agricultor Elizeu Chiodi, de 40 anos, morador de Vera, deve ser chamada para a coleta de material genético para a realização do DNA. Os policiais suspeitam que seja o homem, visto que o mesmo está desaparecido desde o dia 10 de março. Ele sumiu depois que saiu de casa para cobrar uma dívida de cerca de R$ 50 mil com uma pessoa em Feliz Natal, onde tem uma fazenda. Outro elemento que reforça a desconfiança dos investigadores é que 40 dias depois de Elizeu desaparecer, o carro dele, um Fiat Strada, foi localizado nas proximidades de uma fazenda em Santa Terezinha do Rio Ferro, que pertence ao município de Nova Ubiratã. O local não fica distante do ponto onde a ossada foi encontrada ontem.

Mato Grosso registra redução de 14% nos crimes de homicídios

access_time08/05/2018 14:51

As ações integradas das forças de segurança na repressão aos homicídios resultaram em uma redução de 14% no crime contra a vida no Estado. De janeiro a seis de maio foram registrados 296 homicídios dolosos (quando há intenção de matar) em Mato Grosso. No mesmo período de 2017, foram 346 casos. A capital do Estado também registrou redução de 6%. Em 2018, foram 45 ocorrências de homicídios. Já em 2017, foram 48 casos. Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). Uma das ações repressivas, que foi deflagrada em todo o estado no mês de abril é a Operação “Bairro Seguro”, que cumpriu em dois dias 21 mandados de buscas e apreensões, 157 mandados de prisões, internação cautelar e prisões temporárias, 87 prisões em flagrante delito e apreendeu mais de 36 quilos de drogas. O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, destacou que os resultados alcançados são reflexos da atuação conjunta das forças policiais aliado à motivação dos profissionais e os investimentos feitos nos setores de Inteligência e operacional. “Nós creditamos estas reduções a atuação dos nossos servidores, que estão extremamente motivados a enfrentar a criminalidade em nosso estado. Temos grande mobilização das forças de segurança pública estadual e isso vem dando respostas eficientes”, enfatizou. Ainda segundo o secretário, os resultados positivos ao enfrentamento da criminalidade se deve às ações integradas com demais órgãos estaduais, a exemplo da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Polícia Federal, Ministério Público (MPE) e Poder Judiciário. “Os trabalhos realizados em conjunto com outros órgãos fazem com que o estado se fortaleça e produza ações firmes e precisas contra a criminalidade. Com isso os índices vão reduzindo”, afirmou. Uma das ações apontadas pelo secretário na redução na repressão à criminalidade foi a Operação “Regressus”, deflagrada em abril pela Polícia Judiciária Civil, por meio de investigação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e com apoio do Poder Judiciário e do MPE. A investigação apontou desvio de recursos para pagamento destinado a realização de laudo criminológico para progressão de regime e que presos que progrediram usaram atestados ideologicamente falsos e declarações de trabalho em empresas de fachada. Também em abril foi deflagrada a segunda fase da operação “Panóptico”, que cumpriu 13 mandados de busca e apreensão contra as facções criminosas. Participaram da ação a Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar e Polícia Federal. As ordens foram expedidas pela 7ª Vara do Crime Organizado, em atendimento ao pedido da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). A investigação apurou a atuação de integrantes de organização criminosa, liderados por faccionados recolhidos em unidades prisionais de Mato Grosso. “As recentes operações fizeram com que nos últimos 11 dias nenhum crime de homicídio fosse registrado na região metropolitana e isso se deve às diversas operações integradas deflagradas no mês de abril, como Regressus, Panóptico 2, Ordem Pública, da Polícia Militar, Vindicta, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Bairro Seguro. Todos os casos de repercussão do Estado foram resolvidos e verificamos que nossa política de segurança pública é focada na resolução do problema. Trabalhamos com análise criminal, que verifica as causas e com base nisso, fazemos a ação repressiva firme e eficiente. Isso proporciona uma resposta qualificada”, destacou. Mais reduções O mês de maio começou com bons índices durante o feriado prolongado do dia do trabalhador, celebrado no dia primeiro. No período de 27 de abril a 1º de maio nenhum homicídio doloso foi registrado em Cuiabá e Várzea Grande. Ano passado, nas mesmas datas, foram contabilizados dois assassinatos em ambas as cidades. Os dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) referente ao feriado prolongado ainda demonstram redução nos números de roubos e furtos em Cuiabá e Várzea Grande e em Mato Grosso. Na capital mato-grossense foram 95 roubos ano passado e 57 este ano, uma queda de 40%, diferença de menos 38 casos. Os números de furtos diminuíram 47%, ainda no mesmo comparativo, caindo de 183 para 97. Ou seja, menos 86 ocorrências. Em Várzea Grande foram 48 roubos em 2017 e 20 em 2018, uma redução de 58%. Nos casos de furtos foram, respectivamente, 47 e 26, registrando queda de 45%. Durante o feriado prolongado também houve redução de 40% nos casos de mortes no trânsito, caindo de cinco registros ano passado para três neste ano.    A quantidade de roubos no Estado reduziu 38% se comparado 2017 com 2018. Ano passado foram 285 e este ano foram contabilizados 178, ou seja, menos 107 roubos em Mato Grosso. Furtos também apresentaram queda de 37%. Em números reais foram 666 contra 419, ou 247 ocorrências a menos.

Ônibus explode no centro histórico de Roma

access_time08/05/2018 14:01

Um ônibus explodiu nesta terça-feira (8) no centro histórico de Roma, na Itália, aparentemente por um curto circuito elétrico. Nenhuma pessoa sofreu lesões sérias. Dezenas de turistas e pedestres observavam o fogo que envolvia o ônibus, pouco depois das 10h da manhã, pelo horário local. Algumas explosões foram ouvidas, e os alarmes de carros que estavam próximos dispararam. O incêndio carbonizou vários andares de um edifício da Via del Tritone da capital italiana, a algumas quadras do escritório do primeiro-ministro e da Fontana di Trevi. Os procuradores e o serviço de transporte público abriram uma investigação sobre o incidente. De acordo com a agência de notícias Ansa, aparentemente o incêndio foi provocado por um curto circuito.

Registrado acidente com vítima fatal na paralela da BR-163 em Matupá

access_time02/05/2018 21:11

Grave acidente foi registrado na paralela da BR-163, vitimando um dos pioneiros do município de Matupá. A vítima Lourenço Martini, conhecido como Kiko da Mecânica Martini veio a óbito quando passeava com o cachorro. Kiko foi colhido por motocicleta Honda FAN de cor branca a qual estava sendo conduzida por um jovem de 16 anos o qual foi encaminhado em estado grave para o Hospital Municipal. Jovem é funcionário da Auto Elétrica Chalita, e tinha acabado de sair do serviço. Não se sabe exatamente o que teria ocasionado o acidente.

Avião militar que caiu nos EUA levava nove pessoas a bordo

access_time02/05/2018 20:53

Um avião militar dos Estados Unidos, que ficou destruído ao cair em um acidente no estado da Geórgia (sudoeste) nesta quarta-feira (2), tinha nove pessoas a bordo, e não cinco, como foi informado em um primeiro momento, disse um funcionário militar. “Confirmamos que nove pessoas, cinco tripulantes e quatro passageiros adicionais”, estavam a bordo da aeronave, anunciou o porta-voz da Guarda Nacional de Porto Rico, major Paul Dahlen. As imagens do acidente mostraram que o avião caiu e depois explodiu. Inicialmente, as autoridades disseram que os falecidos eram os cinco membros da tripulação, mas depois soube-se que outras pessoas também estava a bordo. O major detalhou que os quatro passageiros eram membros da Guarda Nacional. Dahlen não pôde confirmar imediatamente se os nove morreram, mas disse que as imagens do acidente falavam por si. As fotos no Twitter mostravam os restos de um avião carbonizado e envolvido em chamas, do qual saíam colunas de fumaça preta. O presidente Donald Trump tuitou que havia sido informado do acidente e ofereceu suas condolências às famílias das vítimas. Dahlen disse que o avião se dirigia ao 309º Grupo de Regeneração de Manutenção Aeroespacial na Base da Força Aérea de Davis Monthan, também conhecida como um cemitério de aviões. O C-130 havia recebido manutenção na Geórgia e acreditava-se que estava em boas condições mecânicas, acrescentou. Uma investigação sobre o incidente está sendo realizada. As Forças Armadas dos Estados Unidos têm visto uma série de acidentes de aviação nas últimas semanas, incluindo com um F-16 perto de Las Vegas no mês passado, quando o piloto faleceu. Um dia antes, quatro membros da tripulação morreram quando um helicóptero do Corpo de Marines caiu ao realizar uma missão de treinamento de rotina no sul da Califórnia.

Prefeitura de SP avisou MP que prédio tinha risco de incêndio

access_time02/05/2018 20:25

Um relatório técnico de segurança da Prefeitura de São Paulo datado de 26 de janeiro de 2017 em resposta a um ofício do MPF (Ministério Público Federal) apontou que não havia condições mínimas de segurança contra incêndio no prédio que desabou na madrugada de terça-feira (1º), no Largo do Paissandu (centro de São Paulo) O documento, assinado por dois engenheiros, apontou oito pontos problemáticos na vistoria. Entre eles, as inadequações nas instalações elétricas, que não atendiam as normas oficiais. O relatório ainda apontou que o prédio não contava com extintores, os hidrantes estavam inoperantes, não havia iluminação de emergência e sistemas de alarmes, as escadas não tinham corrimãos e os elevadores estavam sem serviço. Os engenheiros ainda relataram que não foi possível acessar a casa das máquinas. Em nota, a prefeitura disse, que além desse relatório, um outro feito por engenheiro da Prefeitura Regional da Sé "atestou que não havia problema estrutural na edificação". Com base nos dois documentos, "a prefeitura e a Secretaria de Patrimônio da União [ligado ao governo federal] vinham negociando a saída pacífica dos ocupantes do local", informou. O prédio contava com 22 andares. No entanto, os engenheiros só conseguiram vistoriar até o 10º, pois os outros “encontravam-se bloqueados segundo informado pela liderança do movimento”, conforme aponta o documento. A reportagem apurou que os moradores precisavam descer dois lances de escadas em cada andar, sendo que do primeiro para o térreo haviauma escada caracol. O relatório da prefeitura ainda apontou que o prédio era ocupado pelo MLSM (Movimento de Luta Social por Moradia). No entanto, segundo moradores, o prédio era ocupado por diferentes movimentos — incluindo o MSLM — e cada grupo tinha uma liderança. A reportagem não conseguiu contato com lideranças do movimento apontado como responspavel pela ocupação.

Bombeiros procuram empresário que desapareceu ao cair no Rio Cuiabá

access_time02/05/2018 20:14

O Corpo de Bombeiros faz buscas no Rio Cuiabá, na tentativa de encontrar o empresário Luís Carlos Pavão, de 56 anos, que está desaparecido desde a tarde de terça-feira (1º). Luís e um amigo faziam um passeio de barco, quando perderam o controle da embarcação e caíram no rio. O amigo foi resgatado por pescadores, mas Luís desapareceu. O acidente aconteceu numa região de chácaras, nas proximidades da rodovia MT-40, entre Cuiabá e Santo Antônio de Leverger, a 35 km

Adolescentes são mortos no Curuçambá e número de assassinados sobe para 39 na Grande Belém

access_time02/05/2018 19:00

Cinco pessoas foram baleadas no bairro do Curuçambá, na tarde desta quarta-feira (2), em Ananindeua. De acordo com informações repassadas pela polícia quatro adolescentes morreram no local do crime e um homem de 27 anos foi baleado e encaminhado para o hospital Metropolitano. Ainda segundo a polícia, as execuções foram realizadas por homens encapuzados que estariam em um carro prata. Todos os mortos foram executados com tiros na cabeça. No total, já são 39 mortes registradas. A primeira vítima foi um adolescente de 17 anos, na estrada do Curuçambá. O adolescente estava andando de bicicleta quando foi surpreendido por um carro prata onde homens efetuaram vários disparos de dentro do veículo. Ainda de acordo com a Policia Militar, foram levados os pertences da vítima, como celular e a bicicleta em que ele estava. A segunda vítima foi abordada com mesmas características mas conseguiu sobreviver e foi encaminhada para o hospital Metropolitano. Ainda de acordo com a policia, o veículo seguiu até o final da linha do Paar, para a rua Francisco Leal onde fez mais duas vítimas. Um adolescente de 13 anos e um 16 anos foram executados ao tentar escapar de cinco homens encapuzados que desceram de um carro prata. Moradores contam que os adolescentes tentaram escalar um muro, mas foram surpreendidos pelos executores. Eles morreram no local. A última vítima foi um adolescente de 17 anos que estava no pátio da sua residência quando foi surpreendida por um carro prata que estacionou na frente da sua residência. A vítima tentou se esconder na cozinha de casa, mas os atiradores invadiram a residência e efetuaram vários disparos contra a vítima que morreu na hora. A polícia ainda não sabe se os crimes tem alguma ligação. Os familiares das vítimas negam qualquer envolvimento dos adolescentes com o crime. O baleado identificado como Maurilio Cardoso Carvalho, 27 anos tem passagem pela polícia. Onda de crimes Uma guerra entre traficantes de drogas e milicianos fez disparar os assassinatos de policiais militares e de civis no Pará em 2018. Foram 22 PMs mortos até esta quarta-feira (2). O número já é próximo ao registrado em 2017, quando durante o ano todo morreram 34 militares, de acordo com a Associação de Cabos e Soldados da PM. Em comparação, no Rio de Janeiro, sob intervenção federal na área de segurança, foram mortos 38 PMs em 2018. Houve, ainda, 686 mortes violentas apenas em janeiro e fevereiro, segundo dados obtidos via Lei de Acesso à Informação pelo projeto Monitor da Violência, parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro da Segurança Pública. O total coloca o estado como um dos três que mais matam no país. Questionado, o governo do Pará não informou a quantidade de assassinatos no estado em 2018. O capítulo mais recente começou na tarde de domingo (29), com a morte a tiros da cabo da PM Maria de Fátima Cardoso, em Ananindeua, na Grande Belém. Ela vinha sofrendo ameaças de morte. Nas horas seguintes, 39 pessoas somando a morte da PM, foram assassinadas até as 18h30 de quarta-feira (2).

Homem é encontrado morto com tiros no rosto e facadas em fazenda

access_time02/05/2018 10:14

Segundo informações, o crime pode ter ocorrido na noite de domingo pois o corpo da vítima já estava com sinais de decomposição e exalando um forte odor. O corpo foi identificado como Raimundo Nonato da Silva. O patrão informou aos policiais, um possível suspeito de ter praticado o crime que foi detido pelos policiais. Aos investigadores o acusado relatou que teria sofrido uma ameaça de morte da vítima e também foi agredido com o cabo de uma foice na cabeça, porém saiu do barraco em busca de uma arma de fogo e retornou a casa com uma espingarda e disparou na cabeça de Raimundo enquanto ele estava deitado e que a vítima correu até o banheiro ele seguiu e fez outro disparo no rosto da vítima e depois deu dois golpes de faca na barriga deixando a vítima no chão e fugiu do local. A identificação do suspeito não foi divulgada até o momento. O caso segue sendo investigado.