anuncie aqui
Notícias recentes
Anitta atinge 'maioridade' para fazer propaganda de cerveja

Anitta atinge 'maioridade' para fazer propaganda de cerveja

access_time14/05/2018 07:52

Logo após completar 25 anos, a cantora Anitta alcançou a "maioridade" para poder fechar contrato com

Macri busca respaldo politico para conter crise na Argentina

Macri busca respaldo politico para conter crise na Argentina

access_time14/05/2018 07:30

O indiano Anoop Singh ficou surpreso com o nível de informação dos argentinos, durante sua visita a

José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

access_time18/05/2018 07:34

Morando em Brasília desde maio de 2017, o ex-ministro José Dirceu deve se entregar até as 17h de hoj

POLÍCIA

Vigilante que atirou 4 vezes e matou sargento diz que se assustou ao ser abordado

access_time25/05/2018 14:28

O vigilante Luiz Fernando Nunes de Souza, de 31 anos, que foi preso na madrugada desta sexta-feira (25) suspeito de ter atirado e matado um sargento da Polícia Militar, disse que se assustou ao ser abordado por ele, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Ilário Vilela Silva, de 42 anos, foi assassinado às 1h50 ao abordar o carro do vigilante, que dormia no interior do automóvel. O vigia contratado pelo proprietário do estabelecimento atirou quatro vezes contra o policial que morreu no local. A Polícia Civil investiga o caso. Na companhia do soldado Fábio Vicente da Silva, de 28 anos, o sargento fazia as rondas pela cidade. Eles viram um Gol branco suspeito no pátio de um mercado em construção. O veículo do vigilante tinha os vidros 100% fumê e estava estacionado em local separado dos demais, o que motivou a realização da abordagem. Com o giroflex ligado e utilizando a lanterna, a viatura se aproximou e o comandante chamou pelo motorista, mas não teve nenhuma resposta. O sargento Vilela se aproximou do veículo pela porta traseira direita para verificar o que poderia estar no veículo. Foi quando foi surpreendido por quatro disparos de arma, sendo que dois atingiram o sargento. O soldado Vicente que o acompanhava fez 9 disparos e pediu reforço. Após os disparos o suspeito fugiu para dentro da construção. Com o apoio das equipes policiais, entraram e o localizaram escondido atrás de prateleiras. Ele informou que foi contratado pelo proprietário do estabelecimento para trabalhar de segurança no local, e que teria recebido um revólver calibre 38. O vigilante disse que estava dormindo no veículo e se assustou com a abordagem, por isso atirou cinco vezes, quatro foram deflagradas e uma picotada. No entanto, ele se negou a apresentar a arma, que foi localizada pela Força Tática dentro de uma gaveta trancada. Ele não tinha registro da arma. O boletim foi registrado na 1º Delegacia de Polícia e a Polícia Civil investigará o caso.

Motociclista sem CNH morre após bater na traseira de carreta parada em bloqueio na BR-163 em MT

access_time25/05/2018 14:23

Um jovem de 22 anos morreu em um acidente de trânsito na madrugada desta sexta-feira (25) na BR-163, em Guarantã do Norte, a 721 km de Cuiabá. Ele estava em uma motocicleta quando bateu na traseira de uma carreta bitrem, que estava estacionada no bloqueio na rodovia, por causa da manifestação que começou na segunda-feira (21) e se estende até esta sexta-feira (25). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que foi até o local para registrar a ocorrência, o jovem não tinha carteira de habilitação e estava voltando do trabalho. Ele morreu ainda no local e não chegou a ser encaminhado para o hospital. A carreta bitrem estava estacionada parcialmente sobre a rodovia, no local onde havia outras carretas paradas, que foram impedidos de passar na manifestação. Caso semelhante Em outro ponto de bloqueio, houve uma morte semelhante, na quarta-feira (23). Um motociclista de 32 anos bateu na traseira de um caminhão que estava parado por causa de um ato dos caminhoneiros, na MT-130 em Paranatinga, a 411 km de Cuiabá, e também morreu.

Delegacia de Colíder e Garra de Alta Floresta prendem suspeitos com armas de fogo

access_time24/05/2018 11:13

A Delegacia de Colíder, em conjunto com o Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) de Alta Floresta, ambas unidades da Polícia Civil, deflagraram na manhã desta quarta-feira (23) operação policial com objetivo de combater violência doméstica e familiar contra a mulher e ainda disputa entre sitiantes (zona rural) da região com ameaças usando arma de fogo. Durante o cumprimento dos quatro mandados de busca e apreensão domiciliares (um em área urbana e três em zona rural) foram presas quatro pessoas em flagrante por estar em posse de arma de fogo e munições. Conduzidos à delegacia, os suspeitos vão passar por interrogatório. As armas de fogo e munições aprendidas serão encaminhadas para trabalho pericial junto à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de Colíder.  Maiores detalhes poderão ser repassados após a finalização dos flagrantes.

Investigação internacional mostra que míssil que derrubou voo na Ucrânia era russo

access_time24/05/2018 10:59

A equipe internacional que investiga a tragédia do voo MH17 da Malaysia Airlines de julho de 2014 na Ucrânia revelou pela 1ª vez nesta quinta-feira (24) que o míssil utilizado para derrubar o avião foi transportado por uma brigada militar russa. A Equipe de Investigação Conjunta "chegou à conclusão de que o BUK-TELAR que derrubou o voo MH17 veio da 53ª Brigada de Mísseis Antiaéreos com base em Kursk, Rússia", afirmou o investigador holandês Wilbert Paulissen, segundo a France Presse. "A 53ª Brigada integra as Forças Armadas da Rússia", delcarou em uma entrevista coletiva na Holanda. Após a divulgação da constatação da investigação, o Ministério de Defesa da Rússia voltou a negar envolvimento com a queda do avião, de acordo com a agência russa Tass. O avião, que tinha 298 pessoas a bordo, ia de Amsterdam (Holanda) para Kuala Lumpur (Malásia). Ele caiu quando passava pelo leste da Ucrânia, cenário do conflito entre o exército de Kiev e os rebeldes separatistas pró-russos. Desde o início a Ucrânia acusou os serviços secretos russos de planejar a queda do avião. A acusação era negada tanto pelos separatistas pró-russos como pelo governo russo, que acusavam Kiev de atacar a aeronave com um de seus caças.

Acidente entre dois carros mata 5 pessoas em Tangará da Serra

access_time24/05/2018 09:56

m acidente entre dois carros matou cinco pessoas na noite dessa quarta-feira (23) em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. De acordo com informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), quatro adultos morreram no local e uma criança morreu enquanto era socorrida. O acidente ocorreu às 23h15 (horário de Mato Grosso) no Distrito de Progresso, em Tangará da Serra. O local fica a 10 km da cidade, pouco antes da Serra Tapirapuã. Um dos veículos seguia para Tangará da Serra e o outro para o distrito. Segundo o Samu e o Corpo de Bombeiros, os veículos estavam superlotados. Contando os dois carros, 15 pessoas se envolveram no acidente. Dessas, quatro morreram no local e uma criança morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Quatro das vítimas ficaram presas às ferragens. O Corpo de Bombeiros retirou as vítimas e fez a limpeza da pista que foi atingida por óleo dos veículos.

Menina de 13 anos é agredida após pai descobrir relações sexuais e namorado é preso por estupro em Confresa

access_time24/05/2018 09:41

O pai e o namorado de uma adolescente, de 13 anos, foram presos pela Polícia Civil em Confresa, a 1.160 km de Cuiabá. As prisões ocorreram na terça-feira (22) e foram divulgadas nessa quarta-feira (23). Segundo a Polícia Civil, o namorado da vítima, de 19 anos, foi preso por estupro e o pai, de 43 anos, foi preso por maus-tratos ao ter agredido a menina quando descobriu que ela teve relações sexuais. O pai também responderá por estupro, já que sabia da situação. De acordo com a Polícia Civil, a investigação começou após o pai da vítima procurar a delegacia acompanhado da filha para registrar um boletim de ocorrência contra o namorado da menina por ter mantido relação sexual com ela. A adolescente confirmou a situação e os investigadores foram até a residência do jovem, em uma chácara na zona rural do município, onde ele foi detido. Porém, durante as investigações, foi constatado que o relacionamento amoroso entre a menina e o jovem começou há cerca de dez dias com o consentimento do pai. Com o namoro autorizado, o jovem aproveitou a oportunidade para manter relação sexual com a adolescente. A vítima foi encaminhada para exame de corpo de delito, o qual constatou o estupro. Durante o exame o médico legista percebeu alguns ferimentos no corpo da adolescente. Questionada, a menina revelou que o ferimento foi causado pelo pai depois de tomar conhecimento da relação sexual. Revoltado com a situação, o pai bateu na filha com um fio de energia resultado em vários hematomas pelo seu corpo, e ainda a expulsou de casa. Com receio de ser denunciado pelas agressões físicas causadas na filha, o pai decidiu registrar a ocorrência de estupro, com intuito de se eximir da culpa pelos hematomas causados na adolescente. Diante das evidências, o pai da menor foi preso em flagrante por maus tratos e também por estupro, em razão de ser o responsável pela melhor e ter autorizado o namoro da filha. Após os interrogatórios, os acusados foram transferidos para Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, ficando à disposição da Justiça.

Polícia Militar troca tiro com bandidos após assalto a mão armada em Guarantã do Norte

access_time24/05/2018 09:36

Uma mulher foi assaltada na noite desta quarta-feira (23/05), por volta das 20h15, na Rua dos Cedros, no centro de Guarantã do Norte.  Segundo a vítima, a mesma transitava pela referida rua, quando foi abordada por dois indivíduos em motocicleta Titan 150. Eles a renderam e em posse de arma de fogo anunciaram o assalto. Após a ação fugiram levando um celular. A Polícia Militar foi acionada e após colher informações saíram em diligências no intuito de localizar os suspeitos. Logo avistaram dois indivíduos em motocicleta com as mesmas características. Ao perceberem a aproximação da guarnição, os meliantes fizeram disparos de arma de fogo contra a viatura e depois embrenharam na mata a pé, deixando para trás duas espingardas, munições, quantia em dinheiro e a motocicleta.  A guarnição fez perseguição, porém não obteve êxito em prender os suspeitos. Ao fazer a checagem da motocicleta foi constatado que a mesma era produto de furto.  Os objetos foram apreendidos e encaminhados à delegacia.

Ex-governador de MG Eduardo Azeredo se entrega e é preso

access_time23/05/2018 16:38

O ex-senador e ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo(PSDB) se entregou às 14h45 desta quarta-feira (23) em uma delegacia de Belo Horizonte. Ele é o primeiro político a ser detido no mensalão tucano. Os cinco desembargadores da 5ª Câmara Criminal rejeitaram, nesta terça-feira (22), o recurso da defesa do ex-senador e ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) no processo do mensalão tucano e determinaram a execução imediatada da prisão. Azeredo foi condenado em segunda instância a 20 anos e um mês de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, no mensalão tucano, em agosto passado. A condenação em primeira instância foi em 2015. Na tarde desta quarta-feira (23), o ministro Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça, rejeitou pedido apresentado pela defesa do ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo, do PSDB, que tentava impedir a prisão dele após condenação confirmada em segunda instância. Eduardo Azeredo chegou à 1ª Delegacia de Polícia Civil Sul, no bairro Santo Antônio, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, acompanhado de um dos filhos e de um dos advogados. Eles entraram na delegacia em um carro seguido de uma viatura da Polícia Civil. Pouco mais de 90 minutos depois, ele deixou a delegacia e foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde foi submetido a exame de corpo delito antes de seguir para o quartel do Corpo de Bombeiros. Cumprida esta etapa, Azeredo chegou à Academia de Bombeiros Militar, no bairro Cruzeiro, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, por volta das 17h. De acordo com a Secretaria de Administração Prisional (Seap), a sala onde Azeredo vai cumprir a pena é uma sala de Estado Maior, uma vez que ele é ex-governador de Minas Gerais. O cômodo tem 27 metros quadrados, uma cama, uma mesa de apoio e um banheiro com chuveiro elétrico. Ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) na chegada ao IML, para exame de corpo delito após a prisão. (Foto: Maurício Vieira/Hoje em Dia/Estadão Conteúdo) Apesar de estar dentro de um batalhão do Corpo de Bombeiros, o político está sob custódia da Seap, com escolta de agentes penitenciários. Azeredo terá direito a quatro refeiçoes diárias - café da manhã, almoço, café da tarde e jantar. O cardápio é supervisionado por nutricionistas do sistema prisional, assim como as refeições dos demais presos no estado, segundo a secretaria. Eduardo Azeredo poderá receber visitas, desde que cadastradas pela Superintendência de Atendimento ao Indivíduo Privado de Liberdade da Seap, procedimento padrão adotado para todos os presos. Quartel do Corpo de Bombeiros O juiz da Vara de Execuções Penais de Belo Horizonte Luiz Carlos Rezende e Santos determinou, nesta quarta-feira (23), que Eduardo Azeredo (PSDB) fique em uma sala especial em um quartel do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte. O juiz, em sua decisão, disse que Azeredo pediu uma "segurança individualizada". O magistrado também afirmou que, por se tratar de um ex-governador, "tem prerrogativa de manter-se em unidade especial como a Sala de Estado Maior que deverá estar instalada no Comando de Batalhão Militar". Ainda no despacho, o juiz afirmou que a unidade preferencial para a detenção é um quartel do Corpo de Bombeiros por ter "fluxo menor de pessoas, o que notadamente permitirá maior segurança ao Sentenciado". Na mesma decisão, está ainda determinado que Azeredo não usará o uniforme de detentos da Secretaria de Administração Prisional porque o quartel não faz parte da rede administrada pela pasta. E ainda está dispensado do uso de algemas, com exceção de situações que estejam "devidamente justificadas". Parentes de Azeredo vão ser credenciados por equipe do sistema prisional para visitas ao tucano. O ex-governador de MG Eduardo Azeredo em imagem de dezembro de 2017 (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo) Mensalão tucano De acordo com a denúncia, o mensalão tucano teria desviado recursos para a campanha eleitoral de Azeredo, que concorria à reeleição ao governo do estado, em 1998. O esquema envolveria a Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig), a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e o Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge) e teria desviado ao menos R$ 3,5 milhões por meio de supostos patrocínios a três eventos esportivos: o Iron Biker, o Supercross e o Enduro da Independência. Todos os réus negam envolvimento nos crimes. Além de Azeredo, o ex-senador Clésio Andrade foi também condenadohá 5 anos de prisão por envolvimento no esquema. O político recorreu da decisão. Sua defesa sempre alegou que Clésio é inocente. “Confiamos na independência e na qualidade do Poder Judiciário mineiro. A douta juíza já demonstrou isso quando o absolveu do crime mais grave, após aprofundado exame da prova. A condenação pelo delito menos grave deveu-se a equívoco de interpretação, que temos certeza que será corrigido no Tribunal”, afirmou o defensor de Andrade por meio de nota no dia que apresentou o recurso. O jornalista Eduardo Guedes, que atuou como secretário adjunto de Comunicação Social na gestão de Azeredo, foi recentemente condenado por envolvimento no esquema. No início deste mês, a juíza Lucimeire Rocha, titular da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, determinou que ele cumpra 17 anos e cinco meses de prisão. O MPMG informou que a promotora Patrícia Varotto, da 17ª Promotoria de Justiça de Belo Horizonte, pediu o aumento da pena. O advogado Sânzio Baioneta, que defende Guedes, disse que recorreu da decisão. “Entrei com embargos declaratórios em decorrência das omissões da sentença, que não apreciou as teses de defesa”, afirmou. Os ex-diretores da Comig Renato Caporali e Lauro Wilson foram julgados em um mesmo processo. Em outubro do ano passado, Caporali foi condenado a 4 meses e 15 dias de detenção em regime aberto por desvio de dinheiro público. Na ocasião, o advogado Hermes Guerrero, que representa Caporali, negou que o seu cliente tenha desviado recursos públicos. Guerrero recorreu da sentença. Em relação a Lauro Wilson, a Justiça considerou extinta a punibilidade. O prazo prescreveu porque o réu completou 70 anos em 2017. As penas em relação a Cláudio Mourão e Walfrido dos Mares Guiatambém prescreveram ao completarem 70 anos. O réu Fernando Moreira Soares morreu em 2015. Outros quatro réus ainda respondem ao processo na Justiça de Minas Gerais.

Polícia Militar apreende arma de fogo em Peixoto de Azevedo

access_time23/05/2018 10:12

Na noite dessa terça-feira a Polícia Militar foi informada que estavam disparando arma de fogo no Centro Antigo. Os policiais foram até o referido bairro e conseguiram prender dois elementos com passagens na polícia por roubo e furto e apreender o revólver calibre 38.

Dono de joalheria reage a assalto e mata criminoso em Mato Grosso

access_time23/05/2018 07:18

Um dono de joalheria matou assaltante a tiros na tarde dessa terça-feira (22), em Nova Mutum (242 km de Cuiabá). De acordo com informações do site PowerMix, o suspeito estava armado com uma pistola 9 mm e tentou roubar a joalheria. O proprietário reagiu e atirou contra o criminoso, acertando-o no peito. O homem ainda tentou fugir, mas caiu poucos metros adiante. Ainda conforme o site, o comerciante possuía o registro da arma que utilizou para atirar no bandido. O suspeito chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O local foi isolado e a Polícia Civil passa a apurar o caso.

Matupaense bêbado bate carro e causa prejuízos em Guarantã do Norte

access_time22/05/2018 09:55

Segundo a Polícia Militar, condutor de Vectra, preto e placas de Matupá, perdeu controle da direção e bateu em poste e parede de salão de beleza na Avenida Dante Martins de Oliveira, Guarantã do Norte/MT. Os policiais compareceram no local e através do bafômetro constataram a embriaguês do motorista, que segundo informações estava em bar com mulheres antes do acidente. Duas mulheres que estavam no carro sofreram escoriações e foram encaminhadas ao hospital, já o motorista não identificado foi para delegacia de Polícia Civil.

Fiscais apreendem 186 kg de pescado irregular e aplicam multa de R$ 20 mil em MT

access_time21/05/2018 08:19

Fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) apreenderam 186 kg de pescado irregular, barcos, apetrechos proibidos de pesca e uma arma em dois municípios da região norte de Mato Grosso. A apreensão ocorreu durante os últimos dias e foi divulgada nesse domingo (20). De acordo com a Sema, a primeira apreensão foi feita na quarta-feira (16) em Paranaíta, a 849 km de Cuiabá, onde foram apreendidos 55,8 kg de peixes das espécies piau flamengo, piau três pintas, pacu prata, e pacu caranha. Além do pescado apreendido, os fiscais também confiscaram um barco, um motor rabeta e um freezer. Três pessoas foram pegas em flagrante e encaminhadas para a delegacia de Polícia Civil do município. Já a segunda ação ocorreu nessa sexta-feira (18), no Rio Teles Pires, próxima à barragem da usina hidrelétrica de Colíder, a 648 km de Cuiabá, onde foram apreendidos 131,17 kg de pescado das espécies: piraíba, cachorra, corvina, trairão e matrinchã. Também foram confiscados um motor de popa, um barco de alumínio, uma espingarda calibre 32, cinco cartuchos, 14 redes de pesca e vários espinheis. Os dois infratores foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Nova Canãa do Norte. A irregularidade nas duas apreensões se deu por conta do uso de materiais ilegais, pela falta de medida dos peixes, e pela pesca em área proibida. As duas apreensões resultaram em multa de aproximadamente R$ 20.737,00. Regras da pesca Embora esteja fora do período de defeso da piracema estadual, os pescadores profissionais e amadores precisam seguir algumas regras determinadas pela Lei Estadual nº 9.096/2009. Ela estabelece a proibição para uso de apetrechos de pesca como: tarrafa, rede, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garateia pelo processo de lambada, substâncias explosivas ou tóxicas, equipamento sonoro, elétrico ou luminoso.

Avião que levava o DJ Alok sai da pista durante decolagem em MG

access_time21/05/2018 07:26

O avião que fazia o transporte do DJ Alok e sua equipe saiu da pista no aeroporto da Serrinha, em Juiz de Fora (MG), no momento em que tentava decolar – o piloto acelera a aeronave, mas ela vai direto para fora da pista e para apenas em um terreno baldio. Na noite anterior, ele havia feito um show em Lavras, a cerca de 250 km. Ninguém ficou ferido, mas o músico, que tem carreira internacional, classificou o episódio como seu “segundo nascimento”. “Estamos todos bem. Só consigo agradecer. Obrigado, Deus. Nascemos de novo! 20 de maio, meu segundo nascimento”, escreveu o DJ em seu perfil no Instagram. Ele também publicou um vídeo no qual, bastante abalado, começa a falar sobre o episódio, mas não termina a frase. “Galera, fui decolar aqui, nosso avião…” Em nota, a Sedettur (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo) de Juiz de Fora informou que o incidente ocorreu no final da tarde. “A Sedettur informa que o incidente durante a decolagem da aeronave que fazia o transporte do DJ Alok e equipe, por volta das 16h30 no Aeroporto Municipal Francisco Álvares de Assis, não registrou vítimas. Imediatamente após a ocorrência, todos os procedimentos de segurança foram acionados pela empresa que opera o aeroporto, assim como os contatos com o Corpo de Bombeiros e os órgãos ligados à Aeronáutica. As causas do incidente serão agora investigadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).”

Quase todos os mortos em queda de avião eram cubanos, diz jornal oficial

access_time19/05/2018 07:07

Um Boeing 737-200 caiu logo após decolar do Aeroporto Internacional José Martí, em Havana, nesta sexta-feira (18). Bombeiros e resgatistas trabalham no local. A emissora estatal CubaTV diz que há mais de cem mortos. O presidente Miguel Díaz-Canel afirmou que havia 113 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulação. "Houve um acidente de aviação lamentável. De acordo com o pessoal da Cubana, há 104 passageiros e 9 tripulantes. As notícias não são muito promissoras, parece que há um grande número de vítimas", disse Díaz-Canel após chegar ao local do acidente. Três sobreviventes foram resgatadas em estado crítico e estão no Hospital General Universitario Calixto García. Segundo o site Cuba Debate, elas seriam uma jovem que tem entre 18 e 25 anos, outra de cerca de 30 anos e Emiley Sánchez de la O., de 39 anos. A CubaTV chegou a dizer que uma delas havia morrido em um hospital, mas depois negou a informação. De acordo com o jornal "Granma", o voo DMJ 0972, que ia para Holguín, no leste do país, era da companhia Cubana de Aviación, mas a aeronave era arrendada de outra empresa, a mexicana Global. Ela caiu entre a localidade de Boyeros e a cidade de Santiago de Las Vegas, em uma área rural localizada a cerca de 20 km ao sul da capital, Havana. O governo mexicano divulgou dados sobre o avião e a tripulação, composta por mexicanos. O avião era um Boeing B737-201 ADV, ano 1979, de matrícula XA-UHZ, da Aerolíneas Damojh (Global). O comandante era Jorge Luis Núñez Santos. Outros tripulantes eram Miguel Ángel Arreola Ramírez, María Daniela Ríos, Abigail Hernández García e Beatriz Limón. A rede americana CNN noticia que uma enorme bola de fogo foi vista depois que o avião caiu. Relatos citados pela emissora também indicam que há uma espessa nuvem de fumaça visível ao redor do aeroporto, o principal do país. A embaixada brasileira em Cuba informou que não há informações sobre brasileiros entre as vítimas. O Ministério das Relações Exteriores do Brasil enviou uma nota expressando sua solidariedade ao povo cubano e suas condolências às famílias das vítimas do acidente. O ministério das Relações Exteriores da Argentina informou que há dois argentinos entre os mortos, mas não divulgou seus nomes. A grande maioria das pessoas a bordo do avião era cubana. Segundo o "Granma", com exceção da tripulação e de uns cinco estrangeiros, todos os demais ocupantes da aeronave eram cidadãos cubanos. O ex-presidente cubano e primeiro secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, Raúl Castro, se recupera de uma cirurgia de hérnia, mas enviou uma mensagem de condolência aos familiares das vítimas e disse estar acompanhando as notícias sobre o acidente. O governo de Cuba decretou luto nacional até a noite de domingo. Mensagens de solidariedade e condolência foram enviadas pelo rei da Espanha, Felipe VI, e pelos governos da Venezuela, México, Colômbia, Bolívia, Guatemala, Nicarágua, Chile e Canadá.

Jovem que estava supostamente desaparecido de Peixoto de Azevedo é suspeito de envolvimento em roubo de veículo

access_time18/05/2018 14:13

Cinco pessoas foram presas suspeitas de cometerem roubo de um veículo, nesta quinta-feira (17), entre elas o jovem que estaria supostamente desaparecido desde a última segunda-feira (14), em Peixoto de Azevedo. Os cincos suspeitos estariam envolvidos no roubo de um veículo, ocorrido no mesmo dia do desaparecimento do jovem, onde na ocasião eles agrediram o proprietário do carro. Após a vítima simular um desmaio, os suspeitos fugiram com o veículo para o município de Sinop. Após chegar até o jovem que estava desparecido, a Polícia Militar obteve êxito em recuperar o veículo roubo e fazer apreensão de vários objetos. Na delegacia ele informou onde estaria os demais envolvidos no crime. A guarnição foi até uma residência indicada, onde foram localizadas drogas, munições, uma arma artesanal, e vários objetos com procedência duvidosa e um simulacro de pistola. Durante a confecção do Boletim de ocorrência, a policia foi informada que o veículo estaria em Sinop. A PM de Peixoto entrou em contato com a guarnição de Sinop, a qual obteve êxito em recuperar o veículo e prender dois homens em um local considerado como um desmanche de veículos. Todos os envolvidos foram detidos e encaminhados à delegacia de Policia Civil para maiores providências.

Cerca de 9,5 kg de ouro são achados em destroços de avião que caiu no AM

access_time18/05/2018 14:02

Aproximadamente 9,5 kg de ouro, avaliado em quase R$ 1,5 milhão, foram encontrados dentro do avião monomotor de matrícula PR-RCJ que caiu em uma área de floresta na comunidade São Francisco do Paí, na Zona Rural de Itacoatiara, a 270 km de Manaus, na quarta-feira (16). Corpos de duas vítimas também foram localizados. Uma equipe composta por policiais civis de Itacoatiara e do Corpo de Bombeiros acharam os destroços do avião no final da tarde quinta-feira (17). Os corpos chegaram ao Instituto Médico-Legal (IML), em Manaus, no início da manhã desta sexta-feira (18). Após encontrarem a aeronave, os policiais civis perceberam a atitude de um homem, que disse ter alugado a aeronave. Segundo a polícia, ele teria retirado dos escombros uma caixa de ferramentas. Os policiais o abordaram e acharam o ouro em pequenas barras dentro da caixa. O ouro foi apreendido e encaminhado para Delegacia de Itacoatiara e, depois, levado para Delegacia Geral da Polícia Civil na capital. A polícia investigará a origem do ouro. Acidente aéreo A aeronave decolou de Itaituba no Pará com destino a Manaus na quarta-feira e desapareceu. O monomotor modelo C210 com capacidade para transportar cinco pessoas caiu nas proximidades do Rio Arari, em Itacoatiara. Moradores da comunidade encontraram o avião e acionaram o Corpo de Bombeiros. O avião ficou totalmente destruído.

Ataque em escola no Texas deixa pelo menos dez mortos, diz polícia

access_time18/05/2018 13:52

Dois atiradores que abriram fogo nesta manhã dentro de uma escola secundária e mataram pelo menos dez pessoas em Santa Fé, cidade com 13 mil habitantes a 40 quilômetros de Houston, no Texas, confirmou a policial local à rede de televisão CNN. Pelo menos 12 pessoas foram feridas e estão em tratamento em hospitais da região. Este é o terceiro ataque em escolas dos Estados Unidos nos últimos sete dias e o 22º desde o começo deste ano. Dois atiradores que abriram fogo nesta manhã dentro de uma escola secundária e mataram pelo menos dez pessoas em Santa Fé, cidade com 13 mil habitantes a 40 quilômetros de Houston, no Texas, confirmou a policial local à rede de televisão CNN. Pelo menos 12 pessoas foram feridas e estão em tratamento em hospitais da região. Este é o terceiro ataque em escolas dos Estados Unidos nos últimos sete dias e o 22º desde o começo deste ano. O vice-diretor da escola, Cris Richardson, relatou à imprensa que “o atirador foi preso e está seguro”. Um possível cúmplice também foi detido, segundo o xerife do condado de Harris, Ed Gonzalez, postou no Twitter. A polícia encontrou na escola bombas caseiras feitas com tubos e panelas de pressão. O tiros começaram por volta das 8h (10h, no horário de Brasília). Vários estudantes conseguiram escapar e se refugiar em uma loja de veículos próxima da escola. A identidade dos atiradores ainda não foi confirmada. Tampouco há informações sobre o número exato de vítimas. A escola foi cercada pela polícia local, pela SWAT e por agentes do FBI e do Escritório de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos. Várias equipes médicas, com ambulâncias, foram chamadas para atendimento de emergência. As vítimas foram removidas para o hospital local. Em entrevista à CNN, a estudante Angelica Martinez, de 14 anos, relatou ter fugido do colégio, junto com colegas, no momento em que “parecia ocorrer uma chuva de tiros”. “Todo mundo começou a correr, enquanto os professores nos diziam para ficarmos parados. Mas nós estávamos tentando fugir”, declarou.

Avião cai logo após decolar do aeroporto de Havana, diz TV

access_time18/05/2018 13:46

Os veículos de imprensa cubanos CubaTV e Cubadebate informaram nesta sexta-feira (18) que houve um acidente com um Boeing 737 no Aeroporto Internacional José Martí, em Havana. As primeiras informações são que o avião caiu logo após decolar. Os bombeiros estão no local. Segundo a CubaTV, o voo, que ia para Holguín, no leste do país, era da companhia Cubana de Aviación, mas a aeronave era arrendada da empresa italiana Blue Panorama. A rede americana CNN afirma que uma enorme bola de fogo foi vista depois que o avião caiu. Relatos citados pela emissora também indicam que há uma espessa nuvem de fumaça visível ao redor do aeroporto, o principal do país.

José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

access_time18/05/2018 07:34

Morando em Brasília desde maio de 2017, o ex-ministro José Dirceu deve se entregar até as 17h de hoje (18) na sede da Polícia Federal (PF) na capital. A ordem é da  juíza substituta da 13ª Vara Federal Gabriela Hardt,  que substitui Sérgio Moro, titular, que está fora do país. A juíza determinou a execução provisória da condenação de Dirceu a 30 anos e nove meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa, no âmbito da Operação Lava Jato. José Dirceu mora no bairro do Sudoeste, de classe média alta em Brasília, e no ano passado foi alvo de vários protestos de moradores por sua presença no local. Na ocasião, o juiz Sérgio Moro determinou que o ex-ministro permanecesse em liberdade, com tornozeleira eletrônica, e que não poderia deixar o país. A determinação para Dirceu ficar em Brasília incluía ainda a proibição de deixar a cidade, não se comunicar, por qualquer meio ou por interpostas pessoas, com os coacusados ou testemunhas de três ações penais da Lava Jato e entregar em juízo de passaportes brasileiros e estrangeiros. Decisão A prisão do ex-ministro foi decidida após o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) rejeitar, no início da tarde dessa quinta-feira (17), o último recurso de Dirceu contra a condenação na segunda instância da Justiça. Ainda cabe recurso às instâncias superiores. Além de negar o recurso, a Quarta Seção do TRF4 determinou a imediata comunicação à 13ª Vara Federal para que fosse determinada a prisão, com base no entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) que autoriza a execução da pena após o fim dos recursos na segunda instância. Condenação Dirceu foi condenado por Moro a 20 anos e 10 meses de prisão em maio de 2016. Em setembro do ano passado, o TRF4 aumentou a pena para 30 anos e nove meses. A pena foi agravada devido ao fato de o ex-ministro já ter sido condenado por corrupção na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Dirceu teve participação em um esquema montado pela Engevix, uma das empreiteiras que formaram cartel para fraudar licitações da Petrobras a partir de 2005. De acordo com a acusação, a empresa pagou propina a agentes públicos para garantir contratos com a Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas e as refinarias Presidente Bernardes, Presidente Getúlio Vargas e Landulpho Alves. O TRF4 negou os últimos embargos e autorizou a prisão também de Gerson Almada, ex-vice-presidente da Engevix, e do lobista Fernando Moura, antigo aliado de Dirceu.

Doleiro investigado na Lava Jato fugiu para a Europa em cruzeiro de luxo, diz MPF

access_time18/05/2018 07:22

Foi da varanda da cabine 13045 do cruzeiro MSC Preziosa que René Maurício Loeb viu o Brasil pela última vez. Era 8 de abril, em Santos, no litoral de São Paulo. E o doleiro investigado pela Lava Jato, acusado de envolvimento na movimentação de cerca de R$ 1 bilhão no mercado negro do dólar, seguia para a Europa numa embarcação com escadas adornadas com cristais Swarovski e piscina com borda infinita. Para os procuradores do Ministério Público Federal (MPF), começava aí a fuga que fez Loeb se transformar em mais um foragido da Operação “Câmbio, Desligo”, fase da Lava Jato do Rio que desarticulou o esquema criminoso comandado por outro doleiro, Dario Messer, considerado o “doleiro dos doleiros” – e que também é um fugitivo. A defesa de Loeb nega que o cliente tenha tentado driblar a Justiça. Alegou que “a viagem por mar deveu-se ao precaríssimo estado de saúde” dele. E que o investigado foi procurar “tratamentos possíveis” no exterior para a fibrose pulmonar idiopática, “inconformado com a ideia de simplesmente aguardar a morte”. Atestados médicos anexados ao processo confirmam a enfermidade – e a contraindicação para viagens de avião. O MPF não acreditou. Achou curioso o fato de o doleiro ter escolhido a Alemanha, país em que é cidadão, para procurar ajuda. E que “nada foi localizado a respeito de tratamentos inovadores no sistema europeu de saúde que não sejam realizados no Brasil”. Defesa tenta reverter prisão Ao defender que a Justiça não revogue o mandado se prisão de Loeb, os procuradores afirmaram ainda que “não se concebe que um paciente em risco tão grave de vida consiga embarcar em um cruzeiro comercial, sem qualquer recurso médico específico ou cuidados diferenciados”. Os advogados do doleiro, por outro lado, pedem ao juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio, que a ordem de prisão seja cancelada. Alegam que no dia da viagem, 8 de abril, mais de 20 dias antes da operação, ninguém sabia da existência da investigação. Como já mostrou o G1, há consenso entre os membros da Lava Jato que a ação vazou semanas antes da deflagração. E que isso até era esperado, na medida que os principais delatores do esquema desvendado precisaram sair seguidamente da cadeia para depor – em movimentação que, assim que notada pelos demais detentos, começa a gerar hipóteses. Os dois delatores, Vinicius Claret e Claudio Barbosa, eram os principais administradores da rede de doleiros. Messer era o alvo óbvio de seus subordinados.

Funeral tem oração de presos, funk e promessa de vingança

access_time17/05/2018 12:11

Vídeos com detentos rezando dentro de um presídio e de um cortejo realizado com fogos e funk viralizam nas redes sociais, após a morte de um traficante em Rondonópolis (218 Km de Cuiabá). As homenagens gravadas são para o suposto líder de facção Edimilson Filho Alves da Silva, o "Pamonha", de 23 anos, morto na noite de segunda-feira (14). O crime ocorreu em uma Rua do Bairro Jardim Ipanema, quando Edmilson estava dentro de seu carro. Nas imagens gravadas por um participante do cortejo, é possível ouvir uma música cuja letra ressalta "traição" e “castigo” que um suposto traidor receberia de Deus. "O bonde todo revoltado mandou avisar que o que fizeram vai ter volta, pode acreditar. Quem traiu vai pagar, na fé de Deus", diz trecho de música. A música "Judaria" é de autoria do Mc Menor da Chapa, do Rio de Janeiro. Nas imagens ainda é possível perceber que centenas de motos e carros participaram da carreata, que tomou conta de duas avenidas na cidade. Faixas, buzinas e fogos ainda são utilizados pelos amigos e parente do suposto criminoso. As informações repassadas pela Polícia Civil dão conta que Edimilson tinha várias passagens por tráfico de drogas e roubo. Até o momento o suspeito do homicídio ainda não foi encontrado. Em outro vídeo - este gravado dentro de uma penitenciária do Estado - é possível ver vários detentos reunidos orando pelo homem. Aos gritos, eles mencionam o nome do homem e se despedem do amigo. “Vai com Deus, irmão”.  As informações são de que toda a organização do cortejo foi realizada por membros da facção à qual Edmilson fazia parte. Nas redes sociais, mensagens de vingança sobre a morte do homem são compartilhadas. Veja Vídeo:  

Polícia divulga foto de marido suspeito de matar mulher a facadas em MT

access_time17/05/2018 09:11

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou a foto do marido suspeito de ter matado a mulher dele, na madrugada dessa quarta-feira (16) no Bairro Jardim Ikaraí, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Segundo a DHPP, Amaro Leite da Silva, 60 anos, matou a mulher dele, Célia Regina Magalhães, de 50 anos, na quitinete onde eles moravam. O casal morava há 40 dias nesse imóvel, que era alugado. Testemunhas disseram que o crime foi cometido pelo marido da vítima, que discutia com ela momentos antes do crime. Os vizinhos e o proprietário do imóvel relataram que Regina e o marido discutiam com frequência e sempre brigavam no local. A última briga teria começado por volta de 19h de terça-feira (15) (horário de Mato Grosso). Uma pessoa chegou a ligar para o dono do imóvel e comentado que o casal estava discutindo. Depois de esfaquear a mulher, o suspeito fugiu do local.

Operação de combate à pornografia infantil cumpre 10 mandados de busca e apreensão em MT

access_time17/05/2018 08:51

Dez mandados de busca e apreensão devem ser cumpridos pela Polícia Civil de Mato Grosso nesta quinta-feira (17), dentro da Operação Luz na Infância 2, deflagrada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP). São cumpridos 578 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados. De acordo com a Polícia Civil, em Mato Grosso são cumpridos 10 mandados de busca e apreensão de suspeitas de armazenamento de conteúdo pornográfico infantil. As ordens judiciais são cumpridas nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Sorriso, Alto Garças e Barra do Garças. Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligencia da Secretaria Nacional de Segurança Pública e repassados à Diretoria da Polícia Civil, por meio da Gerência de Combate aos Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), que representou judicialmente pelos mandados, com base em elementos coletados em ambientes virtuais referentes a pornografia infantil. Os trabalhos são realizados em conjunto pela Gecat, Delegacia Especializada de Defesa da Criança e Adolescente de Cuiabá (Deddica), Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande, além de unidades dos municípios do interior.

Família do jogador Valdívia é mantida refém por 4 horas durante roubo a residência em MT

access_time16/05/2018 18:48

A família do jogador Valdívia, do São Paulo, foi mantida refém por quatro horas durante um assalto a uma residência na noite dessa terça-feira (15) em Jaciara, a 142 km de Cuiabá. Segundo a família do jogador, quatro assaltantes renderam os pais, a avó e o irmão de Valdívia. Eles ficaram trancados em um quarto da casa enquanto os assaltantes recolhiam objetos de valor. De acordo com a Polícia Civil, o assalto ocorreu no Bairro Nova Jaciara. Um boletim de ocorrência foi registrado na madrugada desta quarta-feira (16). As vítimas relataram à polícia que estavam em casa, às 22h, quando dois homens encapuzados e armados pularam o muro da casa e entraram no local. Eles anunciaram o roubo e outros dois assaltantes também entraram na casa. Eles levaram dois veículos, sendo uma BMW e uma caminhonete Land Rover. Os assaltantes roubaram joias, televisões, videogames, computadores e um notebook. Família Segundo relato do irmão de Valdívia, Adriano Ferreira, a ação foi feita por quatro homens encapuzados, que não machucaram ninguém e sabiam do parentesco com o jogador. Um dos suspeitos disse às vítimas: 'Vamos levar o carro porque o Valdívia tem condições de comprar outro'. Valdívia é nascido em Jaciara, interior de Mato Grosso. Destacou-se na Copa São Paulo de Futebol Jr de 2012 pelo Rondonópolis e foi negociado com o Internacional. O jogador atuou pelo Atlético-MG ano passado e atualmente defende o São Paulo.

Jovem Peixotense está desaparecido há dois dias

access_time15/05/2018 12:00

Ninguém vê Marcelo Santos Paulino, 18 anos, desde meia noite e meia dessa segunda-feira (14). Última vez que avistaram Marcelo foi depois que acabou a gincana e o show na Vila Olímpica de Peixoto de Azevedo. Familiares estão muito preocupados, se alguém souber sobre o paradeiro de Marcelo, entrar em contato com irmã dele, no cel 66 9 9996-2755.

Dono de pesqueiro é morto em MT após impedir suspeito de pescar no local, diz delegado

access_time15/05/2018 08:53

Um homem foi preso suspeito de ter matado o dono de um pesqueiro em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu no sábado (12) e o suspeito foi preso nessa segunda-feira (14). Pedro Júnior Costa da Silva, de 37 anos, confessou o crime. De acordo com o delegado Nilson Farias, homicídio ocorreu em um pesqueiro na região do Rio Verde. José Pereira Cabral, de 59 anos, foi morto a tiros. O G1 não localizou o advogado do suspeito. “A vítima tinha um pesqueiro e o suspeito possuía um desentendimento com ela, já que a vítima não queria que ele continuasse pescando ali, tendo em vista que ele não auxiliava na ceva e no trato dos peixes”, explicou o delegado. O suspeito foi preso em uma residência no bairro Jardim Tropical em Sorriso. Em depoimento, ele confessou o crime e indicou aos policiais onde escondeu a arma utilizada. “Eles tiveram esse desentendimento há mais de um ano e ficou uma rusga pendente. Pedro fez dois disparos de arma de fogo, e ele [José] tentou correr, e o suspeito efetuou mais um disparo de arma”, contou Farias. Pedro vai responder pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e mediante traição/emboscada.

Mulher morre depois de lipoaspiração e plástica nos seios em Cuiabá e polícia abre inquérito para investigar o caso

access_time15/05/2018 08:13

Uma mulher de 33 anos morreu nesse domingo (13) depois ter sido submetida a duas cirurgias plásticas, na sexta-feira (11), no Hospital Militar, em Cuiabá. Amiga e comadre de Edléia Daniele Ferreira Lira, Laíza Cardoso, disse que o corpo está no Instituto Médico Legal (IML), onde serão feitos exames que devem apontar as causas da morte. O hospital informou que alugou o centro cirúrgico para a equipe médica fazer cirurgia e que, mesmo não sendo de responsabilidade da unidade de saúde, foi dada a assistência necessária para a paciente, após complicações. A família registrou uma denúncia na Polícia Civil. Segundo a polícia, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar as circunstâncias da morte de Daniele, sob a responsabilidade da delegada Juliana Palhares. Conforme Laiza, Daniele, que era formada em gastronomia e estética, teve conhecimento do médico que fez a cirurgia plástica por meio de um grupo no Facebook, cuja proposta é oferecer cirurgias plásticas a preços bem abaixo dos praticados no mercado. O G1 entrou em contato com o contato com essa clínica, disponibilizado na página denominada "Plástica para Todos", a qual informou que se manifestará sobre o assunto após o laudo apontar as causas da morte. "O médico é de São Paulo, mas atende em vários estados, pelo que pesquisamos", disse. Daniele passou por cirurgias de lipoescultura e mamoplastia, na sexta-feira, pelo custo de R$ 6 mil. Depois dos procedimentos, quando já estava no quarto e consciente, segundo a amiga, ela começou a reclamar de dores e formigamentos nas pernas, ficou sonolenta e teve parada cardíaca. A companheira dela, que a acompanhava no pós-operatório, pediu socorro. "Houve demora na reanimação, porque lá (no hospital) não tem UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e ela teve de ser transferida para outro hospital, onde fizeram de um tudo para reanimá-la", contou Laíza. Conforme a amiga, poucas pessoas sabiam da cirurgia. "Ela não quis ficar comentando, possivelmente, porque temia que as pessoas a criticassem, mas estava feliz", disse. Nesse outro hospital, ela passou quase dois dias internada, na UTI. Depois, a paciente teve morte cerebral e morreu no domingo, conforme a amiga. Laíza afirmou que, pelo que ela tinha conhecimento, Daniele não sofria de nenhuma doença. Antes das cirurgias, ela passou por exames, de acordo com ela. Daniele deixou uma filha de quatro anos. "Queremos alertar outras pessoas para o risco de cirurgias dessa forma. Ela era muito feliz, cheia de vida", declarou a amiga. De acordo com a Polícia Civil, familiares relataram que após a cirurgia de mamoplastia redutora e lipoaspiração verificaram sangramentos nas costas da paciente e que os dedos estavam muito brancos. Após pedirem socorro, foram realizados diversos procedimentos de emergência por enfermeiros como uso de desfibrilador, bomba manual de oxigênio e adrenalina, e que o médico apareceu após uma hora da ocorrência de urgência. À polícia, a família informou que a paciente foi encaminhada para outra unidade médica, após pagamento de cheque calção no valor de R$ 17,5 mil.

Dia sangrento Palestinos enterram mortos por tropas de Israel em Gaza

access_time15/05/2018 07:22

Famílias palestinas enterram nesta terça-feira (15) os corpos de parentes que foram mortos nesta segunda em confrontos na fronteira da Faixa de Gaza com Israel, dia que é considerado o mais sangrento desde a última guerra entre Israel e o Hamas, em 2014. A segunda terminou com 58 palestinos mortos por tiros de soldados israelenses. Além disso, um bebê de 8 meses morreu após a inalação de gás lacrimogêneo durante os protestos. No total, mais de 2.700 pessoas ficaram feridas, por tiros de soldados israelenses ou por inalar gás. Entre elas, 1.360 foram por tiros. Segundo o Ministério da Saúde palestino, 130 feridos estão em condição séria. Grupos de palestinos tentaram avançar contra a barreira que fica na fronteira com Israel e lançaram pedras na direção dos soldados, que responderam com tiros e bombas de gás lacrimogêneo. Os confrontos de segunda coincidiram com a inauguração da nova embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém, a dezenas de quilômetros da fronteira entre o território palestino e Israel. A decisão de Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e de transferir a representação diplomática de Tel Aviv para essa cidade é considerada muito polêmica, porque rompe com o consenso internacional de não reconhecer a cidade como capital da Palestina ou de Israel até que um acordo de paz seja firmado entre as duas partes. Os moradores de Gaza pretendem protestar novamente nesta terça, dia de greve na região, diante da cerca de segurança que separa o território de Israel. Os palestinos da Faixa de Gaza e da Cisjordânia ocupada recordam a "Nakba", a "catástrofe", como definem a criação do Estado de Israel em 1948 e o êxodo de centenas de milhares de pessoas. As autoridades israelenses mobilizaram milhares de soldados ao redor da Faixa de Gaza e na Cisjordânia pelo receio de novos distúrbios. O Hamas, movimento islamita que governa a Faixa de Gaza e que enfrentou Israel em três guerras desde 2008, apoia a mobilização e afirma que esta é uma iniciativa civil, um movimento pacífico. Os milhares de combatentes do grupo não utilizaram suas armas até o momento, mas um dos líderes, Khalil Al-Hayya, deu a entender que isto pode mudar. O exército israelense acusa o Hamas de utilizar este movimento para misturar combatentes armados entre a multidão ou para colocar artefatos explosivos na fronteira. "Qualquer atividade terrorista terá uma resposta", advertiu o governo. Israel teme que os palestinos derrubem a cerca de segurança e entrem em seu território. O governo alertou que utilizará "todos os meios" para proteger a barreira, seus soldados e os civis. Ao mesmo tempo, o governo afirma que seus soldados só utilizam balas letais como último recurso. Também estão previstas manifestações na Cisjordânia, a dezenas de quilômetros da Faixa de Gaza. Os dois territórios estão separados pelo território israelense. ONU denuncia violência 'indiscriminada' Israel recebeu críticas da comunidade internacional pelo uso excessivo de força na segunda-feira. O Conselho de Segurança da ONU deve se reunir durante a tarde, a pedido do Kuwait. Nesta terça, o Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos denunciou que Israel mata de maneira que "parece indiscriminada" e lembrou que querer pular ou danificar uma cerca de fronteira (a Faixa de Gaza) não justifica o uso de munição letal. "Parece que qualquer pode ser assassinado ou ferido; mulheres, crianças, repórteres, trabalhadores da área da saúde, se eles se aproximarem mais de 700 metros da cerca. Eles atiraram em um amputado duplo. Qual é a ameaça de um amputado?", afirmou o porta-voz em Genebra do Escritório, Rupert Colville. "Parece bastante claro que está se matando de forma indiscriminada", afirmou Colville. "O uso de força letal deve ser o último recurso, não o primeiro, e deve responder a uma ameaça à vida. A tentativa de pular ou danificar uma cerca, ou lançar coquetéis molotov não é claramente uma ameaça de morte", ressaltou o porta-voz. Questão polêmica No conflito entre Israel e palestinos, o status diplomático de Jerusalém, cidade que abriga locais sagrados para judeus, cristãos e muçulmanos, é uma das questões mais polêmicas e ponto crucial nas negociações de paz. Israel considera Jerusalém sua capital eterna e indivisível. Mas os palestinos reivindicam parte da cidade (Jerusalém Oriental) como capital de seu futuro Estado. Apesar de apelos por parte de líderes árabes e europeus, e de advertências que a decisão poderia desencadear uma onda de protestos e violência, Trump resolveu adotar uma nova abordagem sobre o tema, considerando que mesmo com a postura anterior dos EUA, a paz na região até hoje não foi atingida. Atualmente, a maioria dos países mantém suas embaixadas em Tel Aviv, justamente pela falta de consenso na comunidade internacional sobre o status de Jerusalém. A posição da maior parte da comunidade internacional é a de que o status de Jerusalém deve ser decidido em negociações de paz.

Delator da Lava Jato é preso em ação contra lavagem e tráfico internacional

access_time15/05/2018 07:16

A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta terça-feira (15) Carlos Alexandre de Souza Rocha, conhecido como Ceará, delator da Lava Jato. Ele e outras sete pessoas foram presos em uma operação contra lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas. Ceará atuava na Lava Jato com o doleiro Alberto Youssef, e firmou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR). O acordo foi homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A PF disse que vai avisar as duas instituições para que avaliem a rescisão do acordo. Ceará foi preso preventivamente, ou seja, por tempo indeterminado, em João Pessoa (PB). Os políticos Fernando Collor de Mello, Aécio Neves, Renan Calheiros e Randolfe Rodrigues foram delatados por Ceará. Outros doleiros Além dele, outros dois operadores financeiros agem no esquema investigado pela Operação Efeito Dominó, deflagrada nesta terça. Um deles, Edmundo Gurgel Junior, foi investigado pela PF no caso Banestado, na Operação Farol da Colina, segundo a Polícia Federal. Ele também foi alvo de prisão preventiva, no Recife (PE). O outro doleiro preso é José Maria Gomes. A prisão dele é temporária e ocorreu no Rio de Janeiro (RJ). Todos os presos serão levados para a Superintendência da PF, em Curitiba. O G1 tenta localizar os advogados dos citados. Operação Efeito Dominó Batizada de Efeito Dominó, a ação é um desdobramento da Operação Spectrum, deflagrada em 2017. Na ocasião, Luiz Carlos da Rocha – o Cabeça Branca, um dos maiores traficantes da América do Sul, segundo a PF – foi preso em Sorriso (MT). De acordo com a PF, a investigação policial apontou uma "complexa e organizada estrutura" destinada à lavagem de recursos provenientes do tráfico internacional de entorpecentes. A estratégia da operação, conforme a PF, é baseda na ligação de interesses das atividades ilícitias dos "clientes dos doleiros" investigados. De um lado, havia a necessidade de disponibilidade de grande volume de reais em espécie para o pagamento de propinas, segundo a PF. Do outro, de acordo com a PF, traficantes internacionais como – Cabeça Branca – tinham disponibilidade de recursos em moeda nacional e necessitavam de dólares para fazer as transações internacionais com fornecedores de cocaína." Ao todo, são 26 mandados judiciais. Há 18 de busca e apreensão, cinco de prisão preventiva e três de prisão temporária. Os mandados são cumpridos no Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e em São Paulo. Crimes de lavagem de dinheiro, contra o Sistema Financeiro Nacional, organização criminosa e associação para o tráfico internacional de entorpecentes são apurados pela Operação Efeito Dominó. Ceará Ceará, preso na Operação Efeito Dominó, é um dos delatores da Operação Lava Jato. Ele trabalhava para o doleiro Alberto Youssef. Em 2014, Ceará disse, em depoimento, que foi à Maceió e levou R$ 300 mil para o ex-presidente da República Fernando Collor de Mello (PTB-AL) em pacotes de notas de R$ 100. O depoimento foi homologado em 2015. À época, Collor negou conhecer Ceará e questionou a credibilidade do seu depoimento. O delator também mencionou, em depoimento, que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu R$ 300 mil a mando de Youssef. Aécio negou a afirmação. Ceará ainda citou a entrega de dinheiro a outros políticos, entre eles, os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Os senadores também negaram.

Jovem é preso e dois menores apreendidos suspeitos de tráfico de drogas em Matupá

access_time14/05/2018 08:44

Na noite de sábado (12), a Polícia Militar de Matupá realizou a prisão de um jovem de 18 anos e a apreensão de dois menores (15 e 16 anos), por tráfico de drogas, corrupção de menores e uso ilícito de drogas. O fato aconteceu por volta das 21h16, após a guarnição ser acionada via 190, a denúncia informava que havia um indivíduo comercializando entorpecentes no interior do Ginásio Municipal, que o mesmo passava droga (maconha), para adolescentes menores de idade, os quais consumiam a referida substância publicamente sem qualquer constrangimento. A Polícia Militar conseguiu identificar os suspeitos, no momento da abordagem um deles dispensou duas porções consideráveis do entorpecente, enquanto seguia para adentrar em um veículo.  Diante dos fatos foi realizada a condução do maior juntamente com os menores para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil. Com eles foi apreendido 01 celular LG, 01 celular Motorola, R$ 50,00 reais em espécie e 02 porções de substância análoga a maconha.

Acidente deixa duas vítimas em estado grave

access_time14/05/2018 08:42

Na tarde deste domingo (13), dois homens ficaram gravemente feridos em um acidente de trânsito registrado no km 805 da BR-163 entre Sorriso e Sinop, nas proximidades do trevo de Vera. Segundo informações, a dupla seguia pela BR-163 quando o motorista perdeu o controle da direção, saiu da pista e capotou o veículo. Eles estavam em um carro GM Corsa de cor preta com placas de Sinop. Os dois homens, identificados como Adão Martins da Costa e o motorista Celestino Gonçalves foram socorridos em estado grave e levados para unidade hospitalar de Sinop. Ambos são moradores da cidade vizinha. A Polícia Rodoviária Federal esteve no local levantando as informações do acidente para confecção do Boletim de Acidente. Uma testemunha disse à polícia que no trajeto flagrou o veículo das vítimas seguindo em zigue-zague pela via. O motorista, segundo o inspetor Vinícius Pelizer, apresentava sinais de embriaguês.  O caso será apurado. 

Duas pessoas são detidas com quase 100 kg de peixe perto de barragem de usina em MT

access_time14/05/2018 08:39

Uma operação apreendeu quase 100 kg de pescado irregular no Rio Teles Pires, perto da barragem da usina hidrelétrica em Sinop, a 503 km de Cuiabá. A operação ocorreu no domingo (13) e foi feita pela Secretaria de Meio Ambiente (Sema), policiais civis e militares. Além do peixe, também foram apreendidas embarcações e apetrechos de pesca. Os pescadores, policiais e fiscais da Sema chegaram na cidade em comboio. Quatro barcos foram apreendidos. Aproximadamente 100 kg de peixe foram doados para o Lar dos Vicentinos, uma instituição filantrópica de Sinop. De acordo com a Sema, duas pessoas devem responder por crime ambiental. “Foram pegas pessoas com peixe fora da medida, sem carteirinha de pescador. Algumas pessoas serão encaminhadas para a Polícia Civil e vão responder por crime ambiental”, disse o diretor regional da Sema, Sandro Depiné.

Em dois anos, mais de 1,5 mil crianças foram vítimas de estupro em MT

access_time14/05/2018 08:33

Mais de 1,5 mil crianças de até 12 anos foram estupradas em Mato Grosso nos últimos dois anos, segundo dados da Polícia Civil. Em 2016, foram registrados 794 casos registrados, dos quais 636 tiveram meninas como vítimas. No ano seguinte, enquanto os casos envolvendo vítimas do sexo feminino apresentou queda, o mesmo não ocorreu com o sexo oposto. Se em 2016, foram 158 ocorrências de estupro envolvendo crianças do sexo masculino, em 2017, o número de meninos estuprados subiu para 167. Entre os casos que mais chamaram a atenção no ano passado está o de um idoso de 74 anos, preso em novembro, suspeito de ter estuprado oito meninas com idades entre 7 e 11 anos que estudavam em uma escola de Paranatinga, a 411 km de Cuiabá. O homem trabalhava como vigia na unidade e confessou que que estuprava as vítimas em uma sala usada como depósito de brinquedos, alegando à polícia que "as crianças o seduziam". Disque-100 Se levarmos em conta os casos denunciados à Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos (Disque 100), Mato Grosso registrou mais de três mil ocorrências de violência sexual infantil entre os anos de 2011 e 2016. O serviço funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive domingos e feriados. A ligação é gratuita e atende ligações de todo o território nacional. Após receber as denúncias, o departamento encaminha os casos para as autoridades. Dia Nacional O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes é lembrado no dia 18 de maio. A data foi instituída pela Lei Federal 9.970/00, o dia 18 de maio remete a mesma data no ano de 1973, quando a menina Araceli Crespo, de 8 anos, foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada em Vitória (ES). Apesar da natureza hedionda do crime, seus agressores nunca foram punidos. Por conta da grande repercussão do caso na época, a data de 18 de maio foi instituída como dia nacional de combate a esse tipo de crime e é considerada uma das conquistas do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), com o objetivo de mobilizar toda a sociedade.

Monitoramento por satélite evita derrubada de 2.744 ha de floresta

access_time12/05/2018 15:33

A Operação HotSpot (pontos quentes), que tem o objetivo de impedir a derrubada da floresta ou cerrado por meio de monitoramento de imagens de satélite, está sendo realizada mensalmente em todo o estado de Mato Grosso. A ação é desenvolvida pela fiscalização de flora da secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e todas as nove Unidades Desconcentradas do órgão. Devido ao uso de tecnologia em tempo real, as equipes de fiscalização chegaram à área quando se iniciou o desmatamento ilegal, impedindo a derrubada de 2.744 ha, além da autuação de 2.091 ha de área já desmatada. No inicio do mês de maio a operação foi realizada nos municípios de Marcelândia, Feliz Natal, Barra do Garças, Novo Mundo, Confresa, Campos de Júlio, Paranaíta, Pedra Preta, Comodoro, Juína e Cláudia. A tecnologia é utilizada em defesa do meio ambiente, atualmente com vários satélites em orbita e disponibilização das imagens registradas. “A fiscalização vem realizando monitoramento quase em tempo real, podendo assim rastrear as áreas com indicativo de desmate ou em realização. Desta forma, se evita o desmatamento e dá rapidez na responsabilização das infrações ambientais”, explica o coordenador de Fiscalização da Flora, Fabiano Bernini.  As áreas já fiscalizadas serão monitoradas diariamente. Caso o proprietário persista em desmatar ilegalmente, as equipes responsáveis retornarão imediatamente ao local,procedendo a apreensão de maquinário e condução dos responsáveis para a delegacia, além da responsabilização administrativa. 

Investigação aponta que policial também provocou confusão que deixou 4 baleados em Peixoto

access_time12/05/2018 12:02

As oitivas das testemunhas, dos dois policiais militares e de quatro que foram baleados em um bar, na região central de Peixoto de Azevedo, no dia 4 do mês passado, foram concluídas pelo comandante da Polícia Militar de Guarantã do Norte, major Benedito Martins de Carvalho Júnior. De acordo com o comandante regional da PM, coronel Gildazio Silva, foi constatado nas investigações que o soldado também foi responsável pela confusão e, por isso, o caso será encaminhado para corregedoria da PM para passar pelo processo disciplinar e que pode até culminar em demissão. “Estou encaminhando para corregedoria concordando com a apuração do major, que concluiu crime praticado pelo soldado. Ele sugeriu instauração de processo disciplinar de caráter demissório. Ele será submetido a esse processo. Houve elementos comprovatórios que ele também provocou a confusão no bar. Agora, será submetido ao processo demissório. Será apurado se ele tem condições de permanecer ou não nas fileiras da polícia. Estou homologando com essa concordância. Os demais policiais que registraram a ocorrência com informações errôneas também serão submetidos a uma investigação para apurar a conduta deles”, disse o coronel. As oitivas das testemunhas começaram no dia 13 de março. A abertura da sindicância administrativa foi determinada por Gildazio um dia após a confusão envolvendo os policiais. No registro boletim de ocorrência, foi apontando que dois homens, de 19 e 23 anos, tentaram roubar a pistola calibre 380 do soldado, em um bar. Houve confusão, dois acusados e duas pessoas que estavam no local foram baleados e encaminhados ao hospital. Já o policial foi atingido por coronhadas na cabeça e também precisou de atendimento médico. A versão contestada pelas testemunhas durante as investigações foi a que os policiais da Força Tática registraram no boletim de ocorrência. Constava que o soldado estava na conveniência com a esposa, um amigo e outro militar. Eles haviam marcado encontro no local para irem a uma confraternização. A confusão teria começado após dois rapazes se aproximarem do policial e um deles tentar atingi-lo com tapa no rosto. Ele teria conseguido desviar, mas foi surpreendido pelo segundo com uma ‘gravata’ no pescoço para tentar mobilizá-lo e retirar a sua arma. Com isso, ocorreu uma luta corporal entre eles e foram efetuados 4 disparos. O caso continua sendo investigado também pela Polícia Civil.

Polícia Civil prende foragido do Paraná em Colíder

access_time12/05/2018 10:21

Um homem foragido da Justiça do Estado do Paraná (PR) foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de quinta-feira (10), no município de Colíder. Ardi Mombelli dos Santos, 32 anos, estava com mandado de prisão pelo crime de roubo, decretado pela juíza de direito da 1ª e 2ª Vara de Execução e Medidas Alternativas e Cartas Precatórias Criminais, da Comarca de Curitiba (PR). O procurado foi preso pelos policiais civis de Colíder coordenados pelo delegado de polícia Ruy Guilherme Peral da Silva. Em seguida, Ardi foi recolhido e colocado à disposição da Justiça.

Casal menor de idade é apreendido suspeito de tráfico de drogas em Peixoto de Azevedo

access_time12/05/2018 10:14

Casal menor de idade foi apreendido suspeito de tráfico de drogas nesta sexta-feira (11), em uma residência no Bairro Nova Esperança em Peixoto de Azevedo.  A Polícia Militar recebeu uma denuncia informando que em uma residência no referido bairro, um casal menor de idade estariam fazendo a comercialização de entorpecentes e que os mesmos haviam retornado recentemente do município de Sinop com uma grande quantia de drogas.  Diante dessas informações a guarnição realizou rondas próximas à residência, em determinado momento foi visualizado o casal saindo da mesma, com algo de suspeito, logo foi feito a abordagem dos mesmos. Em revista nos suspeitos foram localizadas, uma porção de entorpecente e uma balança de precisão.  Foi feito uma busca no interior da residência, onde foi localizada metade de um tablete de maconha e R$ 845,00 (oitocentos e quarenta e cinco reais) em dinheiro trocado. Os dois foram detidos e encaminhados à delegacia de Polícia Civil, para as providências necessárias.

Algemadas, gêmeas e amiga posam para foto ao serem presas por tráfico de droga

access_time12/05/2018 10:12

Presas por suspeita de tráfico de drogas, três jovens posaram algemadas para foto ao serem detidas em Pedra Preta, a 243 km de Cuiabá, na quinta-feira (10). Segundo a Polícia Militar, as gêmeas Vânia Nogueira da Silva e Vanessa Nogueira da Silva, de 23 anos, e Lady Natiely Teixeira de Carvalho, de 19 anos, comandavam uma boca de fumo. No local, foram apreendidos papelotes de cocaína, uma quantia do entorpecente em pó e 48 gramas de pasta base de cocaína. As prisões ocorreram durante rondas perto da casa usada por elas. Segundo a polícia, denúncias já haviam apontado a existência do comércio de drogas no local. O flagrante ocorreu no momento em um usuário saía da casa com porções de drogas. Ao ser questionado, ele afirmou que comprou a droga com as três. Ao ser abordada, uma das donas da casa correu para o banheiro e tentou se livrar do entorpecente jogando a droga no vaso sanitário e dando descarga. Parte do material, entretanto, voltou e foi apreendido.

2ª vítima de desabamento de prédio em SP é identificada

access_time11/05/2018 18:09

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou na tarde desta sexta-feira (11), por meio de nota, que foi identificada uma segunda vítima do desabamento do edifício Wilton Paes de Leme, no Centro. Os remanescentes humanos de Francisco Lemos Dantas, de 56 anos, tinham sido achados na última quarta-feira (9). Os restos mortais achados nos escombros na quarta-feira eram de três pessoas, sendo um adulto e duas crianças, segundo informou a SSP naquele dia. Até então, o sexo e a estatura das vítimas não tinham sido identificados pelo Instituto Médico Legal (IML). Na segunda-feira (7), a ex-mulher de Francisco, a empregada doméstica Zenaide Melo Sousa, foi ao 3º DP registrar o desaparecimento de Francisco. “Ele estava lá com certeza”, disse. Um dos filhos de Francisco e Zenaide conversou com a reportagem e disse que tinha falado com o pai duas horas antes da tragédia. “Eu falei que queria me encontrar com ele lá no prédio, mas ele falou que já iria dormir”, disse o rapaz de 16 anos. Segundo a SSP, agora há seis pessoas desaparecidas. Pelas buscas dos bombeiros, no entanto, são cinco vítimas nos escombros. Desaparecidos procurados pelos Bombeiros: Selma Almeida da Silva, 40; Werner, 10, filho de Selma; Wendel, 10, filho de Selma; Eva Barbosa Lima, 42; Walmir Sousa Santos, 47. Na última sexta-feira (4), após exames nas digitais, ficou confirmado que o primeiro corpo achado nos escombros era de de Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro, de 39 anos. A vítima por pouco não foi retirado do prédio com vida. Bombeiros tinham acabado de colocar o cinto de segurança para puxá-lo para um prédio vizinho quando o edifício em chamas ruiu na madrugada de terça. Restos mortais achados nesta sexta Nesta sexta-feira, mais cedo, a equipe do Corpo de Bombeiros localizou novos restos mortais nos escombros. Não se sabe ainda se os restos de ossos eram de humanos. Veja a íntegra da nota da SSP: Os Núcleos de Antropologia do IML e de Biologia e Bioquímica do IC identificaram nesta sexta-feira (11), Francisco Lemos Dantas, de 56 anos, desaparecido no desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, dia 1º de Maio. Dantas estava entre os remanescentes humanos encontrados na última quarta-feira (09). Além dele, já foi reconhecido Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro. Seis pessoas ainda são consideradas desaparecidas.

Dono da Dolly, empresa de refrigerantes, é preso por fraude fiscal em SP

access_time10/05/2018 20:19

A Polícia Militar prendeu, na manhã desta quinta-feira (10), o dono da empresa de refrigerantes Dolly, Laerte Codonho, em sua casa na Granja Viana, em Cotia, na Grande São Paulo. As investigações apontam fraude fiscal estruturada, organização criminosa e lavagem de dinheiro. O dinheiro desviado com a fraude é estimado em R$ 4 bilhões. Codonho teve a prisão temporária decretada e foi levado ao 77º D.P. (Distrito Policial), onde chegou por volta do meio-dia, segurando um papel com os dizeres: "Preso pela Coca-Cola". Ao chegar na delegacia, Codonho afirmou que estaria sendo preso devido a uma perseguição da Coca-Cola e que a empresa que estariam investigando não pertence a ele. Além do dono da empresa, o ex-contador da Dolly, Rogério Raucci, e o ex-gerente financeiro da empresa, César Requena Mazzi, foram presos e levados ao DP. Informações preliminares apontam que a Justiça considerou que a empresa, comandada por Codonho, demitiu funcionários e os recontratou em outra companhia para fraudar o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). "Ressaltamos que há notícia de ações cautelares (...), no âmbito fiscal, a recuperação de ativos de bens do grupo econômico mencionado, responsável por débitos fiscais bilionários já constituídos", afirma o MP-SP, em nota sobre o caso. Dois helicópteros foram apreendidos em São Bernardo do Campo, e quatro carros de luxo, em Cotia. Os PMs também encontraram e apreenderam dinheiro em espécie, incluindo notas de real, dólar americano, euro e libra esterlina, na mansão de Codonho - o valor total não foi divulgado. A operação envolve o Gedec (grupo especial do Ministério Público paulista para combate à formação de cartel e lavagem de dinheiro), a Procuradoria-Geral do Estado e a Polícia Militar. A advogada que defende Codonho, Maria Elizabeth Queijo, afirmou que não iria se manifestar imediatamente pois não teve acesso aos autos. As defesas dos outros acusados também não quiseram se manifestar. Em nota, a Dolly classificou de "injusta" a prisão do empresário detentor da marca. "Laerte Codonho sempre colaborou com as autoridades, e tem certeza que provará sua inocência. A defesa recorrerá da decisão e confia na Justiça", diz o texto.

Primo de governador de MT era responsável por manter contrato em esquema e recebeu R$ 2,6 milhões em propina, diz decisão

access_time09/05/2018 22:38

O ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, que é primo do governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), era responsável por manter contrato em um esquema de fraudes no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT). Paulo Taques foi preso nesta quarta-feira (9), durante a Operação Bônus, que investiga o desvio. De acordo com a decisão do desembargador José Zuquim Nogueira, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que determinou a prisão do ex-secretário, ele teria recebido R$ 2,6 milhões em propina. Além de Paulo Taques, foram presos o irmão dele, Pedro Jorge Taques, o deputado Mauro Savi (PSB), e os empresários Roque Anildo Reinheimer, Claudemir Pereira dos Santos, vulgo 'Grilo', e José Kobori. Os irmãos Taques e o deputado passaram por audiência de custódia, tiveram as prisões mantidas e levados para o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC). Na decisão que manda prendê-los, o desembargador afirma que Paulo Taques mediou a manutenção do contrato entre a empresa usada na fraude e o governo. "Os primos do atual governador tomaram parte da organização e iniciaram a solicitação de recebimento de propina em razão do cargo público que futuramente Paulo Taques viria a ocupar", diz o magistrado. A operação é uma continuidade da Operação Bereré, que investiga suspeita de fraudes e desvio de verba do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), segundo o Ministério Público Estadual (MPE), em Cuiabá. Uma testemunha, ouvida durante o inquérito, afirmou que Paulo Taques recebeu R$ 2,6 milhões em duas parcelas, sendo uma de R$ 1,4 milhão e outra de R$ 1,6 milhão. Ainda segundo o desembargador, os irmãos Taques "valendo-se do conhecimento jurídico privilegiado que detêm, atuam na órganização criminosa criando engenhosas artimanhas para maquiar o recebimento de propina". Como justificativa para a prisão de Paulo e Pedro Jorge Taques, o desembargador apontou o foco deles em dificultar a produção de provas a respeito dos crimes por eles praticados.

Ossada humana é localizada em região de mata no Norte de Mato Grosso

access_time08/05/2018 16:31

A Polícia Civil de Nova Ubiratã encontrou, na noite desta segunda-feira (07), uma ossada humana em uma região de mata localizada há cerca de 100 km de Nova Ubiratã. Após algumas denúncias, os investigadores foram até o local, juntamente com a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Sorriso e fizeram a análise. Algumas roupas, como uma calça jeans e uma camiseta listrada estavam juntas aos restos mortais. A identificação da pessoa será feita através de exames laboratoriais. A família do agricultor Elizeu Chiodi, de 40 anos, morador de Vera, deve ser chamada para a coleta de material genético para a realização do DNA. Os policiais suspeitam que seja o homem, visto que o mesmo está desaparecido desde o dia 10 de março. Ele sumiu depois que saiu de casa para cobrar uma dívida de cerca de R$ 50 mil com uma pessoa em Feliz Natal, onde tem uma fazenda. Outro elemento que reforça a desconfiança dos investigadores é que 40 dias depois de Elizeu desaparecer, o carro dele, um Fiat Strada, foi localizado nas proximidades de uma fazenda em Santa Terezinha do Rio Ferro, que pertence ao município de Nova Ubiratã. O local não fica distante do ponto onde a ossada foi encontrada ontem.

Mato Grosso registra redução de 14% nos crimes de homicídios

access_time08/05/2018 14:51

As ações integradas das forças de segurança na repressão aos homicídios resultaram em uma redução de 14% no crime contra a vida no Estado. De janeiro a seis de maio foram registrados 296 homicídios dolosos (quando há intenção de matar) em Mato Grosso. No mesmo período de 2017, foram 346 casos. A capital do Estado também registrou redução de 6%. Em 2018, foram 45 ocorrências de homicídios. Já em 2017, foram 48 casos. Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). Uma das ações repressivas, que foi deflagrada em todo o estado no mês de abril é a Operação “Bairro Seguro”, que cumpriu em dois dias 21 mandados de buscas e apreensões, 157 mandados de prisões, internação cautelar e prisões temporárias, 87 prisões em flagrante delito e apreendeu mais de 36 quilos de drogas. O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, destacou que os resultados alcançados são reflexos da atuação conjunta das forças policiais aliado à motivação dos profissionais e os investimentos feitos nos setores de Inteligência e operacional. “Nós creditamos estas reduções a atuação dos nossos servidores, que estão extremamente motivados a enfrentar a criminalidade em nosso estado. Temos grande mobilização das forças de segurança pública estadual e isso vem dando respostas eficientes”, enfatizou. Ainda segundo o secretário, os resultados positivos ao enfrentamento da criminalidade se deve às ações integradas com demais órgãos estaduais, a exemplo da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Polícia Federal, Ministério Público (MPE) e Poder Judiciário. “Os trabalhos realizados em conjunto com outros órgãos fazem com que o estado se fortaleça e produza ações firmes e precisas contra a criminalidade. Com isso os índices vão reduzindo”, afirmou. Uma das ações apontadas pelo secretário na redução na repressão à criminalidade foi a Operação “Regressus”, deflagrada em abril pela Polícia Judiciária Civil, por meio de investigação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e com apoio do Poder Judiciário e do MPE. A investigação apontou desvio de recursos para pagamento destinado a realização de laudo criminológico para progressão de regime e que presos que progrediram usaram atestados ideologicamente falsos e declarações de trabalho em empresas de fachada. Também em abril foi deflagrada a segunda fase da operação “Panóptico”, que cumpriu 13 mandados de busca e apreensão contra as facções criminosas. Participaram da ação a Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar e Polícia Federal. As ordens foram expedidas pela 7ª Vara do Crime Organizado, em atendimento ao pedido da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). A investigação apurou a atuação de integrantes de organização criminosa, liderados por faccionados recolhidos em unidades prisionais de Mato Grosso. “As recentes operações fizeram com que nos últimos 11 dias nenhum crime de homicídio fosse registrado na região metropolitana e isso se deve às diversas operações integradas deflagradas no mês de abril, como Regressus, Panóptico 2, Ordem Pública, da Polícia Militar, Vindicta, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Bairro Seguro. Todos os casos de repercussão do Estado foram resolvidos e verificamos que nossa política de segurança pública é focada na resolução do problema. Trabalhamos com análise criminal, que verifica as causas e com base nisso, fazemos a ação repressiva firme e eficiente. Isso proporciona uma resposta qualificada”, destacou. Mais reduções O mês de maio começou com bons índices durante o feriado prolongado do dia do trabalhador, celebrado no dia primeiro. No período de 27 de abril a 1º de maio nenhum homicídio doloso foi registrado em Cuiabá e Várzea Grande. Ano passado, nas mesmas datas, foram contabilizados dois assassinatos em ambas as cidades. Os dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) referente ao feriado prolongado ainda demonstram redução nos números de roubos e furtos em Cuiabá e Várzea Grande e em Mato Grosso. Na capital mato-grossense foram 95 roubos ano passado e 57 este ano, uma queda de 40%, diferença de menos 38 casos. Os números de furtos diminuíram 47%, ainda no mesmo comparativo, caindo de 183 para 97. Ou seja, menos 86 ocorrências. Em Várzea Grande foram 48 roubos em 2017 e 20 em 2018, uma redução de 58%. Nos casos de furtos foram, respectivamente, 47 e 26, registrando queda de 45%. Durante o feriado prolongado também houve redução de 40% nos casos de mortes no trânsito, caindo de cinco registros ano passado para três neste ano.    A quantidade de roubos no Estado reduziu 38% se comparado 2017 com 2018. Ano passado foram 285 e este ano foram contabilizados 178, ou seja, menos 107 roubos em Mato Grosso. Furtos também apresentaram queda de 37%. Em números reais foram 666 contra 419, ou 247 ocorrências a menos.

Ônibus explode no centro histórico de Roma

access_time08/05/2018 14:01

Um ônibus explodiu nesta terça-feira (8) no centro histórico de Roma, na Itália, aparentemente por um curto circuito elétrico. Nenhuma pessoa sofreu lesões sérias. Dezenas de turistas e pedestres observavam o fogo que envolvia o ônibus, pouco depois das 10h da manhã, pelo horário local. Algumas explosões foram ouvidas, e os alarmes de carros que estavam próximos dispararam. O incêndio carbonizou vários andares de um edifício da Via del Tritone da capital italiana, a algumas quadras do escritório do primeiro-ministro e da Fontana di Trevi. Os procuradores e o serviço de transporte público abriram uma investigação sobre o incidente. De acordo com a agência de notícias Ansa, aparentemente o incêndio foi provocado por um curto circuito.

Registrado acidente com vítima fatal na paralela da BR-163 em Matupá

access_time02/05/2018 21:11

Grave acidente foi registrado na paralela da BR-163, vitimando um dos pioneiros do município de Matupá. A vítima Lourenço Martini, conhecido como Kiko da Mecânica Martini veio a óbito quando passeava com o cachorro. Kiko foi colhido por motocicleta Honda FAN de cor branca a qual estava sendo conduzida por um jovem de 16 anos o qual foi encaminhado em estado grave para o Hospital Municipal. Jovem é funcionário da Auto Elétrica Chalita, e tinha acabado de sair do serviço. Não se sabe exatamente o que teria ocasionado o acidente.

Avião militar que caiu nos EUA levava nove pessoas a bordo

access_time02/05/2018 20:53

Um avião militar dos Estados Unidos, que ficou destruído ao cair em um acidente no estado da Geórgia (sudoeste) nesta quarta-feira (2), tinha nove pessoas a bordo, e não cinco, como foi informado em um primeiro momento, disse um funcionário militar. “Confirmamos que nove pessoas, cinco tripulantes e quatro passageiros adicionais”, estavam a bordo da aeronave, anunciou o porta-voz da Guarda Nacional de Porto Rico, major Paul Dahlen. As imagens do acidente mostraram que o avião caiu e depois explodiu. Inicialmente, as autoridades disseram que os falecidos eram os cinco membros da tripulação, mas depois soube-se que outras pessoas também estava a bordo. O major detalhou que os quatro passageiros eram membros da Guarda Nacional. Dahlen não pôde confirmar imediatamente se os nove morreram, mas disse que as imagens do acidente falavam por si. As fotos no Twitter mostravam os restos de um avião carbonizado e envolvido em chamas, do qual saíam colunas de fumaça preta. O presidente Donald Trump tuitou que havia sido informado do acidente e ofereceu suas condolências às famílias das vítimas. Dahlen disse que o avião se dirigia ao 309º Grupo de Regeneração de Manutenção Aeroespacial na Base da Força Aérea de Davis Monthan, também conhecida como um cemitério de aviões. O C-130 havia recebido manutenção na Geórgia e acreditava-se que estava em boas condições mecânicas, acrescentou. Uma investigação sobre o incidente está sendo realizada. As Forças Armadas dos Estados Unidos têm visto uma série de acidentes de aviação nas últimas semanas, incluindo com um F-16 perto de Las Vegas no mês passado, quando o piloto faleceu. Um dia antes, quatro membros da tripulação morreram quando um helicóptero do Corpo de Marines caiu ao realizar uma missão de treinamento de rotina no sul da Califórnia.

Prefeitura de SP avisou MP que prédio tinha risco de incêndio

access_time02/05/2018 20:25

Um relatório técnico de segurança da Prefeitura de São Paulo datado de 26 de janeiro de 2017 em resposta a um ofício do MPF (Ministério Público Federal) apontou que não havia condições mínimas de segurança contra incêndio no prédio que desabou na madrugada de terça-feira (1º), no Largo do Paissandu (centro de São Paulo) O documento, assinado por dois engenheiros, apontou oito pontos problemáticos na vistoria. Entre eles, as inadequações nas instalações elétricas, que não atendiam as normas oficiais. O relatório ainda apontou que o prédio não contava com extintores, os hidrantes estavam inoperantes, não havia iluminação de emergência e sistemas de alarmes, as escadas não tinham corrimãos e os elevadores estavam sem serviço. Os engenheiros ainda relataram que não foi possível acessar a casa das máquinas. Em nota, a prefeitura disse, que além desse relatório, um outro feito por engenheiro da Prefeitura Regional da Sé "atestou que não havia problema estrutural na edificação". Com base nos dois documentos, "a prefeitura e a Secretaria de Patrimônio da União [ligado ao governo federal] vinham negociando a saída pacífica dos ocupantes do local", informou. O prédio contava com 22 andares. No entanto, os engenheiros só conseguiram vistoriar até o 10º, pois os outros “encontravam-se bloqueados segundo informado pela liderança do movimento”, conforme aponta o documento. A reportagem apurou que os moradores precisavam descer dois lances de escadas em cada andar, sendo que do primeiro para o térreo haviauma escada caracol. O relatório da prefeitura ainda apontou que o prédio era ocupado pelo MLSM (Movimento de Luta Social por Moradia). No entanto, segundo moradores, o prédio era ocupado por diferentes movimentos — incluindo o MSLM — e cada grupo tinha uma liderança. A reportagem não conseguiu contato com lideranças do movimento apontado como responspavel pela ocupação.

Bombeiros procuram empresário que desapareceu ao cair no Rio Cuiabá

access_time02/05/2018 20:14

O Corpo de Bombeiros faz buscas no Rio Cuiabá, na tentativa de encontrar o empresário Luís Carlos Pavão, de 56 anos, que está desaparecido desde a tarde de terça-feira (1º). Luís e um amigo faziam um passeio de barco, quando perderam o controle da embarcação e caíram no rio. O amigo foi resgatado por pescadores, mas Luís desapareceu. O acidente aconteceu numa região de chácaras, nas proximidades da rodovia MT-40, entre Cuiabá e Santo Antônio de Leverger, a 35 km

Adolescentes são mortos no Curuçambá e número de assassinados sobe para 39 na Grande Belém

access_time02/05/2018 19:00

Cinco pessoas foram baleadas no bairro do Curuçambá, na tarde desta quarta-feira (2), em Ananindeua. De acordo com informações repassadas pela polícia quatro adolescentes morreram no local do crime e um homem de 27 anos foi baleado e encaminhado para o hospital Metropolitano. Ainda segundo a polícia, as execuções foram realizadas por homens encapuzados que estariam em um carro prata. Todos os mortos foram executados com tiros na cabeça. No total, já são 39 mortes registradas. A primeira vítima foi um adolescente de 17 anos, na estrada do Curuçambá. O adolescente estava andando de bicicleta quando foi surpreendido por um carro prata onde homens efetuaram vários disparos de dentro do veículo. Ainda de acordo com a Policia Militar, foram levados os pertences da vítima, como celular e a bicicleta em que ele estava. A segunda vítima foi abordada com mesmas características mas conseguiu sobreviver e foi encaminhada para o hospital Metropolitano. Ainda de acordo com a policia, o veículo seguiu até o final da linha do Paar, para a rua Francisco Leal onde fez mais duas vítimas. Um adolescente de 13 anos e um 16 anos foram executados ao tentar escapar de cinco homens encapuzados que desceram de um carro prata. Moradores contam que os adolescentes tentaram escalar um muro, mas foram surpreendidos pelos executores. Eles morreram no local. A última vítima foi um adolescente de 17 anos que estava no pátio da sua residência quando foi surpreendida por um carro prata que estacionou na frente da sua residência. A vítima tentou se esconder na cozinha de casa, mas os atiradores invadiram a residência e efetuaram vários disparos contra a vítima que morreu na hora. A polícia ainda não sabe se os crimes tem alguma ligação. Os familiares das vítimas negam qualquer envolvimento dos adolescentes com o crime. O baleado identificado como Maurilio Cardoso Carvalho, 27 anos tem passagem pela polícia. Onda de crimes Uma guerra entre traficantes de drogas e milicianos fez disparar os assassinatos de policiais militares e de civis no Pará em 2018. Foram 22 PMs mortos até esta quarta-feira (2). O número já é próximo ao registrado em 2017, quando durante o ano todo morreram 34 militares, de acordo com a Associação de Cabos e Soldados da PM. Em comparação, no Rio de Janeiro, sob intervenção federal na área de segurança, foram mortos 38 PMs em 2018. Houve, ainda, 686 mortes violentas apenas em janeiro e fevereiro, segundo dados obtidos via Lei de Acesso à Informação pelo projeto Monitor da Violência, parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro da Segurança Pública. O total coloca o estado como um dos três que mais matam no país. Questionado, o governo do Pará não informou a quantidade de assassinatos no estado em 2018. O capítulo mais recente começou na tarde de domingo (29), com a morte a tiros da cabo da PM Maria de Fátima Cardoso, em Ananindeua, na Grande Belém. Ela vinha sofrendo ameaças de morte. Nas horas seguintes, 39 pessoas somando a morte da PM, foram assassinadas até as 18h30 de quarta-feira (2).

Homem é encontrado morto com tiros no rosto e facadas em fazenda

access_time02/05/2018 10:14

Segundo informações, o crime pode ter ocorrido na noite de domingo pois o corpo da vítima já estava com sinais de decomposição e exalando um forte odor. O corpo foi identificado como Raimundo Nonato da Silva. O patrão informou aos policiais, um possível suspeito de ter praticado o crime que foi detido pelos policiais. Aos investigadores o acusado relatou que teria sofrido uma ameaça de morte da vítima e também foi agredido com o cabo de uma foice na cabeça, porém saiu do barraco em busca de uma arma de fogo e retornou a casa com uma espingarda e disparou na cabeça de Raimundo enquanto ele estava deitado e que a vítima correu até o banheiro ele seguiu e fez outro disparo no rosto da vítima e depois deu dois golpes de faca na barriga deixando a vítima no chão e fugiu do local. A identificação do suspeito não foi divulgada até o momento. O caso segue sendo investigado.