ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
‘Foi um exagero o que fizeram’, diz Neymar sobre memes

‘Foi um exagero o que fizeram’, diz Neymar sobre memes

access_time20/07/2018 16:22

Depois da decepção de uma eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo e de ver suas quedas vira

Vara do Trabalho de Colíder lança projeto pioneiro no metaverso

Vara do Trabalho de Colíder lança projeto pioneiro no metaverso

access_time16/05/2022 10:17

A juíza da Vara do Trabalho de Colíder (MT), Graziele Cabral, lançou nesta segunda-feira (09) um pro

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é internado em Brasília

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é internado em Brasília

access_time28/08/2019 08:52

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, de 44 anos, foi internado no Hospital das Forças Armada

20 crianças que perderam as mães vítimas de feminicídio devem receber meio salário mínimo em Cuiabá
20 crianças serão beneficiadas pelo programa neste primeiro ano
Foto por: Foto: TV Globo /Reprodução

20 crianças que perderam as mães vítimas de feminicídio devem receber meio salário mínimo em Cuiabá

Benefício deve ser pago por um ano, conforme prevê a lei.

access_time20/01/2022 08:25

Vinte crianças de vítimas de feminicídio devem começar a receber um auxílio a partir de fevereiro deste ano, conforme uma lei aprovada pela Prefeitura de Cuiabá. O valor equivale a meio salário mínimo, o que corresponde, atualmente, a R$ 606. O benefício será pago durante 12 meses.

Segundo o município, o dinheiro deverá ser repassado a pessoa que ficar responsável pela criança. Os benificiários ainda estão sendo definidos pela gestão do programa.

Entre os requisitos estão: morar em Cuiabá há pelo menos 12 meses, estar cadastrado no Cadastro Único e ter frequência escolar.

A Secretaria de Assistência Social do município ficará a cargo de fazer a análise dos critérios de acesso ao programa mediante cada um dos casos das famílias requerentes à renda, mas, em 2022, apenas 20 crianças serão selecionadas para receber a transferência de renda.                                                                                                                                           

O programa deve desembolsar R$ 145,4 mil com os pagamentos às primeiras crianças que serão atendidas pelo programa.

Devem ser atendidas crianças que ficam com parentes na ausência da mãe e que, de um dia para o outro, se viram sem um lar. Além disso, o benefício deve ajudar nos custos de despesas médicas, psicológicas ou econômicas.





Por: Por g1 MT

Outras notícias

Comentários