anuncie aqui
Notícias recentes
Refinaria suspende atividades no Pará após despejo irregular de resíduos

Refinaria suspende atividades no Pará após despejo irregular de resíduos

access_time03/10/2018 08:05

A refinaria de alumina Hydro Alunorte anunciou nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (3) q

Inscrições para o Enem terminam às 23h59; prova será em novembro

Inscrições para o Enem terminam às 23h59; prova será em novembro

access_time18/05/2018 07:26

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 terminam nesta sexta-feira, às 23h59

Oitavas de final começam com três campeões do mundo em campo

Oitavas de final começam com três campeões do mundo em campo

access_time30/06/2018 08:43

A fase de grupos terminou. Após um dia sem futebol, as oitavas de final da Copa do Mundo começam hoj

A triste fileira de 145 baleias mortas na Nova Zelândia
Imagem mostra as baleias mortas ao longo de 2km

A triste fileira de 145 baleias mortas na Nova Zelândia

Motivo que levou os animais a ficarem presos na areia ainda é desconhecido

access_time27/11/2018 07:25

Um grupo de 145 baleias piloto morreu após ficar encalhado em uma praia da Ilha de Stewart, na Nova Zelândia. Ainda não se sabe o que levou os animais a ficarem presos na areia. As baleias foram encontradas enfileiradas na areia ao longo de 2km da baía de Mason, no sábado (24). As informações são da BBC.

Quando foi encontrado, metade do grupo já havia morrido. A outra metade teve de ser sacrificada pelas autoridades, já que dificilmente poderia ser salva.

— Infelizmente, a possibilidade de garantirmos que elas pudessem voltar ao oceano era remota — explicou Ren Leppens, do Departamento de Conservação da Nova Zelândia.

— Diante da localização remota, da ausência de pessoal e da condição física e mental das baleias, a coisa mais humana a se fazer era a eutanásia. Mas é sempre uma decisão de cortar o coração — completou.

De acordo com um comunicado emitido pelo Departamento de Conservação da Nova Zelândia, não é comum que baleias fiquem presas nas praias da Nova Zelândia e que há cerca de 85 incidentes por ano. Ainda assim, em grande parte destes casos, apenas uma baleia fica encalhada, e não um grande grupo.

O motivo pelo qual golfinhos e baleias encalham em praias ainda é desconhecido, mas acredita-se que as principais causas são doenças, erros de navegação, mudanças nas marés ou perseguição de predadores.

Outros casos
Em um incidente distinto, também na Nova Zelândia, durante o fim de semana, 12 baleias pigmeu e uma cachalote ficaram encalhadas. Quatro das 12 baleias pigmeu e a cachalote acabaram morrendo.

Para as que ainda estão vivas, há esperança de que sejam resgatas pela ONG marítima chamada Project Jonah. Os integrantes do grupo afirmaram que pretendem devolver os animais ao mar ainda nesta terça-feira (27) e pediram ajuda de voluntários.





Por: GAÚCHAZH

Outras notícias

Comentários