Spigreen
Notícias recentes
Mulher leva três tiros na cabeça ao buscar filha na casa do ex-marido e é internada em estado grave

Mulher leva três tiros na cabeça ao buscar filha na casa do ex-marido e é internada em estado grave

access_time06/09/2018 07:37

Juliano de Souza Lima, de 28 anos, é procurado pela Polícia Militar suspeito de ter efetuado três ti

Consumo de alho, laranja e gengibre podem ajudar a evitar gripe e doenças respiratórias

Consumo de alho, laranja e gengibre podem ajudar a evitar gripe e doenças respiratórias

access_time10/06/2019 12:45

Para prevenir as gripes, bem como rinite, asma, bronquite e infecções respiratórias comuns nesse per

Policial militar é preso pela PRF com 48 quilos de maconha

Policial militar é preso pela PRF com 48 quilos de maconha

access_time24/10/2018 07:22

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na manhã desta terça (23), um policial militar de Mato G

Advogado é assassinado a tiros em escritório em Juara

Advogado é assassinado a tiros em escritório em Juara

Advogado ainda correu em direção à rua para fugir, mas não resistiu, caiu na calçada e morreu

access_time17/03/2020 11:58

Um advogado foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira (17) na cidade de Juara. Segundo a Polícia Civil, Milton Queiroz Lopes, de 51 anos, foi baleado dentro do escritório dele e morreu enquanto tentava fugir em direção à rua.

O crime ocorreu às 8h (horário de Mato Grosso) na Rua Belo Horizonte, Centro da cidade.

Uma pessoa armada entrou no local e disparou contra Milton. Não há informações de quem seja essa pessoa.

Milton, que estava sentado na mesa do escritório, foi baleado no rosto. Ele ainda correu em direção à rua para fugir, mas não resistiu, caiu na calçada e morreu.

Policiais militares e civis foram chamados e procuram pelo atirador.

O caso é investigado pela Polícia Civil de Juara.

Advogado Milton Queiroz Lopes, de 51 anos, foi assassinado em Juara — Foto: Facebook/ReproduçãoAdvogado Milton Queiroz Lopes, de 51 anos, foi assassinado em Juara — Foto: Facebook/Reprodução





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários