anuncie aqui
Notícias recentes
Giroud leva seis pontos após choque de cabeça em último amistoso da França; veja o lance

Giroud leva seis pontos após choque de cabeça em último amistoso da França; veja o lance

access_time10/06/2018 07:24

No último amistoso da seleção francesa antes da Copa do Mundo, o empate em 1 a 1 contra os Estados U

TRE abre período de cadastramento de eleitores em viagem no dia das eleições

TRE abre período de cadastramento de eleitores em viagem no dia das eleições

access_time27/07/2018 07:19

Os eleitores que estarão fora do domicílio eleitoral no dia das eleições podem fazer um cadastro no

Governo intensifica campanha de esclarecimento sobre Previdência

Governo intensifica campanha de esclarecimento sobre Previdência

access_time09/03/2019 07:28

O governo federal vai intensificar a campanha de esclarecimento da população sobre a reforma da Prev

Advogado invade gabinete, dá socos em juiz e é preso
Jorge Hassib Ibrahim foi agredido por advogado com socos no rosto — Foto: Tribunal de Justiça de Mato Grosso/Assessoria

Advogado invade gabinete, dá socos em juiz e é preso

Suspeito queria explicações do juiz sobre uma audiência em que a filha dele, também advogada, participou. Testemunhas disseram que advogado tentou enforcar o juiz e o agrediu com socos no rosto, no peito e no queixo

access_time27/09/2018 09:00

Um advogado foi preso nessa quarta-feira (26) depois de discutir e agredir um juiz com socos no rosto, no fórum de Paranatinga, a 411 km de Cuiabá.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, Homero Amilcar Nedel, de 59 anos, invadiu o gabinete do juiz Jorge Hassib Ibrahim, de 38 anos.

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT) lamentou e repudiou a agressão cometida por Nedel. Afirmou que adotará as medidas administrativas no Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da instituição. (Veja a nota na íntegra ao final da matéria)

O G1 não localizou o advogado do suspeito preso.

De acordo com a PM, Nedel entrou no gabinete da 2ª Vara Criminal, onde o magistrado estava. O advogado estava gritando e perguntando sobre a audiência que o juiz havia feito um dia anterior com a filha de dele, que também é advogada.

Servidores do fórum, que não quiseram se identificar, disseram ao G1 que o advogado queria tirar satisfações com o juiz a respeito da audiência em que a filha participou.

Outros servidores tentaram intervir na agressão e chamaram a polícia. A filha do advogado defendia um cliente e queria que o juiz tivesse decretado a prisão da outra pessoa ouvida durante a audiência. No entanto, o magistrado não decretou a prisão, o que teria deixado a advogada indignada.

Um policial militar prendeu o advogado e encaminhou o suspeito para a Polícia Civil. Por estar exaltado, teve que ser algemado pela polícia. O juiz foi levado para fazer exame de corpo de delito e depois recebeu atendimento médico.

Um representante da OAB acompanhou o episódio e o momento em que o advogado era conduzido.

O G1 procurou a assessoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, que disse que ainda vai se manifestar sobre o caso nesta quinta-feira (27).

OAB
A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) – frente ao lamentável episódio ocorrido na tarde desta quarta-feira, onde um de seus inscritos agrediu fisicamente um magistrado em Paranatinga/MT - vem a público repudiar o ato e informar que adotará com firmeza medidas administrativas perante seu Tribunal de Ética e Disciplina (TED).

A OAB-MT não aceita, não tolera e não compactua com o uso de violência em quaisquer de suas formas, razão pela qual, respeitado e garantido e devido processo legal, não se furtará de cumprir e fazer cumprir seu papel correcional.

De igual modo, a instituição registra que velará pelo respeito às prerrogativas legais dos envolvidos, solidarizando-se com a magistratura mato-grossense, bem ainda com todos aqueles que se indignam com atitudes desta natureza.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários