anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Palmeiras derrota Grêmio e conquista o tetra na Copa do Brasil 2020

Palmeiras derrota Grêmio e conquista o tetra na Copa do Brasil 2020

access_time08/03/2021 07:23

É tetra! O Palmeiras venceu em casa o Grêmio por 2 a 0 e conquistou a Copa do Brasil pela quarta vez

'Relacionamento veio para ficar', diz Bolsonaro sobre escritório comercial do Brasil em Jerusalém

'Relacionamento veio para ficar', diz Bolsonaro sobre escritório comercial do Brasil em Jerusalém

access_time02/04/2019 09:42

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (2), em um evento com empresários israelenses, q

Senado dos EUA aprova nomeação de Amy Barrett para Suprema Corte

Senado dos EUA aprova nomeação de Amy Barrett para Suprema Corte

access_time27/10/2020 09:22

O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta segunda-feira (26) a nomeação da juíza Amy Coney Barrett,

Advogado que xingou juiz de

Advogado que xingou juiz de "escrotíssimo e corrupto" é preso

Polícia foi até o apartamento do advogado após denúncia anônima e encontrou porções de crack, maconha, cocaína e uma arma de fogo sem munição

access_time02/07/2021 10:47

O advogado de Goiás que chamou um juiz de "corrupto, escrotíssimo, sociopata e desgraçado" em um recurso de apelação foi preso suspeito de tráfico de drogas e porte ilegal de armas.

Conforme informações divulgadas pelo G1, a polícia foi até o apartamento do advogado após denúncia anônima e encontrou porções de crack, maconha, cocaína e uma arma de fogo sem munição.

Na última semana o causídico já tinha sido suspenso pela OAB, por ter uma conduta incompatível com a advocacia.

(Imagem: Reprodução)

Relembre
Em um recurso de apelação, o advogado utilizou os seguintes dizeres: "ESCROTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO (CORRUPTO, SOCIOPATA E DESGRAÇADO) DA 4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL".

No caso em questão, o profissional foi exonerado do cargo de auxiliar de autópsia no IML. No recurso, ele alegava que o processo que gerou sua exoneração "é uma fraude" e que está há dois anos e meio sem emprego "por conta de juiz corrupto".

No fim de junho, Órgão Especial do TED - Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/GO decidiu, por unanimidade, suspendê-lo preventivamente, por 90 dias.

Seguindo o voto do relator Áthyla Serra da Silva Maia, os juízes do TED entenderam estar presentes no caso fático os elementos legais para aplicação da medida cautelar de suspensão, por conduta incompatível com a advocacia, prevista no artigo 34, inciso XXV do EOAB, por parte do advogado, ao atacar servidores públicos do Poder Judiciário, da Polícia Civil, entre outros, com termos impróprios ao exercício da advocacia.





Por: Redação do Migalhas

Outras notícias

Comentários