ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Morre quinta criança com suspeita de infecção pelo vírus da raiva humana no Pará

Morre quinta criança com suspeita de infecção pelo vírus da raiva humana no Pará

access_time12/05/2018 09:52

A Secretária de Saúde Pública do Pará confirmou, na noite de sexta-feira (11), a morte da quinta vít

Polícia apreende armas e munições em investigação que apura execução de empresário no Guarantã

Polícia apreende armas e munições em investigação que apura execução de empresário no Guarantã

access_time30/06/2021 09:07

A Polícia Civil apreendeu, ontem, três espingardas e diversas munições, numa fazenda vizinha da ex-m

Ipea: inflação desacelera para todas as faixas de renda em junho

Ipea: inflação desacelera para todas as faixas de renda em junho

access_time14/07/2021 10:48

O Indicador de Inflação por Faixa de Renda apontou desaceleração da taxa de inflação para todas as f

Aeronave utilizada para transportar 77 quilos de ouro estava com sequestro criminal e não poderia ser usada
Imagens mostram momento em que ouro apreendido no interior de SP é retirado de avião
Foto por: Foto: Reprodução/TV TEM

Aeronave utilizada para transportar 77 quilos de ouro estava com sequestro criminal e não poderia ser usada

PF acredita que metal precioso tenha saído do Mato Grosso e Pará. Valor da apreensão soma cerca de R$ 23 milhões. Seis pessoas que faziam o transporte foram detidas - quatro delas são policiais militares, um deles da reserva.

access_time06/05/2022 09:47

A aeronave que chegou a Sorocaba (SP) com 77 quilos de ouro sem procedência conhecida não poderia ser usada, já que faz parte de outro inquérito policial e estava com sequestro criminal, que é quando o bem deve ficar sob poder da Justiça.

Conforme apurado pela TV TEM, assim que o avião entrou no espaço aéreo, a Polícia Federal monitorou qual local ele iria aterrissar. O avião deixou Sorocaba por volta das 6h. No dia seguinte, o ouro foi retirado por seis pessoas que estavam em dois carros.

Imagens exclusivas obtidas pela TV TEM mostram o momento em que uma aeronave chegou a cidade. O avião, que é particular, deixou o material em um hangar privado que aluga espaço no aeroporto do município.

Os veículos foram abordados pela Polícia Militar Rodoviária no quilômetro 74 da Rodovia Presidente Castello Branco, perto da praça de pedágio em Itu (SP), na tarde de quarta-feira (4). O ouro estava dividido em três malas.

O valor da apreensão soma cerca de R$ 23 milhões, segundo a Polícia Federal. As seis pessoas que faziam o transporte foram detidas - quatro delas são policiais militares, um deles da reserva.

Dois dos policiais são da Casa Militar, órgão do gabinete do governador de São Paulo responsável pela segurança do Palácio dos Bandeirantes, entre outras atribuições (veja abaixo os nomes).

A PF abriu um inquérito para averiguar se houve prática dos crimes de usurpação de bens da União e receptação dolosa. Segundo documentos apreendidos, a carga de ouro saiu do Mato Grosso e do Pará.

Segundo apuração do g1, os nomes dos detidos são:

  • Marcelo Tasso (tenente-coronel PM da Casa Militar);
  • Gildsmar Canuto (sargento PM da Casa Militar);
  • Douglas Cristiano Burin (soldado PM);
  • Marcelo Dantas (sargento PM, atualmente na reserva);
  • Wilson Roberto de Lucca;
  • Marcos Pereira dos Santos.

O que diz a Casa Militar

Em nota, a Casa Militar informou que afastou os policiais assim que soube do caso. Tanto a Casa Militar quanto a Secretaria de Segurança Pública (SSP) disseram que um dos policiais envolvidos na ocorrência está afastado do trabalho desde o final do ano passado e que o caso foi encaminhado para apuração da corregedoria da Polícia Militar.

O tenente-coronel Tasso afirmou em nota que o ouro transportado estava "devidamente documentado", que "nada de ilegal foi constatado" na fiscalização e que ninguém foi indiciado.

Questionado sobre o caso, o governador Rodrigo Garcia disse que irá aguardar o fim da apuração da corregedoria para se pronunciar.

O que dizem os detidos

O tenente-coronel PM da Casa Militar Marcelo Tasso se pronunciou através de nota. Leia na íntegra:

"Alguns esclarecimentos se fazem necessários. Um conhecido que tem uma DTVM devidamente legal me pediu a indicação de duas pessoas para fazer uma operação ontem. Nesta oportunidade, me convidou para conhecer como funcionava. Como não possuía compromissos, aceitei.

Porém, a Polícia Federal realiza operações para verificação de minérios preciosos. Esta é uma de suas incumbências legais e, na data de ontem, esse referido transporte foi alvo de fiscalização.

Como a carga é de valor muito elevado, indagaram se aceitávamos ir até a delegacia da PF para conferência, o que foi feito, sem dúvidas seria o local mais adequado para isto. Mas, devido à existência de mais de mil documentos relativos ao material (notas fiscais e etc.), isto demorou bastante, além da realização das oitivas de todos.

Foi constatado que tudo estava devidamente documentado, mas, por padrão, o material foi encaminhado para perícia.

Ninguém foi indiciado, e, a todo momento, os policiais federais ressaltavam que ninguém estava detido. Após os procedimentos acima, todos saímos da sede da PF em Sorocaba para os seus devidos destinos, não restando nenhuma consequência para nós. Apenas a empresa que fará as tratativas necessárias com a PF, haja vista o processo de verificação do material.

Claro que as reportagens são muito tendenciosas e chegam a ser inverídicas as colocações, mas isto tudo será analisado no devido momento. Reforço que nada de ilegal foi constatado. Caso contrário, as providências necessariamente seriam diversas.

Certo que tudo será esclarecido, apenas lamento a divulgação das inverdades por parcela dos órgãos de imprensa, bem como sou grato àqueles que se limitaram a divulgar os fatos como realmente ocorreram."

TV TEM e o g1 continuam tentando contato com os outros detidos.

Ouro veio de MT e PA

Polícia Federal informou que monitorava um avião particular suspeito, modelo King Air Turboélice, que pousou no Aeroporto Estadual de Sorocaba (Bertram Luiz Leupolz).

Com apoio da da Polícia Militar Rodoviária, os policiais abordaram dois veículos no quilômetro 74 da Rodovia Castello Branco, na praça de pedágio em Itu , sentido capital.

Avião usado para transportar barras de ouro até o aeroporto de Sorocaba (SP) — Foto: Reprodução

Avião usado para transportar barras de ouro até  o aeroporto de Sorocaba (SP) — Foto: Reprodução





Por: Por TV TEM

Outras notícias

Comentários