Kurupí
Notícias recentes
Ajax do Distrito levou o título da Taça Saudoso Edinho

Ajax do Distrito levou o título da Taça Saudoso Edinho

access_time17/12/2018 10:42

A final do Campeonato Municipal de Futebol de Peixoto de Azevedo - Taça Saudoso Edinho, teve seu enc

Após atentados, Sri Lanka proíbe qualquer tipo de cobertura facial em público

Após atentados, Sri Lanka proíbe qualquer tipo de cobertura facial em público

access_time28/04/2019 18:26

O presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, anunciou neste domingo (28) a proibição de qualquer

Juíza alerta para ocorrência de crimes sexuais durante o Carnaval em MT e dá dicas sobre como se defender

Juíza alerta para ocorrência de crimes sexuais durante o Carnaval em MT e dá dicas sobre como se defender

access_time21/02/2020 15:47

A juíza Ana Graziela Vaz de Campos Alves Corrêa, da Primeira Vara de Violência Doméstica e Familiar

Aliança com a Renault 'não está em perigo', diz presidente da Nissan
Hiroto Saikawa, presidente da Nissan — Foto: Issei Kato/Reuters

Aliança com a Renault 'não está em perigo', diz presidente da Nissan

Parceria Nissan-Renault ficou em cheque após a prisão de seu criador, o brasileiro Carlos Ghosn, que está detido em Tóquio

access_time07/01/2019 07:39

A aliança industrial entre a Renault e a Nissan não está em perigo - garantiu o presidente do fabricante japonês de automóveis, em entrevista à AFP nesta segunda-feira (7), em meio à crise pela prisão em novembro, no Japão, de seu criador, Carlos Ghosn.

Hiroto Saikawa não quis, porém, falar sobre o futuro de Ghosn, que foi seu mentor. Detido em Tóquio por suspeita de fraude, Ghosn comparece pela primeira vez à Justiça, nesta terça-feira.

Tanto a Nissan quanto a Mitsubishi afastaram Ghosn da presidência, após sua detenção. Já a Renault decidiu mantê-lo como conselheiro, por enquanto, invocando a presunção de inocência.

"O sistema judicial japonês segue seu curso. Não tenho nada a dizer. Quero apenas me concentrar na estabilização da companhia e fazê-la avançar passo a passo", disse Saikawa, na primeira entrevista a um veículo de imprensa estrangeiro desde que o caso explodiu.

O presidente, de 65 anos, um dos homens de confiança de Ghosn, surpreendeu com suas duras palavras após a prisão, em 19 de novembro passado.

Saikawa garante estar em contato "quase diário" com a Renault, apesar das tensões.





Por: France Presse

Outras notícias

Comentários