anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Homem tenta correr mas acaba morto a tiros em Matupá

Homem tenta correr mas acaba morto a tiros em Matupá

access_time27/02/2023 10:05

Fernando Nunes da Silva, 42 anos, foi assassinado a tiros, ontem, no bairro Jardim das Flores, em Ma

Ex-secretário preso por desvios na Saúde é transferido para a PCE após audiência de custódia

Ex-secretário preso por desvios na Saúde é transferido para a PCE após audiência de custódia

access_time10/02/2023 11:01

O ex-secretário de Saúde de Cuiabá, Célio Rodrigues, foi transferido para uma cela no raio 8 da Peni

PF faz operação contra tráfico de drogas em Peixoto, Sorriso e Cuiabá

PF faz operação contra tráfico de drogas em Peixoto, Sorriso e Cuiabá

access_time28/09/2023 11:22

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 28/9, a Operação Pelos Ares, com o objetivo reprimir

Aneel mantém bandeira tarifária verde para setembro
Aneel mantém bandeira tarifária verde da conta de luz em setembro

Aneel mantém bandeira tarifária verde para setembro

Contas de luz estão sem cobrança extra desde abril de 2022

access_time26/08/2023 08:58

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) vai manter a bandeira verde em setembro para todos os consumidores do Sistema Interligado Nacional (SIN). Com isso, as contas de luz estão sem cobrança extra desde abril de 2022. Na época, segundo a Aneel, a bandeira verde foi escolhida devido às condições favoráveis de geração de energia, com os reservatórios das usinas hidrelétricas em níveis satisfatórios.

O nível de armazenamento dos reservatórios atingiu 87% em média no início do período seco, o que explica o cenário favorável do momento. Caso houvesse a instituição das outras bandeiras, a conta de luz refletiria o reajuste de até 64% das bandeiras tarifárias aprovado em junho de 2022 pela Aneel. Segundo a agência, os aumentos refletiram a inflação e o maior custo das usinas termelétricas neste ano, decorrente do encarecimento do petróleo e do gás natural nos últimos meses.

Na última terça-feira, 22, a Aneel aprovou uma consulta pública para baratear as bandeiras tarifárias em até 36,9%. De acordo com o órgão, os motivos para a redução são reservatórios cheios, expansão de energia eólica e solar e queda no preço internacional dos combustíveis fósseis.


*Com informações da Agência Brasil.





Por: Jovem Pan

Outras notícias

Comentários