Spigreen
Notícias recentes
Testes da vacina chinesa contra a Covid-19 começam em MT

Testes da vacina chinesa contra a Covid-19 começam em MT

access_time08/10/2020 08:12

A testagem da vacina chinesa contra a Covid-19, identificada como Coronavac, do laboratório Sinovac

Rio de Janeiro é a primeira cidade brasileira a banir canudos plásticos

Rio de Janeiro é a primeira cidade brasileira a banir canudos plásticos

access_time07/07/2018 11:34

O Rio de Janeiro tornou-se a primeira cidade brasileira a banir o uso de canudos de plástico em quio

Pacote anticrime de Moro vai ao Congresso na terça-feira, diz Bolsonaro

Pacote anticrime de Moro vai ao Congresso na terça-feira, diz Bolsonaro

access_time17/02/2019 10:43

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado que o Projeto de Lei Anticrime apresentado no iníci

Anvisa aprova norma para rotulagem de alimentos com aviso em destaque sobre excesso de açúcar, gordura e sódio
Rótulo de embalagensde alimentos vão ter novo modelo

Anvisa aprova norma para rotulagem de alimentos com aviso em destaque sobre excesso de açúcar, gordura e sódio

Mudanças entram em vigor em um prazo de dois anos. Tabela nutricional também deverá ser branca com letras pretas para facilitar a leitura

access_time08/10/2020 07:47

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou na quarta-feira (7) uma nova norma para a rotulagem de alimentos. Uma consulta pública foi aberta em novembro de 2019 e, desde então, as mudanças têm sido discutidas pelos técnicos e especialistas.

Veja alguma das mudanças:

  • As tabelas com o conteúdo dos alimentos precisam ser brancas com letras pretas para facilitar a leitura;
  • Na parte frontal da embalagem, precisam ter avisos em caso de excesso de açúcar, gordura satura e sódio;
  • As quantidades e a tabela nutricional não poderão ficar em locais "escondidos", exceto em produtos com área de rotulagem inferior a 100 cm².

Todas as exigências entrarão em vigor em um prazo de dois anos. De acordo com Alessandra Bastos, diretora relatora da Anvisa, o objetivo "não é impor nenhuma escolha", mas sim "possibilitar a compreensão, respeitando a liberdade de escolha de todas as pessoas que vivem no nosso território".





Por: G1

Outras notícias

Comentários