Spigreen
Notícias recentes
Jovem de 29 anos grávida de 6 meses morre internada com coronavírus

Jovem de 29 anos grávida de 6 meses morre internada com coronavírus

access_time06/07/2020 09:16

Uma jovem diagnosticada com coronavírus (Covid-19) morreu nesse sábado (4) enquanto estava internada

Mixto contrata 4 reforços para confronto ‘decisivo’ contra o Luverdense no domingo

Mixto contrata 4 reforços para confronto ‘decisivo’ contra o Luverdense no domingo

access_time13/03/2020 15:07

O Mixto Esporte Clube contratou mais quatro reforços para a reta final da primeira fase do Campeonat

Campeonato das Torcidas de Futsal Peixotense terá início dia 19 de março

Campeonato das Torcidas de Futsal Peixotense terá início dia 19 de março

access_time12/03/2020 21:05

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Peixoto de Azevedo, através do Chefe Municipal, Lenilt

Após eleições na Argentina, dólar aproxima-se de R$ 4
Marcello Casal JrAgência Brasil

Após eleições na Argentina, dólar aproxima-se de R$ 4

Bolsa do país vizinho fechou com queda de 37,9%

access_time13/08/2019 07:49

O resultado das eleições primárias na Argentina refletiu-se no mercado financeiro brasileiro. O dólar comercial fechou esta segunda-feira (12) vendido a R$ 3,984, com alta de R$ 0,042 (1,06%). Esse foi o maior valor para a divisa desde 28 de maio (R$ 4,02).

No mercado de ações, o Índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), também teve um dia turbulento e encerrou aos 101.915 pontos, com desvalorização de 2%.

O mercado financeiro da região atravessa momentos de volatilidade, após o candidato da oposição às eleições presidenciais argentinas, Alberto Fernández, ter obtido 47,65% dos votos na votação primária de domingo (11), contra 32,08% do presidente Alberto Macri, que tenta a reeleição. O índice Merval, da Bolsa de Buenos Aires, caiu 37,93% apenas nesta segunda-feira, na maior queda diária no mercado de ações na história do país.

Ao longo do dia, o dólar chegou a superar a barreira de 60 pesos argentinos, mas fechou em 52,14 pesos. A moeda do país vizinho desvalorizou-se 14,99% somente hoje. Para conter a saída de capitais, o Banco Central da Argentina aumentou os juros básicos do país para 74% ao ano. O risco país argentino, que mede a probabilidade de o país dar calote na dívida pública, encerrou esta segunda-feira em 1.936 pontos, contra 1.017 pontos de sexta-feira (9).

*Com informações da Télam, agência pública de notícias da Argentina





Por: Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil*

Outras notícias

Comentários