ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento

access_time02/07/2018 16:04

O relator do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019, senador Dalírio Beber (PSDB-S

Gaeco denuncia 113 pessoas acusadas de integrarem facção criminosa

Gaeco denuncia 113 pessoas acusadas de integrarem facção criminosa

access_time24/10/2018 07:15

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado

Ex-prefeito, servidores e empresários são alvos de operação que investiga desvio de recurso de obras em MT

Ex-prefeito, servidores e empresários são alvos de operação que investiga desvio de recurso de obras em MT

access_time17/06/2020 09:05

A Polícia Federal, o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria-Geral da União (CGU) realiza

Após reunião com Mendes, ministro do TCU irá rever decisão que suspendeu obras do BRT

Foto por: Reprodução

Após reunião com Mendes, ministro do TCU irá rever decisão que suspendeu obras do BRT

AUDIÊNCIA EM BRASÍLIA

access_time11/05/2022 07:15

O governador Mauro Mendes (União) e membros da bancada federal de Mato Grosso se reuniram com o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz, para tentar reverter a decisão que suspendeu as obras do BRT (Ônibus de Rápido Transporte) em Cuiabá e Várzea Grande. A reunião aconteceu no fim da tarde desta terça-feira (10), em Brasília.

Durante a audiência, o chefe do Executivo fez esclarecimentos sobre a troca do modal e entregou novos documentos que serão analisados pelo ministro. Cedraz afirmou que vai reapreciar o caso e depois vai levar o processo ao pleno do TCU nos próximos dias.

O governador foi acompanhado do secretário-chefe da Casa Civil, Rogério Gallo, procurador-geral do Estado, Francisco de Assis da Silva Lopes e do secretário de Gestão e Planejamento Basílio Bezerra Guimarães dos Santos. Além deles, participaram integrantes da bancada federal como Jayme Campos (senador licenciado), Wellington Fagundes (senador), Cidinho (ex-senador) e Neri Geller (deputado federal).

Segundo Jayme, o ministro se demonstrou bastante sensível a situação e vai estudar o caso com as documentações que foram entregues pelo governador.

“Foi uma reunião muito positiva, o governador fez esclarecimentos e destacou que não tem dinheiro federal na obra, já que o Estado quitou o empréstimo que custava o antigo VLT. O ministro ouviu e vai analisar. Se eu não me engano ele deve dar o parecer em até 3 dias”, destacou Jayme ao grupo Gazeta .

Suspensão
A suspensão das obras foi proferida por meio de uma decisão liminar publicada na última sexta-feira (6) e acatou o pedido do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que solicitou a suspensão por possíveis irregularidades na decisão do governador Mauro Mendes (União) em abandonar o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) em prol do BRT.

Emanuel é a favor do VLT e desde que foi anuncia a troca de modais vem tentando travar as obras de implantação do BRT por meio da Justiça.





Por: Allan Mesquita allan@gazetadigital.com.br

Outras notícias

Comentários