ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Polícia prende homem foragido por homicídio no Nortão

Polícia prende homem foragido por homicídio no Nortão

access_time22/09/2023 12:36

A Polícia Militar cumpriu dois mandados de prisões, ontem, no Nortão. No primeiro caso, o Núcleo de

PRF prende foragido por tráfico de drogas na BR-163 no Nortão

PRF prende foragido por tráfico de drogas na BR-163 no Nortão

access_time17/05/2023 12:49

A Polícia Rodoviária Federal cumpriu o mandado de prisão de um acusado por tráfico de drogas, na BR-

Polícia Civil prende suspeito de diversos abusos sexuais contra crianças e adolescentes em Nova Santa Helena

Polícia Civil prende suspeito de diversos abusos sexuais contra crianças e adolescentes em Nova Santa Helena

access_time19/10/2023 12:24

Um homem suspeito de abusar sexualmente de diversas crianças e adolescentes no município de Nova

Apreensão de R$ 4 milhões em Mato Grosso dá origem à operação da PF na Terra Indígena Yanomami
PF realizou nova operação contra comércio de ouro ilegal em Roraima (imagem reprodução)

Apreensão de R$ 4 milhões em Mato Grosso dá origem à operação da PF na Terra Indígena Yanomami

Grupo criminoso movimentou mais de R$ 420 milhões em cinco anos

access_time14/02/2023 10:12

A Polícia Federal de Roraima realiza, na manhã desta quarta-feira (14), a operação Avis Aurea, com alvo em uma organização criminosa envolvida na compra ilegal de ouro. O grupo possui células em pelo menos três estados brasileiros. Ao todo, são cumpridos 13 mandados de busca e apreensão em Roraima, São Paulo e Goiás.

As investigações tiveram início após uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal resultar na apreensão de mais de R$ 4 milhões em espécie, em um veículo na cidade de Cáceres, em Mato Grosso. Segundo a investigação da PF, o valor corresponderia a uma parcela de sucessivos pagamentos referentes à comercialização de ouro ilegal.

A organização criminosa teria movimentado, pelo menos, R$ 422 milhões em um período de cinco anos e financiava o garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami.

De acordo com as investigações, ficou demonstrado que o dinheiro era movimentado pelo grupo criminoso por meio terrestre, saindo principalmente das regiões Sudeste e Centro-Oeste, com destino a Boa Vista, capital de Roraima. Essas viagens, em alguns casos, chegavam a durar mais de uma semana.

Todo o ouro comercializado era extraído ilegalmente. Para levar o minério para fora do estado, os criminosos contavam com o apoio de um funcionário de uma companhia aérea, que ajudava no despacho das cargas.

Entre os alvos da operação estão empresários, advogados e até um servidor público do município de Boa Vista. Uma das empresas suspeitas de participar do esquema já esteve envolvida em uma ação da PF que apreendeu 111kg de ouro em um avião na cidade de Goiânia.

O nome da operação faz referência ao termo “ave dourada”, em latim, em alusão à forma como o ouro era transportado, por meio de aviões comerciais que saíam de Roraima.





Por: APARECIDO CARMO DO REPÓRTER MT

Outras notícias

Comentários