ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Taxa de inscrição no Enem deve ser paga até quarta-feira

Taxa de inscrição no Enem deve ser paga até quarta-feira

access_time21/05/2018 07:17

Os candidatos que se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até a próxima quarta-f

Testagem para Covid-19 em MT é 5 vezes maior que média nacional, diz governo

Testagem para Covid-19 em MT é 5 vezes maior que média nacional, diz governo

access_time08/01/2021 06:27

Em Mato Grosso, são realizados 4.454 testes moleculares (RT-PCR) para cada 100 mil habitantes segund

Sem interessados, leilão para concessão de rodovias de MT à iniciativa privada é cancelado

Sem interessados, leilão para concessão de rodovias de MT à iniciativa privada é cancelado

access_time23/11/2018 07:32

O leilão para a concessão de rodovias estaduais, previsto para o próximo dia 30, foi cancelado por f

Assembleia Legislativa de MT é alvo de operação da PF por fraude em licitação e pagamento indevido
Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) — Foto: Assessoria

Assembleia Legislativa de MT é alvo de operação da PF por fraude em licitação e pagamento indevido

Policiais estiveram em gabinetes de dois deputados estaduais e cumpriram mandados de busca e apreensão

access_time09/12/2020 08:37

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) é alvo da operação 'Chapéu de palha', da Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (9), no Centro Político Administrativo de Cuiabá. Policiais estiveram em gabinetes de dois deputados estaduais e cumpriram mandados de busca e apreensão.

A operação tem objetivo de colher provas para a investigação que apura fraudes à licitação e pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos.

Estão sendo cumpridos 39 mandados de busca e apreensão em vários municípios de Mato Grosso (Rondonópolis, Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Alto Taquari, Itiquira, Juscimeira, Jaciara, São Pedro da Cipa, Dom Aquino, Alta Floresta) e Votuporanga, São Paulo.

Ao todo, foram empregados mais de 130 policiais federais no cumprimento das ordens judiciais.

A Controladoria Geral da União (CGU) participou da fase preliminar de levantamento das informações.

De acordo com a Polícia Federal, mais detalhes sobre a investigação não podem ser fornecidos pois a ação está em segredo de Justiça.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários