Spigreen
Notícias recentes
Trump recebe mulher de Guaidó e pede que russos deixem a Venezuela

Trump recebe mulher de Guaidó e pede que russos deixem a Venezuela

access_time28/03/2019 11:17

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recebeu, na Casa Branca, Fabiana Rosales, mulher de J

Estudantes têm até hoje para se inscrever no Enem 2019

Estudantes têm até hoje para se inscrever no Enem 2019

access_time17/05/2019 08:48

Hoje (17) é o último dia para os estudantes se inscreverem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

Bolsonaro fala em criar 10 milhões de empregos

Bolsonaro fala em criar 10 milhões de empregos

access_time16/10/2018 08:44

O time econômico do candidato Jair Bolsonaro (PSL) ao Palácio do Planalto estabeleceu como meta cria

Balão do ‘bebê Trump’ é usado em protestos no centro de Londres
Manifestantes pilotam um boneco inflável retratando o presidente dos Estados Unidos, na Praça do Parlamento durante a visita de Donald Trump e da primeira-dama Melania em Londres, Inglaterra - 13/07/2018 (Peter Nicholls/Reuters)

Balão do ‘bebê Trump’ é usado em protestos no centro de Londres

O prefeito da cidade autorizou e disse que não é seu papel censurar ou determinar se um protesto "é de bom ou mau gosto"

access_time13/07/2018 09:03

O balão gigante do “bebê Trump”, usando fraldas e segurando um telefone celular, está sendo usado nesta sexta-feira em frente ao Parlamento de Londres, como parte dos protestos pela primeira visita oficial ao Reino Unido do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O balão inflável foi erguido por um grupo de manifestantes e deve flutuar na praça do Parlamento, adjacente ao emblemático edifício neogótico, pelas próximas duas horas. Na Avenida Whitehall, onde está localizada a sede do Governo e vários ministérios, um robô da popular série britânica de ficção científica, “Doctor Who”, também andava com uma peruca loira, para alegria dos manifestantes.

O prefeito de Londres, o trabalhista Sadiq Khan, defendeu hoje sua decisão de autorizar o voo do “bebê Trump”, criticado pelos conservadores, afirmando que não é seu papel censurar ou determinar se um protesto “é de bom ou mau gosto”.

O povo do Reino Unido como dos EUA iriam se “opor” à ideia de que “devemos deixar nossos direitos, privilégios e liberdades pois eles podem ofender um presidente” americano, acrescentou Khan, ao responder se seria grosseiro receber desta forma um presidente.

A visita de Trump e sua esposa, Melania, ao Reino Unido está sendo marcada por vários protestos, especialmente em Londres, cidade que o casal tenta evitar a todo custo para evitar a rejeição da população.

A visita

Nesta quinta, o presidente dos Estados Unidos foi recebido em jantar de gala no Palácio de Blenheim pela primeira-ministra britânica, Theresa May. Mais de 1.000 manifestantes protestaram contra sua presença no país do lado de fora. Sua presença levou o governo britânico a organizar a maior operação de segurança no país desde os protestos contra a guerra do Iraque em 2003. Manifestantes já o esperavam na residência do embaixador americano em Londres, a Winfield House, onde está hospedado. O ex-primeiro-ministro Winston Churchill nasceu nesse palácio.

A maioria dos compromissos de Trump nos seus quatro dias de visita foi agendada para locais fora de Londres, de maneira a não expor o americano às manifestações programadas.





Por: Veja.com

Outras notícias

Comentários