Spigreen
Notícias recentes
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.040 para o próximo ano

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.040 para o próximo ano

access_time16/04/2019 08:03

Pela primeira vez, o valor do salário mínimo ultrapassará R$ 1 mil. O governo propôs salário mínimo

Motorista surta, joga carreta em valeta e é contido pelos bombeiros

Motorista surta, joga carreta em valeta e é contido pelos bombeiros

access_time17/12/2018 07:30

Os bombeiros de Sinop tiveram que conter e amarrar um motorista na tarde de domingo (16). Segundo in

Lulu Santos revela relacionamento com jovem baiano

Lulu Santos revela relacionamento com jovem baiano

access_time25/07/2018 07:46

Lulu Santos, 65 anos, revelou pelo Instagram o relacionamento com o baiano Clebson Teixeira, 26. O m

Bloqueio de caminhões de MT para o PA é prorrogado até sexta-feira
DNIT, Exército e PRF continuam trabalho para liberação da BR-163/PA, em direção aos portos de Miritituba — Foto: DNIT/Assessoria

Bloqueio de caminhões de MT para o PA é prorrogado até sexta-feira

Há semanas existem filas de congestionamento entre o norte de Mato Grosso e o Pará. Caminhoneiros que fazem o escoamento da soja entre os estados estão parados na região por causa das chuvas intensas

access_time06/03/2019 08:39

O bloqueio de caminhões na BR-163 entre Nova Santa Helena e Guarantã do Norte, a 622 e 721 km de Cuiabá, foi prorrogado novamente pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) até sexta-feira (8).

Há semanas existem filas de congestionamento entre o norte de Mato Grosso e o Pará. Caminhoneiros que fazem o escoamento da soja entre os estados estão parados na região por causa das chuvas intensas.

A subida das serras está com a pista escorregadia, dificultando a passagem de caminhões carregados. Em nota divulgada nesta terça-feira (5), o DNIT disse que a mudança é necessária para que se evite o aumento da fila de caminhões no local.

O trecho BR-163/PA, constatou-se que o trecho entre Moraes Almeida e Novo Progresso, ambos no Pará, está degradado, necessitando de bloqueio e de ações emergenciais para restabelecimento da via em cinco segmentos.

O volume de caminhões tornou-se mais intenso na região neste ano. Além disso, o trecho tem sido degradado pelas intensas chuvas, o que dificulta a manutenção da trafegabilidade dos caminhões que saem do Mato Grosso com destino aos portos de Miritituba (PA).

Foi determinado que os trabalhos de manutenção, bem como de produção de material pétreo para reforço de subleito, ocorram 24 horas por dia. A produção deve chegar a 800 metros cúbicos de material diariamente, atendendo a necessidade do serviço.

A prestação de assistência em saúde vai continuar na região, com a disponibilização de duas ambulâncias, além de equipe médica. Refeições e água potável estão sendo disponibilizadas diariamente aos caminhoneiros que estão no local.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários