Banner Outras
Notícias recentes
Mulher é encontrada morta sem a mão e marido morto sem o polegar em MT

Mulher é encontrada morta sem a mão e marido morto sem o polegar em MT

access_time28/05/2018 08:53

Um casal foi encontrado morto na tarde desse domingo (27) em chácara na região de Poxoréu/MT. De aco

Bolsonaro diz que nova cirurgia pode ser feita em 20 de janeiro

Bolsonaro diz que nova cirurgia pode ser feita em 20 de janeiro

access_time24/11/2018 17:42

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse hoje (24) que tem uma nova avaliação médica marcada para

Presas agridem mãe e madrasta acusadas por morte de criança

Presas agridem mãe e madrasta acusadas por morte de criança

access_time30/11/2019 07:32

Fabiola Pinheiro Bracelar e Luana Marques Fernandes – acusadas de torturar até a morte um menino de

Bolsonaro anuncia Ricardo de Aquino Salles para o Meio Ambiente
Ricardo Salles é anunciado para comandar o Ministério do Meio Ambiente do futuro governo - Secretaria de meio ambiente São Paulo/Divulgação

Bolsonaro anuncia Ricardo de Aquino Salles para o Meio Ambiente

Aúncio foi feito na tarde de domingo (09) por Bolsonaro

access_time10/12/2018 00:30

O presidente eleito Jair Bolsonaro definiu domingo (09) o último integrante da Esplanada dos Ministérios, que terá 22 pastas. Em comunicado nas suas redes sociais, Bolsonaro informou que o advogado e administrador Ricardo de Aquino Salles será o ministro do Meio Ambiente. "Comunico a indicação do sr. Ricardo de Aquino Salles para estar à frente do futuro Ministério do Meio Ambiente", escreveu no Twitter.

Salles é vinculado ao ex-governador de São Paulo, o tucano Geraldo Alckmin, derrotado nas eleições presidenciais deste ano. Entre 2013 e 2014, foi secretário particular de Alckmin. De 2016 a 2017, Salles foi secretário de Meio Ambiente de São Paulo.

Em 2006 participou da fundação do Movimento Endireita Brasil (MEB), juntamente com quatro amigos. A entidade ficou conhecida por criar o Dia da Liberdade de Impostos em São Paulo, em 2010, evento que ocorre no mês de maio.

O futuro ministro  é formado em direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, cursou pós-graduação nas universidades de Coimbra e de Lisboa, além de ter especialização em administração de empresas pela Fundação Getulio Vargas. Em 2012, juntamente com o advogado Guilherme Campos Abdalla, pediu o impeachment do ministro Dias Toffoli, atual presidente do Supremo Tribunal Federal, por crime de responsabilidade, no julgamento da ação penal do mensalão.





Por: Agência Brasil

Outras notícias

Comentários