Banner Outras
Notícias recentes
Produtores fazem manifestação contra a insegurança no campo

Produtores fazem manifestação contra a insegurança no campo

access_time30/10/2019 08:59

Mais de 80 produtores rurais da região do Araguaia, em Barra do Garças, fizeram manifestação contra

Avião que saiu de MT faz pouso forçado em rio do Pará

Avião que saiu de MT faz pouso forçado em rio do Pará

access_time29/06/2018 19:48

Um piloto disse à Polícia Civil do Pará ter pousado um avião de pequeno porte em um rio depois de te

Quase 16 mil eleitores deixaram para fazer a biometria no último dia

Quase 16 mil eleitores deixaram para fazer a biometria no último dia

access_time10/05/2018 20:31

Quase 16 mil eleitores mato-grossenses deixaram para fazer o recadastramento biométrico na quarta-fe

Bolsonaro passará pela 4ª cirurgia após facada no abdome
Bolsonaro e os médicos Antônio Macedo (à esquerda) e Leandro Echenique (à direita) durante visita a São Paulo

Bolsonaro passará pela 4ª cirurgia após facada no abdome

Operação, que ocorre domingo que vem, vai corrigir hérnia que surgiu no local das intervenções anteriores. Presidente diz que ficará afastado por 10 dias

access_time01/09/2019 11:01

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) passará por uma nova cirurgia no abdome, a 4ª desde a facada sofrida por ele durante a campanha eleitoral de 2018.

Segundo o Palácio do Planalto, o objetivo é corrigir uma hérnia (saliência de tecido) surgida no local das intervenções anteriores.

A operação é de médio porte e será feita Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, de acordo com o médico Antonio Luiz Macedo, que atendeu o presidente após o atendado ocorrido há quase 1 ano.

"Abrimos três vezes no mesmo lugar. Enfraqueceu", explicou o médico.

Pelas redes sociais, o presidente disse que deve ficar afastado por 10 dias.

"Agora em São Paulo com os Drs. Macedo e Leandro [Echenique, cardiologista]. Pelo que tudo indica curtirei uns 10 dias de férias com eles brevemente. Bom dia a todos", escreveu Bolsonaro em suas contas no Facebook e no Twitter.

Bolsonaro foi avaliado pelos médicos pela manhã, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. De lá, seguiu de helicóptero para o Templo de Salomão, da Igreja Universal do Reino de Deus, onde onde participará de um culto religioso. Ele deve voltar para Brasília no fim da tarde.

O presidente foi esfaqueado em 6 de setembro do ano passado, durante a campanha eleitoral, em Juiz de Fora durante campanha eleitoral para a presidência. De lá para cá, passou por três cirurgias. O autor do atentado foi internado por tempo indeterminado em um manicômio judicial.

Fieis fazem fila no Templo de Salomão, em São Paulo, onde Bolsonaro participará de culto — Foto: Abrahão de Oliveira/G1
Fieis fazem fila no Templo de Salomão, em São Paulo, onde Bolsonaro participará de culto — Foto: Abrahão de Oliveira/G1


Cirurgias do presidente
A primeira cirurgia após a facada aconteceu no mesmo dia do atentado, em um hospital de Juiz de Fora. Cinco cirurgiões e dois anestesistas participaram da intervenção. Durante o procedimento, Bolsonaro precisou receber quatro bolsas de sangue, e teve implantada uma bolsa de colostomia.

Dias depois, em São Paulo, Bolsonaro passou por uma segunda cirurgia, onde os médicos reabriram o corte da primeira cirurgia e encontraram a obstrução em uma alça do intestino delgado, que fica na parte esquerda do abdômen.

Em janeiro de 2019, o presidente voltou ao Einstein, em São Paulo, retirada de bolsa de colostomia e ligamento do intestino.





Por: Por Patrícia Marques e Kleber Tomaz, TV Globo e G1 SP

Outras notícias

Comentários