anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Homem é preso por agredir esposa com garrafadas no Nortão; espingardas apreendidas

Homem é preso por agredir esposa com garrafadas no Nortão; espingardas apreendidas

access_time13/02/2023 11:53

A Polícia Militar de Marcelândia prendeu um homem por violência doméstica e porte ilegal de armas de

Polícia Militar prende casal com pistola e porções de maconha em Peixoto de Azevedo

Polícia Militar prende casal com pistola e porções de maconha em Peixoto de Azevedo

access_time28/02/2024 11:24

Policiais militares do 22º Batalhão prenderam um homem e uma mulher, ambos de 36 anos, por tráfico d

Equipes de busca localizam corpo de sargento e governador e comandante-geral da PM lamentam morte

Equipes de busca localizam corpo de sargento e governador e comandante-geral da PM lamentam morte

access_time02/03/2024 10:40

O governador Mauro Mendes lamentou a morte do segundo-sargento da Polícia Militar, Helidiony Barbosa

Maurício precisou correr descalço, pois não conseguiu encontrar uma sapatilha de sua numeração

"Bolt mato-grossense" calça 47 e cria vaquinha virtual para comprar sapatilha de atletismo

Atleta de 16 anos perdeu dois calçados que rasgaram no último ano, quando ele cresceu e deixou de usar 45

access_time11/04/2023 06:20

O mato-grossense Maurício dos Santos Oliveira, 16 anos, que ficou conhecido como "Bolt Mato-grossense" precisou correr descalço, pois não conseguiu encontrar uma sapatilha de sua numeração. O atleta perdeu outros dois calçados que rasgaram no último ano, quando ele cresceu e deixou de usar 45 para calçar 47.

O atleta, morador de Araputanga, ganhou o apelido após vencer uma corrida de 400 metros rasos no Brasileiro do Atletismo sub-20 em 51,37 segundos, competindo descalço.

A irmã de Mauricio, Ludmila, contou que só encontrou a sapatilha de número 47 fora do Brasil. Além disso, a questão financeira também dificulta a busca da família pelo calçado e roupas adequadas. O velocista usou bermuda na última competição, pois não possui shorts térmico.

A advogada Maria Gabriela Junqueira entrou em contato com a família do atleta para criarem uma vaquinha online e angariar recursos para conseguir as vestimentas adequadas, que tem um alto custo. O valor obtido na ação também deve auxiliar Maurício com viagens pra campeonatos e outras necessidades básicas.

Até o momento a vaquinha já teve 138 apoiadores e arrecadou R$ 8,1 mil. A meta de arrecadação é R$ 10 mil.

A Puma, empresa de equipamento desportivos, também se comprometeu a enviar um kit de equipamentos para o atleta. O material esportivo deve ser enviado para a casa da família em Araputanga. Maurício também recebeu, como presente simbólico, uma camisa entregue pelo velocista Renan Gallina, 19 anos, que é patrocinado pela empresa.

Para ajudar Maurício as contribuições podem ser feitas via transferência PIX usando a chave 3646632@vakinha.com.br ou através deste link.





Por: REPÓRTER MT

Outras notícias

Comentários