ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
‘Supremo deve deixar de ser um juiz universal’, diz ex-presidente do TJSP sobre medidas após invasões no DF

‘Supremo deve deixar de ser um juiz universal’, diz ex-presidente do TJSP sobre medidas após invasões no DF

access_time12/01/2023 09:38

Nesta quinta-feira, 12, o Supremo Tribunal Federal (STF) irá julgar a proibição de bloqueios e invas

Quatro são presos e adolescente apreendido por tráfico de drogas em Peixoto

Quatro são presos e adolescente apreendido por tráfico de drogas em Peixoto

access_time01/04/2023 16:37

A Polícia Militar prendeu dois homens, 24 e 20 anos, duas mulheres 27 e 21 anos, e aprendeu um adole

Professora de MT que disse ter ido orar em Palácio é condenada

Professora de MT que disse ter ido orar em Palácio é condenada

access_time05/03/2024 18:23

A professora Maria do Carmo da Silva, moradora de Tangará da Serra, foi condenada pelo Supremo Tribu

Brasil tem queda de casamentos e aumento no número de divórcios
Brasil registrou 970.041 casamentos em 2022 (foto: prostooleh/Freepik)

Brasil tem queda de casamentos e aumento no número de divórcios

IBGE divulgou nesta quarta-feira a pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2022; levantamento mostrou também que as pessoas estão se casando mais tarde

access_time27/03/2024 13:32

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou os novos números da pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2022, que revelam uma queda no número de casamentos e um aumento nos divórcios no Brasil. Desde 2015, o total de registros de casamento vem diminuindo, com uma queda mais expressiva entre 2019 e 2020 devido à pandemia de Covid-19. Apesar do aumento no número de uniões entre 2020 e 2021, os números ainda não superaram a média dos anos anteriores à pandemia. Em 2022, foram registrados 970.041 casamentos, sendo 11.022 entre pessoas do mesmo sexo. Além disso, a pesquisa apontou um aumento na idade dos cônjuges, com mais pessoas se casando após os 40 anos.

O tempo médio de casamento também vem diminuindo, passando de cerca de 16 anos em 2010 para 13,8 anos em 2022. O número de divórcios concedidos em 1ª instância ou realizados por escrituras extrajudiciais aumentou em 8,6% em relação a 2021, refletindo em uma taxa geral de separações maior em 2022. Outro dado relevante é o aumento dos divórcios judiciais entre casais com filhos menores de idade em que a guarda compartilhada é estabelecida. Em 2022, 38% dos divórcios judiciais registraram essa modalidade de guarda, indicando uma mudança de cenário em relação à Lei do Divórcio.





Por: Felipe Cerqueira da Jovem Pan

Outras notícias

Comentários