anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Mulher denuncia para polícia ter apanhado do marido em Colíder após tentar ver mensagens no celular

Mulher denuncia para polícia ter apanhado do marido em Colíder após tentar ver mensagens no celular

access_time06/04/2023 17:33

A vítima, de 25 anos, denunciou o companheiro à delegacia de Polícia Civil, ontem, pelo crime de vio

Homem ataca mulher com ‘mata-leão’ e ameaça de morte com faca em Matupá

Homem ataca mulher com ‘mata-leão’ e ameaça de morte com faca em Matupá

access_time12/01/2023 11:12

A vítima, de 26 anos, esteve na delegacia de Polícia Civil em Matupá, ontem à noite, alegando que fo

Policia cumpre mandados sobre contrato suspeito de R$ 32 milhões

Policia cumpre mandados sobre contrato suspeito de R$ 32 milhões

access_time23/02/2023 07:38

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (23), em Cuiabá, a Operação Smartdog para apur

Canadá. Mais de 20 mil moradores são retirados da linha dos incêndios
Serviços dos Bombeiros via Reuters

Canadá. Mais de 20 mil moradores são retirados da linha dos incêndios

access_time17/08/2023 12:04

Os 20 mil habitantes da cidade de Yellowknife, capital dos Territórios do Nordeste canadiano, têm indicações para deixarem as casas até sexta-feira porque um grande incêndio pode atingir a localidade no fim-de-semana. Na quarta-feira, o incêndio estava a 17 quilómetros da cidade. Em curso está o maior esforço de evacuação das cidades através de transporte aéreo na história do território.

O Canadá enfrenta a pior temporada de incêndios florestais, com mais de 1.000 fogos ativos em todo o país. Nos Territórios do Noroeste existem 230. Já foi  declarado estado de emergência na noite de terça-feira.

Os municípios de Fort Smith, K'atl'odeeche First Nation, Hay River, Enterprise e Jean Marie River estão todos sob ordens de evacuação.

Shane Thompson, ministro do Meio Ambiente da região, declarou numa conferência de imprensa na quarta-feira que os incêndios "tomaram um rumo para pior" e agora representam uma "ameaça real" para Yellowknife, uma das maiores cidades do extremo norte do Canadá.

"Quero enfatizar que a cidade não está em perigo imediato" porém "sem chuva, é possível que [o fogo] atinja os arredores da cidade no fim de semana” alertou.

“A população coloca-se em risco, a si e aos outros, caso opte por ficar”, advertiu Thompson.

Por isso, as autoridades alertam os 20 mil residentes de Yellowknife para se prepararem para sair da cidade até às 18 horas de sexta-feira.

Hay River

Um outro fogo ameaça a comunidade de Hay River. As chamas avançaram 30 quilómetros em poucas horas por causa dos fortes ventos no início desta semana, encerrando as duas únicas estradas que saem da cidade.

A estrada que sai de Hay River é "traiçoeira", explicou o prefeito, Kandis Jameson. Alertou que as reservas alimentares e gasolina estão a diminuir no município. Os serviços de telefone e internet também caíram na região.

As equipas de emergência evacuaram Hay River, recorrendo a autocarros e avião, duarante a noite de quarta-feira, enquando o incêndio se aproximava.

"Hay River viu o incêndio ao sul do municipio aumentar, aproximando-se da cidade hoje", disse o oficial de informações sobre incêndios Mike Westwick na noite de quarta-feira. "Vimos o fogo muito ativo naquela área e estava a vançar rapidamente".

Uma das famílias que foi retirada de Hay River descreveu que o para-choques do carro onde seguia com a família começou a derreter quando passaram perto das chamas.

Lisa Mundy relatou também que o para-brisa rachou e o carro encheu-se de fumo. “Não conseguíamos ver nada - estávamos a conduzir no meio das brasas. [O meu filho de seis anos] dizia: 'Eu não quero morrer, mamã'”, acrescentou.

Jameson, estimou que cerca de 500 pessoas ainda permanecia em Hay River, na terça-feira, apesar do aviso de evacuação da cidade emitido  no fim de semana. Foi já confirmado que os restantes 3.000 residentes tinham sido retirados do município.

O primeiro-ministro do Canadá declarou na quarta-feira que as forças armadas continuam mobilizadas para prestar ajuda aos Territórios do Noroeste.

“Continuaremos a fornecer-lhe os recursos necessários” e “a prestar toda a assistência possível”, escreveu Justin Trudeau na rede social X (antigo Twitter).

É considerado o maior esforço de evacuação das localidades via transporte aéreo na história do território. Os militares do Canadá têm coordenado operações de transporte aéreo em várias comunidades da região de South Slave, nos Territórios do Noroeste.

A maioria das pessoas foi levada para o sul, para a província vizinha de Alberta, sem indicação de quando poderão voltar para casa.





Por: RTP

Outras notícias

Comentários