Spigreen
Notícias recentes
Participantes da lista de espera do ProUni devem comprovar informações

Participantes da lista de espera do ProUni devem comprovar informações

access_time12/03/2019 07:17

Candidatos a uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) que estão na lista de espera têm

Escândalo sexual João de Deus passa 1ª noite sozinho em cela de presídio em Goiás

Escândalo sexual João de Deus passa 1ª noite sozinho em cela de presídio em Goiás

access_time17/12/2018 07:15

O médium João de Deus, preso suspeito de abusos sexuais durante tratamentos espirituais em Abadiânia

PSG vence Lyon nos pênaltis e conquista Copa da Liga Francesa

PSG vence Lyon nos pênaltis e conquista Copa da Liga Francesa

access_time31/07/2020 23:32

Não teve gol de Neymar, mas o Paris Saint Germain segue a rotina de títulos. Com uma vitória sobre o

Candidata ao Senado em MT, Selma Arruda diz que defende porte de arma
Selma Arruda 170 (PSL) — Foto: TV Centro América/Reprodução

Candidata ao Senado em MT, Selma Arruda diz que defende porte de arma

Candidata do PSL foi a segunda a participar da rodada de entrevistas ao Bom Dia MT com os candidatos ao Senado

access_time25/09/2018 15:57

Candidata ao Senado pelo PSL, Selma Arruda afirmou, durante entrevista ao Bom Dia MT, nesta terça-feira (25), que defende o porte de arma ao 'cidadão de bem' e afirmou que é contrária ao aborto e à legalização da maconha.

Juíza aposentada, Selma Arruda foi a segunda candidata entrevistada pela TV Centro América, afiliada da Rede Globo, com os cinco candidatos mais bem colocados na última pesquisa Ibope. Assista a entrevista completa no vídeo acima. O primeiro entrevistado foi Jayme Campos, do DEM.

Durante a entrevista, Selma Arruda disse que o porte de arma foi um desejo dos brasileiros, ouvidos por meio de um plebiscito.

“Eu acredito que o cidadão de bem, que não tenha passagens policiais ou problemas mentais, tenha sim o direito de andar armado como meio de se defender de ataques contra seu patrimônio e a sua família”, declarou.

Para a juíza aposentada, o porte de arma não aumentará a violência no país.

“As pessoas podem se agredir com pedaço de pau, pedra e faca. Não é a arma que vai aumentar o número de agressões. O que eu vejo é que hoje o cidadão de bem, quando para no sinaleiro, não sabe se vai ser assaltado ou não. E o ladrão assalta sem a mínima cerimônia”, criticou.

A candidata declarou também que proprietários de fazendas e chácaras, quando têm os locais invadidos por movimentos de pessoas sem-terra, devem ter o direito de se defender, também armados.

“Hoje quando uma propriedade é invadida, o proprietário tem que pagar advogado, entrar com ação judicial e pagar custas judicialmente com valores exorbitantes e aguardar a decisão judicial. Enquanto isso já colocaram fogo na fazenda, no gado, nos tratores e já tiraram o que tinha que colher e levaram embora”, declarou.

Segurança pública
Sobre o cenário da segurança pública, a candidata disse que atualmente as leis favorecem apenas os assaltantes.

“A segurança pública, por mais pessoas que você coloque lá e viaturas, nunca será suficiente enquanto a gente não melhorar a legislação e diminuir essa sensação de impunidade”, comentou.

Reforma da previdência
Selma afirmou que é a favor da reforma da previdência, mas acredita que pode ser alterada para favorecer o trabalhador.

“Acho que a nossa expectativa de vida subiu, portanto, tem que haver reajuste na idade limite da aposentadoria. A conta não fecha, a gente precisa otimizar indo atrás dos grandes sonegadores e de venda de imóveis e patrimônios e pode muito bem ser revertida para cobrir esse rombo todo [na previdência]. Não acho que tem que ser debitado ao trabalhador essa conta”, pontuou.

Para a candidata, deveria ser feito uma reforma política na União, extinguindo cargos políticos que, para ela 'servem apenas como loteamento de cargos'.

Aborto, maconha, casamento gay
“Eu sou contra o aborto, de qualquer forma, e o que já é previsto em lei é absolutamente factível. Não existe, na minha opinião, para que se aumente as possibilidades de aborto. Sou contra a liberação da maconha. Eu acho que não adianta você liberar o uso da maconha e imaginar que isso vai diminuir o consumo. Ao contrário, isso vai aumentar e aumentar o problema social que se causa. Sou a favor de que toda e qualquer relação seja juridicamente correta”, finalizou.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários