Banner Outras
Notícias recentes
Três dias após cirurgia, Bolsonaro faz exercícios físicos no hospital

Três dias após cirurgia, Bolsonaro faz exercícios físicos no hospital

access_time31/01/2019 08:39

Três dias depois da cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal e da retirada da bolsa de colost

Auditores agropecuários federais são alvos de operação da PF

Auditores agropecuários federais são alvos de operação da PF

access_time01/10/2019 08:06

A 4ª fase da Operação Carne Fraca, chamada de Romanos, tem como alvos auditores fiscais agropecuário

Xi Jinping celebra 40 anos de reformas econômicas na China

Xi Jinping celebra 40 anos de reformas econômicas na China

access_time18/12/2018 08:30

A China celebrou nesta terça-feira (18) os 40 anos das reformas econômicas que transformaram o país

Cantor suspeito de esfaquear cliente confessa crime e diz que vítima 'paquerou' a mulher dele

Cantor suspeito de esfaquear cliente confessa crime e diz que vítima 'paquerou' a mulher dele

Sertanejo foi ouvido pela polícia e vai responder pelo crime em liberdade. Cliente foi esfaqueado na cabeça por cantor sertanejo e está na UTI em estado grave

access_time27/09/2018 07:40

O cantor sertanejo Léo Henrique, de 27 anos, suspeito de ter esfaqueado um homem na cabeça após um show em uma boate em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, prestou depoimento nessa terça-feira (25), confessou o crime e foi liberado pela polícia.

O G1 não localizou o advogado dele.

O homem esfaqueado é Sandro Mendes Figueiredo, de 31 anos, cliente da boate. Ele está internado em estado grave em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Regional de Sorriso, a 420 km de Cuiabá. O episódio ocorreu na madrugada de domingo (23).

De acordo com a Polícia Civil, o cantor prestou foi ouvido pelos policiais acompanhado de um advogado. No depoimento, que durou 40 minutos, Léo assumiu ter esfaqueado Sandro porque estava com ciúmes da mulher dele. Na versão do sertanejo, Sandro assediou a mulher dele por várias vezes.

Ainda segundo a Polícia Civil, Léo alegou que testemunhas podem comprovar o que ele disse em depoimento. A polícia teve acesso a mensagens WhatsApp onde Léo diz que estava cantando quando viu a vítima assediando a mulher dele.

O músico contou que advertiu Sandro várias vezes quando percebeu que a vítima estava 'paquerando' a mulher dele. Léo também declarou que Sandro insistiu em assediar a mulher e que isso gerou a confusão.

Léo fugiu do local logo após a tentativa de homicídio e esperou o prazo de flagrante, que é de 48 horas, para se apresentar à polícia.

Conforme a Polícia Civil, por não estar em flagrante e não ter prisão decretada, o músico foi liberado e vai responder pelo crime em liberdade.

O caso
O cantor sertanejo é suspeito de ter esfaqueado um cliente de uma boate na madrugada de domingo. Testemunhas chamaram a Polícia Militar depois que uma pessoa foi ferida por golpes de facão na cabeça. A dupla sertaneja é de Lucas do Rio Verde e era uma das atrações da boate na noite de sábado (22).

Os policiais encontraram o facão na frente do estabelecimento. Testemunhas afirmaram que Sandro foi atacado na cabeça pelo cantor Léo, que se apresentou com Leandro na casa de show.

Em conversas pelo WhatsApp, que a polícia teve acesso, Léo diz na conversa que estava cantando quando viu a vítima assediando a mulher dele.

“Ele me empurrou... foi a hora que eu fui no carro. Se ele não tivesse saído para fora, não tinha acontecido porque eu não ia entrar lá dentro com o facão”, diz trecho da conversa.

O cantor afirma que chegou a pedir para que a vítima parasse de assediar a mulher dele.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários