anuncie aqui
Notícias recentes
José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

access_time18/05/2018 07:34

Morando em Brasília desde maio de 2017, o ex-ministro José Dirceu deve se entregar até as 17h de hoj

Tailândia: garotos resgatados hoje estão mais saudáveis do que os de ontem

Tailândia: garotos resgatados hoje estão mais saudáveis do que os de ontem

access_time09/07/2018 19:11

Os quatro meninos que foram resgatados nesta segunda-feira (9) da caverna de Tham Luang, no norte da

Governo assegura investimento em parque de Terra Nova do Norte

Governo assegura investimento em parque de Terra Nova do Norte

access_time26/05/2018 20:03

O Parque Municipal Vale do Esperança, localizado em Terra Nova do Norte (distante 651 Km de Cuiabá),

Cargas de combustível e gás de cozinha passam pelos bloqueios escoltadas pela polícia em MT
Comboio de caminhões-tanque vazios passaram pelo bloqueio escoltado (Foto: PRF-MT/ Divulgação)

Cargas de combustível e gás de cozinha passam pelos bloqueios escoltadas pela polícia em MT

PRF, Exército e forças de segurança do estado atuam na escolta para que veículos com combustível e gás possam passar. Aos poucos, combustível chega a alguns postos, que restringem e racionam abastecimento.

access_time29/05/2018 09:28

As cargas de combustível e de gás de cozinha estão passando pelos bloqueios dos caminhoneiros em Mato Grosso, sob escolta da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Exército. As forças de segurança do estado também atuam nesse trabalho quando são reivindicadas pelos motoristas.

Com isso, alguns postos estão conseguindo cargas de combustível, mas, segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Mato Grosso (Sindipetróleo), o abastecimento regular não foi retomado no estado.

Caminhoneiros bloqueio pelo 9º dia pelo menos 30 trechos nas rodovias federais e estaduais de Mato Grosso, nesta terça-feira.

Posto tem fila para abastecer em Sorriso (MT) (Foto: Wésllen Tecchio/ TVCA)Posto tem fila para abastecer em Sorriso (MT) (Foto: Wésllen Tecchio/ TVCA)

No entanto, nem todas as cargas estão passando, já que, segundo a PRF, os motoristas de alguns veículos aderiram ao movimento dos caminhoneiros e não solicitam apoio da polícia para cruzarem os pontos de bloqueio.

Alguns postos voltam a ter combustível em Cuiabá (Foto: Cristina Mayumi/ TVCA)Alguns postos voltam a ter combustível em Cuiabá (Foto: Cristina Mayumi/ TVCA)

Quando a quantidade de caminhões é muito grande os manifestantes demonstram resistência, de acordo com PRF, como aconteceu no final da tarde dessa segunda-feira (28), na BR-364, em Cuiabá, quando a polícia teve de escoltar um comboio de caminhões-tanque que tinha descarregado em Mato Grosso e seguia para Paulínia, no interior de São Paulo.

Único posto com combustível em Primavera do Leste (MT) tem restrição de abastecimento (Foto: Márcio Falcão/ TVCA)Único posto com combustível em Primavera do Leste (MT) tem restrição de abastecimento (Foto: Márcio Falcão/ TVCA)

Os manifestantes estão liberando desde o início da manifestação, na segunda-feira (21), veículos com cargas animais vivos, produtos perecíveis e hospitalares, além de ambulâncias, ônibus, carros de passeio e motocicletas. Os veículos de carga ficaram parados nos bloqueios.

Aos poucos, os postos de combustível estão sendo abastecidos, mas em algumas locais, inclusive na região metropolitana de Cuiabá, ainda tem filas e racionamento de abastecimento em alguns estabelecimentos. Ainda há vários postos fechados por falta combustível para a comercialização.

Em Primavera do Leste, a 910 km de Peixoto de Azevedo, por exemplo, o único posto que recebeu combustível na tarde de segunda-feira está restringindo o abastecumento. Apenas veículos em situação considerada emergencial, como os de órgãos públicos que prestam considerados essenciais, estão abastecendo.

E, em Sorriso, a 280 km de Peixoto de Azevedo, tem filas nos postos que têm combustível.

O Sindipetróleo informou que não tem o levantamento de quantos postos têm combustível no estado. As cargas que conseguem chegar até os estabelecimentos são distribuídas no comércio aleatoriamente, dificultando o monitoramento, além do que com a demanda o combustível acaba com rapidez.

Medidas já anunciadas
O protesto também continua mesmo depois do anúncio do presidente da República, Michel Temer, que fixou novas medidas para a redução no valor do diesel, em mais uma tentativa de pôr fim à paralisação dos caminhoneiros.

O governo de Mato Grosso anunciou nesta segunda-feira (28), depois de muita negociação, a redução em R$ 0,17 no litro do diesel no estado, para atender as reivindicações de alguns setores, que apoiam a paralisação dos caminhoneiros.

O empresário Gilson Baitaca, representante dos Transportadores de Cargas Mato Grosso, afirmou que o setor concordou com as medidas anunciadas pelo presidente.

No entanto, segundo o representante da categoria, os caminhoneiros têm o direito de protestar.





Por: Pollyana Araújo, G1 MT

Outras notícias

Comentários