Banner Outras
Notícias recentes
Assistência Social disponibiliza novos cursos profissionalizantes

Assistência Social disponibiliza novos cursos profissionalizantes

access_time11/07/2019 10:03

A Secretária Municipal de Assistência Social de Peixoto de Azevedo em parceria com o SENAC comunica

Pesquisa mostra impactos no bem-estar de usuários ao deixar Facebook

Pesquisa mostra impactos no bem-estar de usuários ao deixar Facebook

access_time06/02/2019 07:32

Uma pesquisa de acadêmicos das universidades de Stanford e de Nova York, nos Estados Unidos (EUA), m

Volume de serviços tem crescimento de 0,8% em outubro, diz IBGE

Volume de serviços tem crescimento de 0,8% em outubro, diz IBGE

access_time12/12/2019 09:27

O volume de serviços no país avançou 0,8% na passagem de setembro para outubro deste ano. Essa é a s

Carreata pede volta do funcionamento do comércio em Cuiabá
Manifestação em Cuiabá — Foto: Reprodução

Carreata pede volta do funcionamento do comércio em Cuiabá

Ato pede a suspensão de medidas de quarentena, contrariando recomendações das autoridades da área de saúde no Brasil e no mundo

access_time28/03/2020 08:24

Cerca de 200 veículos, segundo a organização do evento, fizeram uma manifestação na noite dessa sexta-feira (27) pedindo a reabertura do comércio em Cuiabá, fechado por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) como forma de conter a pandemia de coronavírus. A Avenida Fernando Correa, uma das mais movimentadas de Cuiabá, ficou parada por alguns minutos.

No grupo estavam empresários, comerciantes, motoristas de aplicativos e profissionais liberais. Alguns veículos que não participavam do ato ficaram presos em meio a manifestação porque passavam no local naquele momento.

O ato pede a suspensão de medidas de quarentena, contrariando recomendações das autoridades da área de saúde no Brasil e no mundo.

O grupo partiu do Jardim das Américas e encerrou o ato na Praça 8 de Abril.

Um pouco antes da manifestação começar, Rafael Yonecubo, presidente da Direita-MT, afirmou que havia sido notificado pelo Ministério Público para suspender o ato. Porém, como já haviam muitas pessoas no local, não foi possível.

A Polícia Militar atuou para garantir a ordem.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários