ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Fim de semana será chuvoso e fresco em Mato Grosso, aponta Inmet

Fim de semana será chuvoso e fresco em Mato Grosso, aponta Inmet

access_time29/01/2022 09:08

A previsão do tempo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aponta que o estado de Mato Grosso

Número de novos contratos do Fies em 2017 é o menor registrado em seis anos

Número de novos contratos do Fies em 2017 é o menor registrado em seis anos

access_time13/05/2018 19:07

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) celebrou 170.905 novos contratos de financiamento de curs

Polícia Civil prende autor de feminicídio ocorrido na zona rural de Brasnorte

Polícia Civil prende autor de feminicídio ocorrido na zona rural de Brasnorte

access_time16/08/2021 07:49

O autor do feminicídio praticado na madrugada deste domingo (15.08), na zona rural do município de B

CCJ deve votar nesta terça PL sobre impeachment de ministros do STF

CCJ deve votar nesta terça PL sobre impeachment de ministros do STF

"O STF vem esvaziando completamente o sentido objetivo das palavras da Constituição, substituindo-o pelo programa ideológico de seus onze ministros", diz o documento

access_time04/05/2021 09:30

Nesta terça-feira, 4, a CCJ - Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados deve debater o PL 4.754/16, que altera a lei de impeachment e inclui uma previsão de crime de responsabilidade por ministros do STF. A comissão é presidida pela deputada bolsonarista Bia Kicis.

O projeto pretende acrescentar o item 6 ao artigo 391 da lei 1.079/50, a fim de tipificar como crime de responsabilidade dos ministros do Supremo Tribunal Federal a usurpação de competência do Poder Legislativo.

O parecer da deputada relatora Chris Tonietto diz que "um dos mais sérios problemas da atual configuração institucional do Estado brasileiro é a hipertrofia do Supremo Tribunal Federal como órgão de controle de constitucionalidade".

"Efetivamente, tem se servido o Supremo Tribunal de seu posto de guardião da Constituição, não apenas para substituir-se ao Congresso Nacional, como também, o que é muito pior, para fazer tábula rasa do próprio texto constitucional."

De acordo com o relatório, o STF "vem esvaziando completamente o sentido objetivo das palavras da Constituição, substituindo-o pelo programa ideológico de seus onze ministros. Da mesma maneira como o positivismo legalista do século XIX fez crer ao legislador humano não haver direito algum antes da promulgação da lei positiva, também a Suprema Corte brasileira parece decidir como se não houvesse, antes de sua jurisprudência, ao menos uma Constituição cujo texto tem um sentido determinado e objetivo".

"O STF vem alterando o sentido literal da Constituição, com isso usurpando o próprio poder constituinte, que se confunde com a soberania nacional e tem como titular único e exclusivo, segundo o parágrafo único do art. 1º da Carta Magna, apenas o povo brasileiro. Em outras palavras, reescrevendo a Constituição do Brasil com seu ativismo judicial, o STF não está apenas violando as prerrogativas do Congresso, mas arrogando para si direitos que competem unicamente ao povo."





Por: Redação do Migalhas

Outras notícias

Comentários