Kurupí
Notícias recentes
Convocação aos proprietários de empreendimentos e atividades que causem ou possam causar impacto ambiental

Convocação aos proprietários de empreendimentos e atividades que causem ou possam causar impacto ambiental

access_time12/06/2018 14:46

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Mineração e Turismo de Peixoto de Azevedo – SEMMA, no uso d

Em jogo fraco, Sérvia faz valer força da bola parada para vencer a Costa Rica

Em jogo fraco, Sérvia faz valer força da bola parada para vencer a Costa Rica

access_time17/06/2018 10:01

O primeiro jogo da Copa do Mundo deste domingo não foi grandioso em qualidade técnica, mas foi um du

Opositores de Maduro preparam protestos para 1º de maio

Opositores de Maduro preparam protestos para 1º de maio

access_time20/04/2019 09:15

Em meio à crise política na Venezuela, opositores do governo Nicolás Maduro, liderados pelo autoproc

Cemitério José Tiburski movimentado neste feriado de finados

Cemitério José Tiburski movimentado neste feriado de finados

access_time03/11/2019 10:57

O Dia de Finados, também conhecido como Dia dos Mortos, se trata de feriado religioso, dedicado a orações e homenagens aos que já se foram. A palavra “finados” significa algo que findou, acabou ou morreu.

No Brasil, o Dia de Finados faz parte de costume católico em visitar as sepulturas dos entes queridos que já morreram e enfeitar seus túmulos com flores. As pessoas também acendem velas por suas almas e rezam por eles no cemitério.

Por que em 2 de novembro?
Conforme registros históricos, a tradição foi instituída pela Igreja Católica no século 10 e diz que os vivos devem interceder pelas almas que estão no purgatório esperando a purificação.

Mas, o costume é mais antigo do que se imagina. Desde o século 2, ao que tudo indica, já se tem indícios de cristão que rezavam por seu falecidos, visitando os túmulos dos mártires e pedindo pelos que já morreram.

Em Peixoto de Azevedo centenas de pessoas visitaram o cemitério pela manhã e muitas participaram da linda missa celebrada pelo padre Junior da Igreja Católica, que em seu sermão falou da importância dos pais serem mais presentes na criação e educação dos filhos. 





Por: Peixoto On-Line

Outras notícias

Comentários