anuncie aqui
Notícias recentes
Congresso retoma atividades com maior renovação da história recente

Congresso retoma atividades com maior renovação da história recente

access_time30/01/2019 06:48

Em dois dias, recomeçam as atividades legislativas na Câmara dos Deputados e no Senado. A nova legis

Análise: embalado, Palmeiras mostra força para enfrentar semanas de decisões

Análise: embalado, Palmeiras mostra força para enfrentar semanas de decisões

access_time22/10/2018 07:04

O torcedor do Palmeiras pode se preparar para viver muito mais emoção além da vivida na partida cont

Guaidó pede manifestação pacífica neste sábado na Venezuela

Guaidó pede manifestação pacífica neste sábado na Venezuela

access_time03/05/2019 08:11

O deputado venezuelano e autodeclarado presidente interino Juan Guaidó voltou a apelar ao povo venez

China clona macacos geneticamente modificados para estudar desordens psicológicas
Cinco macados foram clonados de um único animal geneticamente modificado — Foto: Chinese Academy of Sciences Inst/AFP

China clona macacos geneticamente modificados para estudar desordens psicológicas

Dois relatórios foram publicados na revista científica "National Science Review". Primatas clonados nasceram com problemas mentais associados a distúrbios do sono, como depressão e ansiedade

access_time24/01/2019 18:49

Cientistas chineses anunciaram nesta quinta-feira (24) que clonaram cinco macacos a partir de um único primata geneticamente modificado para sofrer distúrbios do sono. O estudo pretende ajudar no avanço das pesquisas sobre problemas psicológicos humanos.

Os dois relatórios foram publicados na revista científica "National Science Review" e constituem uma nova série de avanços biomédicos, alguns dos quais já provocaram intensos debates éticos no país – recentemente, um outro cientista também anunciou a alteração do DNA de bebês em busca de imunidade ao HIV e recebeu fortes críticas da comunidade internacional.

Desta vez, a equipe do Instituto de Neurociências da Academia Chinesa de Ciências, em Xangai, afirmou que alterou os genes do primeiro macaco para causar distúrbios em seu ritmo circadiano, o chamado "relógio" do corpo.

A partir desse animal foram clonados os outros cinco macacos, que nasceram seis meses depois, e demonstraram problemas mentais associados a distúrbios do sono – depressão, ansiedade ou comportamentos ligados à esquizofrenia. De acordo com a imprensa chinesa, a pesquisa é inédita.

Objetivos científicos
Os cientistas indicam que esses estudos podem ajudar nos avanços contra distúrbios psicológicos. Poo Muming, diretor do instituto e coautor, disse à imprensa que a equipe de pesquisadores poderia clonar mais macacos com diferentes patologias mentais na esperança de que futuros experimentos levem a novos medicamentos ou tratamentos.





Por: France Presse

Outras notícias

Comentários