Spigreen
Notícias recentes
Policiais descobrem garimpo ilegal e destroem motores no Nortão

Policiais descobrem garimpo ilegal e destroem motores no Nortão

access_time29/07/2020 08:31

Os policiais militares destruíram um garimpo ilegal, na região da Linha Grota do Sapo, localizado a

Flamengo goleia Grêmio e está na final da Copa Libertadores

Flamengo goleia Grêmio e está na final da Copa Libertadores

access_time24/10/2019 11:29

O Flamengo fez história nesta quarta (23) no Maracanã ao derrotar o Grêmio por 5 a 0 e se classifica

Depois da Previdência, Senado quer se concentrar no Pacto Federativo

Depois da Previdência, Senado quer se concentrar no Pacto Federativo

access_time26/10/2019 10:02

Concluída a votação da proposta principal de reforma da Previdência, o Senado quer concentrar esforç

China reduz de 25% para 15% tarifas de veículos importados
Veículos no porto de Lianyungang, na China (Foto: Stringer/Reuters)

China reduz de 25% para 15% tarifas de veículos importados

Tarifa atual de 25% aos carros importados era um dos pontos de atrito comercial com os Estados Unidos

access_time22/05/2018 09:14

A partir de julho, a China reduzirá de 25% para 15% as tarifas aplicadas a veículos importados - informou o Ministério chinês das Finanças nesta terça-feira (22), poucos dias depois do anúncio de um acordo com os Estados Unidos para pôr fim à guerra comercial.

O presidente chinês, Xi Jinping, anunciou em abril que reduziria de maneira "considerável" as tarifas sobre automóveis, mas sem detalhes, ou datas.

O Ministério das Finanças, que também reduzirá as tarifas para peças de reposição de automóveis, justificou sua decisão como algo para "promover a reforma da oferta e a transformação e a modernização do setor".

A tarifa de 25% aos carros importados era um dos pontos de atrito comercial com os Estados Unidos, sendo várias vezes citado como exemplo, pelo presidente Donald Trump, da política "protecionista" do regime comunista chinês.

Em comparação, os Estados Unidos aplicam tarifas de 2,5% aos carros importados.





Por: France Presse

Outras notícias

Comentários