Spigreen
Notícias recentes
China voltará a comprar carne bovina do Brasil

China voltará a comprar carne bovina do Brasil

access_time13/06/2019 10:17

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse ao blog que o Brasil voltará a exportar carne bovi

A falta de confiança no presidente

A falta de confiança no presidente

access_time22/06/2020 10:59

A FALTA DE CONFIANÇA NO PRESIDENTE             O brasileiro não gosta de política e não confia e

Edital de Convocação 012/2019 da Secretaria de Educação e Cultura de Peixoto

Edital de Convocação 012/2019 da Secretaria de Educação e Cultura de Peixoto

access_time21/08/2019 11:10

EDITAL Nº 12/2019 - SEMEC PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO-PSS           A Prefeitura Munici

CNJ define que Tribunais são livres para fixar horário de funcionamento

CNJ define que Tribunais são livres para fixar horário de funcionamento

O Conselho levou em conta as peculiaridades locais, características de custo, possibilidade de atendimento por parte do cada Tribunal em respeito à autonomia

access_time01/09/2020 19:57

Na sessão desta terça-feira, 1, o CNJ definiu que os Tribunais são livres para fixar seus respectivos horários de funcionamento. O Conselho levou em conta as peculiaridades locais, características de custo, possibilidade de atendimento por parte do cada Tribunal, em respeito à autonomia de cada Corte.

O relator do ato administrativo é o ministro Dias Toffoli, que votou por não fixar um modo de horário ou um período mínimo de funcionamento pelos Tribunais.

Em sua manifestação, o ministro Toffoli relembrou que a resolução 130/2011, do CNJ, que prevê horário de funcionamento uniforme de oito horas para o Poder Judiciário brasileiro, está suspensa desde 2011 pelo STF.

O entendimento do presidente do CNJ foi acompanhado por: Luiz Fernando Tomasi Keppen; Mário Augusto de Figueiredo de Lacerda Guerreiro; Candice Lavocat Galvão Jobim; Flávia Moreira Guimarães Pessoa e Maria Tereza Uille Gomes.

Os conselheiros André Godinho, Tânia Regina Silva Reckziegel, Maria Cristina, Marcos Vinicius Jardim e Henrique Ávila votaram pela posição defendida pela OAB pelo respeito ao mínimo de 7h.

Já os conselheiros Emmanoel Pereira, Rubens de Mendonça Canuto Neto e Ivana Farina votaram pelo respeito ao mínimo de 6h.





Por: Migalhas

Outras notícias

Comentários