ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
MT tem queda na produção de milho em relação à safra passada

MT tem queda na produção de milho em relação à safra passada

access_time28/08/2018 09:24

Mais de 90% das lavouras de milho já foram colhidas em Mato Grosso, segundo o Instituto Matogrossens

Na Fiesp, Bolsonaro defende que governo não atrapalhe empresários

Na Fiesp, Bolsonaro defende que governo não atrapalhe empresários

access_time12/06/2019 08:33

O presidente da República Jair Bolsonaro recebeu na noite de hoje (11) a homenagem Ordem do Mérito I

Cliente é socorrido pelos bombeiros em motel de Sinop após fratura no órgão genital

Cliente é socorrido pelos bombeiros em motel de Sinop após fratura no órgão genital

access_time28/01/2019 13:53

Os bombeiros de Sinop receberam um chamado para o atendimento de um caso inusitado: um homem havia f

Colisões frontais fizeram 37 vítimas fatais na BR-163 em MT em 2018

Colisões frontais fizeram 37 vítimas fatais na BR-163 em MT em 2018

Ultrapassagens indevidas ou forçadas são responsáveis por 35% das mortes no trecho entre a divisa com MS e Sinop (MT)

access_time30/12/2018 15:11

De acordo com um levantamento da concessionária que administra o trecho da BR-163, que liga a divisa de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul (MS) e Sinop, a 503 km de Cuiabá, as colisões frontais são responsáveis por 35% das mortes registradas na rodovia em 2018.

As ultrapassagens indevidas ou forçadas são as irregularidades que mais ocasionam as colisões frontais, que representam 3% dos acidentes com mortes em todo o trecho.

No total 107 acidentes foram atendidos pela concessionária. Destes, 32 resultaram em vítimas fatais.

Um levantamento parcial aponta que de janeiro a novembro de 2018, 69% das ocorrências envolveram automóveis, em 48% os veículos de carga tiveram algum tipo de participação e, em 38% dos casos, as motocicletas estavam envolvidas.

Se comparado com 2016, o número de óbitos em decorrência de colisões frontais apresentou redução. Naquele ano, 52% das mortes registradas na rodovia tiveram como causa este tipo de colisão. As ultrapassagens forçadas ou em locais proibidos são as principais causas deste tipo de acidente.

De acordo com o diretor de Operações da concessionária, Fernando Milléo, esses números consideram a participação individual, pois uma ocorrência pode envolver mais de um tipo de veículo.

“Em 46% das colisões frontais entre dois veículos de carga, o resultado foi o óbito de um dos condutores", destacou.

Multas

A concessionária alerta que as ultrapassagens irregulares são consideradas gravíssimas. O infrator pode ser obrigado a pagar multa, com multiplicado cinco vezes.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina ainda a aplicação de multa em dobro, caso haja reincidência do condutor, no período de até 12 meses da infração anterior.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários