anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Mulher é assassinada e filhos ficam trancados em casa com o corpo em Diamantino

Mulher é assassinada e filhos ficam trancados em casa com o corpo em Diamantino

access_time14/03/2024 08:52

A jovem Lorrane Cristina Silva de Lima, de 23 anos, foi encontrada morta ontem à noite em uma residê

Adolescente tentou fugir de abordagem em moto e é detido por direção perigosa em Matupá

Adolescente tentou fugir de abordagem em moto e é detido por direção perigosa em Matupá

access_time17/01/2023 14:24

A Polícia Militar de Matupá deteve o suspeito, de 15 anos, ontem à noite, após ser flagrado dirigind

Veterinário reage a roubo e mata assaltante a tiros

Veterinário reage a roubo e mata assaltante a tiros

access_time08/02/2024 06:56

Um veterinário reagiu a um assalto e matou um criminoso de 23 anos, em Colíder, na madrugada desta q

Com 1,5 mil focos de queimadas, prefeito de Poconé decreta situação de emergência
Corpo de Bombeiros atua no local, mas focos de fogo só fazem aumentar (foto: reprodução)

Com 1,5 mil focos de queimadas, prefeito de Poconé decreta situação de emergência

Medida é válida por 60 dias e pode ser prorrogada em caso de necessidade

access_time18/11/2023 07:27

O prefeito de Poconé, Atail Marques do Amaral, o Tatá Amaral (União), decretou situação de emergência na cidade em razão dos incêndios que atingem o Pantanal. A decisão foi publicada nessa quinta-feira (16), no Jorna Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso. Na data de hoje, dos 2 mil focos de queimadas em Mato Grosso, 1,5 mil estão no Pantanal poconeano.

Na decisão, o gestor público levou em consideração o fato de o período de chuva ainda não ter começado, o que cria condições climáticas adversas, elevando a temperatura, reduzindo a umidade do ar e tornando o ambiente ainda mais favorável para a propagação de incêndios florestais.

No entendimento da Prefeitura, era necessário dar uma resposta urgente às ocorrências de incêndio florestal com base em levantamento realizado pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil.

Até o momento, a área queimada ultrapassa os 200 mil hectares. O Corpo de Bombeiros aumentou o efetivo de agentes que atuam no combate às chamas, mas mesmo assim, conforme o decreto, os focos só têm aumentado.

A decisão é válida por 60 dias, podendo ser prorrogado em caso de necessidade. Entre as medidas, está a autorização para a convocação de voluntários para “reforçar as ações de resposta ao desastre e para a realização de campanhas de arrecadação de recursos perante a comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência aos afetados pelo desastre”.





Por: APARECIDO CARMO DO REPÓRTERMT

Outras notícias

Comentários