anuncie aqui
Notícias recentes
Pesquisa liga enxaqueca a adaptação genética para lidar com frio

Pesquisa liga enxaqueca a adaptação genética para lidar com frio

access_time08/05/2018 14:20

Estima-se que cerca de um bilhão de pessoas em todo o mundo sofram regularmente de ataques de enxaqu

Assembleia Legislativa concede Títulos e Moção de Aplausos

Assembleia Legislativa concede Títulos e Moção de Aplausos

access_time18/07/2018 14:56

Sessão solene foi realizada na noite de segunda-feira (16), nas dependências da câmara municipal de

Mais de 300 jornais norte-americanos se unem contra Trump

Mais de 300 jornais norte-americanos se unem contra Trump

access_time16/08/2018 08:06

Mais de 300 jornais dos Estados Unidos, entre eles o The New York Times, Dallas Morning News, o The

Com ajuda do árbitro de vídeo, Suécia vence a Coreia do Sul
Granqvist Suécia Coreia do Sul (Foto: Reuters)

Com ajuda do árbitro de vídeo, Suécia vence a Coreia do Sul

Protagonista da Copa na Rússia até agora, recurso de vídeo ajuda o árbitro Joel Aguilar em lance polêmico, e equipe europeia abre torneio com triunfo em partida marcada por excesso de faltas

access_time18/06/2018 10:26

Os adversários mudam, mas o protagonista das partidas na Copa da Rússia segue sendo o mesmo: o sistema de árbitro assistente de vídeo. Grande novidade do Mundial deste ano, o VAR voltou a brilhar no confronto entre Suécia e Coreia do Sul e foi decisivo para o resultado final: o triunfo dos suecos por 1 a 0, em Nizhny Novogord, com um gol de pênalti marcado com o auxílio da tecnologia. Coube ao capitão Granqvist cobrar e dar os três pontos aos europeus.

ALERTA PARA A ALEMANHA
O triunfo dos suecos é um alerta para a Alemanha que foi surpreendida na estreia no Mundial e perdeu para o México. Mexicanos e suecos estão empatados na ponta do grupo F, com três pontos e um gol de saldo - enquanto alemães e coreanos estão igualados na terceira colocação, sem pontuar. Na próxima rodada, a atual campeã do mundo pega justamente a Suécia, e um novo tropeço pode significar um drama na rodada final.

VÍDEO DECISIVO DE NOVO
O árbitro assistente de vídeo teve influência direta no placar final do confronto em Nizhny Novgorod nesta segunda-feira. Em meio às reclamações suecas, o árbitro argentino Joel Aguilar não marcou uma falta de Kim Min-Woo sobre Claesson dentro da área, aos 17 minutos da etapa final. Mas, após alguns segundos, decidiu parar o jogo, ouvir a recomendação da equipe que operava o VAR e usou o recurso do replay à beira do campo. Então, apontou a marca da cal e marcou o pênalti, mudando sua decisão inicial.

Joel Aguilar reviu lance antes de marcar pênalti para a Suécia
Joel Aguilar reviu lance antes de marcar pênalti para a Suécia (Foto: Getty Images)

FALTAS DE SOBRA
A partida entre suecos e sul-coreanos foi marcada pelo excesso de faltas, que deixaram o confronto mais travado. No total, foram 46 infrações apitadas pelo árbitro, que mostrou dois cartões amarelos para o time asiático (Kim Shin-Wool e Hwang Hee-Chan) e um para a equipe europeia (Claesson).

NA PRÓXIMA RODADA
A Suécia agora se prepara para enfrentar a campeã Alemanha, que vê a vitória como fundamental após a derrota para os mexicanos. O duelo será realizado no próximo sábado, em Sochi, às 11h (de Mato Grosso). A Coreia do Sul, por sua vez, enfrentará o México em Rostov, no mesmo dia, às 14h.





Por: Globo Esporte

Outras notícias

Comentários