anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Empresária que usava

Empresária que usava "spa" para lavar dinheiro do tráfico alega abstinência e vai para prisão domiciliar

access_time21/07/2023 06:01

O desembargador Orlando Perri autorizou, no dia 14 deste mês, a prisão domiciliar a empresária Laura

Santos anuncia retorno do técnico Fábio Carille; veja detalhes

Santos anuncia retorno do técnico Fábio Carille; veja detalhes

access_time19/12/2023 16:01

O Santos anunciou quem será seu treinador para a temporada 2024. Trata-se do técnico Fábio Carille,

Mauro chama Emanuel de cara de pau por culpar intervenção por caos na Saúde

Mauro chama Emanuel de cara de pau por culpar intervenção por caos na Saúde

access_time07/03/2023 10:39

O governador Mauro Mendes (União) chamou de "cara de pau" o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB

Começa a consulta ao ‘dinheiro esquecido’ em bancos
Conforme o Banco Central, 38 milhões de pessoas físicas e 2 milhões de jurídicas têm dinheiro esquecido em instituições | Foto: Reprodução/Agência Brasil

Começa a consulta ao ‘dinheiro esquecido’ em bancos

Segundo o BC, o valor parado nas contas é de R$ 6 bilhões

access_time28/02/2023 09:46

Começou às 10 horas desta terça-feira, 28, a consulta ao Sistema de Valores a Receber (SVR), ferramenta do Banco Central (BC) que mostra o dinheiro esquecido pelos clientes em instituições financeiras.

O SVR tem disponíveis cerca de R$ 6 bilhões em valores a receber para 38 milhões de pessoas físicas e 2 milhões de pessoas jurídicas.

O BC ressalta que o único site no qual é possível fazer a consulta e saber como solicitar a devolução dos valores para pessoas jurídicas ou físicas é por meio da ferramenta divulgada pelo banco.

O site para consulta é https://valoresareceber.bcb.gov.br.

A consulta ao dinheiro esquecido estava suspensa desde abril do ano passado, assim como os saques. Agora, será permitido o saque dos recursos também pelos herdeiros e representantes legais de pessoas que já morreram. O reembolso do dinheiro esquecido poderá ser feito a partir de 7 de março.

O sistema entrou em operação pela primeira vez em fevereiro de 2022. Na época, as consultas podiam ser realizadas de acordo um calendário feito a partir da data de nascimento dos usuários ou fundação da empresa. Neste ano, o SRV vem com algumas melhorias.

As pesquisas não serão mais feitas de acordo com nascimento e/ou criação do CNPJ. Haverá uma sala de espera virtual, que permite a todos os usuários fazerem a consulta no mesmo dia. Neste ano, o sistema inclui as contas de pré ou pós-pagamento encerradas, contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras encerradas e outros recursos disponíveis nas instituições para devolução.





Por: Redação Oeste

Outras notícias

Comentários