Kurupí
Notícias recentes
Giroud leva seis pontos após choque de cabeça em último amistoso da França; veja o lance

Giroud leva seis pontos após choque de cabeça em último amistoso da França; veja o lance

access_time10/06/2018 07:24

No último amistoso da seleção francesa antes da Copa do Mundo, o empate em 1 a 1 contra os Estados U

Área de soja aumenta 2,7% nos últimos dois anos em MT, segundo levantamento da Unemat

Área de soja aumenta 2,7% nos últimos dois anos em MT, segundo levantamento da Unemat

access_time17/08/2019 07:49

Um mapeamento realizado pela Universidade Federal de Mato Grosso (Unemat) apontou que a área plantad

Após anúncio de greve, servidores da Educação fazem ato em frente à Seduc

Após anúncio de greve, servidores da Educação fazem ato em frente à Seduc

access_time28/05/2019 08:09

Servidores da Educação fizeram um ato em frente à Secretaria Estadual de Educação (Seduc), na tarde

Congresso retoma atividades com maior renovação da história recente
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Congresso retoma atividades com maior renovação da história recente

access_time30/01/2019 06:48

Em dois dias, recomeçam as atividades legislativas na Câmara dos Deputados e no Senado. A nova legislatura é marcada por um dos maiores índices de renovação desde a redemocratização. No Senado, das 54 vagas em disputa, 46 serão ocupadas por novos nomes, uma renovação de mais de 87%. Na Câmara dos Deputados, a taxa chegou a 52% dos parlamentares eleitos.  

Com mais partidos representados e menos parlamentares conhecidos na composição, o Senado terá nomes distribuídos em 21 legendas. Em 2015, eram 15. As novidades incluem o Podemos, PSL, PHS, Pros, PRP, PTC e o Solidariedade – que não tinham representantes em 2015 –, agora têm um cada.

A Rede, representada até então pelo senador Randolfe Rodrigues (AP), reeleito, cresceu e agora terá mais quatro nomes. Já o PCdoB e PSOL ficaram sem representantes.

Câmara

Na Câmara, o percentual de renovação só foi ultrapassado duas vezes desde 1990, na eleição daquele ano, quando o índice foi de 62%, e em 1994, quando a renovação foi de 54%. Tomarão posse 243 deputados "novos" (de primeiro mandato); outros 270 já integraram a Câmara em outras legislaturas.

O PSL foi o partido que ganhou mais deputados novatos na legislatura 2019-2023: 47 de uma bancada de 52 parlamentares. Em segundo lugar, ficou o PRB (18 parlamentares), seguido pelo PSB (16), PT (15), PSD (14), PP e PDT (12 cada) e DEM (10). Os outros partidos elegeram menos de dez novos deputados.

O PT foi o partido que mais reelegeu deputados. Dos 56 eleitos pela legenda em 2018, 40 foram reeleitos, seguido pelo PMDB (25 reeleitos), PP (23), PR (22), PSD (20), DEM (19), PSDB (16), PSB (14), PDT (14) e PRB (11). As demais legendas reelegeram menos de 10 deputados.





Por: Heloisa Cristaldo - Repórter da Agência Brasil

Outras notícias

Comentários