Spigreen
Notícias recentes
TSE exige que eleitor use máscara para votar

TSE exige que eleitor use máscara para votar

access_time10/11/2020 08:09

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, reafirmou segunda-

'Relacionamento veio para ficar', diz Bolsonaro sobre escritório comercial do Brasil em Jerusalém

'Relacionamento veio para ficar', diz Bolsonaro sobre escritório comercial do Brasil em Jerusalém

access_time02/04/2019 09:42

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (2), em um evento com empresários israelenses, q

Cidadão comum pode monitorar eleições

Cidadão comum pode monitorar eleições

access_time25/11/2020 09:17

O sistema de votação eletrônica no Brasil dispõe de mais de um mecanismo de monitoramento das eleiçõ

'Crime impossível', diz polícia sobre mulher que insistiu em retirar prêmio da Mega-Sena com bilhete falsificado

'Crime impossível', diz polícia sobre mulher que insistiu em retirar prêmio da Mega-Sena com bilhete falsificado

Segundo a polícia, ficou entendido que a jovem utilizou 'de meio absolutamente ineficaz' para tentar aplicar o golpe, configurando crime impossível

access_time16/08/2019 11:13

A Polícia Civil de Mato Grosso chamou de 'crime impossível' a tentativa de uma jovem de 22 anos de retirar o prêmio da Mega-Sena com um bilhete falsificado em uma lotérica. A ocorrência foi registrada em São José do Rio Claro, a 325 km de Cuiabá, na quinta-feira (7). A mulher foi liberada depois de prestar depoimento.

Segundo a polícia, ficou entendido que a jovem utilizou “de meio absolutamente ineficaz” para tentar aplicar o golpe, configurando crime impossível.

A reportagem, um representante da lotérica – que não quis ser identificado –, contou que antes de ir até a agência a mulher já havia entrado em contato com fotos do bilhete avisando que era a ganhadora. A fraude foi identificada logo de cara.

Antes de tentar aplicar a golpe, a jovem chegou a comprar um bilhete e registar uma aposta para o concurso 2175, sorteado no dia 3 de agosto. O prêmio estava acumulado em R$ 32 milhões.

“Sabíamos que o prêmio tinha acumulado, então ninguém tinha acertado os seis números sorteados”, contou.

Depois de entrar em contato, a mulher foi até a agência e, com o bilhete em mãos, insistiu que era a ganhadora. Ao argumentar que o bilhete era premiado, a proprietária da lotérica foi chamada para resolver a situação.

Com o bilhete em mãos, a dona do estabelecimento notou a falsificação -- classificada pela polícia como 'grotesca' --, e acionou os policiais. De acordo com a polícia, a mulher recortou os números e colou no bilhete que apresentou.

O que chamou a atenção foi a tentativa de retirar o prêmio daquele valor na lotérica. De acordo com o estabelecimento, prêmios de valores muito altos são pagos somente em agência bancárias da Caixa Econômica.

“Os funcionários são bem treinados para evitar não só essa, mas todo tipo de situação que envolva golpe, ou tentativa de golpe”, afirmou o representante.

Depois, segundo a polícia, a mulher chegou a circular os números com uma caneta para tentar convencer os funcionários.

Ao insistir, mulher circulou número no bilhete — Foto: Divulgação
Ao insistir, mulher circulou número no bilhete — Foto: Divulgação

Ao ser detida, a jovem negou a falsificação, mas confessou o crime logo em seguida. À polícia, ela contou que tentou aplicar o golpe para ajudar a família que passa por dificuldades financeiras.

O próximo sorteio da Mega-Sena será realizado no próximo sábado (17). O valor acumulado para o próximo concurso é de R$ 20.015.946,48.





Por: Por André Souza, G1 MT

Outras notícias

Comentários