Banner Outras
Notícias recentes
Prefeitura, SENAR e Sindicato Rural promovem curso de derivados do leite em União do Norte

Prefeitura, SENAR e Sindicato Rural promovem curso de derivados do leite em União do Norte

access_time25/07/2018 08:34

A Prefeitura de Peixoto de Azevedo, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social em parcer

Inscrições para o Fies terminam neste domingo

Inscrições para o Fies terminam neste domingo

access_time20/07/2018 15:43

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) encerra, no próximo domingo (22), as inscrições para os c

Douglas Costa brilha, Neymar marca, e Seleção inicia novo ciclo com vitória

Douglas Costa brilha, Neymar marca, e Seleção inicia novo ciclo com vitória

access_time08/09/2018 08:26

O novo ciclo da Seleção começou com vitória. Nesta sexta-feira, o Brasil bateu os Estados Unidos por

Currículo de candidato indicado a primeiro-ministro da Itália é questionado
Luigi Di Maio e Giuseppe Conte, em fotografia de 1º de março de 2018 (Foto: Filippo Monteforte/AFP)

Currículo de candidato indicado a primeiro-ministro da Itália é questionado

Jornais afirmaram que Giuseppe Conte não realizou alguns cursos que constam em seu CV

access_time23/05/2018 09:07

O currículo do jurista Giuseppe Conte, que foi indicado para ocupar o cargo de premier da Itália pelo Movimento Cinco Estrelas e pela Liga Norte, gerou dúvidas no país depois que vários meios de comunicação informaram que o advogado não realizou alguns cursos que figuram no documento, segundo a Efe.

Em seu CV, ele afirma ter “aprofundado seus estudos de Direito” em inúmeras universidades estrangeiras, entre elas a de Nova York, Cambridge, e Sorbonne (Paris), segundo a Rádio França Internacional.

As dúvidas surgiram quando o correspondente em Roma do "The New York Times", Jason Horowitz, afirmou que nos registros da New York University (NYU) não aparece nenhuma pessoa com o nome de Conte que tenha estudado lá.

No extenso currículo de dez páginas do professor de Direito proposto ao presidente, Sergio Mattarella, para ser o primeiro-ministro do país, aparece que entre 2008 e 2012 Conte realizou cursos de pelo menos um mês, a cada verão, em tal universidade.

Horowitz afirmou que fontes da NYU explicaram que "uma pessoa com este nome não aparece nos registros como estudante ou professor externo" e acrescentaram que "é possível que tenha seguido algum programa de um ou dois dias, dos quais a universidade não conserva os registros".

No currículo do professor também constam períodos de cerca de três meses de estudos na prestigiada Universidade de Yale e de Pittsburgh, nos Estados Unidos.

As dúvidas sobre sua experiência foram crescendo e alguns veículos de imprensa apontam que a universidade de Viena, na qual Conte declara que realizou cursos de aperfeiçoamento sobre Direito Internacional, é na realidade uma escola de alemão.

O jornal italiano "Il Messaggero" informou que recebeu a confirmação de que o jurista não estudou na "Duquesne University" de Pittsburgh e também não ensinou na Universidade de Malta, como figura em seu discutido currículo. O jurista italiano, de 54 anos, professor nas universidades de Florença e na privada Luiss de Roma, ainda não fez comentários a respeito.

Após o nome de Conte ter sido apresentado ontem pelos dois partidos que querem governar, agora o presidente da República deverá avaliar e dar seu beneplácito, além de encarregar assim a formação de um Executivo.

O Movimento Cinco Estrelas, através de seu porta-voz, Giulia Grillo, confirmou a candidatura de Conte, e assim também como o líder da ultradireitista Liga Norte, Matteo Salvini.





Por: G1

Outras notícias

Comentários