Spigreen
Notícias recentes
Comunicado da Secretaria Municipal de Saúde de Peixoto de Azevedo

Comunicado da Secretaria Municipal de Saúde de Peixoto de Azevedo

access_time21/02/2019 10:31

Comunicamos a população que são atendidas nos PSF 4 – Centro Antigo e PSF 8 – Bairro Nova Esperança,

Homens flagrados em pesca irregular trocam tiros com a polícia e fogem

Homens flagrados em pesca irregular trocam tiros com a polícia e fogem

access_time20/07/2019 09:56

Quatros homens foram flagrados praticando pesca irregular, em Barão de Melgaço, a 121 km de Cuiabá.

Bolsonaro recebe alta de unidade semi-intensiva e é transferido para apartamento do Hospital Albert Einstein

Bolsonaro recebe alta de unidade semi-intensiva e é transferido para apartamento do Hospital Albert Einstein

access_time12/02/2019 08:30

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) evolui com melhora clínica progressiva e recebeu alta da unidade d

Deputado e suplente são alvos de operação que apura fraude em licitação de transporte
Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado de MT (Gaeco) — Foto: Assessoria/MPMT

Deputado e suplente são alvos de operação que apura fraude em licitação de transporte

Está sendo cumprida, ainda, ordem de sequestro judicial de bens dos investigados até o montante de R$ 86 milhões

access_time14/05/2021 08:42

Um deputado estadual, um suplente de deputado e uma assessora parlamentar foram alvos de uma operação na manhã desta sexta-feira (14) realizada pelo Ministério Público de Mato Grosso. A terceira fase da Operação Rota Final apura crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude a licitação do setor de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal de Passageiros de Mato Grosso (STCRIP-MT).

A licitação é promovida pela Secretaria de Infraestrutura do Estado de Mato Grosso e Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (AGER-MT).

Os nomes dos alvos não foram divulgados.

Os agentes policiais também devem cumprir ordem de prisão preventiva contra um empresário que seria o líder da organização criminosa.

Ainda, devem impor o uso de tornozeleira eletrônica no representante do Sindicato dos Empresários do Setor de Transporte Intermunicipal de Passageiros (SETROMAT), que, por sua vez, está proibido de se ausentar de Mato Grosso, frequentar alguns órgãos públicos e manter contato com outros investigados.

Está sendo cumprida, ainda, ordem de sequestro judicial de bens dos investigados até o montante de R$ 86 milhões, abrangendo vários imóveis, duas aeronaves, vários veículos de luxo, bloqueio de contas bancárias e outros bens necessários ao ressarcimento do prejuízo acarretado pela prática dos crimes.

A investigação, iniciada na Polícia Civil de Mato Grosso, foi encaminhada, com autorização do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJMT), ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), em meados de 2019.

Mais de 20 pessoas são investigadas, dentre eles alguns empresários e dois parlamentares estaduais.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários