ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março

access_time19/05/2021 07:29

Trabalhadores informais nascidos em março recebem hoje (19) a segunda parcela da nova rodada do auxí

Vinte e seis cidades de Mato Grosso terminam ano de 2020 sem homicídios dolosos

Vinte e seis cidades de Mato Grosso terminam ano de 2020 sem homicídios dolosos

access_time09/02/2021 12:15

Vinte e Seis municípios de Mato Grosso conseguiram fechar o ano de 2020 sem registrar casos de homic

Sinop: fogo atinge carreta e área onde foi colhido milho

Sinop: fogo atinge carreta e área onde foi colhido milho

access_time07/07/2022 15:46

O Corpo de Bombeiros está combatendo o incêndio que atingiu uma carreta FH Volvo branca, nas proximi

Desembargador concede liberdade a um acusados de tráfico
Foi colocado em liberdade Everton Luis Botelho de Miranda
Foto por: Gazeta Digita

Desembargador concede liberdade a um acusados de tráfico

OPERAÇÃO DOCE AMARGO

access_time02/04/2022 06:28

O desembargador Rui Ramos, do Tribunal de Justiça, concedeu há pouco liberdade a um homem acusado de tráfico, preso na Operação Doce Amargo, deflagrada no dia 24 de março em Cuiabá, pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE).

Foi colocado em liberdade Everton Luis Botelho de Miranda, conhecido como Mirandinha. Ele é um dos 7 acusados presos na operação. A defesa do suspeito é feta pelo advogado Akio Gustavo Maluf Sasaki.

A soltura se deu por falha processual da primeira instância. 

Após ganhar liberdade, o acusado poderá ser notificado para os futuros atos processuais e terá que usar tornozeleira eletrônica e não poderá se comunicar com os demais acusados por qualquer meio.

Inicialmente as prisões eram temporárias, que têm prazo de 30 dias, podendo ser prorrogadas por igual período ou convertidas em preventiva com base na continuidade das investigações.  

Veja o nome dos presos:  

Luiz Fernando Kormann Júnior ...............................o “Bocão”

Ernandes Aparecido de Oliveira ..............................o “Cozinheiro”

Everton Luis Botelho de Miranda .............................o “Mirandinha”

Thiago Massashi .................................................o “Japonês”

Rodrigo de Souza Lopes ........................................o “Pomada”

Luís Felipe Campos de Amorim Leite ........................o “Mickey”

Marcelo Henrique Tenuta.......................................o “Rato”

Entenda o caso

Segundo a polícia, a operação foi deflagrada após a prisão de um traficante em dezembro de 2021. Com ele, no dia do flagrante, a polícia apreendeu cocaína, arma de fogo, munições, bloqueadores de sinais e outros.

Com base na investigação, foi descoberta uma quadrilha que atuava na venda de drogas usadas, na maioria das vezes, em festas, como: ecstasy, MDMA e o LSD, também conhecidos como ‘bala’, ‘roda’, e ‘doce’. Todos os alvos da operação têm alguma ligação com este primeiro criminoso preso.

Agora, eles ficam presos por 30 dias, podendo ter a prisão convertida em preventiva com base no andamento das investigações. O trabalho continua para analisar o material apreendido durante o cumprimento dos mandados.

Nome da Operação 

A palavra “Doce” faz referência à forma como as drogas são conhecidas por este mercado consumidor. Já o termo “Amargo” faz alusão à situação dos envolvidos se veem atingidos pela repressão estatal diante de crime repudiado pela sociedade.





Por: Pablo Rodrigo pablo@gazetadigital.com.br

Outras notícias

Comentários