anuncie aqui
Notícias recentes
Brasil cria 115 mil empregos com carteira assinada no melhor abril em 5 anos

Brasil cria 115 mil empregos com carteira assinada no melhor abril em 5 anos

access_time18/05/2018 13:59

A economia brasileira gerou 115.898 empregos com carteira assinada em abril, segundo números do Cada

Bolsonaro é transferido para hospital Albert Einstein em São Paulo

Bolsonaro é transferido para hospital Albert Einstein em São Paulo

access_time07/09/2018 08:31

A junta médica que atende o deputado federal e candidato à presidência da República Jair Bolsonaro d

Servidores penitenciários de MT fazem paralisação de 48 horas por falta de efetivo e superlotação

Servidores penitenciários de MT fazem paralisação de 48 horas por falta de efetivo e superlotação

access_time11/07/2018 10:09

Os servidores do sistema penitenciário de Mato Grosso fazem uma paralisação de 48 horas a partir des

Dinamarca bate Peru em novo jogo com VAR (e erro de Cueva); Guerrero passa em branco
Guerrero entrou no segundo tempo e quase fez um golaço, mas Peru acabou sendo derrotado pela Dinamarca (Foto: Marcos Brindicci/Reuters)

Dinamarca bate Peru em novo jogo com VAR (e erro de Cueva); Guerrero passa em branco

Peruanos dominam maior parte da partida, mas são-paulino desperdiça pênalti assinado pelo recurso de vídeo; flamenguista, saindo do banco, quase faz golaço, mas não consegue o empate

access_time16/06/2018 14:25

QUE PENA, PERU...
Em sua volta à Copa do Mundo após 36 anos, o Peru contou com o apoio de sua torcida, maioria absoluta em Saransk. Teve um pênalti dado pelo VAR (que o são-paulino Cueva desperdiçou). E foi melhor na maior parte do jogo. Mas acabou sendo derrotado pela Dinamarca por 1 a 0, gol de Poulsen. O flamenguista Guerrero entrou aos 17 minutos do segundo tempo e deu nova dinâmica ao time peruano e quase marcou um golaço de calcanhar.

COMO FICA E O QUE VEM POR AÍ
A Dinamarca empata com a França na liderança do Grupo C com três pontos, mas os franceses levam vantagem nos gols marcados, já que venceram a Austrália por 2 a 1. A segunda rodada do Grupo C será disputada na quinta-feira. A Austrália encara a Dinamarca às 8h (de Mato Grosso) em Samara. Já a França pega o Peru em Ecaterimburgo, às 11h.

Cueva lamenta pênalti perdido, e Schmeichel comemora
Cueva lamenta pênalti perdido, e Schmeichel comemora (Foto: REUTERS/Marcos Brindicci)

OLHA O VAR AÍ!
Aos 43 minutos do primeiro tempo, o VAR entrou novamente em ação, mudando a decisão do árbitro Bakary Gassama, de Gâmbia (o mesmo que se enrolou com o VAR na Copa das Confederações no ano passado). Em disputa com Poulsen, Cueva caiu na área e ficou pedindo pênalti, mas o juiz nada marcou. Após quase meio minuto, Gassama paralisou o jogo para acionar o recurso do VAR. E então decidiu por dar o pênalti. Na cobrança, porém, Cueva isolou. O são-paulino pegou muito mal na bola e mandou por cima do gol. Ele saiu de campo chorando para o intervalo, amparado por todos os seus companheiros, especialmente Paolo Guerrero.

PRIMEIRO TEMPO
Empurrado pela sua torcida, maioria absoluta no estádio de Saransk, o Peru começou melhor, pressionando a Dinamarca. Carrillo, aberto pela direita, era disparado o jogador mais perigoso em campo, com suas jogadas em velocidade. A partir dos 20 minutos, porém, a Dinamarca passou a controlar as ações do jogo, ficando mais com a bola - terminou o primeiro tempo com 59% de posse. As melhores chances dos dinamarqueses, porém, foram em jogadas de bola parada - em escanteios para os grandalhões Poulsen (1,93m), Jorgensen (1,94m) e Christensen (1,92m), ou de falta, com Eriksen. No final, porém, quem teve a melhor oportunidade foi o Peru, no pênalti que Cueva sofreu e isolou.

Guerrero consola Cueva após pênalti perdido pelo Peru contra a Dinamarca
Guerrero consola Cueva após pênalti perdido pelo Peru contra a Dinamarca (Foto: Max Rossi/Reuters)

SEGUNDO TEMPO
O Peru novamente começou melhor e teve chance para abrir o placar num lance em que Cueva deixou o marcador no chão, mas preferiu tocar a chutar, e Carrillo acabou perdendo. Na jogada seguinte, aos 13, gol da Dinamarca, com Poulsen, aproveitando boa jogada de Sisto e Eriksen. Guerrero entrou quatro minutos depois e deu nova cara para o time do Peru, fazendo o pivô e deslocando Farfán para a armação. O Peru empilhou uma oportunidade atrás da outra. Guerrero quase marcou um golaço de calcanhar, Farfán teve uma chance clara defendida por Schmeichel... o placar mais justo seria o empate. Péssimo resultado para o Peru, que agora terá de vencer França e Austrália para se classificar sem depender de uma combinação de resultados.

Poulsen, do RB Leipzig, fez o gol da vitória da Dinamarca sobre o Peru
Poulsen, do RB Leipzig, fez o gol da vitória da Dinamarca sobre o Peru (Foto: Clive Mason/Getty Images)





Por: Globo Esporte

Outras notícias

Comentários