anuncie aqui
Notícias recentes
Jovem de 20 anos é presa pela 2ª vez em menos de dois meses com quase mil pinos de cocaína

Jovem de 20 anos é presa pela 2ª vez em menos de dois meses com quase mil pinos de cocaína

access_time01/07/2018 12:30

Quase mil pinos de substância análoga à cocaína foram apreendidos pela Polícia Militar na rodoviária

José Mayer deixa TV Globo após 35 anos

José Mayer deixa TV Globo após 35 anos

access_time16/01/2019 07:28

A TV Globo divulgou nesta terça-feira (15) que o ator José Mayer não trabalha mais na emissora após

Edital de convocação de posse 005/2018

Edital de convocação de posse 005/2018

access_time11/05/2018 15:22

PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO CONCURSO PÚBLICO Nº. 001/2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO

DNIT restringe trânsito de veículos pesados em MT para facilitar escoamento de soja no Pará

DNIT restringe trânsito de veículos pesados em MT para facilitar escoamento de soja no Pará

Medida é para aliviar o congestionamento de veículos na região de Moraes Almeida (PA). Veículos pequenos têm autorização para seguir viagem

access_time04/03/2019 09:03

O trânsito para veículos pesados na BR-163 na região dos municípios de Guarantã do Norte e Nova Santa Helena, a 721 e 622 km de Cuiabá, foi interditado nesse sábado (2) pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

O objetivo é garantir o escoamento da produção de soja e evitar o acúmulo dos veículos em Moraes Almeida (PA), onde a subida das serras está com a pista escorregadia, dificultando a passagem de caminhões carregados.

De acordo com o DNIT, a medida é necessária devido às intensas chuvas na região Norte e à realização de serviços de manutenção para garantir a trafegabilidade do trecho não pavimentado da rodovia BR-163 no Pará.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), há semanas é registrado um acúmulo e fila de caminhões em Moraes Almeida (PA) rumo aos portos de Miritituba (PA). Há registro de congestionamento de até 85 km com filas duplas e até triplas de caminhões e veículos pesados.

A retenção de veículos é necessária devido à dificuldade de tração dos caminhões carregados em trechos em aclives, sob chuva. Mesmo com orientação dos agentes locais, alguns motoristas têm formado filas duplas e triplas ao longo do trajeto.

Após conclusão dos trabalhos emergenciais, o fluxo de caminhões será liberado gradativamente pelas equipes do DNIT, Exército e PRF, destravando o trânsito no local.

A orientação aos caminhoneiros que ainda não estão na região é para que respeitem o bloqueio e iniciem o deslocamento de Mato Grosso ao Pará somente a partir da próxima terça-feira (5) para evitar maior degradação da via.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários