Banner Outras
Notícias recentes
Motorista flagrado bêbado e com drogas e cervejas em carro foge da delegacia após prisão em MT, diz PM

Motorista flagrado bêbado e com drogas e cervejas em carro foge da delegacia após prisão em MT, diz PM

access_time28/06/2018 12:12

Um motorista de 24 anos fugiu da delegacia de Juscimeira, a 164 km de Cuiabá, depois de ser preso ju

Governo da Tailândia quer controlar gravações de filmes sobre os meninos resgatados em caverna

Governo da Tailândia quer controlar gravações de filmes sobre os meninos resgatados em caverna

access_time20/07/2018 16:34

Tailândia quer controlar como os filmes vão retratar os 12 meninos e o técnico do "Javalis Selvagens

Colíder: Família foi mantida em cárcere privado

Colíder: Família foi mantida em cárcere privado

access_time20/01/2020 11:53

Um casal de idosos e um homem de 49 anos foram reféns por várias horas na tarde desse domingo (19/01

Dólar sobe e volta a encostar em R$ 3,60

Dólar sobe e volta a encostar em R$ 3,60

Na véspera, o dólar fechou em alta de 0,49% sobre o real, vendida a R$ 3,5705.

access_time09/05/2018 09:46

O dólar operava em alta no início do pregão desta quarta-feira (9), após encostar em R$ 3,60 na véspera. O mercado monitora a trajetória da moeda ante outras divisas de países emergentes e exportadores de commodities, um dia depois de os Estados Unidos deixarem o acordo nuclear do Irã.

Às 10h46, a moeda norte-americana subia 0,77%, cotada a R$ 3,6011 na venda. Veja mais cotações. Na véspera, o dólar fechou em alta de 0,49% sobre o real, vendido a R$ 3,5705, após atingir R$ 3,5932 na máxima do dia, diante da tensão externa.

Também na terça-feira (8) o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, explicou em entrevista à GloboNews que a alta da divisa norte-americana é um movimento global e não exclusivo ao Brasil, mas garantiu que a autoridade está monitorando o mercado para seu bom fundamento e intervirá quando necessário.

O Banco Central realiza nesta sessão novo leilão de até 8,9 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de junho.

Se mantiver e vender esse volume diário até o final do mês, o BC terá rolado integralmente os US$ 5,650 bilhões que vencem no mês que vem e terá colocado o equivalente a US$ 2,8 bilhões de adicionais.





Por: G1

Outras notícias

Comentários