anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Palestinos fazem disparos; Israel contra-ataca

Palestinos fazem disparos; Israel contra-ataca

access_time29/05/2018 11:29

Militantes palestinos lançaram a partir da Faixa de Gaza cerca de 30 morteiros em direção ao sul do

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.040 para o próximo ano

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.040 para o próximo ano

access_time16/04/2019 08:03

Pela primeira vez, o valor do salário mínimo ultrapassará R$ 1 mil. O governo propôs salário mínimo

Assalto com reféns em compra de ouro de Peixoto termina após três horas de negociação

Assalto com reféns em compra de ouro de Peixoto termina após três horas de negociação

access_time04/05/2021 17:52

Assaltante manteve dois reféns em uma compra de ouro, na Avenida Brasil, em Peixoto. As polícias

Doleiro Dario Messer fecha acordo judicial e vai devolver R$ 1 bilhão

Doleiro Dario Messer fecha acordo judicial e vai devolver R$ 1 bilhão

Réu na Operação Lava Jato, Messer é suspeito de lavagem de dinheiro

access_time13/08/2020 08:52

O doleiro Dario Messer, réu na Operação Lava Jato, suspeito de ter efetuado esquemas milionários de lavagem de dinheiro, vai devolver quase R$ 1 bilhão. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (12) e resultou de acordo de colaboração premiada envolvendo o Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal (PF) e a Justiça Federal do Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pela assessoria do MPF.

De acordo com a força-tarefa da Lava Jato no Rio, o acordo permitirá a coleta de provas para investigações em andamento, tendo já fornecido depoimentos juntados aos autos de processos decorrentes de três investigações sobre esquemas que teve Messer como figura-chave. Entre essas, está as operações Câmbio, Desligo, sobre esquema de lavagem de dinheiro a partir do Uruguai e que movimentou mais de US$ 1,6 bilhão; Marakata, sobre transações de dólar-cabo para lavar dinheiro em contrabando de esmeraldas; e Patrón, referente ao braço no Paraguai da organização de lavagem de dinheiro liderada por Messer.

Segundo o MPF, o acordo prevê que Messer deverá cumprir pena, inicialmente fechado, de até 18 anos e 9 meses de prisão, com progressão de regime. Outra cláusula previu a renúncia, em favor dos cofres públicos, de mais de 99% do seu patrimônio, estimado em cerca de R$ 1 bilhão.

Os bens incluem imóveis de alto padrão e valores no Brasil e no exterior, além de obras de arte e um patrimônio no Paraguai ligado a atividades agropecuárias e imobiliárias, que deverão fundamentar um pedido de cooperação com as autoridades paraguaias para sua partilha com o Brasil.

Messer, conhecido como “o doleiro dos doleiros”, foi preso em julho de 2019, em uma casa em São Paulo, após ficar foragido desde maio de 2018 .





Por: Agência Brasil

Outras notícias

Comentários