anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Bolsonaro sanciona lei do programa Casa Verde e Amarela

Bolsonaro sanciona lei do programa Casa Verde e Amarela

access_time13/01/2021 08:02

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta terça-feira (12) a medida provisória (MP) que institui o

Aneel anuncia bandeira tarifária vermelha para agosto

Aneel anuncia bandeira tarifária vermelha para agosto

access_time27/07/2019 08:53

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou, sexta-feira (26), que a bandeira tarifária

Mato Grosso registra 11,5 mil casos e 445 óbitos por Covid-19

Mato Grosso registra 11,5 mil casos e 445 óbitos por Covid-19

access_time25/06/2020 07:51

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (24), 11.571 caso

Elizabeth Gomes é ouro e bate recorde mundial no lançamento de disco

Elizabeth Gomes é ouro e bate recorde mundial no lançamento de disco

Brasileira conseguiu 17,62 m, dois metros a mais que segunda colocada

access_time30/08/2021 10:45

O Brasil conquistou o segundo ouro no lançamento de disco na manhã desta segunda-feira (30), na Paralimpíada de Tóquio (Japão). Desta vez o feito foi de Elizabeth Gomes, na disputa feminina da classe F52 (cadeirante). A atleta paulista ainda quebrou duas vezes o próprio recorde mundial na modalidade. No penúltimo lançamento conseguiu 17,62 metros, o primeiro recorde, o que já lhe garantiu o degrau mais alto do pódio, antes mesmo do fim da prova. No último lançamento, bateu novo recorde, de 17,33m. Na madrugada de hoje, Claudiney Batista dos Santos também faturou ouro, com a marca de 45m59 na disputa masculina da classe F56 (cadeirante), com a marca de 45m59.

O lançamento de Elizabeth Gomes superou em mais de 2 metros o da ucraniana Iana Lebiedieva, medalha de prata, com marca de 15m48. O bronze ficou com outra ucraniana, Zoia Ovsii, que lançou o disco a 14m37.

Em 1993, quando foi diagnosticada com esclerose múltipla, Elizabeth era jogadora de vôlei. O início no esporte paralímpico foi no basquete em cadeiras de rodas, em Santos (SP), sua cidade natal. Durante os treinos descobriu o atletismo.  Em 2019, a atleta conquistou ouro tanto no Mundial Dubai, quanto nos Jogos Parapan-Americanos de Lima (Peru).





Por: Agência Brasil

Outras notícias

Comentários