ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Boateng cita Alemanha

Boateng cita Alemanha "no fundo do mundo" e diz: "Voltaremos mais fortes"

access_time28/06/2018 11:40

Após a derrota para a Coreia do Sul, que selou a eliminação precoce da Alemanha na Copa do Mundo, a

Carreta bate em quatro veículos parados após avançar em trecho de 'pare-siga' na BR-163 em MT

Carreta bate em quatro veículos parados após avançar em trecho de 'pare-siga' na BR-163 em MT

access_time21/03/2022 17:57

Um acidente envolvendo cinco veículos durante o momento de 'pare-siga' no km 808 da BR-163, em Sinop

Ghosn nega diante de juiz ter cometido irregularidades

Ghosn nega diante de juiz ter cometido irregularidades

access_time08/01/2019 08:00

O executivo franco-brasileiro Carlos Ghosn, de 64 anos, ex-presidente da Nissan Motors, negou hoje (

Emissão do novo modelo de RG em cartão custa R$ 99,53 em MT
Novo modelo passou a ser emitido no dia 2 de maio — Foto: Politec/Divulgação

Emissão do novo modelo de RG em cartão custa R$ 99,53 em MT

Além do número do RG, o documento deve conter o CPF e 15 dados opcionais como nome social, Carteira Nacional de Habilitação, Título de Eleitor e Carteira de Trabalho

access_time08/05/2019 08:57

O novo modelo de RG passou a ser emitido em Mato Grosso com custo de R$ 99,53 ao cidadãos. O novo cartão de identidade pode ser solicitado nos postos de Identificação da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

De acordo com o governo, no ato de solicitação do documento os requerentes devem optar pelo RG em papel-moeda ou no cartão. A segunda opção terá tamanho reduzido e durabilidade de até 10 anos.

Além do número do RG, o documento deve conter o CPF e 15 dados opcionais como nome social, Carteira Nacional de Habilitação, Título de Eleitor e Carteira de Trabalho.

O boleto para pagamento deve ser retirado no Portal da Segurança no campo “taxas de segurança”.

A impressão será feita por uma empresa em São Paulo, ganhadora do pregão eletrônico.

O novo modelo de carteira de identidade passou a vigorar no dia 5 de abril e foi regulamentado por decreto federal. Segundo o governo, mesmo com a mudança, os documentos já emitidos não perderão a validade.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários