anuncie aqui
Notícias recentes
Dois homens são assassinados a tiros e a facadas em Sinop

Dois homens são assassinados a tiros e a facadas em Sinop

access_time25/06/2018 10:08

Dois homens foram assassinados no final de semana em Sinop, a 503 km de Cuiabá. Um deles, no sábado

China reduz de 25% para 15% tarifas de veículos importados

China reduz de 25% para 15% tarifas de veículos importados

access_time22/05/2018 09:14

A partir de julho, a China reduzirá de 25% para 15% as tarifas aplicadas a veículos importados - inf

Caminhões com 70 toneladas de madeira ilegal que saíram do Pará são apreendidos em Matupá

Caminhões com 70 toneladas de madeira ilegal que saíram do Pará são apreendidos em Matupá

access_time04/07/2018 09:37

Dois caminhões com 70 toneladas de madeira ilegal que saíram do Pará foram apreendidos nessa segunda

Equador declara emergência devido à entrada de imigrantes venezuelanos

Equador declara emergência devido à entrada de imigrantes venezuelanos

access_time09/08/2018 08:26

O governo do Equador declarou estado de emergência no setor de mobilidade humana nas províncias de Carchi, Pichincha y El Oro. A medida foi definida em decorrência da necessidade urgente, segundo as autoridades, de prestar apoio aos imigrantes procedentes da Venezuela. De acordo com os dados oficiais, são cerca de 4.200 venezuelanos que chegam diariamente ao país.

As autoridades do Equador informaram que, com a iniciativa, a expectativa é dar uma resposta "eficaz e contundente" para a preservação dos imigrantes que ingressam em território equatoriano.

O vice-ministro de Mobilidade Humana, Santiago Chávez, disse que o objetivo é estabelecer um plano de contingência e ações de atenção humanitária. Segundo ele, serão realizadas reuniões com os representantes provinciais e também da Organização das Nações Unidas (ONU).

Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores do Equador informou que está sendo definida uma coordenação entre as entidades públicas, as seções e a cooperação internacional, com suas competências e responsabilidades.

*Com informações das agências públicas de notícias Andes, do Equador, e Andina, do Peru





Por: Agência Brasil

Outras notícias

Comentários